Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Acções

Mário Imbelloni

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ir para: navegação, pesquisa
Dados de Mário Imbelloni Imbelloni.jpg
Nome: António Mário Imbelloni di Leo
Nascimento: 25 de Agosto de 1924
Naturalidade: Lanús - Argentina
Posição: Treinador
Escalão Época Clube Obs. Jogos V E D Titulos
1ª Divisão 1954/55 Atlético
1ª Divisão 1955/56 Sp.Braga 12 3 0 9
Juniores 1956/57 SPORTING
Juniores 1957/58 SPORTING
Juniores 1958/59 SPORTING
1ª Divisão 1958/59 SPORTING 10 6 0 4
Juniores 1959/60 SPORTING
1ª Divisão 1959/60 SPORTING 12 10 1 1
1ª Divisão 1960/61 Académica 28 10 7 11
2ª Divisão 1961/62 Marinhense 37 19 5 13
1ª Divisão 1962/63 Barreirense 11 2 3 6
1ª Divisão 1962/63 Atlético 5 1 0 4
1963/64
1964/65
1965/66
1966/67
1967/68
1967/68
1968/69
2ª Divisão 1969 Ferrocaril Oeste Campeonato da Argentina
2ª Divisão 1970 Ferrocaril Oeste Campeonato da Argentina
1ª Divisão 1971 Ferrocaril Oeste 50 19 14 17
1ª Divisão 1972 Ferrocaril Oeste
1973
1974
1ª Divisão 1975 Atlético Huracán
1976
1ª Divisão 1977/78 Sp.Braga 37 21 7 9
1ª Divisão 1978/79 Famalicão 36 13 8 15
1ª Divisão 1979/80 Vit.Guimarães 27 10 8 9
3ª Divisão 1985/86 Naval 1º de Maio
Total =

Aos 15 anos Mário Imbelloni tornou-se futebolista profissional no San Lorenzo de Almagro, onde foi Campeão da Argentina integrando uma grande equipa que veio até à Europa em 1951.

Foi nessa altura que o extremo-direito Imbelloni foi contratado pelo Real Madrid, depois de o San Lorenzo ter derrotado a Selecção de Espanha por 6-1, no Estádio Santiago Bernabéu.

Tapado no Real Madrid devido à limitação na utilização de jogadores estrangeiros, Mário Imbelloni veio para Portugal jogar no Atlético, onde viria a iniciar uma nova fase da sua carreira como jogador-treinador, funções que também acumulou no Sporting de Braga durante a época de 1955/56.

Imbelloni vestiu pela primeira vez as cores do Sporting no dia 10 de Junho de 1956, quando foi juntamente com Cabrita do Covilhã e Falé do Lusitano de Évora, um dos três jogadores convidados para reforçar a equipa que nesse dia defrontou o Vasco da Gama, no jogo da inauguração do Estádio José Alvalade.

Pouco depois Mário Imbelloni passou a treinar os juniores do Sporting, funções que desempenhava quando em Março de 1959 substituiu Enrique Fernandez no comando da equipa principal, estreando-se em Alvalade com uma vitória por 2-1 sobre o Benfica e levando a equipa até ao final da temporada que terminou nas meias finais da Taça de Portugal novamente frente ao Benfica, mas desta vez com um desfecho diferente.

Na época seguinte voltou ao comando dos Juniores, mas em Janeiro de 1960 foi novamente chamado ao comando da equipa principal, desta vez para substituir Fernando Vaz, estreando-se em Alvalade com uma goleada de 6-1 aplicada ao FC Porto.

Não há muitas mais referências sobre esse período em que Imbelloni comandou a equipa leonina, no entanto também não há registos de que o Sporting tenha tido outro técnico até à chegada de Alfredo Gonzalez, que ocorreu em 21 de Abril de 1960.

Posteriormente Imbelloni treinou outros clubes portugueses como Académica, Marinhense, Barreirense e outra vez o Atlético, até abandonar Portugal, aonde só regressaria 14 anos depois.

Desse período de ausência o único registo que temos é de que foi duas vezes seguidas Campeão da 2ª Divisão da Argentina, ao serviço do Ferrocaril Oeste, uma situação só possível porque nessa altura havia um jogo de qualificação entre o ultimo classificado da 1ª Divisão, e o vencedor da 2ª.

Regressou a Portugal em 1977 para treinar o Sporting de Braga, confessando que sentia saudades de Amália, e das polémicas resultantes de ter sido um técnico sem diploma, e posteriormente ainda orientou o Famalicão e o Vitória de Guimarães.

To-mane 12h26min de 9 de Abril de 2010 (WEST)