Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes

Keita

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Dados de Keita Keita.jpg
Nome: Salif Keïta Traoré
Nascimento: 6 de Dezembro de 1946
Naturalidade: Bamako - Sudão Francês
Posição: Avançado
Escalão Época Clube Jogos Golos Titulos Internacionalizações
JUV JUN ESP OLI AA Golos
1963/64 Real Bamako
1964/65 Real Bamako
1965/66 Stade Malien
1966/67 Real Bamako
1ª Divisão 1967/68 Saint-Étienne Campeonato de França
Taça de França
1ª Divisão 1968/69 Saint-Étienne Campeonato de França
1ª Divisão 1969/70 Saint-Étienne Campeonato de França
Taça de França
1ª Divisão 1970/71 Saint-Étienne
1ª Divisão 1971/72 Saint-Étienne
1ª Divisão 1972/73 Marselha
1ª Divisão 1973/74 Valência
1ª Divisão 1974/75 Valência
1ª Divisão 1975/76 Valência
1ª Divisão 1976/77 SPORTING 27 14
1ª Divisão 1977/78 SPORTING 30 9 Taça de Portugal
1ª Divisão 1978/79 SPORTING 21 10
NASL 1979 New England Tea Men
NASL Indoor 1979/80 New England Tea Men
NASL 1980 New England Tea Men
NASL Indoor 1980/81 Jacksonville Tea Men
Total = 78 33 13 11

Jogador alto, elegante e muito rápido, actuava preferencialmente descaído para os flancos, fazendo uso da sua velocidade e excelente técnica, para provocar desequilíbrios nas defesas contrárias, com as suas poderosas arrancadas em direcção à baliza. Não sendo propriamente um ponta-de-lança também era capaz de jogar na área e fez muitos golos ao longo da sua brilhante carreira, marcada pelo seu forte carácter e grande profissionalismo.

Nascido num bairro pobre da Capital do Mali, bem cedo revelou a sua habilidade para o futebol, destacando-se no Real Bamako, e em 1963 com apenas 16 anos, chegou à Selecção principal do seu País, onde totaliza 13 jogos e 11 golos.

Foi então descoberto por um "olheiro" do Saint-Étienne, que era na altura a melhor equipa de França, e partiu para aquele País à experiência. Agradou e ficou, tornando-se num elemento importante de uma grande equipa dos "Verts", e conquistando um tri campeonato e duas Taças de França, entre outros prémios individuais, como a Bota de Prata do Campeonato francês de 1970/71, quando marcou 42 golos, e a Bola de Ouro Africana de 1970.

Desentendeu-se então com a Direcção do Saint-Étienne, e transferiu-se para o Marselha, mas numa altura em que havia limitação ao número de estrangeiros que o Clubes podiam inscrever, foi pressionado para se naturalizar como francês, recusando-se a fazê-lo e partindo então para o Valência.

Chegou a Espanha envolto em alguma polémica, mas rapidamente calou os que puseram em causa o seu valor e carácter, com boas exibições e golos, que conquistaram os adeptos do Valência que o apelidaram como "La perla negra de Malí ".

Á beira dos 30 anos foi mais uma vez prejudicado pelo facto de ser estrangeiro, quando não lhe renovaram o seu contrato com o Valência, situação aproveitada por João Rocha que o trouxe para Portugal.

No Sporting encontrou Jordão e Manuel Fernandes, com que formou uma das melhores linhas avançadas da história do Clube. onde tem um lugar como um dos seus melhores jogadores estrangeiros de sempre, tendo deixado o perfume da sua classe nos relvados portugueses e um lastro de respeito pelo seu carácter e grande profissionalismo, apesar de só ter ganho uma Taça de Portugal, que teve a honra de erguer na condição de Capitão de equipa, devido à ausência de Laranjeira.

Em 1979 partiu para os Estados Unidos, onde terminou a sua brilhante carreira, regressando depois ao Mali, onde em 1994 criou o primeiro Centro de Treinos de Futebol do seu País

Em 2005 foi eleito Presidente da Federação Maliana de Futebol.

To-mane 12h41min de 12 de Fevereiro de 2009 (WET)