Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Acções

Juventude Leonina

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ir para: navegação, pesquisa
Emblema da Juve Leo

A Juventude Leonina, mais conhecida por Juve Leo, foi formada em 1976 pelos irmãos Rocha, filhos do então Presidente João Rocha, sendo actualmente o mais antigo grupo organizado de adeptos em Portugal.

De início não era mais do que um grupo de jovens que partilhavam entre si afinidades clubísticas e de amizade, até porque muitos eram colegas no colégio São João de Brito, em Lisboa. As principais influências vieram das torcidas organizadas do Brasil, dando continuidade a uma tradição de apoio organizado que já existia em Alvalade na década de 70, com os célebres Vapores do Rego, um grupo de jovens brasileiros que se destacava pelas suas alegres batucadas e que ajudaram a equipa a vencer o campeonato de 1973/74. Mais tarde, no início dos anos 80, surgiram as influências inglesas, através da cultura hooligan, e italianas, pelo exemplo dos grupos ultra.

Nos primeiros anos da década de 80, a claque encontrava-se situada na Superior Sul do Estádio José Alvalade, tendo-se mudado, por volta dos anos de 1983/84, para a célebre Ponta Sul. A Juve Leo começava assim a crescer em termos de organização: começaram a surgir as primeiras faixas, as primeiras bandeiras com simbologia alusiva à claque e a utilização regular de fumos, seguindo o modelo italiano dos grupos ultra.

A cor e alegria da Juve Leo

Toda a cor e alegria que a Juventude Leonina trouxe aos estádios portugueses fez com que nos outros clubes começassem também a surgir grupos organizados de apoio, compostos essencialmente por jovens, como foi o caso dos Diabos Vermelhos, dos Dragões Azuis, da Fúria Azul, entre muitos outros. Toda esta proliferação de claques organizadas culminaram nos Congressos Nacionais de Claques organizados nos anos de 1984 e 1985.

De referir que só no Sporting chegaram a existir em simultâneo, por volta de 1986, quatro grupos reconhecidos oficialmente pela direcção sportinguista - Onda Verde, Força Verde, Norte Leonino e Juventude Leonina - para além daqueles que não contavam com o apoio oficial, como por exemplo a Torcida Verde, fundada em 1984 e que só foi reconhecida oficialmente em 1988.

Esta é uma claque rigorosamente organizada, contando com cerca de 60 núcleos oficiais.

Contactos