Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes

José Rocha

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Dados de José Rocha Joserocha.JPG
Nome: José Fernandes da Rocha
Nascimento: 15 de Agosto de 1936
Naturalidade: Portugal
Posição: Atleta (velocidade e velocidade prolongada)

José Rocha integrou a Selecção Nacional que representou Portugal nos Jogos Ibero-Americanos de 1962, disputados em Madrid, correndo a estafeta dos 4x100m, numa altura em começava a revelar-se como um prometedor velocista.

No ano seguinte passou a representar o Sporting Clube de Portugal e de imediato teve uma evolução notável, tornando-se no melhor velocista português e reforçando significativamente um sector onde o Atletismo leonino era tradicionalmente menos forte.

Na época de 1963 foi Campeão de Portugal dos 100 e 200m, títulos que renovou na época seguinte, em que também fez parte da equipa do Sporting que conquistou o título nacional na estafeta dos 4x100m, uma vitória que o Clube já não conseguia há 20 anos.

Em 1963 Rocha igualou por 2 vezes o Recorde Nacional dos 100m, que datava de 1932, e melhorou 3 vezes o Recorde Nacional dos 200m, tendo ainda feito parte das Selecções Nacionais que em Madrid durante um Espanha-Portugal, estabeleceram novos Recordes das estafetas dos 4x100m e dos 4x400m, neste último caso com uma equipa integralmente constituída por atletas do Sporting Clube de Portugal, que percorreram a distância em 3,14,7m.

Em 31 de Julho de 1964, durante o Torneio Internacional de Vigo, José Rocha bateu finalmente o histórico Recorde Nacional dos 100m, que já tinha 32 anos, ao percorrer a distância em 10,5s, uma marca que igualou 3 vezes nesse ano, e que só seria superada quase 7 anos depois.

Ainda em 1964, melhorou o seu Recorde Nacional dos 200m, fazendo o tempo de 21,2s, uma marca que perdurou quase 20 anos, até ser melhorada por Luís Barroso, e voltou a integrar uma Selecção de Portugal que bateu o Recorde Nacional da estafeta dos 4x100m, que só seria melhorado quatro anos depois, por outra Selecção Nacional da qual também fazia parte José Rocha, com o tempo de 41,3s, um Recorde que perdurou quase 5 anos.

Também fez parte três equipas do Sporting foram recordistas nacionais da estafeta dos 4x200m, até fixarem a melhor marca nacional em 1,29,1m, na época de 1966 e, nessa mesma temporada integrou a equipa leonina que ganhou o primeiro Campeonato Nacional de Atletismo que foi disputado de forma independente dos Campeonatos de Portugal individuais, participando nos 400m e nas estafetas.

Na época de 1968 voltou a integrar a equipa do Sporting que ganhou o Campeonato Nacional de Atletismo, desta vez contribuindo com as vitórias nas corridas dos 100 e 200m e participando na estafeta dos 4x100m.

Esta serie de resultados colocaram José Rocha a um nível muito próximo dos melhores velocistas da Europa, e levaram-no aos Jogos Olímpicos de 1964, realizados em Tóquio, onde correu os 100 e os 200m, mas não passou das eliminatórias.

Também representou Portugal na 1ª edição da Taça da Europa, disputada em 1965, em Enschede na Holanda, onde correu os 100 e 200m e a estafeta dos 4x100m.

Durante algum tempo perspectivou-se que poderia vir a tornar-se num grande especialista dos 400m, o que acabou por não se confirmar, embora tenha chegado a fazer boas marcas nesta distância, aproximando-se mesmo do Recorde Nacional de Valentim Baptista.

Em 1963 foi o primeiro distinguido com o Prémio Stromp na categoria Atleta Amador.

To-mane 17h32min de 5 de Abril de 2012 (WEST)