Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes

João Pereira

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Esta página é sobre o futebolista João Pereira. Se procura o bilharista João Pereira, consulte João Pereira (Bilhar).
Dados de João Pereira Jpereira.jpg
Nome: João Pedro da Silva Pereira
Nascimento: 25 de Fevereiro de 1984
Naturalidade: Lisboa - Portugal
Posição: Lateral direito
Escalão Época Clube Jogos Golos Titulos Internacionalizações
S16 S17 S18 S19 S20 S21 BB AA Golos
Iniciados 1997/98 Benfica
Iniciados 1998/99 Benfica
Juvenis 1999/00 Benfica 7 1
Juvenis 2000/01 Benfica Campeonato Nacional 7 0
Juniores 2001/02 Benfica 5 1
Juniores 2002/03 Benfica 15 0
Total = 7 7 5 15 2
1ª Divisão 2003/04 Benfica Taça de Portugal 5 0
1ª Divisão 2004/05 Benfica Campeonato Nacional 6 0
1ª Divisão 2005/06 Benfica Supertaça 3 1
1ª Divisão 2005/06 Gil Vicente (emp)
Honra 2006/07 Gil Vicente 11 0
1ª Divisão 2007/08 Sp Braga 3 0
1ª Divisão 2008/09 Sp Braga Taça Intertoto 1 0
1ª Divisão 2009/10 Sp Braga
1ª Divisão 2009/10 SPORTING 16 2
1ª Divisão 2010/11 SPORTING 41 3 6 0
1ª Divisão 2011/12 SPORTING 48 1 13 0
1ª Divisão 2012/13 Valência 9 0
1ª Divisão 2013/14 Valência 10 0
1ª Divisão 2014/15 Valência 1 0
1ª Divisão 2014/15 Hannover
1ª Divisão 2015/16 SPORTING
Total = 105 6 29 1 39 1+0

João Pereira começou a jogar futebol nas escolas do Domingos Sávio, mas aos 9 anos foi detectado pelos "olheiros" do Benfica, e foi nas oficinas do Estádio da Luz que fez a sua formação, tornando-se internacional em todos os escalões jovens, destacando-se particularmente numa Selecção de Juniores que esteve no Europeu de 2003, onde Portugal perdeu na Final com a Itália.

Foi pois sem surpresa que foi integrado no plantel principal do Benfica na temporada de 2003/04, e apesar de ser muito jovem começou logo a jogar regularmente, tendo participado na conquista de uma Taça de Portugal, um Campeonato e uma Supertaça.

Na época de 2005/06 depois da contratação de Nelson, passou a jogar menos, e acabou por ser emprestado ao Gil Vicente, onde esteve até terminar a sua ligação ao Benfica, sendo então contratado pelo Sp. Braga.

No Arsenal minhoto afirmou-se definitivamente como um dos melhores laterais do campeonato português, confirmando-se como um jogador de muita raça e capaz de fazer o vai e vem constante na sua ala, apoiando muito bem o ataque.

Em Dezembro de 2009 o Sporting accionou a cláusula de rescisão do seu contrato no valor de 3 milhões €, e assim João Pereira tornou-se no primeiro reforço de Inverno dos Leões, numa altura em que o Presidente José Eduardo Bettencourt procurava satisfazer as necessidades do novo treinador Carlos Carvalhal, para remodelar um plantel que tinha demonstrado ser insuficiente para as exigências de uma temporada que estava a correr muito mal.

João Pereira ganhou imediatamente o lugar de lateral direito do Sporting, relegando Abel para o banco, mas uma expulsão estúpida num "derby", fê-lo perder a titularidade que viria a recuperar na ponta final da temporada.

Em Outubro de 2010 foi pela primeira vez chamado à Selecção A, estreando-se no Porto no dia 8, num jogo em que Portugal derrotou a Dinamarca por 3-1, e que foi também o primeiro jogo de Paulo Bento como Seleccionador Nacional, conquistando logo aí a confiança do novo timoneiro da Selecção e um lugar no onze da quinas, apesar da concorrência de jogadores credenciados como Bosingwa e Miguel, numa demonstração da qualidade das suas prestações, durante uma temporada muito difícil para o Sporting.

Na época de 2011/12 consolidou a sua posição de titular indiscutível no Sporting e na Selecção que representou no Europeu de 2012, e no final da temporada quando tinha apenas mais um ano de contrato, a Sporting SAD vendeu o seu passe ao Valência de Espanha, por cerca de 3,7 milhões de euros, valor que poderiam atingir os 4,2 milhões, caso o Valência consiga apurar-se para a fase de grupos da Liga dos Campeões, na época de 2012/13.

Para trás ficaram 105 jogos oficiais disputados ao serviço da equipa principal do Sporting, nos quais marcou 6 golos e conquistou a simpatia dos adeptos leoninos, apesar de alguns excessos resultantes do seu temperamento, que muitas vezes lhe custaram cartões desnecessários e até algumas expulsões.

Em Valência impôs-se como titular, continuando assim a merecer a confiança de Paulo Bento para desempenhar as funções de lateral direito na Selecção Nacional que esteve presente no Mundial do Brasil.

Na época de 2014/15 foi afastado da titularidade pelo treinador português Nuno Espírito Santo, que afirmou taxativamente que não contava com ele e, em Janeiro na reabertura do mercado assinou pelo Hannover da Alemanha, onde também jogou pouco, pelo que o clube alemão não exerceu a cláusula de prorrogação do contrato.

Em Julho de 2015, quando estava livre, foi anunciado o seu regresso ao Sporting, assinando um contrato válido por duas épocas.

To-mane 12h42min de 26 de Dezembro de 2009 (WET)