Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes

Jesus

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Dados de Jesus Jorge Jesus Sporting.jpg
Nome: Jorge Fernando Pinheiro de Jesus
Nascimento: 24 de Julho de 1954
Naturalidade: Lisboa - Portugal
Posição: Médio
Escalão Época Clube Jogos Golos Titulos Internacionalizações
JUV JUN ESP BB AA Golos
2ª Divisão 1973/74 Peniche (emp)
1ª Divisão 1974/75 Olhanense (emp)
1ª Divisão 1975/76 SPORTING 16 4
1ª Divisão 1976/77 Belenenses
1ª Divisão 1977/78 Riopele
2ª Divisão 1978/79 Juventude
1ª Divisão 1979/80 U.Leiria
1ª Divisão 1980/81 Vitória de Setúbal
1ª Divisão 1981/82 Vitória de Setúbal
1ª Divisão 1982/83 Vitória de Setúbal
1ª Divisão 1983/84 Farense
2ª Divisão 1984/85 E. Amadora
2ª Divisão 1985/86 E. Amadora
2ª Divisão 1986/87 E. Amadora
3ª Divisão 1987/88 Benf.C.Branco
3ª Divisão 1988/89 Almancilense
Total = 16 4

Filho de Virgolino de Jesus um antigo avançado do Sporting, Jorge Jesus foi um médio ofensivo que começou a jogar futebol em 1969 nos juvenis do Estrela da Amadora, mas na época seguinte já estava no Sporting.

Ao ser promovido a sénior foi emprestado durante duas temporadas, demonstrando então as suas qualidades, principalmente ao serviço do Olhanense na sua estreia na 1ª Divisão, pelo que foi integrado no plantel principal do Sporting, na época de 1975/76, tendo alinhado em 16 jogos, oficiais nos quais marcou 4 golos, embora raramente tenha sido titular.

Depois dessa temporada desastrada para o Sporting, Jesus foi um dos sacrificados pela revolução efectuada no plantel leonino, e seguiu para o Belenenses para prosseguir a sua longa carreira de futebolista, maioritariamente feita na 1ª Divisão Nacional, mas que terminou nas divisões secundarias, tendo pendurando as botas já à beira dos 35 de idade, ao serviço do Almansilense.

Grande apaixonado pelos segredos do jogo, dedicou-se com entusiasmo à carreira de treinador, que começou na 3ª Divisão, levando o Amora até à Divisão de Honra. Era apenas o começo de um percurso globalmente pautado pelo sucesso, mas que também teve momentos menos felizes, assinalados pelas habituais chicotadas psicológicas, e por duas descidas de divisão, com o Felgueiras e o Moreirense.

Soube aproveitar as paragens que fez, para aprofundar os seus conhecimentos em vários estágios no estrangeiro, nomeadamente com Johan Cruijff, e viveu momentos de grande alegria, levando o Felgueiras, o Vitória de Setúbal e o Estrela da Amadora à subida à 1ª Divisão, e o Belenenses à Final da Taça de Portugal de 2008, que viria a perder por 1-0 com o Sporting.

Seguiu-se o Sporting de Braga, onde após uma boa prestação na Taça UEFA, garantiu a conquista da Taça Intertoto, o seu primeiro troféu, e chegou ao topo ao ser contratado pelo Benfica para a época de 2009/10, confirmando todas as suas capacidades ao ganhar dois Campeonatos, quatro Taças da Liga e uma Taça de Portugal, para além de ter levado o clube a duas finais da Liga Europa.

To-mane 14h53min de 17 de Fevereiro de 2010 (WET)