Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Acções

Júlio de Araújo

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ir para: navegação, pesquisa
Dados de Júlio de Araújo Julioaraujo.jpg
Nome: Júlio Barreiros Cardoso de Araújo
Nascimento: 11 de Julho de 1891
Naturalidade:
Posição: Presidente

Júlio de Araújo foi admitido como sócio do Sporting a 5 de Novembro de 1910.

Foi um desportista ecléctico, tendo praticado modalidades como Hóquei em Campo, Atletismo, Ténis, Natação e Futebol, onde foi Capitão da equipa de 3ª Categoria do Sporting.

Como dirigente começou por fazer parte das Gerências de Queirós dos Santos, regressando à Direcção em 6 de Novembro de 1920 como Vogal, funções que desempenhou nas Direcções de Mário Pistacchini e Soares Júnior, e apesar de só ter chegado à Presidência em 1922, a verdade é que desde 1920 era ele quem comandava o Clube, tendo começado por elaborar o “Programa de Trabalhos” onde se reformou as leis e os hábitos vigentes.

Aproveitando uma ideia de José Serrano e Mendes Leal, criou o Boletim do Sporting, que tanto contribuiu para o desenvolvimento e engrandecimento do Clube, e cujo primeiro nº foi lançado em 31 de Março de 1922.

Foi Presidente do Sporting em dois períodos diferentes: o primeiro entre 14 de Julho de 1922 e 21 de Julho de 1923, e o segundo entre 29 de Julho de 1924 e 19 de Fevereiro de 1925.

Durante a sua gestão, o Sporting passou de cerca de 300 sócios para mais de 3000 graças aos seus métodos de captação de novos associados, enquanto as Filiais se iam espalhando pelo País.

No Futebol o Sporting sagrou-se Campeão de Portugal pela primeira vez, e ganhou dois Campeonatos de Lisboa, sob a sua Presidência.

Criou o Posto Náutico por sugestão de António Soares Júnior, e o Sporting tornou-se quase imbatível na Natação, tal como acontecia no Atletismo e no Râguebi.

Criou também o Conselho Técnico, intensificado a formação de técnicos e dirigentes.

Antecipou a necessidade do Clube dispor de novas instalações, prevendo a degradação da "Estância de Madeira", o que se viria a confirmar e a criar graves problemas ao Sporting. Assim criou o Agrupamento Leonino onde foi desenhado um ante-projecto de futuras instalações em parceria com Marciano Severo e João de Korth, que no entanto não se viriam a concretizar.

Esse facto e a doença que o assolou, fizeram com que se afastasse do Sporting, depois de ter integrado a terceira Comissão Administrativa liderada por Sanches Navarro, tendo o Clube entrado então num período de grande crise financeira, desportiva e até de identidade, ao qual não será estranha a falta que um homem dinâmico e visionário como ele, fez ao Sporting.

Júlio de Araújo recebeu várias distinções com destaque para:

  • Sócio de Benemérito em 1923;
  • Prémio Stromp Dedicação do Ano em 1967;
  • Leão de Ouro com Palma em 1968.

Na década de 30 radicou-se no Brasil, mas apesar da distância continuou a viver intensamente Sporting Clube de Portugal, do qual era o sócio nº 19, quando em 1977 faleceu.

To-mane 22h27min de 28 de Setembro de 2008 (UTC)