Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes

Hjovre Djebic

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Revisão das 19h35min de 18 de Fevereiro de 2012 por Hugo Malcato (discussão | contribs)
(dif) ← Revisão anterior | Revisão actual (dif) | Revisão seguinte → (dif)
Dados de Hjovre Djebic 9091 Djebic.jpg
Nome: Hjovre Djebic
Nascimento:
Naturalidade: Apatin (Jugoslávia)
Posição: Treinador

Hjovre Djebic é naturalmente um dos principais responsáveis pelo desenvolvimento do andebol nacional. Além de ter treinado diversas equipas em Portugal, influenciou diferentes atletas e treinadores, deu palestras, produziu livros, entre outras atividades.

Trouxe a chamada "escola jugoslava" para o treino em Portugal, depois de ter treinado diferentes equipas, com destaque para o Estrela Vermelha e o Apatin, da sua terra natal.

A primeira passagem de Djebic em Portugal deu-se nos anos 1970, tendo treinado o FC Porto, incentivando posteriormente António Cunha a seguir uma carreira como técnico. Mais tarde, em 1982 regressaria a Portugal para treinar novamente o FC Porto.

Depois de uma passagem pela selecção jugoslava, é convidado pelos dirigentes leoninos a recuperar a equipa depois do fracasso de Vlase Oprea no comando dos leões em 1990-1991. Contudo Djebic permaneceria no comando do Sporting por pouco mais do que um ano, já que no início de 1991-1992 viu-se envolvido numa polémica envolvendo a contratação de dois atletas jugoslavos (Marko Nenadic e Frederik Beker) tendo sido acusado de receber comissões nas suas transferências.

Apesar deste episódio, nada impediu Djebic de continuar a apoiar o andebol português e o Sporting em particular. Aliás, no final dos anos 90, foi o técnico de origem jugoslava que referenciou Vladimir Petric aos leões, mas o lateral acabaria por rumar ao FC Porto.

Também o andebol feminino sentiu a marca do Hjovre Djebic, tendo sido da responsabilidade do técnico jugoslavo o lançamento das bases do Sports Madeira (clube que originou o Madeira Andebol SAD) e a sua hegemonia até há pouco tempo. Ainda ao nível de treino, comandou o São Bernardo em 2001.

Figura simpática e disponível, era presença assídua nas deslocações das selecções nacionais ao Leste europeu, acabando por servir como interprete/tradutor.

Faleceu a 31 de Agosto de 2007, aos 74 anos, vítima de doença prolongada.