Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes

Futre

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Dados de Futre Futre.jpg
Nome: Paulo Jorge dos Santos Futre
Nascimento: 28 de Fevereiro de 1966
Naturalidade: Montijo - Portugal
Posição: Extremo esquerdo
Escalão Época Clube Jogos Golos Titulos Internacionalizações
INI JUV JUN ESP AA Golos
Iniciados 1977/78 SPORTING
Iniciados 1978/79 SPORTING
Iniciados 1979/80 SPORTING
Juvenis 1980/81 SPORTING
Juvenis 1981/82 SPORTING
Juniores 1982/83 SPORTING Campeonato Nacional
1ª Divisão 1983/84 SPORTING 29 3 1 0
1ª Divisão 1984/85 FC Porto Supertaça
Campeonato Nacional
7 1
1ª Divisão 1985/86 FC Porto Campeonato Nacional 5 0
1ª Divisão 1986/87 FC Porto Supertaça
Taça dos Campeões
1ª Divisão 1987/88 Atl. Madrid 2 0
1ª Divisão 1988/89 Atl. Madrid 2 0
1ª Divisão 1989/90 Atl. Madrid 3 1
1ª Divisão 1990/91 Atl. Madrid Taça do Rei 5 2
1ª Divisão 1991/92 Atl. Madrid Taça do Rei 5 0
1ª Divisão 1992/93 Atl. Madrid 3 0
1ª Divisão 1992/93 Benfica Taça de Portugal 3 1
1ª Divisão 1993/94 O.Marselha 3 1
Serie A 1993/94 Reggiana 1 0
Serie A 1994/95 Reggiana 1 0
Serie A 1995/96 Milan Serie A
1ª Divisão 1996/97 West Ham
1ª Divisão 1997/98 Atl. Madrid
1ª Divisão 1998 Yokohama Flügels
1ª Divisão 1999 Yokohama Flügels
Total = 29 3 1 19 24 2 41 6

Futre foi um dos maiores talentos saídos das famosas escolas do Sporting, onde começou a jogar em 1978 nos Infantis, revelando-se desde logo um jogador prodigioso que foi queimando etapas da sua formação, tornando-se internacional em todos os escalões jovens.

Alguns dos momentos de Paulo Futre no Sporting

A primeira aparição de Paulo Futre na equipa principal do Sporting ocorreu num jogo particular contra a Portuguesa dos Desportos, ainda no final da época de 1982/83, mas foi Josef Venglos que o lançou em jogos oficiais do Sporting na temporada seguinte, quando tinha apenas com 17 anos de idade, numa altura em que era apontado como um menino-prodígio, e logo na sua primeira época fez 29 jogos oficiais pela equipa principal do Clube, nos quais marcou 3 golos, destacando-se pelo seu talento e grande velocidade, como um extremo desequilibrador e imprevisível.

No entanto, em virtude da guerra que tinha estalado entre Sporting e FC Porto, Futre deixou-se seduzir pelo assédio e transferiu-se para este à revelia do Sporting em 1984. No clube nortenho tornou-se numa figura de destaque, contribuindo decisivamente para a conquista de vários títulos, entre os quais a Taça dos Campeões Europeus de 1987, numa altura em que foi considerado o 2º melhor jogador da Europa.

Foi então contratado pelo Atlético de Madrid onde fez grande parte da sua carreira, tornando-se Capitão da equipa e numa figura histórica daquele clube espanhol, onde conquistou duas Taças do Rei.

No decorrer da época de 1992/93 Sousa Cintra anunciou o regresso de Futre ao Sporting, enquanto o jogador dizia que tinha saído por dinheiro mas que agora voltava por amor à camisola. Poucos dias depois Futre assinava contrato, mas com rival Benfica. Era a segunda vez que traia o Clube que o formara e muitos Sportinguistas nunca lhe perdoaram.

Nessa altura Futre era indiscutivelmente o melhor jogador português, e o grande líder de uma Selecção onde começavam as despontar os meninos de Carlos Queirós. De resto foi 41 vezes internacional A, a primeira das quais ainda como jogador do Sporting, e apontou 6 golos pela Selecção Nacional, marcando presença no Mundial de 1986.

No Benfica esteve apenas alguns meses contribuindo para a conquista de uma Taça de Portugal, antes de sair para França no meio de uma grande crise financeira, que foi agravada pela sua contratação.

Depois seguiu para Itália, onde jogou no modesto Reggiana e no grande AC Milan, mas já numa fase descendente da sua carreira, não sendo titular nessa equipa apelidada de "dream team.

Ainda fez uma época em Inglaterra, antes de regressar ao seu Atlético de Madrid, onde mais tarde foi Director Desportivo e continua a ser idolatrado, tendo terminado a sua brilhante carreira no Japão, com 33 anos de idade.

Mais tarde regressou ao Atlético de Madrid como Director Desportivo, numa altura em que o clube estava na 2ª divisão, conseguindo trazê-lo de volta à 1ª Liga espanhola.

Em Fevereiro de 2011 Paulo Futre foi anunciado pelo então candidato à presidência do Sporting Clube de Portugal, Dias Ferreira, como o o seu homem forte para a área do futebol. Protagonizou então alguns dos episódios mais divertidos dessa campanha eleitoral, mas a lista pela qual concorreu, obteve apenas 16,5% dos votos.

To-mane 14h40min de 12 de Janeiro de 2010 (WET)