Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes

Finalmente Campeões de Lisboa

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal

A 28 de Março de 1915, Sporting e Benfica encontram-se em jogo a contar para a última jornada do Campeonato de Lisboa. As equipas estavam empatadas em pontos, mas o Benfica tinha ganho o jogo da 1ª volta.

O jogo realizou-se no Estádio do Lumiar sob a arbitragem do sueco Boo Kulgerg, que, poucos meses antes, chegara a Portugal para ministrar ginástica na Escola Académica.

O Sporting alinhou com: Jorge Morice, Amadeu Cruz, João Bentes, Raul Barros, Artur José Pereira, Boaventura da Silva, António Stromp, António Rosa Rodrigues, Francisco Stromp (Capitão-Geral), Guilherme Morice e Armour.

O Benfica marcou primeiro, mas Armour estabeleceu o empate pouco depois, e logo de seguida o Sporting ficou reduzido a dez unidades, em virtude de Guilherme Morice ter fracturado um pé, pois na altura ainda não eram permitidas substituições.

Ainda antes do intervalo Francisco Stromp colocou o Sporting em vantagem no marcador.

Na segunda parte, apesar de jogar com menos um elemento, os Leões bateram-se com enorme valentia e António Stromp fez mais um golo, fixando o resultado final em 3-1.

O Sporting chegava finalmente ao desejado título de Campeão de Lisboa.

Depois do jogo, jogadores e directores das duas equipas reuniram-se no pavilhão do Sporting, com os representantes da Imprensa, tendo a Direcção leonina oferecido um improvisado copo-de-água.

Usaram da palavra o Presidente Queirós dos Santos e Cosme Damião do Benfica, que felicitou os vencedores.

Nessa reunião foi entoado, pela primeira vez, o hino triunfal Menelik, canção trazida para Portugal pelos irmãos itálo-argentinos Jorge e Guilherme Morice.

To-mane 22:21, 18 Julho 2008 (WEST)