Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Acções

Finalmente Campeões de Lisboa

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ir para: navegação, pesquisa

A 28 de Março de 1915, Sporting e Benfica encontram-se em jogo a contar para a última jornada do Campeonato de Lisboa. As equipas estavam empatadas em pontos, mas o Benfica tinha ganho o jogo da 1ª volta.

O jogo realizou-se no Estádio do Lumiar sob a arbitragem do sueco Boo Kulgerg, que, poucos meses antes, chegara a Portugal para ministrar ginástica na Escola Académica.

O Sporting alinhou com: Jorge Morice, Amadeu Cruz, Jorge Vieira (que se estreava na 1.ª categoria, com 17 anos), Raul Barros, Artur José Pereira, Boaventura da Silva, António Stromp, António Rosa Rodrigues, Francisco Stromp (Capitão-Geral), Guilherme Morice e Armour.

O Benfica marcou primeiro, mas Armour estabeleceu o empate pouco depois, e logo de seguida o Sporting ficou reduzido a dez unidades, em virtude de Guilherme Morice ter fracturado um pé, pois na altura ainda não eram permitidas substituições.

Ainda antes do intervalo Francisco Stromp colocou o Sporting em vantagem no marcador.

Na segunda parte, apesar de jogar com menos um elemento, os Leões bateram-se com enorme valentia e António Stromp fez mais um golo, fixando o resultado final em 3-1.

O Sporting chegava finalmente ao desejado título de Campeão de Lisboa.

Depois do jogo, jogadores e directores das duas equipas reuniram-se no pavilhão do Sporting, com os representantes da Imprensa, tendo a Direcção leonina oferecido um improvisado copo-de-água.

Usaram da palavra o Presidente Queirós dos Santos e Cosme Damião do Benfica, que felicitou os vencedores.

Nessa reunião foi entoado, pela primeira vez, o hino triunfal Menelik, canção trazida para Portugal pelos irmãos itálo-argentinos Jorge e Guilherme Morice.

To-mane 22:21, 18 Julho 2008 (WEST)