Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Acções

Figueiredo

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ir para: navegação, pesquisa
Esta página é sobre o avançado Ernesto Figueiredo (1960-68). Se procura o avançado Figueiredo (1920-29), consulte Figueiredo (1920-1929) .
Dados de Figueiredo Figueiredo1.jpg
Nome: Ernesto Figueiredo
Nascimento: 6 de Julho de 1937
Naturalidade: Tomar - Portugal
Posição: Avançado
Escalão Época Clube Jogos Golos Titulos Internacionalizações
JUV JUN ESP BB AA Golos
1955/56 Matrena
1956/57 U.Tomar
1957/58 U.Tomar
1958/59 U.Tomar
1959/60 Cernache
1ª Divisão 1960/61 SPORTING 30 24
1ª Divisão 1961/62 SPORTING 36 17 Campeonato Nacional
1ª Divisão 1962/63 SPORTING 27 21 Taça de Portugal
1ª Divisão 1963/64 SPORTING 37 26 Taça das Taças
1ª Divisão 1964/65 SPORTING 21 10
1ª Divisão 1965/66 SPORTING 41 32 Campeonato Nacional 2 0
1ª Divisão 1966/67 SPORTING 17 6
1ª Divisão 1967/68 SPORTING 23 12
1ª Divisão 1968/69 V.Setúbal 3 0
1ª Divisão 1969/70 V.Setúbal 1 0
Total = 232 148 2 6 0
Sempre com os olhos na baliza

Avançado muito combativo, forte, prático e eficaz, ficou na história do Sporting como um dos seus maiores goleadores de sempre.

Jogou no Matrena, U.Tomar e Cernache antes de se transferir para o Sporting em 1960, onde chegou aos 23 anos como um desconhecido vindo de um modesto clube do interior, e logo na sua primeira temporada de Leão ao peito, conseguiu ser o melhor marcador da equipa, apesar de ser o jogador mais barato do plantel.

No Sporting esteve 8 épocas, realizando 232 jogos, marcando 148 golos, e conquistando dois Campeonatos Nacionais, uma Taça de Portugal e a Taça das Taças de 1964, na qual foi figura de destaque ao marcar 6 golos, 2 deles na Final.

Ficou conhecido como o «Altafini de Cernache», devido à sua propensão para marcar golos ao Benfica, 9 no total. Essa alcunha provinha do jogador do Milan, José João Altafini, que marcou dois golos ao Benfica na final da Taça dos Campeões Europeus em 1963.

Sagrou-se o melhor marcador do campeonato nacional de 1965/66 a par de Eusébio, ao apontar 25 golos, apesar de não marcar penaltis e de lhe terem retirado indevidamente um golo.

Foi 6 vezes internacional, tendo feito parte da célebre equipa dos “Magriços” que ficou em 3º lugar no Mundial de 1966, onde no entanto não chegou a jogar, depois de se ter estreado na nossa Selecção principal nos jogos de preparação para a fase final dessa competição.

Em 1968 já com 31 anos transferiu-se para o Vitória de Setúbal, onde concluiu a sua carreira e contabilizou mais 4 internacionalizações.

Em 1999 foi distinguido com o Prémio Stromp na categoria Saudade.

To-mane 20h25min de 2 de Março de 2009 (WET)