Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes

Fernando Mendes

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Esta página é sobre o médio e treinador Fernando Mendes. Se procura o lateral esquerdo Fernando Mendes, consulte Fernando Manuel Mendes.
Dados de Fernando Mendes Mendes.jpg Fernmendes.jpg
Nome: Fernando Mamede Mendes
Nascimento: 15 de Junho de 1937
Naturalidade: Seia - Portugal
Posição: Médio e Treinador
Escalão Época Clube Jogos Golos Titulos Internacionalizações
JUV JUN ESP BB AA Golos
Juniores 1954/55 SPORTING
Juniores 1955/56 SPORTING
1ª Divisão 1956/57 SPORTING 1 0
1ª Divisão 1957/58 SPORTING 6 0 Campeonato Nacional
1ª Divisão 1958/59 SPORTING 30 1 5 0
1ª Divisão 1959/60 SPORTING 38 1 4 0
1ª Divisão 1960/61 SPORTING 32 0 2 0
1ª Divisão 1961/62 SPORTING 29 0 Campeonato Nacional 3 0
1ª Divisão 1962/63 SPORTING 16 0 1 0
1ª Divisão 1963/64 SPORTING 40 0 Taça das Taças
Taça de Honra
4 0
1ª Divisão 1964/65 SPORTING 27 0 2 0
1ª Divisão 1965/66 SPORTING 1 0
1ª Divisão 1966/67 SPORTING 12 0
1ª Divisão 1967/68 SPORTING 1 0
Total = 233 2 21 0
Escalão Época Clube Obs. Jogos V E D Titulos
2ª Divisão 1974/75 Lourosa
2ª Divisão 1975/76 SPORTING Adjunto
2ª Divisão 1976/77 Vianense
Juniores 1977/78 SPORTING
Juniores 1978/79 SPORTING
Juniores 1979/80 SPORTING
1ª Divisão 1979/80 SPORTING 29 22 5 2 Campeonato Nacional
1ª Divisão 1980/81 SPORTING 17 5 6 6
2ª Divisão 1981/82 Marítimo
2ª Divisão 1982/83 Belenenses
2ª Divisão 1983/84 Belenenses Campeonato Nacional
1ª Divisão 1984/85 Farense
2ª Divisão 1985/86 Trofense
2ª Divisão 1986/87 Trofense
1ª Divisão 1986/87 SPORTING Adjunto
1ª Divisão 1987/88 SPORTING Adjunto Supertaça
1ª Divisão 1988/89 SPORTING Adjunto
1989/90
1990/91
1991/92
1992/93
1993/94
1994/95
1ª Divisão 1995/96 SPORTING 6 2 3 1
1996/97
1997/98
1998/99
1999/00
1ª Divisão 2000/01 SPORTING 7 4 2 1
Total = 59 33 16 10
O Capitão com a Taça das Taças

Fernando Mendes nasceu no interior beirão, mas aos 10 anos veio para Lisboa com os seus pais, e desde muito cedo se começou a destacar dos outros meninos, pela sua habilidade para o futebol.

Esteve à beira de ir para o Benfica, mas acabou por ser desviado para o Sporting, por um dos seus irmãos mais velhos, que jogava nos juniores dos Leões, e foi assim que entrou para os principiantes em 1953.

A 10 de Fevereiro 1957 estreou-se na primeira categoria frente ao Atlético, em jogo a contar para o Campeonato, e na época seguinte conquistou o seu primeiro título, embora ainda jogasse pouco.

Foi a partir da época de 1958/59 quando a equipa sofreu uma grande renovação, que conquistou um lugar em definitivo no meio-campo leonino, onde se destacou como um jogador de boa técnica, mas principalmente pela sua inesgotável disponibilidade física e grande combatividade, para além do seu grande espírito de liderança, que o levou à condição de Capitão de equipa após a retirada de Travassos, numa altura em que tinha apenas 22 anos.

Na temporada de 1961/62 voltou a ser Campeão, e na época seguinte pagou caro o atrevimento de ter contestado uma multa aplicada pela Direcção aos jogadores, e acabou por ser suspenso até ao fim da época, em conjunto com Mário Lino, o que o impediu de participar na conquista da Taça de Portugal de 1963.

Regressou em grande no começo da temporada seguinte, em que foi juntamente com Carvalho, um dos totalistas na histórica campanha que levou o Sporting à conquista da Taça das Taças de 1964, que teve a honra de levantar como Capitão de equipa.

Nessa altura já era um indiscutível na Selecção Nacional, onde totalizou 21 internacionalizações, a última das quais seria fatal para ele, quando no dia 25 de Abril de 1965, num jogo disputado em Bratislava frente à Checoslováquia, sofreu uma entrada violenta que o lesionou gravemente num joelho, arruinando-lhe a carreira quando tinha apenas 27 anos, e impedindo-o de jogar na fase final do Mundial de 1966, em que Portugal terminou no 3º lugar, embora tenha feito parte da comitiva por insistência de Otto Glória, como reconhecimento da sua importância no grupo.

Depois de ser operado e de uma longa e penosa recuperação, ainda tentou voltar, mas nunca mais foi o mesmo jogador, acabando por abandonar o Sporting com apenas 30 anos.

Foi então para o estrangeiro onde esteve entre 1969 e 1973, primeiro na África do Sul como jogador-treinador do Lusitano de Joanesburgo, experiência que repetiria nos Estados Unidos ao serviço dos Boston Astros.

De volta a Portugal iniciou a sua carreira de treinador em pequenos clubes, até que em 1975 regressou ao Sporting para ser adjunto de Juca e mais tarde orientar os juniores.

Em Novembro de 1979 foi chamado para assumir o comando técnico da equipa principal do Sporting, substituindo o Professor Rodrigues Dias, e aquilo que era aparentemente uma solução temporária, revelou-se num enorme êxito, pois Fernando Mendes construiu uma grande equipa, alicerçada num meio-campo à sua imagem e numa defesa muito forte, deixando o resto à conta dos virtuosos Jordão e Manuel Fernandes, e levando o Sporting à conquista desse Campeonato.

Em 1980 foi distinguido como Prémio Stromp na categoria Técnico, mas em Dezembro desse mesmo ano foi destituído do comando da equipa, na sequência de um inicio de época desastroso. Passou então pelo Marítimo. Belenenses, onde iniciou a temporada de 1983/84, contribuindo assim para a conquista do título da 2ª Divisão, Farense e Trofense, antes de regressar a casa em 1987, para ser adjunto de Keith Burkinshaw.

Daí para a frente desempenhou diversas funções no Departamento de Futebol, quer na área da formação, quer no futebol profissional, tendo sido novamente chamado ao comando da equipa principal em situações de emergência, nas temporadas de 1995/96 e 2000/01, nunca virando a cara ao seu Sporting, onde é uma figura carismática e muito respeitada.

To-mane 18h11min de 9 de Março de 2009 (WET)