Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes

Chico

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Dados de Chico Chico Faria.jpg
Nome: Francisco Delfim Dias Faria
Nascimento: 9 de Outubro de 1949
Naturalidade: Matosinhos - Portugal
Posição: Avançado
Escalão Época Clube Jogos Golos Titulos Internacionalizações
JUV JUN ESP BB AA Golos
1ª Divisão 1967/68 Leixões
1ª Divisão 1968/69 SPORTING 36 9
1ª Divisão 1969/70 SPORTING 11 1 Campeonato Nacional
1ª Divisão 1970/71 SPORTING 22 8 Taça de Portugal
1ª Divisão 1971/72 SPORTING 35 14 1 1
1ª Divisão 1972/73 SPORTING 33 8 Taça de Portugal
1ª Divisão 1973/74 SPORTING 38 7 Campeonato Nacional
Taça de Portugal
1ª Divisão 1974/75 SPORTING 24 5 2 0
1ª Divisão 1975/76 SPORTING 40 11
1ª Divisão 1976/77 Sp.Braga
1ª Divisão 1977/78 Sp.Braga 1 0
1ª Divisão 1978/79 Sp.Braga
1ª Divisão 1979/80 Sp.Braga
1ª Divisão 1980/81 Sp.Braga
1ª Divisão 1981/82 Sp.Braga
2ª Divisão 1982/83 Penafiel Zona Norte
1983/84
2ª Divisão 1984/85 Lourosa
Total = 239 63 5 8 2 4 1

Avançado oriundo de um viveiro de grandes jogadores que ficaram conhecidos como os "Bebés de Matosinhos", Chico estreou-se na equipa principal do Leixões quando tinha apenas 17 anos, numa altura em que já era internacional júnior e começava a ser apontado como uma grande esperança do futebol português.

Bastou-lhe uma época a jogar na 1ª Divisão nacional para confirmar as suas qualidades de avançado rápido e muito dinâmico, que embora não fosse um extremo, jogava preferencialmente descaído para as alas, apesar de também aparecer na área para usar os seus dotes de finalizador, e de exímio cabeceador.

Alguns dos momentos de Chico Faria no Sporting

Assim foi sem surpresa que em 1968 o Sporting o contratou, e Chico apesar de ter chegado a Alvalade ainda com 18 anos, entrou logo na equipa principal dos Leões, realizando uma excelente temporada.

Na época seguinte o Sporting contratou Nelson e Dinis, e este ocupou o lugar do lado esquerdo do ataque leonino, onde Chico tinha actuado quase sempre no ano anterior, pelo que o jovem avançado matosinhense acabou por jogar menos, embora tenha participado na conquista do Campeonato da temporada de 1969/70.

A partir daí Chico jogou em todas as posições do ataque do Sporting, o que talvez o tenha impedido de se fixar na equipa como titular indiscutível, mas foi sempre um elemento importante no grupo, participando na conquista de mais um Campeonato e de três Taças de Portugal, com a particularidade de ter marcado em duas dessas Finais ganhas pelo Sporting, com destaque para o golo obtido no último minuto do jogo frente ao Benfica, em 1973/74, e que permitiu ao Sporting chegar ao prolongamento, onde viria a consumar a conquista da sua 4ª "dobradinha".

Durante as 8 temporadas em que representou o Sporting, Chico realizou 239 jogos oficiais ao serviço da equipa principal do Clube, nos quais marcou 63 golos, concluindo a sua ligação ao Clube após a desastrada época de 1975/76, altura em que ingressou no Sporting de Braga, ao serviço do qual jogou durante 6 temporadas, demonstrando estar ainda bem vivo, ao ponto de voltar a jogar na Selecção Nacional.

Foi internacional A por quatro vezes, três das quais enquanto jogador do Sporting, tendo-se estreado a 10 de Maio de 1972, diante do Chipre, em Nicósia, onde de resto foi o autor do único golo da partida que garantiu o triunfo para Portugal.

Já com 33 anos de idade, Chico foi para o Penafiel, integrando a equipa do que na época de 1982/83, conseguiu subir à divisão principal do futebol português, e viria a encerrar a sua carreira de futebolista profissional dois anos depois, ao serviço do Lusitânia de Lourosa.

Faleceu a 10 de Junho de 2004 vítima de doença pulmonar prolongada.

To-mane 13h37min de 5 de Março de 2010 (WET)