Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Acções

Carmo Tavares

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ir para: navegação, pesquisa
Dados de Carmo Tavares Carmo Tavares.jpg
Nome: Maria do Carmo Tavares
Nascimento: 27 de Abril de 1974
Naturalidade: São Jorge de Arroios - Portugal
Posição: Atleta (velocidade, velocidade prolongada e barreiras)

Maria do Carmo Tavares notabilizou-se desde muito cedo como uma promissora velocista, tendo marcado presença nos Campeonatos da Europa de Juniores de 1993, onde correu os 100 e os 200m.

Nessa altura era atleta do Benfica, clube que representou até 1999, e ao serviço do qual foi Campeã de Portugal 2 vezes nos 100m e 3 vezes nos 400m, e na pista coberta 2 vezes nos 60m, 3 vezes nos 200m e outras tantas nos 400m, para além de nos Campeonatos de Portugal de Estafetas, ter ajudado o seu clube a ganhar 6 vezes os 4x100m e 3 vezes os 4x400m.

Ainda nesse período, em 1998 bateu por duas vezes o Recorde Nacional dos 400m em pista coberta, fixando-o em 52,77s, para no ano seguinte fazer o mesmo, mas ao ar livre e por três vezes, fixando o Recorde Nacional dos 400m, em 51,92s.

Também em 1998, formou com Natália Moura, Lucrécia Jardim e Severina Cravid, uma Selecção de Portugal que bateu o Recorde Nacional dos 4x100m, derrubando assim uma marca que já tinha 10 anos de existência, e fixando-o em 44,75s, um recorde que perdurou 11 anos.

Dois anos antes, Carmo Tavares tinha feito parte de uma equipa do Benfica que bateu o Recorde Nacional dos 4x400m em pista coberta, fixando-o em 3,47,64m.

No final do ano de 1999 transferiu-se para o Sporting Clube de Portugal, aproveitando a boleia de Carlos Alberto Silva, que desencantado com o desinteresse do Benfica pelo Atletismo, conseguiu uma carta de desobrigação daquele clube, que abriu o caminho para que outros atletas benfiquistas fizessem o mesmo percurso rumo a Alvalade.

Chegou ao Sporting com 25 anos de idade, numa altura em que já tinha optado pela velocidade prolongada e em que começava a apostar também nas barreiras, e de Leão ao peito consolidou o seu percurso triunfante, acrescentando ao seu brilhante palmarés mais dois títulos de Campeã de Portugal nos 200m, quatro nos 400m, dois nos 800m e um nos 400m barreiras, enquanto na pista coberta foi Campeã de Portugal mais 5 vezes nos 200m, 8 vezes nos 400m e uma nos 800m.

Para além disso, em 2001 ajudou o Sporting a ganhar os 4x400m nos Campeonatos de Portugal de Pista Coberta e de Estafetas, e bateu por duas vezes o Recorde Nacional dos 400m barreiras, tornando-se na primeira portuguesa a baixar dos 57 segundos, fixando o Recorde em 56,88s, uma marca que melhorou mais duas vezes no ano seguinte, levando o Recorde até aos 56,25s.

Fez também parte das equipas do Sporting que em 2000 na pista coberta, estabeleceram novos Recordes Nacionais dos 4x200m, com a marca de 1,39,60m, e dos 4x400m com o tempo de 3,44,29m, um Recorde que Carmo Tavares ajudaria a melhorar outras duas vezes, primeiro em 2001 com a marca de 3,43,97m, e mais tarde já em 2009, novamente numa equipa do Sporting que percorreu os 4x400m, em 3,42,60m.

Carmo Tavares foi também uma presença habitual nas equipas leoninas que nessa altura participaram em diversas edições da Taça dos Campeões Europeus de Atletismo.

Esteve presente nos Campeonatos da Europa de Atletismo de 1998, de 2002 e de 2006 e nos Mundiais de 1999, e na pista coberta participou nos Europeus de 1998, de 2005 e de 2007, e nos Campeonatos do Mundo de 2001, de 2003 e de 2004.

Desde sempre que alimentou o sonho de competir nos Jogos Olímpicos, mas em 2004 falhou o apuramento para Atenas por apenas três centésimos de segundo. O abalo foi tão grande que pensou mesmo em abandonar o Atletismo. No entanto, acabou por não desistir e foi premiada quando com 34 anos de idade e apenas a quatro dias do termo das qualificações, assegurou os mínimos dos 800m para os Jogos de 2008, que se realizaram em Pequim.

Representou Portugal em 15 edições da Taça da Europa e nos Campeonatos Ibero Americanos de 1996 em Medellin, de 1998 em Lisboa e de 2004 em Huelva, tendo na edição portuguesa feito parte da Selecção Nacional que conquistou a Medalha de Prata nos 4x100m. Em 2009 fez parte da equipa de Portugal, que ganhou a Medalha de Prata na estafeta dos 4x400m, dos Jogos da Lusofonia.

Após o abandono da alta competição no final do ano de 2009, e já com a licenciatura em Psicologia concluída, continuou ligada ao Sporting, mas em funções administrativas.

To-mane 21h41min de 14 de Junho de 2013 (WEST)