Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes

Carlos Cabral

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Dados de Carlos Cabral Carlos Cabral.jpg
Nome: Carlos Alberto Veiga Cabral
Nascimento: 20 de Junho de 1952
Naturalidade: Lagos - Portugal
Posição: Atleta (velocidade prolongada, meio fundo e crosse)

Carlos Cabral principiou por ser guarda-redes na equipa de Futebol de juvenis do Esperança de Lagos, que conquistou o Campeonato Distrital do Algarve em 1968/69.

Mas logo de seguida resolveu optar pelo Atletismo, tendo ganho ainda enquanto juvenil do Esperança de Lagos, os Campeonatos Nacionais de 1500m e do Triplo Salto, disputados no Estádio José Alvalade.

Em 1970 transferiu-se para o Sporting e logo na sua época de estreia foi Campeão de Portugal nos 800m e integrou a equipa leonina que foi Campeã Nacional da estafeta dos 4x400m, isto quando ainda era júnior, uma categoria onde também foi Campeão Nacional nos 1500m e no Corta Mato.

O Crosse não era a sua especialidade, mas nunca se negou a dar a sua colaboração à equipa, contribuindo para vários titulos regionais e nacionais conquistados pelo Sporting, e fez parte da equipa leonina que em 6 de Fevereiro de 1977, ganhou pela primeira vez a Taça dos Campeões Europeus de Corta-Mato, para além de ter representado Portugal por 4 vezes no Campeonato Mundial de Corta Mato.

Foi na Pista que mais se destacou, contando no seu rico palmarés com 7 títulos de Campeão de Portugal (1 nos 400m, 4 nos 800m e 2 nos 1500m), sempre em representação do Sporting Clube de Portugal.

Ainda nos Campeonatos de Portugal de Estafetas, ajudou o Sporting a ganhar 3 títulos nos 4x800m, 2 nos 4x1500m e 5 nos 4x400m.

Em 1970 fez parte de uma equipa do Sporting que estabeleceu o Recorde Nacional dos 4x800m com a marca de 7,36,0m, uma marca que três anos depois ajudou a melhorar para 7,26,2m.

Em 1972 fez parte de uma equipa do Sporting que estabeleceu o Recorde Nacional dos 4x1500m, com a marca de 15,16,2m.

Em 19 de Maio de 1974 bateu o Recorde Nacional dos 1500m, com a marca de 3,42,1m, um mês depois de se ter tornado no Recordista Nacional da Milha com o tempo de 4,01,6m.

No ano seguinte bateu o Recorde Nacional dos 800m em pista coberta, percorrendo a distancia em 1,55,8m, uma marca que viria a melhorar duas vezes em 1979, até fixar o Recorde em 1,50,2m.

Integrou as equipas do Sporting que participaram nas primeiras edições da Taça dos Campeões Europeus de Atletismo, competição onde venceu os 800m em 1975 e os 1500m no ano seguinte.

A maior frustração da sua carreira terá sido o facto de não ter conseguido ir aos Jogos Olímpicos, primeiro porque em 1976 falhou por pouco a obtenção dos mínimos, e depois devido ao boicote aos Jogos de Moscovo.

Em 1980 regressou ao Esperança de Lagos, durante a grave crise directiva que afectou o Atletismo leonino, e nesse ano conseguiu bater o Recorde Nacional dos 800m, que era pertença de Fernando Mamede desde 1974, fixando-o em 1,47,33m, e melhorar por 3 vezes o Recorde Nacional dos 1500m em pista coberta, levando-o aos 3,39,9m.

No ano seguinte voltou para o Sporting, mas em 1982 foi novamente para o Esperança de Lagos onde esteve mais um ano até regressar a Alvalade, continuando a ser um atleta importante nas muitas conquistas obtidas pelo Clube.

Entre 1973 e 1985 fez parte de 8 equipas do Sporting que ganharam a Estafeta Cascais-Lisboa.

Atleta inúmeras vezes internacional, representou Portugal nos Europeus de Juniores de 1970, em 5 edições dos Europeus de Pista Coberta, no Campeonato da Europa de 1982, em 6 edições da Taça da Europa e na 1ª edição dos Campeonatos Ibero Americanos, que se realizou em 1983 em Barcelona, onde conquistou uma Medalha de Prata nos 800m.

Em 1992 conquistou as Medalhas de Ouro nos 800 e 1500m dos Campeonatos da Europa de Veteranos, e nessa mesma competição mas em 1998, ganhou a Medalha de Prata nos 1500m.

Foi considerado Sócio de Mérito do Sporting Clube de Portugal.

To-mane 11h56min de 26 de Setembro de 2012 (WEST)