Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes

Campeões Europeus de Corta-Mato (M) - 1989

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal

Campeão Europeu de Corta-Mato pela oitava vez em 1986 e tendo ganho em 1988 pela 39ª vez o Campeonato Nacional de Corta-Mato (Crosse), o Sporting Clube de Portugal iria participar em 1989 mais uma vez na Taça dos Campeões Europeus de Corta-Mato.

Assim, no dia 5 de Fevereiro de 1989 os atletas do Sporting estavam à partida da prova nas Açoteias no Algarve com mais 18 equipas.

A Equipa do Sporting comandada por Moniz Pereira esteve noutro patamar nesse dia, face a adversários de valor como o DYC de Espanha onde militava Vicente Polo, o Sporting não deu a menor chance de resposta e dominou totalmente a prova, conseguindo o melhor resultado de conjunto de sempre, colocando 6 atletas nos oito primeiros lugares, fazendo ainda primeiro e segundo.

Na prova, destaque para Domingos Castro que venceu com enorme autoridade, conseguindo o seu primeiro Título de Campeão Europeu de Clubes de Corta Mato em termos individuais, Fernando Mamede ressurgiu, fazendo de igual modo uma grande prova, ficando para a história os dois a ficaram abraçados após cortarem a meta, sob desespero dos juízes de prova e com o Presidente Jorge Gonçalves a exultar de alegria no meio dos espectadores.

Domingos Castro cortando a meta


O Sporting sagrou-se então Campeão Europeu de Corta-Mato pela nona vez, tendo a classificação para os três primeiros ficado assim ordenada:

  • 2º DYC AU Segovia (Espanha) - 38 pts
  • 3º Racing Club de France (França) - 70 pts


Destaques da classificação individual:

  • 3º Vicente Polo - DYC AU Segovia (Espanha)