Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes

Campeões Europeus de Corta-Mato (M) - 1985

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Os Heróis de 1985. Rafael Marques, Carlos Lopes, Professor Mário Moniz Pereira, Dionísio Castro, Fernando Mamede, Hélder de Jesus e Ezequiel Canário.
Instantâneos da meta. Carlos Lopes é primeiro, Ezequiel Canário faz segundo, Fernando Mamede fica em terceiro e Rafael Marques chega no décimo-primeiro lugar, fechando a equipa.
Nesta edição da prova o Sporting conseguiu algo inédito até então! Pela primeira vez na história da competição um equipa ocupou a totalidade dos lugares do pódio.

Campeão Europeu de Corta-Mato pela sexta vez em 1984 e tendo ganho nesse mesmo ano pela 35ª vez o Campeonato Nacional de Corta-Mato (Crosse), o Sporting Clube de Portugal iria participar em 1985 mais uma vez na Taça dos Campeões Europeus de Corta-Mato.

Assim, no dia 3 de Fevereiro de 1985 os atletas do Sporting estavam à partida da prova com mais 18 equipas, nas Açoteias no Algarve, onde a competição se iria disputar pelo segundo ano consequtivo.

A Equipa do Sporting comandada por Moniz Pereira deu um festival perante um público euforico e dominou a prova com enorme autoridade, colocando 3 elementos nos três primeiros lugares, apesar do lote de equipas adversárias ser de nomeada, com destaque mais uma vez para os italianos do Pró Pátria.

Nesta prova um Carlos Lopes magistral venceu o seu terceiro Título de Campeão Europeu de Clubes de Corta Mato em termos individuais.


O Sporting sagrou-se então Campeão Europeu de Corta-Mato pela sétima vez, tendo a classificação para os três primeiros ficado assim ordenada:


  • 2º Pró Pátria Milan (Itália) - 29 pts
  • 3º Galgo MAM (Espanha) - 44 pts


Destaques da classificação individual: