Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Acções

Campeões Europeus de Corta-Mato (M) - 1982

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ir para: navegação, pesquisa

Campeão Europeu de Corta-Mato pela terceira vez em 1981 e tendo perdido o título nacional nesse mesmo ano para o eterno rival, o Sporting Clube de Portugal iria participar em 1982 mais uma vez na Taça dos Campeões Europeus de Corta-Mato e desta vez com contas a ajustar com os novos campeões nacionais.

Assim, no dia 31 de Janeiro de 1982 os atletas do Sporting estavam à partida da prova em Clusone na Itália com mais 18 equipas.

A Equipa do Sporting comandada por Moniz Pereira participou numa prova muito disputada, estando até ao final em suspenso a classificação colectiva, mas com Joaquim Pinheiro a conseguir ultrapassar o terceiro elemento do Barcelona, com a meta já à vista, o Sporting acabou por triunfar mais uma vez, conquistando aquela que ficará para a história como a vitória mais difícil de obter na Taça do Campeões Europeus de Corta-Mato.

No final da prova evidencia-se um Carlos Lopes que esteve imperial e assim venceu o seu segundo Título de Campeão Europeu de Clubes de Corta Mato em termos individuais.


O Sporting sagrou-se então Campeão Europeu de Corta-Mato pela quarta vez, tendo a classificação para os três primeiros ficado assim ordenada:

Carlos Lopes na frente da corrida
  • 2º FC Barcelona (Espanha) - 22 pts
  • 3º Benfica (Portugal) - 25 pts


Destaques da classificação individual:

  • 2º Antonio Pietro Velasco - FC Barcelona (Espanha)
  • 3º Jorge Garcia Gonzalez - FC Barcelona (Espanha)


As contas, que estavam pendentes desde o Campeonato Nacional, tinham sido ajustadas!