Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Acções

Botelho

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ir para: navegação, pesquisa
Dados de Botelho Botelho.jpg
Nome: António José da Silva Botelho
Nascimento: 8 de Maio de 1947
Naturalidade: Lisboa - Portugal
Posição: Guarda-redes
Escalão Época Clube Jogos Golos Titulos Internacionalizações
JUV JUN ESP BB AA Golos
Seniores 1965/66 “Os Leões”
1ª Divisão 1966/67 Atlético
2ª Divisão 1967/68 Atlético Campeonato Nacional
1ª Divisão 1968/69 Atlético
2ª Divisão 1969/70 Atlético
1ª Divisão 1970/71 SPORTING 0 0
1ª Divisão 1971/72 SPORTING 3 -2
1ª Divisão 1972/73 SPORTING 0 0
1ª Divisão 1973/74 SPORTING 2 -1 Campeonato Nacional
Taça de Portugal
1ª Divisão 1974/75 Boavista Taça de Portugal
1ª Divisão 1975/76 Boavista Taça de Portugal 2 -3
1ª Divisão 1976/77 Boavista
1ª Divisão 1977/78 SPORTING 38 -39 Taça de Portugal
1ª Divisão 1978/79 SPORTING 38 -27
1ª Divisão 1979/80 Benfica
1ª Divisão 1980/81 Benfica Supertaça
1ª Divisão 1981/82 Benfica
1ª Divisão 1982/83 Amora
3ª Divisão 1983/84 Seixal
Total = 81 -69 1 2

Guarda-redes das escolas do Benfica, que ao ser promovido a sénior jogou uma época nos Leões de Santarém, antes de seguir para o Atlético, onde se estreou na 1ª Divisão e foi Campeão Nacional da 2ª.

Em 1970 foi contratado pelo Sporting para ser o suplente de Vítor Damas, papel que desempenhou durante quatro temporadas, e apesar de pouco ter jogado, participou na conquista da "dobradinha" da época de 1973/74.

Farto de ser suplente, Botelho aproveitou o fim da lei da opção para se transferir para o Boavista, onde integrou uma equipa que sob o comando de Pedroto conquistou duas Taças de Portugal, chegando então à Selecção A, que representou duas vezes.

Dois anos depois regressou a Alvalade, numa altura em que Damas já tinha partido para Espanha, enquanto Conhé acabara de rescindir o seu contrato com o Sporting. Foi então titular indiscutível da baliza leonina durante duas temporadas, conquistando mais uma Taça de Portugal.

No Verão de 1979 viu-se envolvido numa guerra aberta entre Benfica e Sporting, que o levou de regresso à Luz juntamente com Laranjeira, enquanto Fidalgo e Eurico faziam o percurso inverso rumo a Alvalade.

No Benfica voltou à condição de suplente, ficando na sombra de Bento, e em três temporadas pouco jogou, participando apenas na conquista da primeira Supertaça da história do clube, ganha precisamente frente ao Sporting.

Posteriormente ainda jogou no Amora e no Seixal, onde encerrou a sua carreira de futebolista profissional já com 37 anos de idade.

To-mane 12h58min de 28 de Fevereiro de 2010 (WET)