Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes

Baltasar

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Esta página é sobre o futebolista Vítor Baltasar (1973-1979). Se procura o futebolista Luís Baltazar (1984/85), consulte Baltazar.
Dados de Baltasar Baltasar.jpg
Nome: Vítor Manuel de Jesus Gonçalves
Nascimento: 13 de Maio de 1948
Naturalidade: Trafaria - Portugal
Posição: Médio e Defesa esquerdo
Escalão Época Clube Jogos Golos Titulos Internacionalizações
S17 S19 S21 BB AA Golos
3ª Divisão 1964/65 Costa da Caparica
Regionais 1965/66 Costa da Caparica
Regionais 1966/67 Costa da Caparica
Regionais 1967/68 Costa da Caparica
2ª Divisão 1968/69 Seixal
2ª Divisão 1969/70 Seixal
2ª Divisão 1970/71 Atlético Zona Sul
1ª Divisão 1971/72 Atlético
1ª Divisão 1972/73 Atlético
1ª Divisão 1973/74 SPORTING 27 5 Campeonato Nacional
Taça de Portugal
1ª Divisão 1974/75 SPORTING 21 0
1ª Divisão 1975/76 SPORTING 35 5
1ª Divisão 1976/77 SPORTING 31 1 1 0
1ª Divisão 1977/78 SPORTING 8 1
1ª Divisão 1978/79 SPORTING 18 0
1ª Divisão 1979/80 Belenenses
1ª Divisão 1980/81 Belenenses
1ª Divisão 1981/82 Belenenses
2ª Divisão 1982/83 Vizela
2ª Divisão 1983/84 Vizela Zona Norte
2ª Divisão 1984/85 Lixa
3ª Divisão 1985/86 Lixa Serie B
Total = 140 12 1 0

Médio polivalente conhecido por Baltasar, começou a jogar futebol em 1963 nos juvenis dos Pescadores da Costa da Caparica, em cuja equipa principal se estreou com 16 anos.

Despertou então o interesse dos clubes das redondezas, transferindo-se para o Seixal que na altura tinha subido à 2ª Divisão, e foi lá que se começou a afirmar como defesa central, até ser contratado pelo Atlético.

Em Alcântara passou a jogar como lateral esquerdo, e viveu a alegria de uma subida à 1ª Divisão, e a tristeza da descida dois anos depois, situação que seria atenuada no final dessa época, pela sua transferência para o clube do seu coração, o Sporting.

Chegou a Alvalade já com 25 anos e alguma experiência, impondo-se naturalmente pelo seu enorme carácter e grande entrega ao jogo, sendo pau para toda a obra, numa equipa que conquistou a "dobradinha" na época de 1973/74.

Embora actuasse preferencialmente no meio-campo, ou no lado esquerdo da defesa, era acima de tudo um jogador de equipa e um lutador incansável. Foram estas características e o seu grande profissionalismo que em 1976 lhe valeram um Prémio Stromp na categoria Atleta Profissional, e a sua única internacionalização, ocorrida no Funchal no dia 30 Março de 1977, e logo como titular, num jogo amigável em que Portugal ganhou por 1-0 à Suíça.

Já tinha 31 anos de idade quando abandonou o Sporting, após seis épocas ao serviço do Clube, nas quais disputou 140 jogos oficiais pela equipa principal, marcando 12 golos, seguindo então para o Belenenses, onde ainda jogou mais três temporadas na 1ª Divisão.

Já na fase final da sua longa carreira, participou na histórica subida do Vizela à divisão principal do futebol português, pendurando as botas quando tinha 38 anos de idade, com mais uma subida de divisão, agora no Lixa.

Posteriormente tornou-se treinador nas divisões secundárias do futebol português, tendo conseguido uma subida à 2ª Divisão com o Sport Clube Lusitânia de Angra do Heroísmo.