Skip to main content
Esta página é sobre o velocista Arnaldo Abrantes. Se procura o seu filho, Arnaldo Abrantes, consulte Arnaldo Abrantes (filho).
Dados de Arnaldo Abrantes (pai) Arnaldo Abrantes pai.jpg
Nome Arnaldo Joaquim Castro Abrantes
Nascimento 18 de Dezembro de 1968
Naturalidade Aguada de Cima - Águeda - Portugal
Posição Atleta (velocidade)

Arnaldo Abrantes iniciou a sua carreira desportiva como futebolista federado nos juniores do Fogueira, aventura que durou apenas uma época. Dessa altura, o antigo avançado-centro relembrou em entrevista:

Se não estou em erro, isto foi em 1978 (...) A habilidade não era muito mas compensava com a velocidade. Levava muita pancada dos defesas e não gostava disso. (...) depressa vi que não tinha nascido para aquilo.

No final desse ano enveredou pelo Atletismo - "Era cada um na sua pista e, portanto, deixava de haver contacto físico" - tendo começado a correr nas ruas da sua terra natal. Representou a Associação Cristã da Mocidade, de Coimbra e o Beira Mar, antes de chegar ao Sporting Clube de Portugal em 1982.

Logo na sua primeira época em Alvalade foi Campeão de Portugal nos 200 e nos 400m, e na temporada de 1984 fez parte das equipas do Sporting que foram Campeãs Nacionais das estafetas dos 4x100m e 4x400m.

No ano seguinte integrou uma equipa do Sporting que durante os Campeonatos Regionais igualou o Recorde Nacional da estafeta dos 4x100, com a marca de 40,4s.

A sua melhor época foi em 1986, ano em que foi Campeão de Portugal nos 100 e 200, para além de ter feito parte da equipa do Sporting que foi Campeã Nacional da estafeta dos 4x100m, e de ter batido o Recorde Nacional dos 100m, percorrendo a distância em 10,44s.

Nesse mesmo ano integrou três selecções nacionais que melhoram o Recorde Nacional dos 4x100m, nas duas últimas ocasiões durante os Campeonatos Europeus de Estugarda, onde Portugal chegou à Final com uma equipa que pela primeira vez percorreu a distância abaixo dos 40 segundos, fixando o Recorde Nacional em 39,76s.

Em 1987 voltou a fazer parte de equipa do Sporting que foi Campeã Nacional da estafeta dos 4x100m e participou nos Mundiais de Roma, tendo sido distinguido com o Prémio Stromp na categoria Atleta de Alta Competição.

O ponto alto da sua carreira foi em 1988 nos Jogos Olímpicos de Seul, onde disputou a estafeta de 4x100 metros. Abriu a prova e o quarteto lusitano chegou às meias finais olímpicas, batendo o Recorde Nacional com o tempo de 39,61s.

Entre 1988 e 1990 foi tri Campeão de Portugal nos 60m em pista coberta, no último ano já como atleta individual, e em 1989 fixou o Recorde Nacional desta especialidade em 6,67s, uma marca que perdurou 9 anos.

Foi também Recordista Nacional dos 200m em pista coberta, com a marca de 21,49s, um Recorde que perdurou 5 anos e que foi obtido em 1989 durante os Campeonatos Europeus de Haia, na Holanda.

Representou Portugal em três edições da Taça da Europa, estreando-se em 1981 quando ainda era atleta do Beira Mar, integrando a equipa da estafeta dos 4x100m, de que voltou a fazer parte em 1987 e 1989, sendo que na primeira destas ocasiões também correu os 100 e 200m.

Licenciou-se em Engenharia Electrónica e Telecomunicações, e finda a sua carreira como atleta profissional, tornou-se professor universitário em Lisboa. Os seus filhos, Arnaldo Abrantes e João Abrantes também enveredaram pelo Atletismo ao serviço do Sporting Clube de Portugal, na velocidade e no salto à vara, respectivamente.