Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Acções

António Livramento

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ir para: navegação, pesquisa
Dados de António Livramento Livramento.jpgLivramento2.jpg
Nome: António José Parreira do Livramento
Nascimento: 28 de Fevereiro de 1943
Naturalidade: São Manços - Évora - Portugal
Posição: Jogador e Treinador de Hóquei em Patins

António Livramento considerado o melhor hoquista de todos os tempos, iniciou-se no Futebol Benfica, e em 1959 com 16 anos, foi contratado pelo Benfica. No mesmo ano, estreou-se na Selecção Nacional e logo se sagrou Campeão Europeu de Juniores, numa prova onde foi o melhor jogador e goleador.

António Livramento, o melhor hoquista de todos os tempos em acção

Para além do Benfica, onde ganhou inúmeros títulos, jogou no Monza de Itália e no Banco Pinto & Sotto Mayor, onde era funcionário.

No início de Outubro de 1976, segundo o próprio por prosseguir um ideal desportivo, ingressou no Sporting Clube de Portugal, onde foi Campeão Nacional, ganhou a Taça de Portugal e venceu o título que lhe faltava, a Taça dos Campeões Europeus, integrando a chamada "Equipa Maravilha do Hóquei em Patins".

Livramento estreou-se com a Camisola do Sporting a 20 de Novembro de 1976 num amigável contra o Oeiras, jogo que serviu para o Hóquei em Patins estrear o novo Pavilhão de Alvalade, de apresentação de Livramento e despedida de Salema.

Em 1978, regressou a Itália para alinhar no Amatori Lodi, mas voltou a Alvalade no ano seguinte, para terminar a carreira em 1980.

A partir de 1961, tornou-se indiscutível na Selecção Nacional, a qual representou até 1977. Nesses 16 anos, venceu três títulos mundiais e sete europeus, disputando 209 jogos e marcando 425 golos, espalhando a sua genialidade e talento pelos ringues do mundo inteiro.

O ringue era a sua casa

Um momento ímpar na carreira de António Livramento aconteceu a 3 de Abril de 1962, em Santiago do Chile, em jogo a contar para o Campeonato do Mundo entre Portugal e a Argentina. Livramento apanha a bola atrás da sua baliza, finta toda a equipa adversária e marca golo levando o público ao delírio. Emocionado, pede para sair.

Terminada a carreira de jogador, abraçou de imediato a carreira de treinador no Sporting, continuando a ser o melhor: conquistou a Taça das Taças em 1981, o Campeonato Nacional em 1982, a Taça de Portugal e a Taça CERS em 1984. Viajou de seguida outra vez para Itália, onde treinou o Bassano.

Foi considerado Sócio de Mérito do Sporting Clube de Portugal, e em 1983 foi distinguido com o Prémio Stromp na categoria Técnico.

Regressou ao Sporting em 1986 e, dois anos depois, voltou a ser Campeão Nacional. Treinou ainda o Turquel e o FC Porto, onde também foi Campeão Nacional.

Foi também, por vezes em acumulação com os cargos nos clubes, Seleccionador Nacional, levando Portugal a dois títulos Mundiais (1982 e 1993) e três Europeus (1987, 1992 e 1994).

António Livramento faleceu a 7 de Junho de 1999, com 55 anos, vítima de um acidente vascular cerebral. O seu caixão foi coberto por 2 bandeiras, a do Sporting Clube de Portugal e a da Federação Nacional de Patinagem.

A France Express anunciou que "Morreu o Pelé do Hóquei em Patins" o que mereceu o seguinte comentário por parte do Prof. Moniz Pereira: "Não seria antes Pelé o Livramento do Futebol?"

A título póstumo foi condecorado com a medalha da Ordem do Infante D. Henrique.


To-mane 11:44, 13 Julho 2008 (WEST)