Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes

5-3 na Taça de Portugal

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
16 de Abril de 2008, Estádio José de Alvalade, meias-finais da Taça de Portugal de 2007/2008. Os golos de um dos mais intensos derbies da história.

No dia 16 de Abril de 2008, Portugal preparava-se para assistir a mais um emocionante derby entre Sporting e Benfica, desta feita disputado no Complexo Alvalade XXI e a contar para as meias-finais da Taça de Portugal de 2007/2008, que a equipa leonina acabaria por vencer.

As duas equipas tinham nesta partida a hipótese de se reconciliarem com os adeptos, após vários resultados menos bons nas últimas jornadas, algo que aguçou bastante este derby, dentro e fora das quatro linhas.

O Sporting, sob o comando técnico de Paulo Bento, alinhou com Rui Patrício, Abel, Tonel, Adrien Silva (Izmailov aos 35 minutos) e Grimi; Miguel Veloso, Vukcevic e João Moutinho; Romagnoli (Derlei aos 61m), Liedson e Yannick (Gladstone aos 86m). A equipa forasteira entrou em campo com Quim, Nélson, Luisão, Katsouranis e Léo; Petit, Maxi Pereira e Rui Costa; Rodríguez, Di María e Nuno Gomes.

O Benfica entrou melhor e à passagem dos 20 minutos de jogo, Rui Costa fez o 0-1 para a equipa encarnada, seguindo-se, 10 minutos depois, o golo do 0-2 apontado por Nuno Gomes, perante a passividade da defesa verde e branca. Até ao intervalo, o resultado não iria sofrer mais alterações.

Com a necessidade de marcar sob o risco de falhar o acesso à final da Taça de Portugal, o Sporting entrou com outra vontade e determinação no segundo tempo, conseguindo João Moutinho atirar a bola aos ferros da baliza defendida por Quim. A intensidade do ataque leonino aumentou, o que lhe valeu um golo marcado por Yannick aos 68 minutos, após bom trabalho de Vukcevic na direita. A partida estava relançada e o Sporting voltava a entrar na disputa por um lugar na final da Taça.

A equipa de Paulo Bento continuou a massacrar e só não chegou ao segundo golo porque o guarda-redes do Benfica, em duas situações consecutivas, conseguiu evitar de forma fantástica o golo do Sporting.

No entanto, pouco tempo depois, aos 78 minutos, Liedson empatou o jogo apontado o tento do 2-2, assistido pelo então capitão de equipa João Moutinho. E apenas três minutos depois, Derlei, que tinha saltado do banco no segundo tempo, fez o 3-2 para o Sporting (assistência de Izmailov, que tinha entrado na primeira parte), levando os adeptos leoninos ao delírio.

Escassos minutos após o Sporting estar, pela primeira vez, na liderança do resultado, Rodríguez marcou novo golo para a turma encarnada, que empatava assim a partida a três bolas. Estávamos na presença de um jogo louco e que estava muito longe do fim!

Num lance de contra-ataque rápido construído pelo Sporting apenas dois minutos após o golo do empate, Yannick Djaló, com um remate muito longe da baliza defendida por Quim, conseguiu colocar os leões de novo na frente do marcador-

A partida ficou sentenciada já no tempo de compensação, quando o montenegrino Vukcevic fixou o resultado final em 5-3 e garantiu ao Sporting a presença na final da Taça de Portugal de 2007/2008.

--sanduixe 18h23min de 02 de Agosto de 2010 (WEST)