Wiki Sporting - a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes

2011/12

Da Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal

O regresso de Sá Pinto

Índice

Plantel da época 2007/08

A nova Direcção entregou o Futebol à dupla Luís Duque/Carlos Freitas, que apostaram no treinador Domingos Paciência, que tinha feito um excelente trabalho em Braga, e numa remodelação quase total do plantel da época anterior, do qual inicialmente apenas sobreviveram 11 jogadores, aos quais se juntaram os regressados Pereirinha e André Martins, e um ror de contratações que foram chegando a conta gotas, até atingirem um total de 16, embora 2 deles não tenham ficado no plantel.

A pré-época teve alguns resultados e exibições animadoras, mas a derrota por 3-0 no jogo de apresentação com o Valência, foi o primeiro sinal de alerta que terá levado Domingos Paciência a apostar inicialmente numa equipa com base nos jogadores da época anterior, com Polga a assumir a braçadeira de Capitão.

O Campeonato arrancou com um empate em casa frente ao Olhanense, com uma arbitragem muito contestada, ao que se seguiu o boicote dos árbitros ao jogo da 2ª jornada em Aveiro, onde o Sporting empatou outra vez, para logo depois perder em Alvalade com o Marítimo, noutro jogo recheado de polémica à volta dos apitos e bandeirinhas.

À 3ª jornada o Sporting ocupava o 12º lugar da tabela classificativa e já estava a 7 pontos do líder, pelo que o ambiente à volta da equipa não era o melhor, e talvez por isso a SAD resolveu vender em cima do fecho do mercado, dois jogadores muito contestados pelos adeptos como eram Postiga e Yannick.

Foi então que Domingos Paciência já com o seu plantel definido, resolveu alterar o modelo de jogo para um 4x3x3, que já não se via em Alvalade há muitos anos, beneficiando do facto de finalmente ter alguns extremos de qualidade ao seu dispôr, como eram os casos dos espanhóis Diego Capel e Jeffrén, e do jovem peruano André Carrillo, que foi a revelação da temporada.

Para além disso o central americano Onyewu, os argentinos Insúa e Rinaudo, o brasileiro Elias e os holandeses Stijn Schaars e Van Wolfswinkel, confirmaram ser excelentes reforços, ou não fossem todos eles internacionais pelos seus países.

A primeira grande reviravolta da época aconteceu em Paços de Ferreira, onde o Sporting perdia por 2-0 a 15 minutos do fim de um jogo que acabou por ganhar por 2-3, iniciando aí o seu melhor ciclo, com 10 vitórias consecutivas, que foram interrompidas por uma derrota na Roménia, num jogo a contar para a Liga Europa que ficou marcado pela grave lesão de Fabián Rinaudo, que seria apontada como um factor determinante para a quebra que se seguiu.

Nessa altura o Sporting já tinha eliminado o Famalicão da Taça de Portugal, e praticamente garantido o apuramento para a fase seguinte da Liga Europa, que se viria a confirmar, com a vitória num Grupo do qual faziam parte os italianos da Lázio, os suíços do Zurique e os romenos do Vaslui.

Seguiu-se a 7ª vitória consecutiva para o Campeonato, que colocava o Sporting apenas a 1 ponto da liderança, que na altura era dividida pelo FC Porto e Benfica, isto em vésperas da deslocação à Luz, apontada como um verdadeiro teste à solidez de uma equipa ainda em construção, mas que já apresentava um futebol muito atractivo, que chegou a entusiasmar os sportinguistas.

A derrota injusta verificada no "derby", constituiu um novo ponto de viragem no percurso muito irregular deste Sporting de Domingos Paciência, que entrou aí na sua pior fase, atrasando-se definitivamente no Campeonato e sendo eliminado da Taça da Liga sem uma única vitória, num grupo formado por Gil Vicente, Rio Ave e Moreirense, um afastamento que também marcou o fim da linha para Valeri Bojinov, uma das contratações mal sucedidas desta temporada, que no jogo com o Moreirense falhou um penalti num momento decisivo, depois de ter empurrado Matias Fernandez, impedindo-o de ser ele a tentar converter o castigo máximo, como estava determinado.

Assim na reabertura do mercado Bojinov foi despachado, sendo substituído pelo uruguaio Sebastian Ribas, que conseguiu ter um rendimento ainda inferior ao do búlgaro, não marcando um só golo nos poucos jogos que disputou, e mostrando muito pouco futebol. Para além disso, o mercado de inverno foi aproveitado para se tentar corrigir o eterno problema do centro da defesa, onde o peruano Alberto Rodriguez fora outra aquisição falhada, daí a contratação do brasileiro Xandão, enquanto o jovem Renato Neto regressou da Bélgica onde estava emprestado ao Cercle Brugges, para compensar a ausência do lesionado Rinaudo, mas nem um nem outro conseguiram resolver os problemas em causa.

Nessa altura já só sobrava a Taça de Portugal, onde o Sporting tinha eliminado, o Sp.Braga, o Belenenses e o Marítimo, até chegar às meias finais, quando Benfica e FC Porto já tinham sido afastados, pelo que o duplo confronto com o Nacional, era visto como a última e obrigatória hipótese de se ganhar alguma coisa, numa época perdida.

Em Alvalade o Sporting chegou a estar a perder por 0-2 com o Nacional, mas ainda foi a tempo de empatar, para depois na Choupana carimbar o passaporte para o Jamor, poucos dias antes do último jogo de Domingos Paciência à frente da equipa, que aconteceu também na Madeira, com uma derrota concludente frente ao Marítimo, que deixou a equipa no 5º lugar do Campeonato, já a 16 pontos do líder, e a 8 do 3º lugar que dava acesso à pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

Esta derrota foi apenas o pretexto para o despedimento de Domingos Paciência, sob a alegação de não estar a cumprir os objectivos mínimos traçados no início da temporada, mas a verdade é que era evidente a desmotivação total da equipa, enquanto o treinador parecia ter sido o primeiro a baixar os braços, perante as muitas dificuldades que foi encontrando para gerir e comunicar com o grupo, pelo que este desfecho acabou por ser pacifico e encarado quase como um alivio para todos.

Ricardo Sá Pinto foi a escolha de Godinho Lopes para o lugar de treinador. Vinha da equipa de Juniores onde estava a fazer um magnifico trabalho, mas era naturalmente encarado com alguma desconfiança, não só pela sua inexperiência, mas também devido ao seu passado cheio de alguns episódios polémicos. Tinha no entanto a vantagem de ser bem visto junto da generalidade da massa adepta e principalmente entre as claques, pelo que naquela altura foi a solução possível e de certa forma até conveniente.

A verdade é que Sá Pinto acabou por superar as expectativas, surpreendendo pela serenidade e inteligência como foi capaz de gerir a situação, começando por não mexer muito naquilo que estava feito, ao mesmo tempo que conseguiu unir o grupo e transmitir-lhe a alma e a raça que sempre o caracterizaram enquanto jogador, fazendo com que a equipa voltasse a acreditar, e aproveitando o balanço de um magnifico percurso na Liga Europa, onde o Sporting depois de eliminar os polacos do Legia de Varsóvia, cometeu a proeza de afastar os milionários do Manchester City, e chegou às meias finais, ultrapassando os ucranianos do Metalist, caindo apenas nos últimos instantes frente ao Athletic de Bilbau, e de uma forma inglória, quando Bucareste estava ali tão perto.

No Campeonato ainda houve espaço para um ou outro mau resultado e algumas exibições menos conseguidas, mas na generalidade a equipa melhorou, e a quebra do Sp. Braga na ponta final chegou a reacender a esperança de se atingir o 3º lugar, que se viria a esbater na penúltima jornada, com uma derrota no Dragão, no jogo da festa de mais um título para o FC Porto, em que o Sporting conseguiu discutir o resultado até voltar a sentir a mão pesada da arbitragem, terminando assim a época no 4º lugar a 16 pontos do Campeão.

Restava a Final da Taça de Portugal encarada com grande optimismo, pois o adversário era a Académica, mas aí o Sporting voltou a falhar, perdendo por 1-0 e pior do que isso realizando uma exibição muito pobre, o que agravou o balanço final de mais uma temporada decepcionante, ao mesmo tempo que se desperdiçava assim a possibilidade de se ganhar algum capital de confiança para a época seguinte.

To-mane 17h17min de 22 de Maio de 2012 (WEST)

Figuras

Plantel

Jogador Posição Obs. CN TP TL LE Total P
J G J G J G J G J G J G
Rui Patrício Guarda-redes 1 28 -24 6 -4 0 0 13 -13 47 -41 5 -6
Tiago Guarda-redes 16 1 0 0 0 0 0 0 0 1 0 4 -3
Marcelo Boeck Guarda-redes 12 2 2 1 0 3 -3 3 -3 9 -8 7 -5
João Pereira Lateral direito 47 25 0 7 1 3 0 13 0 48 1 7 0
Santiago Arias Lateral direito 19 6 0 2 0 0 0 0 0 8 0 2 0
Polga Central 4 20 0 6 0 2 0 13 0 41 0 7 0
Onyewu Central 5 17 4 6 0 3 1 5 0 31 5 5 0
Alberto Rodriguez Central 2 7 0 1 0 1 0 4 0 13 0 3 0
Xandão Central 93 Desde Janeiro 10 0 1 0 0 0 7 1 18 1 0 0
Tiago Ilori Central 34 Júnior 1 0 0 0 0 0 1 0 2 0 5 0
Evaldo Lateral esquerdo 6 13 0 3 0 1 0 8 2 25 2 9 0
Insúa Lateral esquerdo 48 24 0 7 2 2 0 12 4 45 6 1 0
Daniel Carriço Médio 3 19 1 5 0 2 0 13 1 39 2 7 0
André Santos Médio 26 11 0 3 0 2 0 9 2 25 2 9 0
Izmailov Médio 10 13 5 1 0 2 0 9 1 25 6 4 0
Matias Fernandez Médio 14 20 4 5 0 3 0 11 3 39 7 1 0
Pereirinha Médio 25 11 0 2 0 0 0 11 0 24 0 8 0
Fabián Rinaudo Médio 21 10 0 1 1 0 0 7 0 18 1 6 0
Stijn Schaars Médio 8 26 3 6 2 2 0 16 0 50 5 8 0
Elias Médio 77 25 2 5 1 3 0 0 0 33 3 1 0
André Martins Médio 28 11 0 3 0 1 0 6 0 21 0 8 0
Renato Neto Médio 31 Desde Janeiro 6 1 1 0 0 0 4 0 11 1 0 0
João Mário Médio 54 Júnior 0 0 0 0 0 0 1 0 1 0 2 0
Van Wolfswinkel Avançado 9 25 14 7 5 2 0 13 6 47 25 8 4
Diego Rubio Avançado 33 Júnior 9 1 1 0 1 0 6 0 17 1 9 6
André Carrillo Extremo 18 24 2 6 1 3 0 13 0 46 3 5 0
Diego Capel Extremo esquerdo 11 26 4 7 1 3 1 13 1 49 7 5 0
Jeffrén Extremo 17 11 3 2 0 1 0 4 0 18 3 3 0
Sebastian Ribas Avançado 32 Desde Janeiro 5 0 1 0 1 0 0 0 7 0 0 0
Valeri Bojinov Avançado 7 Até Janeiro 8 2 2 0 1 0 5 1 16 3 4 0
Hélder Postiga Avançado 23 Até 31 de Agosto 3 0 0 0 0 0 2 0 5 0 7 5
Yannick Djaló Avançado 20 Até 31 de Agosto 3 0 0 0 0 0 2 0 5 0 7 2
  • Há um autogolo

Legenda
Competição: CN=Campeonato Nacional, TP=Taça de Portugal, TL=Taça da Liga, LE=Liga Europa, P=Particulares.

Equipa Técnica

Treinador Posição Observações Jogos V E D Titulos
Domingos Paciência Principal Até 13-02-2012 35 19 9 7
Ricardo Sá Pinto Principal Desde 13-02-2012 21 13 2 6
José Miguel Cardoso Adjunto Até 13-02-2012
João Carlos Costa Adjunto Até 13-02-2012
Rui Santos Preparador Físico Até 13-02-2012
Jorge Vital Guarda-redes Até 13-02-2012
Tiago Moutinho Adjunto Desde 13-02-2012
Hugo Porfirio Adjunto Desde 17-02-2012
Jorge Castelo Adjunto Desde 17-02-2012
Nelson Pereira Guarda-redes Desde 13-02-2012
Sérgio Vieira Observador/Adjunto


Jogos

Campeonato Nacional

Data Jornada Jogo Resultado Ficha de jogo
13-08-2011 1ª Jornada SPORTING – Olhanense 1 – 1 Ficha
21-08-2011 2ª Jornada Beira-Mar – SPORTING 0 – 0 Ficha
28-08-2011 3ª Jornada SPORTING – Marítimo 2 – 3 Ficha
10-09-2011 4ª Jornada Paços de Ferreira – SPORTING 2 – 3 Ficha
19-09-2011 5ª Jornada Rio Ave – SPORTING 2 – 3 Ficha
24-09-2011 6ª Jornada SPORTING – Vit. Setúbal 3 – 0 Ficha
02-10-2011 7ª Jornada Vit. Guimarães – SPORTING 0 – 1 Ficha
24-10-2011 8ª Jornada SPORTING – Gil Vicente 6 – 1 Ficha
30-10-2011 9ª Jornada Feirense – SPORTING 0 – 2 Ficha
06-11-2011 10ª Jornada SPORTING – U. Leiria 3 – 1 Ficha
26-11-2011 11ª Jornada Benfica – SPORTING 1 – 0 Ficha
10-12-2011 12ª Jornada SPORTING – Nacional 1 – 0 Ficha
18-12-2011 13ª Jornada Académica – SPORTING 1 – 1 Ficha
07-01-2012 14ª Jornada SPORTING – FC Porto 0 – 0 Ficha
15-01-2012 15ª Jornada Sp. Braga – SPORTING 2 – 1 Ficha
23-01-2012 16ª Jornada Olhanense – SPORTING 0 – 0 Ficha
29-01-2012 17ª Jornada SPORTING – Beira Mar 2 – 0 Ficha
11-02-2012 18ª Jornada Marítimo – SPORTING 2 – 0 Ficha
19-02-2012 19ª Jornada SPORTING – Paços de Ferreira 1 – 0 Ficha
26-02-2012 20ª Jornada SPORTING – Rio Ave 1 – 0 Ficha
03-03-2012 21ª Jornada Vit. Setúbal – SPORTING 1 – 0 Ficha
11-03-2012 22ª Jornada SPORTING – Vit. Guimarães 5 – 0 Ficha
19-03-2012 23ª Jornada Gil Vicente – SPORTING 2 – 0 Ficha
24-03-2012 24ª Jornada SPORTING – Feirense 1 – 0 Ficha
01-04-2012 25ª Jornada U. Leiria – SPORTING 0 – 1 Ficha
09-04-2012 26ª Jornada SPORTING – Benfica 1 – 0 Ficha
22-04-2012 27ª Jornada Nacional – SPORTING 2 – 3 Ficha
30-04-2012 28ª Jornada SPORTING – Académica 2 – 1 Ficha
05-05-2012 29ª Jornada FC Porto – SPORTING 2 – 0 Ficha
13-05-2012 30ª Jornada SPORTING – Sp. Braga 3 – 2 Ficha
Classificação
Class. Clube Jogos Vitórias Empates Derrotas Golos Pontos
FC Porto 30 23 6 1 69-19 75
Benfica 30 21 6 3 66-27 69
Sp. Braga 30 19 5 6 59-29 62
SPORTING 30 18 5 7 47-26 59
Marítimo 30 14 8 8 41-38 50

Taça de Portugal

Data Jornada Jogo Resultado Ficha de jogo
15-10-2011 3ª eliminatória Famalicão – SPORTING 0 – 2 Ficha
20-11-2011 4ª eliminatória SPORTING – Sp. Braga 2 – 0 Ficha
05-12-2011 Oitavos-de-final SPORTING – Belenenses 2 – 0 Ficha
22-12-2011 Quartos-de-final SPORTING – Marítimo 3 – 0 Ficha
11-01-2012 Meia final SPORTING – Nacional 2 – 2 Ficha
08-02-2012 Meia final Nacional – SPORTING 1 – 3 Ficha
20-05-2012 Final SPORTING – Académica 0 – 1 Ficha

Taça da Liga

Data Jornada Jogo Resultado Ficha de jogo
02-01-2012 1ª Jornada Rio Ave – SPORTING 1 – 1 Ficha
19-01-2012 2ª Jornada SPORTING – Moreirense 1 – 1 Ficha
04-02-2012 3ª Jornada SPORTING – Gil Vicente 0 – 1 Ficha
Classificação
Class. Clube Jogos Vitórias Empates Derrotas Golos Pontos
Gil Vicente 3 2 1 0 4-2 7
Moreirense 3 1 1 1 3-3 4
SPORTING 3 0 2 1 2-3 2
Rio Ave 3 0 2 1 2-3 2

Liga Europa

Data Jornada Jogo Resultado Ficha de jogo
18-08-2011 Play-off Nordsjaelland (Dinamarca) – SPORTING 0 – 0 Ficha
25-08-2011 Play-off SPORTING – Nordsjaelland (Dinamarca) 2 – 1 Ficha
15-09-2011 1ª Jornada Zurique (Suíça) – SPORTING 0 – 2 Ficha
29-09-2011 2ª Jornada SPORTING – Lazio (Itália) 2 – 1 Ficha
20-10-2011 3ª Jornada SPORTING – FC Vaslui (Roménia) 2 – 0 Ficha
03-11-2011 4ª Jornada FC Vaslui (Roménia) – SPORTING 1 – 0 Ficha
01-12-2011 5ª Jornada SPORTING – Zurique (Suíça) 2 – 0 Ficha
14-12-2011 6ª Jornada Lazio (Itália) – SPORTING 2 – 0 Ficha
16-02-2012 1/16 Final Légia Varsóvia (Polónia) – SPORTING 2 – 2 Ficha
23-02-2012 1/16 Final SPORTING – Légia Varsóvia (Polónia) 1 – 0 Ficha
08-03-2012 Oitavos de Final SPORTING – Manchester City (Inglaterra) 1 – 0 Ficha
15-03-2012 Oitavos de Final Manchester City (Inglaterra) – SPORTING 3 – 2 Ficha
29-03-2012 Quartos de Final SPORTING – Metalist Kharkiv (Ucrânia) 2 – 1 Ficha
05-04-2012 Quartos de Final Metalist Kharkiv (Ucrânia) – SPORTING 1 – 1 Ficha
19-04-2012 Meias Finais SPORTING – Athletic Bilbau (Espanha) 2 – 1 Ficha
26-04-2012 Meias Finais Athletic Bilbau (Espanha) – SPORTING 3 – 1 Ficha
Classificação da Fase de Grupos
Class. Clube Jogos Vitórias Empates Derrotas Golos Pontos
SPORTING 6 4 0 2 8-4 12
Lazio 6 2 3 1 7-5 9
FC Vaslui 6 1 3 2 5-8 6
Zurique 6 1 2 3 5-8 5

Particulares

Data Jornada Jogo Resultado Ficha de jogo
13-07-2011 Preparação Presikhaaf – SPORTING 0 – 8 Ficha
16-07-2011 Preparação Telstar – SPORTING 0 – 3 Ficha
18-07-2011 Preparação Ankaraguçu – SPORTING 0 – 3 Ficha
23-07-2011 Preparação SPORTING – Juventus 2 – 1 Ficha
30-07-2011 Apresentação SPORTING – Valência 0 – 3 Ficha
05-08-2011 Troféu Carranza Málaga – SPORTING 3 – 1 Ficha
06-08-2011 Troféu Carranza SPORTING – Udinese 2 – 2 (9–10) Ficha
03-09-2011 Treino SPORTING – Sarilhense 8 – 0 Ficha
10-11-2011 Comemorações da Independência Angola – SPORTING 4 – 0 Ficha
30-12-2011 Treino SPORTING – Pinhalnovense 0 – 1 Ficha

Ver também

Como os milionários do City ficaram a conhecer o Sporting


Outros links de interesse