Fátima: 100 anos de um fenómeno de massas

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Bem, vi a capa do CM agora no café e diz lá que um puto caiu de um andar e perdeu a massa encefálica. Os pais rezaram aos pastorinhos e 3 dias depois o puto saiu do hospital com alta.

Eu acredito.  :victory:
Mais do que acreditar ou não no fenómeno, acho que deve existir uma tolerância mútua: De quem é crente e de quem não o é.

Qualquer tópico neste fórum, passado uns posts, transforma-se num cenário bélico e de picardias pessoais.

 :arrow: :arrow: :arrow:

Eu não sou católico mas tenho fé. Concedo que é difícil explicar a fé a quem não tem consciência da sua espiritualidade.
Basta entrar na Basílica de São Pedro para perceber a palhaçada que a religião é!


...e basta entrar na Basílica de São Pedro para apreciar o fantástico património artístico gerado pela religião...

LOL

Boa reposta de facto, é a melhor forma de esconder as coisas para passar os outros por parvos. Realmente, uma religião que se presa como protectora dos pobres e dos fracos e vive como um rico.

Uma instituição que pede a todos para ajudar o povo africano e não mexe uma palha para o fazer.  :inde:

Aliás, a história conta uma diferente versão da religião, que as pessoas tentam "apagar" para se justificar.

De facto, não mexe uma palha nem faz a ponta de um corno para ajudar os desgraçados dos africanos.

Enfim...um verdadeiro escândalo...

http://www.crs.org/stories/famine-threatens-east-africa

Pegares numa fundação é qualquer coisa  :lol:

Vamos ficar por aqui.
"Sporting! Minha vida é o Sporting, minha paixão é o Sporting, meu amor é o Sporting, é o Sporting é o Sporting é o Sporting! Meu vício é o Sporting, minha família é o Sporting, Sporting, Sporting, Sporting, é o meu Sporting!"
 Caso queiram discutir a questão com elevação e respeito por todos, força. Agora se é para fazer piadas, trollar ou conteúdo do género, agradecia que mantivessem-se calados. Que é para manter o tópico aberto a quem pretende trocar argumentos de forma pacífica.

 Obrigado.  :great:
“We have to be compact, close together tactically, and if you are close then you have options to play with. You don't always have to try the most risky ball if you are compact. You have to run, to fight, until the moment, and then ... bang, you take it.”

Jurgen Klopp
Por falar em África veja-se este gráfico:

Cada um que tire as suas conclusões.

Enfim, claro que cada um acredita no que quiser se pensa que pôr de lado a razão o ajuda...
No entanto não podem limitar a liberdade de expressão dos outros, mesmo que vejam nisso uma ofensa.
Somos todos Charlie, lembram-se?

O que mais me impressiona é saber que muitas crianças não têm hipótese de desenvolver o seu espírito crítico e a sua independência intelectual pois são condicionadas praticamente à nascença com uma visão do mundo deturpada e fabricada que se prolonga pela sua juventude. Há uns que se libertam mas nem todos têm a mesma capacidade.

Infelizmente nem todos podem ter pais/educadores assim:
« Última modificação: Abril 22, 2017, 10:37 am por sealight »