[Computadores] Windows versus Linux

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

http://www.freebsd.org/

Sócia 69860
Já usei o ubuntu(nao foi o 7, mas o 8, que é quase a mesma coisa, pelo que vejo em varios sites)

A minha opinião: Fartei logo do ubuntu. Ter que mecher nos comandos, irrita-me, quando com o windows xp, é só dar o click. Os jogos, não é preciso dizer nada, e o Wine nao safa tudo.Tive a fantástica oportunidade de jogar CS no ubuntu, mas nao parava de encravar, completamente inacessivel(a minha placa grafica é apenas de 32mb, mas no windows xp, o jogo roda bem, e com OpengL, tá perfeito). Não faço puto ideia se existe um CS próprio para linux, mas para que andar com estas m*****, se se pode apenas dar o click?

Quanto á RAM, é verdade que o windows pesa muito mais, nao me digam que o vosso computador é tão mau que nao aguenta com o windows xp. Eu tenho apenas 1 gbyte de RAM, e não preciso de optimizadores nenhuns para ele rodar na perfeição. Também já usei o Vista, e é mais pesado, mas para a sufisticação q existe no hardware, nao acho que o software do vista seja algo de anormal. Com 1gb, o meu vista rodava bem, sem otimizador ou gestor de RAM nenhum(penso que é a pior coisinha que se pode fazer a um SO da windows, porque apesar de eles serem mais pesados que os linux, tem uns bons gestores da memória, isso é inegável, e quando se instala essas porcarias, o efeito é o mesmo do windows, e estás a gastar RAM, em vez de a "poupar"). E hoje em dia, nao se veem computadores á venda com menos de 2gbytes, salvo uma rara excepção, pelo que o Vista, por incrivel que pareça, não se pode considerar "pesado" neste momento. Há dois anos, talvez(acho que ainda nao tinha saido o vista, so as versões betas, mas pronto)
Já usei o ubuntu(nao foi o 7, mas o 8, que é quase a mesma coisa, pelo que vejo em varios sites)

A minha opinião: Fartei logo do ubuntu. Ter que mecher nos comandos, irrita-me, quando com o windows xp, é só dar o click. Os jogos, não é preciso dizer nada, e o Wine nao safa tudo.Tive a fantástica oportunidade de jogar CS no ubuntu, mas nao parava de encravar, completamente inacessivel(a minha placa grafica é apenas de 32mb, mas no windows xp, o jogo roda bem, e com OpengL, tá perfeito). Não faço puto ideia se existe um CS próprio para linux, mas para que andar com estas m*****, se se pode apenas dar o click?

Quanto á RAM, é verdade que o windows pesa muito mais, nao me digam que o vosso computador é tão mau que nao aguenta com o windows xp. Eu tenho apenas 1 gbyte de RAM, e não preciso de optimizadores nenhuns para ele rodar na perfeição. Também já usei o Vista, e é mais pesado, mas para a sufisticação q existe no hardware, nao acho que o software do vista seja algo de anormal. Com 1gb, o meu vista rodava bem, sem otimizador ou gestor de RAM nenhum(penso que é a pior coisinha que se pode fazer a um SO da windows, porque apesar de eles serem mais pesados que os linux, tem uns bons gestores da memória, isso é inegável, e quando se instala essas porcarias, o efeito é o mesmo do windows, e estás a gastar RAM, em vez de a "poupar"). E hoje em dia, nao se veem computadores á venda com menos de 2gbytes, salvo uma rara excepção, pelo que o Vista, por incrivel que pareça, não se pode considerar "pesado" neste momento. Há dois anos, talvez(acho que ainda nao tinha saido o vista, so as versões betas, mas pronto)

andrew619, só uma pergunta, tu tens carta de condução? Se tens, perferes carros com mudanças automáticas, ou aqueles com as chatisses da embraiagem?
Everyone is king when there’s no one left to pawn
Tenho 15 anos, e, como deves calcular, não tenho carta de condução, lol. Não faço puto ideia do que seja uma embraiagem, ou lá como se escreve, não faço mesmo. Mas seja como for, comparar carros com sistemas operativos, é "ridiculamente ridiculo".

EDIT: Já agora, podes explicar-me, para eu perceber melhor a tua comparação, porque não percebi mesmo(não estou a ser irónico)
« Última modificação: Agosto 22, 2008, 19:11 pm por andrew619 »
Tenho 15 anos, e, como deves calcular, não tenho carta de condução, lol. Não faço puto ideia do que seja uma embraiagem, ou lá como se escreve, não faço mesmo. Mas seja como for, comparar carros com sistemas operativos, é "ridiculamente ridiculo".

EDIT: Já agora, podes explicar-me, para eu perceber melhor a tua comparação, porque não percebi mesmo(não estou a ser irónico)

Ok, assim fica mais dificil terminar a minha analogia.
O que eu pretendia dizer é que, às vezes por ter que se utilizar processos mais «trabalhosos», conseguem-se resultados melhores.

Se fosse o caso de já conduzires, e por ventura já tivesses conduzido ambos os tipos de carros, terias talvez a ideia de que, embora seja mais «complexo» conduzir um carro de mudanças manuais, o rendimento (e o divertimento) que se tira é vastamente superior ao de um carro com mudanças automáticas.

Claro que não tem a ver directamente uma coisa com a outra. Mas às vezes experimentar e ultrapassar a 1ª barreira que se encontra, acaba por trazer beneficios.

Embora exista muita gente que conheça os dois tipos de sistemas (Linux/Windows), e perfira Windows, eu gosto mais de Linux. E como venho do mundo M$ (eu já venho dos tempos do DOS), sei que à primeira vista pode não ser tão apelativo como o acho agora.
Everyone is king when there’s no one left to pawn
Tenho 15 anos, e, como deves calcular, não tenho carta de condução, lol. Não faço puto ideia do que seja uma embraiagem, ou lá como se escreve, não faço mesmo. Mas seja como for, comparar carros com sistemas operativos, é "ridiculamente ridiculo".

EDIT: Já agora, podes explicar-me, para eu perceber melhor a tua comparação, porque não percebi mesmo(não estou a ser irónico)

A lógica é exactamente a mesma, mas quando souberes o que é uma embraiagem irás entender  ;)

Sócia 69860
Se fosse o caso de já conduzires, e por ventura já tivesses conduzido ambos os tipos de carros, terias talvez a ideia de que, embora seja mais «complexo» conduzir um carro de mudanças manuais, o rendimento (e o divertimento) que se tira é vastamente superior ao de um carro com mudanças automáticas.

O problema é que a curva de aprendizagem de Windows para Linux é claramente superior à de mudanças automáticas para manuais... e as automáticas já não são o que eram há uns tempos atrás e são actualmente bem mais "inteligentes".

Linux é ainda muito complicado para quem quer fazer do computador um utilitário ao qual recorre para executar funções básicas (jogar, processamento de texto, excel, ver mails, aceder à internet) sem ter de se chatear com compatibilidades, benchmarks, rapidez de processamento e mais não sei quê. O Windows está ainda muito à frente neste aspecto.
Se fosse o caso de já conduzires, e por ventura já tivesses conduzido ambos os tipos de carros, terias talvez a ideia de que, embora seja mais «complexo» conduzir um carro de mudanças manuais, o rendimento (e o divertimento) que se tira é vastamente superior ao de um carro com mudanças automáticas.

O problema é que a curva de aprendizagem de Windows para Linux é claramente superior à de mudanças automáticas para manuais... e as automáticas já não são o que eram há uns tempos atrás e são actualmente bem mais "inteligentes".

Linux é ainda muito complicado para quem quer fazer do computador um utilitário ao qual recorre para executar funções básicas (jogar, processamento de texto, excel, ver mails, aceder à internet) sem ter de se chatear com compatibilidades, benchmarks, rapidez de processamento e mais não sei quê. O Windows está ainda muito à frente neste aspecto.

Embora agora, com os portáteis low cost (como o Asus e o Acer que a Fnac vende por 250 - 300€), e que vêm com sistemas operativos Linux bastante intuitivos, as pessoas começam a revelar alguma abertura para experimentar coisas novas.
Se fosse o caso de já conduzires, e por ventura já tivesses conduzido ambos os tipos de carros, terias talvez a ideia de que, embora seja mais «complexo» conduzir um carro de mudanças manuais, o rendimento (e o divertimento) que se tira é vastamente superior ao de um carro com mudanças automáticas.

O problema é que a curva de aprendizagem de Windows para Linux é claramente superior à de mudanças automáticas para manuais... e as automáticas já não são o que eram há uns tempos atrás e são actualmente bem mais "inteligentes".

Linux é ainda muito complicado para quem quer fazer do computador um utilitário ao qual recorre para executar funções básicas (jogar, processamento de texto, excel, ver mails, aceder à internet) sem ter de se chatear com compatibilidades, benchmarks, rapidez de processamento e mais não sei quê. O Windows está ainda muito à frente neste aspecto.

Sim, é verdade. Foi o exemplo que me saiu, era apenas para explicar a minha ideia, e não fazer uma comparação directa.

Quanto à complicação do Linux, não estou nada de acordo. Se tiveres oportunidade, experimenta um Asus eee, ou um Acer Aspire One. Se não achares mais fácil do que o Windows, serà apenas porque já estas tão familiarizado com ele, que não te apercebes da real simplicidade destes notebook, para os quais o Linux está como o LiedSHOW está para o nosso ataque.  ;D
Everyone is king when there’s no one left to pawn
Se fosse o caso de já conduzires, e por ventura já tivesses conduzido ambos os tipos de carros, terias talvez a ideia de que, embora seja mais «complexo» conduzir um carro de mudanças manuais, o rendimento (e o divertimento) que se tira é vastamente superior ao de um carro com mudanças automáticas.

O problema é que a curva de aprendizagem de Windows para Linux é claramente superior à de mudanças automáticas para manuais... e as automáticas já não são o que eram há uns tempos atrás e são actualmente bem mais "inteligentes".

Linux é ainda muito complicado para quem quer fazer do computador um utilitário ao qual recorre para executar funções básicas (jogar, processamento de texto, excel, ver mails, aceder à internet) sem ter de se chatear com compatibilidades, benchmarks, rapidez de processamento e mais não sei quê. O Windows está ainda muito à frente neste aspecto.

Sim, é verdade. Foi o exemplo que me saiu, era apenas para explicar a minha ideia, e não fazer uma comparação directa.

Quanto à complicação do Linux, não estou nada de acordo. Se tiveres oportunidade, experimenta um Asus eee, ou um Acer Aspire One. Se não achares mais fácil do que o Windows, serà apenas porque já estas tão familiarizado com ele, que não te apercebes da real simplicidade destes notebook, para os quais o Linux está como o LiedSHOW está para o nosso ataque.  ;D


Mas eu não considero isso um computador a sério... issso é um projecto de computador. Quando falei em funções básicas, não disse que tínhamos de ter um computador também ele limitado.
Se fosse o caso de já conduzires, e por ventura já tivesses conduzido ambos os tipos de carros, terias talvez a ideia de que, embora seja mais «complexo» conduzir um carro de mudanças manuais, o rendimento (e o divertimento) que se tira é vastamente superior ao de um carro com mudanças automáticas.

O problema é que a curva de aprendizagem de Windows para Linux é claramente superior à de mudanças automáticas para manuais... e as automáticas já não são o que eram há uns tempos atrás e são actualmente bem mais "inteligentes".

Linux é ainda muito complicado para quem quer fazer do computador um utilitário ao qual recorre para executar funções básicas (jogar, processamento de texto, excel, ver mails, aceder à internet) sem ter de se chatear com compatibilidades, benchmarks, rapidez de processamento e mais não sei quê. O Windows está ainda muito à frente neste aspecto.

Sim, é verdade. Foi o exemplo que me saiu, era apenas para explicar a minha ideia, e não fazer uma comparação directa.

Quanto à complicação do Linux, não estou nada de acordo. Se tiveres oportunidade, experimenta um Asus eee, ou um Acer Aspire One. Se não achares mais fácil do que o Windows, serà apenas porque já estas tão familiarizado com ele, que não te apercebes da real simplicidade destes notebook, para os quais o Linux está como o LiedSHOW está para o nosso ataque.  ;D


Mas eu não considero isso um computador a sério... issso é um projecto de computador. Quando falei em funções básicas, não disse que tínhamos de ter um computador também ele limitado.

Porquê? Que limitações assim tão grandes tens nessas máquinas?
Tudo o que tu colocaste aí em cima (jogar, processamento de texto, excel, ver mails, aceder à internet) é possível fazer num destes notebooks.
Everyone is king when there’s no one left to pawn
Se fosse o caso de já conduzires, e por ventura já tivesses conduzido ambos os tipos de carros, terias talvez a ideia de que, embora seja mais «complexo» conduzir um carro de mudanças manuais, o rendimento (e o divertimento) que se tira é vastamente superior ao de um carro com mudanças automáticas.

O problema é que a curva de aprendizagem de Windows para Linux é claramente superior à de mudanças automáticas para manuais... e as automáticas já não são o que eram há uns tempos atrás e são actualmente bem mais "inteligentes".

Linux é ainda muito complicado para quem quer fazer do computador um utilitário ao qual recorre para executar funções básicas (jogar, processamento de texto, excel, ver mails, aceder à internet) sem ter de se chatear com compatibilidades, benchmarks, rapidez de processamento e mais não sei quê. O Windows está ainda muito à frente neste aspecto.

Sim, é verdade. Foi o exemplo que me saiu, era apenas para explicar a minha ideia, e não fazer uma comparação directa.

Quanto à complicação do Linux, não estou nada de acordo. Se tiveres oportunidade, experimenta um Asus eee, ou um Acer Aspire One. Se não achares mais fácil do que o Windows, serà apenas porque já estas tão familiarizado com ele, que não te apercebes da real simplicidade destes notebook, para os quais o Linux está como o LiedSHOW está para o nosso ataque.  ;D


Mas eu não considero isso um computador a sério... issso é um projecto de computador. Quando falei em funções básicas, não disse que tínhamos de ter um computador também ele limitado.

Porquê? Que limitações assim tão grandes tens nessas máquinas?
Tudo o que tu colocaste aí em cima (jogar, processamento de texto, excel, ver mails, aceder à internet) é possível fazer num destes notebooks.

Sim, esqueci-me da parte de ver filmes e por aí fora ;D.

E convenhamos que prefiro o mei iMac para qualquer uma dessas funções, ou não fosse o ecrã mil vezes melhor... além disso, que tipo de jogos estamos a falar?

Ou seja, que é possível é, mas que é desejável, não, não é. Como disse, lá por se querer usar o PC para coisas básicas, não é preciso ter um computador limitado em muita coisa.
Se fosse o caso de já conduzires, e por ventura já tivesses conduzido ambos os tipos de carros, terias talvez a ideia de que, embora seja mais «complexo» conduzir um carro de mudanças manuais, o rendimento (e o divertimento) que se tira é vastamente superior ao de um carro com mudanças automáticas.

O problema é que a curva de aprendizagem de Windows para Linux é claramente superior à de mudanças automáticas para manuais... e as automáticas já não são o que eram há uns tempos atrás e são actualmente bem mais "inteligentes".

Linux é ainda muito complicado para quem quer fazer do computador um utilitário ao qual recorre para executar funções básicas (jogar, processamento de texto, excel, ver mails, aceder à internet) sem ter de se chatear com compatibilidades, benchmarks, rapidez de processamento e mais não sei quê. O Windows está ainda muito à frente neste aspecto.

Sim, é verdade. Foi o exemplo que me saiu, era apenas para explicar a minha ideia, e não fazer uma comparação directa.

Quanto à complicação do Linux, não estou nada de acordo. Se tiveres oportunidade, experimenta um Asus eee, ou um Acer Aspire One. Se não achares mais fácil do que o Windows, serà apenas porque já estas tão familiarizado com ele, que não te apercebes da real simplicidade destes notebook, para os quais o Linux está como o LiedSHOW está para o nosso ataque.  ;D


Mas eu não considero isso um computador a sério... issso é um projecto de computador. Quando falei em funções básicas, não disse que tínhamos de ter um computador também ele limitado.

Porquê? Que limitações assim tão grandes tens nessas máquinas?
Tudo o que tu colocaste aí em cima (jogar, processamento de texto, excel, ver mails, aceder à internet) é possível fazer num destes notebooks.

Sim, esqueci-me da parte de ver filmes e por aí fora ;D.

E convenhamos que prefiro o mei iMac para qualquer uma dessas funções, ou não fosse o ecrã mil vezes melhor... além disso, que tipo de jogos estamos a falar?

Ou seja, que é possível é, mas que é desejável, não, não é. Como disse, lá por se querer usar o PC para coisas básicas, não é preciso ter um computador limitado em muita coisa.

Ok, aquilo tambem não é para substituir todos os pcs. As grandes vantagens são a portabilidade, e a brutalidade das baterias de 6 cells, que te dão para cima de 6 horas, com o wireless desligado.
Obviamente se tens um iMac, tirando o peso (e a duração da bateria?), estes notebooks não tem hipotese. Mas tambem nem toda a gente precisa de um portatil de 15" ou 17", que custe pra cima de 1.000 euros.

Quanto aos jogos não te posso indicar grande coisa, mas existem videos no Youtube de pessoal a jogar Quake numas maquinas destas (não se que versão, nem tãopouco se ainda é um jogo bom ou não).

A maior questão aqui é que o Linux pode ser bem user-friendly, e estas máquinas provão-no, no meu entender.

Edit: Esqueci-me de dizer que a impossibilidade de ver filmes nestes minusculos pcs não é por falta de capacidade da máquina, mas sim por manifesta falta de capacidade do olho humano. :)
« Última modificação: Agosto 22, 2008, 21:38 pm por JanglinJack »
Everyone is king when there’s no one left to pawn

Já agora, e por curiosidade visto que tens um Mac, já várias pessoas puseram o OSX a bulir num eee. Pelo que li, algum hardware não funciona, mas deixo aqui um video de uma destas maquinetas:



Existem muitos videos deste genero. Parece até já existir bastante curiosidade em como se porta este SO num notebook de 300/400 euros.
Everyone is king when there’s no one left to pawn

Já agora, e por curiosidade visto que tens um Mac, já várias pessoas puseram o OSX a bulir num eee. Pelo que li, algum hardware não funciona, mas deixo aqui um video de uma destas maquinetas:



Existem muitos videos deste genero. Parece até já existir bastante curiosidade em como se porta este SO num notebook de 300/400 euros.

O Leopard e o Mac são as alternativas perfeitas para quem está habituado ao Windows e quer manter o traço. É simples, é muito intuitivo, permite abrir os documentos como queremos, ter widgets no desktop bem úteis, fazer exactamente o que queremos e como queremos sem ter conhecimentos de informática e não temos de nos chatear com incompatibilidades e diabo a quatro. Não dá crashes frequentes (ainda não tive um sequer em mais de 6 meses) e não dá caixas de diálogo de erro estúpidas a toda a hora. Se precisarmos do Windows para jogos ou outras coisas, tem logo lá o Bootcamp e é só instalar o Windows e alternar consoante o SO que se quer. Nada mais simples.

Já agora, e por curiosidade visto que tens um Mac, já várias pessoas puseram o OSX a bulir num eee. Pelo que li, algum hardware não funciona, mas deixo aqui um video de uma destas maquinetas:



Existem muitos videos deste genero. Parece até já existir bastante curiosidade em como se porta este SO num notebook de 300/400 euros.

O Leopard e o Mac são as alternativas perfeitas para quem está habituado ao Windows e quer manter o traço. É simples, é muito intuitivo, permite abrir os documentos como queremos, ter widgets no desktop bem úteis, fazer exactamente o que queremos e como queremos sem ter conhecimentos de informática e não temos de nos chatear com incompatibilidades e diabo a quatro. Não dá crashes frequentes (ainda não tive um sequer em mais de 6 meses) e não dá caixas de diálogo de erro estúpidas a toda a hora. Se precisarmos do Windows para jogos ou outras coisas, tem logo lá o Bootcamp e é só instalar o Windows e alternar consoante o SO que se quer. Nada mais simples.

Sim, eu sei. às vezes, nas lojas, passo uns minutinhos a bricar com os de exposição, e fico sempre com água na boca.
Mas, infelizmente, não tenho justificação para comprar um. Já tenho computadores que cheguem.

Mas se algum dia for possível por um SO da Apple a correr num pc «linha-branca», é certinho que lhe vou dar pelo menos uns mesitos de teste.
Everyone is king when there’s no one left to pawn
O Leopard e o Mac ...

Só para dizer que Leopard é uma versão de Mac.. No teu contexto, estavas a enumerar duas coisas o Leopard e o Mac... :D

Mas quanto ao que disseste, posso confirmar.. :D
O Leopard e o Mac ...

Só para dizer que Leopard é uma versão de Mac.. No teu contexto, estavas a enumerar duas coisas o Leopard e o Mac... :D

Mas quanto ao que disseste, posso confirmar.. :D

O Mac pode ser entendido como uma linha de computadores da Apple - iMac, MacBook, MacBook Pro, Mac Air, etc. Leopard é o SO da Apple para os Mac ;)
Não concordo com essa ideia de que o Linux (ou o mac) é muito mais complicado que o Windows. Se colocarem qualquer um destes sistemas (já correctamente instalados) em frente a alguém que nunca mexeu num computador, provavelmente essa pessoa vai ter mais dificuldades com o windows. Em relação a fiabilidade, não tem nada a ver uma coisa com a outra. Os sistemas UNIX podes deixa-los ligados um mês inteiro que têm sempre o mesmo comportamento (chegam a ser monótonos... por não acontecerem erros esquisitos e blue screens). De facto, em relação ao Linux, há uma primeira fase um pouco mais chata, que é a fase das compatibilidades com os produtos (hardware e software) instalados, mas cada dia é mais fácil, e cada vez há mais sistemas operativos Linux "user friendly".