O Império Contra-Ataca: o vergonhoso aproveitamento da CSNB.

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Então é aqui que os visitantes se reúnem todos? Vão se f****, os corruptos no Tugão são voces, seus m*****.
Ataque dos ataques!

O último folgo do gabinete de crise.

Vejam a declaração do Presidente da Mesa da Assembleia da República e depois vejam o que acontece das 16h40 às 17h na SICN.

Surreal! O DF é impedido de continuar e levam a conversa para o BdC com comentários parciais constantes da comentadora.

SEM TRÉGUAS!
CONTRA TUDO E CONTRA TODOS! SPORTING SEMPRE!
Eles andem ai...

O Dono disto tudo tem um rosto...





Já agora a quem gosta de investigar, quem é o novo director da PJ, entrou ontem...?

https://www.sabado.pt/portugal/detalhe/luis-neves-e-o-novo-director-da-pj

Será que termos agora mais uma toupeira no comando das coisas? Será que tudo isto foi por acaso? Acho que não...

      SPORTING mais que um clube uma Paixão!        «O SPORTING SOMOS NÓS»
15 de Maio de 2018: CSNB Comunicação-Social Nacional-Benfiquista lambuza-se com o maior field-day de sempre contra o seu inimigo de estimação. «A culpa não é inteiramente dos criminosos, afinal Bruno de Carvalho é que provocou». Na lógica do "não há vítimas de violação, só mulheres que se puseram a jeito", esta foi a mensagem que a CSNB reiterou durante todo o dia de ontem e que faz parte da Operação Semana da Taça na contra-ofensiva ao Sporting Clube de Portugal.

Depois de largos meses de intoxicação da opinião pública, vem agora a comunicação-social portuguesa tradicional e ferozmente alinhada com a hegemonia doutrinária nacional-benfiquista do desporto português, que sinistramente sobreviveu ao 25 de Abril, aproveitar-se durante horas a fio do dia mais triste do Sporting Clube de Portugal desde que um grupo de adeptos organizados do Sport Lisboa e Benfica conseguiu fazer entrar no Estádio Nacional (ainda hoje se pergunta como) um morteiro de sinalização marítima, artigo pirotécnico mortífero e o disparou contra a bancada do Sporting, matando um dos adeptos por evisceração e, caso não se recordem, com a maldade boçal que lhes é tradicional (desde que em 1919 invadiram o campo e brutalizaram jogadores do Sporting a pontapé, pedrada e com pistolas na mão, dando início à inimizade que perdura, recorrentemente reforçada por actos criminosos), continuaram o jogo, fizeram a festa e nunca pediram desculpa.

Segundo os opinadores oficiais do regime foi imperdoável que o presidente do Sporting Clube de Portugal reclamasse que o comportamento dos jogadores do Sporting em Madrid teve falta de profissionalismo apesar de isso mesmo ter sido notado e afirmado pela imprensa espanhola e apesar de os presidentes de FCP e SLB o terem feito no passado. Esses podem porque esses são os pilares do bom ambiente do futebol português. Mas no Sporting e vindo do odiado Bruno isso é uma clara afronta aos "artistas da bola", afronta que aparentemente destruiu o bom ambiente que se vivia no balneário do Sporting e a magnífica gestão técnica e física do seu catedrático.

Mais que isso, para esta gente que domina a comunicação-social, além das agressões de hooligans do Vitória de Guimarães aos seus jogadores ou das intimidações dos hooligans do FCP a árbitros (que aparentam ter dado bons frutos) não terem relevância mediática para os seus interesses, para esta gente, claramente Bruno de Carvalho estava a pedir nas entrelinhas que fosse a vez dos jogadores do Sporting Clube de Portugal levarem na tromba e, logo na semana mais importante da época, e logo serem violentados por hooligans descaracterizados (vulgo "casuals") que nos últimos jogos têm até sido dos poucos que lhe gritam "Bruno, c*b*ão, pede a demissão". Isto faz todo o sentido no manicómio nacional-benfiquista a céu aberto de que o país da comunicação-social está refém.

Hoje é dia 16 de Maio de 2018 e nem uma palavra sobre a destruição que as claques não-existentes do SLB fizeram em Setúbal e sobre transeuntes que lá espancaram no dia 7 de Abril último. Sobre o mais gigantesco escândalo de corrupção e monopólio criminal desportivos de que há memória e que deveria ser alvo de actualizações diárias também nada. É ainda de admirar até como o Diarreio da Manhã ou o Jornal (i)mundo ainda não tenham achado por entre as facas e bastões ensanguentados no chão da academia uma fotografia de Bruno de Carvalho.
 
A título de efeméride também ainda não foi recordado que os primeiros hooligans que entraram em Alcochete armados e que causaram danos de ordem diversa foram mesmo os acarinhados hooligans vermelhos no dia 27 de Junho de 2009. Isso não vai acontecer. Além disso, como é oficial, o SLB não tem claques nem hooligans.  Neste momento o importante é intoxicar o país até à exaustão e encorajar os jogadores verde-e-brancos a rescindir por "justa causa", de modo a dar um golpe brutal no Sporting, na eminência do SLB colapsar, posto que está a nu o gigantesco buraco e o monstruoso polvo vermelho. O gabinete de crise está a fazer horas extra, burning the midnight oil.

Intoxicar, intoxicar, intoxicar, até as pessoas acreditarem que um grupo de adeptos QUE DETESTA Bruno de Carvalho foi bater nos jogadores precisamente por incitamento deste. E eis que aqui em Portugal esta comunicação-social asquerosa injecta no público que o problema não são terroristas das bancadas que foram banidos de países como a Inglaterra, eles coitados não têm culpa, Inglaterra não deveria ter banido hooligans e casuals, o problema é Bruno de Carvalho dizer que os jogadores não foram profissionais. Como dizia o mestre da propaganda nacional-socialista, o importante é repetir mentiras até as pessoas as aceitarem como verdades.

Ainda mais normal para toda esta estirpe louca é uma pessoa ir ver a final da Taça no Jamor, ser morto à bomba e o Clube do Regime ter carta branca para continuar a jogar e fazer a festa mesmo com a saída em protesto do Presidente da República, e 22 anos depois, sem ainda haver qualquer pedido de desculpas à família de Rui Mendes, nem de FPF nem da maior máfia nacional, os adeptos desse clube protegido continuarem a gozar nos estádios e pavilhões afora, e, entretanto, já outro adepto sportinguista foi morto, desta feita por um carro que lhe passou várias vezes por cima, conduzido por um elemento duma dessas claques que não existe e nada disto ter mais que uns minutos de destaque. Para a comunicação-social do Regime bastam as brilhantes declarações do Estadista Vieira: "O SLB não tem claques" e pronto, não se fala mais disso. O cidadão italiano estava claramente a pedi-las ao ter um cachecol verde. Ah, e há culpa de Bruno de Carvalho, claro.

Já a culpa da ALEGADA podridão do futebol português essa é claramente de Bruno de Carvalho. Já se sabia que ele iria destruir o futebol em Portugal em 2013 e por isso as décadas do ALEGADO crime no futebol português dentro e fora dos estádios estão justificadas. Com a ostracização de Bruno de Carvalho e o retorno do Sporting aos parasitas que aceitavam ser humilhados em sacrifício da bom ambiente no futebol português e que quase levaram o clube à insolvência, extinção e refundação através de gestão danosa e peculato, vendendo a saldo terrenos do próprio clube a familiares e enchendo os bolsos de comissões, tudo voltará a ser maravilhoso.

Bruno de Carvalho tem destruído o bom ambiente que se vivia no futebol português ao mexer no ninho de vespas que estavam tão bem quietinhas a ALEGADAMENTE comprar clubes, jogos, jogadores, a pagar salários e direitos de preferência aos clubes que defrontariam na jornada seguintes, a formar árbitros vindos das suas não-claques através da sua Fundação, a comprar os restantes, a subverter a justiça e as instituições públicas.

Esse garoto maroto do Bruno de Carvalho até fez o Tondela finalmente não fingir que jogava na Luz na semana em que se soube que estavam na posse do Ministério Público provas inequívocas de jogadores comprados e jogos para perder no Tetra do Genial Professor de Educação Física, o tal Tetra que, segundo a comunicação-social foi ganho com o poder espiritual dos simpáticos adeptos encarnados que assim se uniram após as provocações do rival verde. Inferior rival que eles, privilegiados da nação, até estavam a pensar em deixar ganhar mas assim, magoados, foram todos "juntos" tomá-lo para si através da sua força de União Nacional, aquela força que fazia com que o Tondela com média de mais de 20 faltas por jogo chegasse ao estádio do clube-mãe e não conseguisse fazer-se à bola e, assombrado por toda esta União Nacional, fazia apenas 8 faltas em toda a partida, ou que acidentalmente permanecia na 1ª Liga após uma acidental troca de favores com SL Braga para não descer.

Tantos clubes ficaram siderados de tal maneira por este bom ambiente da força da União Nacional que, quando chegavam à Casa Quase-Oficial da Selecção (para a qual nós todos contribuímos), perdiam as forças ou mesmo a jogarem contra 10 na Madeira, isolados de frente para a baliza eram forçados a chutar a 40 metros de distância para a Câmara de Lobos por forças sobrenaturais da União Nacional.

Tudo degradado por este garoto aventureiro e a sua desestabilização do bom ambiente futebol nacional. Rui Santos, dixit ontem, até já pede a refundação do clube, um Sporting 2018? (talvez a começar do novo Campeonato de Portugal, não o antigo que dava o título de campeão nacional e deixou de dar vários anos depois, a pedido). Os croquettes e seus  amiguinhos, incluindo até ex-atletas, já afiam as facas.

Finalmente o país vai poder respirar de alívio quando esta gloriosa União Nacional conseguir obrigar os sócios do Sporting a não elegerem Bruno de Carvalho, lavagem cerebral após lavagem cerebral, propaganda fanática após propaganda fanática, convidando ad-nauseam a toda a hora e todo o dia, por cada sopro que Bruno de Carvalho exale, representantes dos cerca de 10% de aziados copiosamente derrotados de modo a usurpar a representação dos cerca de 90% que legitimaram este presidente, escamoteando todos os dias em horário nobre a recuperação impensável do Sporting que o presidente eleito e em exercício levou a cabo durante estes 5 anos e que inclui a construção do novo pavilhão, a recuperação do clube e das modalidades, a quadruplicação de sócios reais, a maior quotização de sempre e o maior número de títulos nacionais e internacionais alguma vez conseguido por ano. Bruno de Carvalho é o terror desta gente e, dizem eles, está a levar o Sporting à destruição, mas nunca o clube esteve tão apelativo ao retorno da Dinastia Croquette, mais ou menos encapuzada.

Amanhã, provavelmente descobrir-se-á que eu próprio paguei uma sandes de courato ao árbitro da final da Taça de Portugal em Futsal. Aliás, isto que eu acabei de escrever é prova irrefutável disso. "Corrupção (NÃO-ALEGADA) de membro de fórum sportinguista dá mais outro título ao Sporting".

Repetir, repetir e repetir até à exaustão que quem defender esta direcção é brunista, fanboy de Bruno de Carvalho. Humilhar ao máximo quem disser que está com esta direcção. Tudo tem valido, tudo vale, tudo valerá desde incitar os jogadores do Sporting a saírem do clube, se possível de graça e até humanizar os hooligans.

Domingo se o Sporting ganhar a taça, a pútrida CSNB intoxicará a opinião pública que é uma vitória dos jogadores contra Bruno e que tem de sair, se perder dirão que a derrota é só dele e que tem de sair. Se conseguirem incitar os jogadores ao boicote, será o Penta em esteróides.

Mexeram com os grandes e sinistros interesses. Mexeram com o ópio do povo.

O gabinete de crise está a carburar.

A luta é desigual mas voltar aos 18 anos que passaram entre 1995 e 2013, isso nunca.
 :arrow:
Simão, Quaresma, Moutinho, Liedson, Adrien e William Carvalho. Os anos passam e os erros são sempre os mesmos.
Eles estão num nível champions, com ligações alimentadas durante anos, muitos e muitos favores.

O maior exemplo tem sido a forma branda com que a CS tem reagido às notícias, quase semanais, de corrupção e tentativas de controlar a Justiça.
“There seems to be this snobbery around football that everyone has to play the most entertaining football" 
Gary Neville dixit
--> As mentiras desmascaradas da CS portuguesa:

- A de que os jogadores se recusaram a jogar Domingo

- A da suspensão do JJ e equipa técnica

- A de que os jogadores recusaram-se a falar com BdC e que ponderavam apresentar queixa-crime contra ele,

- A de que um elemento do staff foi esfaqueado,

- A de que a NOS tenta quebrar o acordo TV

-Bónus:

-  A "ainda não confirmada" que o Marcelo não se vai sentar na tribuna,

- A que "carece de confirmação" que os jogadores avançaram para rescisões por justa causa ou unilateralmente 

- O "alegadamente" Bruno Fernandes foi para o Porto

- E "apurado que" o Bas Dost quer ir embora imediatamente e nunca mais jogar em Portugal

- "Supostas" provas irrefutáveis de corrupção no andebol e futebol

Muito gente a se aproveitar desta situação com mentiras que geram audiências estrondosas, espero que sejam alvo de processos...algo de muito estranho se passa
"Queremos que o Sporting seja um grande Clube, tão grande quanto os maiores da Europa" − José Alvalade, 8 de Maio de 1906
A CS deste país é uma total vergonha
[smg id=67]
Bom post, devia ter mais publicidade pelos sportinguistas que entram em stress à mínima coisa que ouvem nas rádios...

Enviado do meu ALE-L21 através do Tapatalk

«Como infelizmente os sportinguistas continuam a emprenhar pela CMTV e CM e TVI, sou obrigada a acrescentar a este post o seguinte:

Varios sábios, que DEVEM SABER ALGO QUE EU NÃO SEI, disseram ontem nas TVs que os jogadores podiam rescindir com o SCP, como o Moita Flores, um criminalista decrépito, não-advogado, e o nosso conhecido desembargador Abrantes Mendes, bem conhecido anti-Bruno de Carvalho, cujo melhor amigo é Fernando Seara. Posto isto, o que o Código do Trabalho diz é que a entidade patronal tem que garantir a segurança dos trabalhadores e, se não o fizer, tal permite a rescisão com justa causa - mas... só se se provar que a entidade patronal actuou com dolo ou mera culpa... e é aqui que surge a deturpação dos tais comentadores. Se a seguranca ontem não tivesse sido mantida por facto imputável ao SCP por dolo ou negligência, os jogadores podiam rescindir.

Não foi o caso. A segurança em Alcochete é garantida contratualmenre por uma empresa que gere essas questões. Se houve incumprimento foi dessa empresa. Na minha opinião não houve, não foi sequer qualquer claque do SCP, foram os "casuals", que actuam à margem das claques, que actuaram numa dimensão imprevisível. Trata-se dum facto imprevisível na sua dimensão, não imputável ao SCP.

Quem é responsavel? O estado, o IPDJ (os casuals não são legalizados tal como os grupos organizados de adeptos do SLB...), as forças de segurança pública... OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL A COMEÇAR PELA CMTV!!!

Se há jogadores, até pelo comunicado de hoje, que se vão tentar aproveitar da situação? Claro que sim, se calhar os que mais devem ao SCP, arriscam se a que tudo acabe em tribunal e não possam ser inscritos noutro campeonato....

Como jurista e advogada responsável e com os dados vindos a público, não só não há dolo como não há negligência do SCP, já que todo o sistema normal de segurança estaria a funcionar.

Se havia suspeitas de ataque - que não havia - quem falhou foi a PSP \ GNR. NÃO HÁ MOTIVO PARA RESCINDIR COM JUSTA CAUSA POR PARTE DE NENHUM JOGADOR A NÃO SER A PRÓPRIA VONTADE. Juristas e advogados responsáveis não inventem mais SES!!!

P. S. Ficámos tambem hoje a saber que para o presidenre da AR, Ferro Rodrigues, há já um culpado: Bruno de Carvalho, e que há cidadãos de primeira, 2 jogadores feridos, e de segunda, os adeptos do SCP assassinados pelas claques do SLB. Onde estavam Ferro Rodrigues e Marcelo Rebelo de Sousa nessa altura? O que disseram? e fizeram???»

Elsa Tiago Judas

Advogada e Prof. Universidade, Doutorada em Direito Desportivo.
15 de Maio de 2018: CSNB Comunicação-Social Nacional-Benfiquista lambuza-se com o maior field-day de sempre contra o seu inimigo de estimação. «A culpa não é inteiramente dos criminosos, afinal Bruno de Carvalho é que provocou». Na lógica do "não há vítimas de violação, só mulheres que se puseram a jeito", esta foi a mensagem que a CSNB reiterou durante todo o dia de ontem e que faz parte da Operação Semana da Taça na contra-ofensiva ao Sporting Clube de Portugal.

Depois de largos meses de intoxicação da opinião pública, vem agora a comunicação-social portuguesa tradicional e ferozmente alinhada com a hegemonia doutrinária nacional-benfiquista do desporto português, que sinistramente sobreviveu ao 25 de Abril, aproveitar-se durante horas a fio do dia mais triste do Sporting Clube de Portugal desde que um grupo de adeptos organizados do Sport Lisboa e Benfica conseguiu fazer entrar no Estádio Nacional (ainda hoje se pergunta como) um morteiro de sinalização marítima, artigo pirotécnico mortífero e o disparou contra a bancada do Sporting, matando um dos adeptos por evisceração e, caso não se recordem, com a maldade boçal que lhes é tradicional (desde que em 1919 invadiram o campo e brutalizaram jogadores do Sporting a pontapé, pedrada e com pistolas na mão, dando início à inimizade que perdura, recorrentemente reforçada por actos criminosos), continuaram o jogo, fizeram a festa e nunca pediram desculpa.

Segundo os opinadores oficiais do regime foi imperdoável que o presidente do Sporting Clube de Portugal reclamasse que o comportamento dos jogadores do Sporting em Madrid teve falta de profissionalismo apesar de isso mesmo ter sido notado e afirmado pela imprensa espanhola e apesar de os presidentes de FCP e SLB o terem feito no passado. Esses podem porque esses são os pilares do bom ambiente do futebol português. Mas no Sporting e vindo do odiado Bruno isso é uma clara afronta aos "artistas da bola", afronta que aparentemente destruiu o bom ambiente que se vivia no balneário do Sporting e a magnífica gestão técnica e física do seu catedrático.

Mais que isso, para esta gente que domina a comunicação-social, além das agressões de hooligans do Vitória de Guimarães aos seus jogadores ou das intimidações dos hooligans do FCP a árbitros (que aparentam ter dado bons frutos) não terem relevância mediática para os seus interesses, para esta gente, claramente Bruno de Carvalho estava a pedir nas entrelinhas que fosse a vez dos jogadores do Sporting Clube de Portugal levarem na tromba e, logo na semana mais importante da época, e logo serem violentados por hooligans descaracterizados (vulgo "casuals") que nos últimos jogos têm até sido dos poucos que lhe gritam "Bruno, c*b*ão, pede a demissão". Isto faz todo o sentido no manicómio nacional-benfiquista a céu aberto de que o país da comunicação-social está refém.

Hoje é dia 16 de Maio de 2018 e nem uma palavra sobre a destruição que as claques não-existentes do SLB fizeram em Setúbal e sobre transeuntes que lá espancaram no dia 7 de Abril último. Sobre o mais gigantesco escândalo de corrupção e monopólio criminal desportivos de que há memória e que deveria ser alvo de actualizações diárias também nada. É ainda de admirar até como o Diarreio da Manhã ou o Jornal (i)mundo ainda não tenham achado por entre as facas e bastões ensanguentados no chão da academia uma fotografia de Bruno de Carvalho.
 
A título de efeméride também ainda não foi recordado que os primeiros hooligans que entraram em Alcochete armados e que causaram danos de ordem diversa foram mesmo os acarinhados hooligans vermelhos no dia 27 de Junho de 2009. Isso não vai acontecer. Além disso, como é oficial, o SLB não tem claques nem hooligans.  Neste momento o importante é intoxicar o país até à exaustão e encorajar os jogadores verde-e-brancos a rescindir por "justa causa", de modo a dar um golpe brutal no Sporting, na eminência do SLB colapsar, posto que está a nu o gigantesco buraco e o monstruoso polvo vermelho. O gabinete de crise está a fazer horas extra, burning the midnight oil.

Intoxicar, intoxicar, intoxicar, até as pessoas acreditarem que um grupo de adeptos QUE DETESTA Bruno de Carvalho foi bater nos jogadores precisamente por incitamento deste. E eis que aqui em Portugal esta comunicação-social asquerosa injecta no público que o problema não são terroristas das bancadas que foram banidos de países como a Inglaterra, eles coitados não têm culpa, Inglaterra não deveria ter banido hooligans e casuals, o problema é Bruno de Carvalho dizer que os jogadores não foram profissionais. Como dizia o mestre da propaganda nacional-socialista, o importante é repetir mentiras até as pessoas as aceitarem como verdades.

Ainda mais normal para toda esta estirpe louca é uma pessoa ir ver a final da Taça no Jamor, ser morto à bomba e o Clube do Regime ter carta branca para continuar a jogar e fazer a festa mesmo com a saída em protesto do Presidente da República, e 22 anos depois, sem ainda haver qualquer pedido de desculpas à família de Rui Mendes, nem de FPF nem da maior máfia nacional, os adeptos desse clube protegido continuarem a gozar nos estádios e pavilhões afora, e, entretanto, já outro adepto sportinguista foi morto, desta feita por um carro que lhe passou várias vezes por cima, conduzido por um elemento duma dessas claques que não existe e nada disto ter mais que uns minutos de destaque. Para a comunicação-social do Regime bastam as brilhantes declarações do Estadista Vieira: "O SLB não tem claques" e pronto, não se fala mais disso. O cidadão italiano estava claramente a pedi-las ao ter um cachecol verde. Ah, e há culpa de Bruno de Carvalho, claro.

Já a culpa da ALEGADA podridão do futebol português essa é claramente de Bruno de Carvalho. Já se sabia que ele iria destruir o futebol em Portugal em 2013 e por isso as décadas do ALEGADO crime no futebol português dentro e fora dos estádios estão justificadas. Com a ostracização de Bruno de Carvalho e o retorno do Sporting aos parasitas que aceitavam ser humilhados em sacrifício da bom ambiente no futebol português e que quase levaram o clube à insolvência, extinção e refundação através de gestão danosa e peculato, vendendo a saldo terrenos do próprio clube a familiares e enchendo os bolsos de comissões, tudo voltará a ser maravilhoso.

Bruno de Carvalho tem destruído o bom ambiente que se vivia no futebol português ao mexer no ninho de vespas que estavam tão bem quietinhas a ALEGADAMENTE comprar clubes, jogos, jogadores, a pagar salários e direitos de preferência aos clubes que defrontariam na jornada seguintes, a formar árbitros vindos das suas não-claques através da sua Fundação, a comprar os restantes, a subverter a justiça e as instituições públicas.

Esse garoto maroto do Bruno de Carvalho até fez o Tondela finalmente não fingir que jogava na Luz na semana em que se soube que estavam na posse do Ministério Público provas inequívocas de jogadores comprados e jogos para perder no Tetra do Genial Professor de Educação Física, o tal Tetra que, segundo a comunicação-social foi ganho com o poder espiritual dos simpáticos adeptos encarnados que assim se uniram após as provocações do rival verde. Inferior rival que eles, privilegiados da nação, até estavam a pensar em deixar ganhar mas assim, magoados, foram todos "juntos" tomá-lo para si através da sua força de União Nacional, aquela força que fazia com que o Tondela com média de mais de 20 faltas por jogo chegasse ao estádio do clube-mãe e não conseguisse fazer-se à bola e, assombrado por toda esta União Nacional, fazia apenas 8 faltas em toda a partida, ou que acidentalmente permanecia na 1ª Liga após uma acidental troca de favores com SL Braga para não descer.

Tantos clubes ficaram siderados de tal maneira por este bom ambiente da força da União Nacional que, quando chegavam à Casa Quase-Oficial da Selecção (para a qual nós todos contribuímos), perdiam as forças ou mesmo a jogarem contra 10 na Madeira, isolados de frente para a baliza eram forçados a chutar a 40 metros de distância para a Câmara de Lobos por forças sobrenaturais da União Nacional.

Tudo degradado por este garoto aventureiro e a sua desestabilização do bom ambiente futebol nacional. Rui Santos, dixit ontem, até já pede a refundação do clube, um Sporting 2018? (talvez a começar do novo Campeonato de Portugal, não o antigo que dava o título de campeão nacional e deixou de dar vários anos depois, a pedido). Os croquettes e seus  amiguinhos, incluindo até ex-atletas, já afiam as facas.

Finalmente o país vai poder respirar de alívio quando esta gloriosa União Nacional conseguir obrigar os sócios do Sporting a não elegerem Bruno de Carvalho, lavagem cerebral após lavagem cerebral, propaganda fanática após propaganda fanática, convidando ad-nauseam a toda a hora e todo o dia, por cada sopro que Bruno de Carvalho exale, representantes dos cerca de 10% de aziados copiosamente derrotados de modo a usurpar a representação dos cerca de 90% que legitimaram este presidente, escamoteando todos os dias em horário nobre a recuperação impensável do Sporting que o presidente eleito e em exercício levou a cabo durante estes 5 anos e que inclui a construção do novo pavilhão, a recuperação do clube e das modalidades, a quadruplicação de sócios reais, a maior quotização de sempre e o maior número de títulos nacionais e internacionais alguma vez conseguido por ano. Bruno de Carvalho é o terror desta gente e, dizem eles, está a levar o Sporting à destruição, mas nunca o clube esteve tão apelativo ao retorno da Dinastia Croquette, mais ou menos encapuzada.

Amanhã, provavelmente descobrir-se-á que eu próprio paguei uma sandes de courato ao árbitro da final da Taça de Portugal em Futsal. Aliás, isto que eu acabei de escrever é prova irrefutável disso. "Corrupção (NÃO-ALEGADA) de membro de fórum sportinguista dá mais outro título ao Sporting".

Repetir, repetir e repetir até à exaustão que quem defender esta direcção é brunista, fanboy de Bruno de Carvalho. Humilhar ao máximo quem disser que está com esta direcção. Tudo tem valido, tudo vale, tudo valerá desde incitar os jogadores do Sporting a saírem do clube, se possível de graça e até humanizar os hooligans.

Domingo se o Sporting ganhar a taça, a pútrida CSNB intoxicará a opinião pública que é uma vitória dos jogadores contra Bruno e que tem de sair, se perder dirão que a derrota é só dele e que tem de sair. Se conseguirem incitar os jogadores ao boicote, será o Penta em esteróides.

Mexeram com os grandes e sinistros interesses. Mexeram com o ópio do povo.

O gabinete de crise está a carburar.

A luta é desigual mas voltar aos 18 anos que passaram entre 1995 e 2013, isso nunca.

   Independentemente das nossas divergências e diferenças noutros temas sobre outros elementos ou situações, só posso dar-te os parabéns pelo teu texto magistral, o qual além de ser soberbo, revela vontade e espontaneidade total na defesa do Sporting.

   Nesta estamos 100% juntos. :arrow:
Rui Trindade: "Isto aqui não é a operação lava-jacto, isto é mas é a operação lava-porta-aviões"
HULK VERDE: "Isto já não é a operação lava-porta-aviões, mais parece a operação lava-estação-espacial..."
Rui Trindade: "Certo, certo é que a operação planeada por lampiões, croquetes e comunicação social, denominada é-rato de esgoto, conseguiu abafar a operação e-toupeira."

   Onde andavam eles todos, políticos, dirigentes do futebol, os aproveitadores, com a orquestra da comunicação social, os opinadores, comentadeiros, jornaleiros, paineleiros, cartilheiros, a pedir as cabeças dos dirigentes de Benfica e Porto?

   É que é mais habitual acontecerem episódios destes nos jogos entre si, do que não acontecer nada. Recordar é viver, lembrem-se bem de todos os episódios de violência e de "assobios para o lado" consequentes de toda esta gente que agora quer a cabeça do presidente do Sporting servida numa bandeja, a respeito dos clubes rivais?

   As invasões de claque do FCP ao centro de estágio dos árbitros, as confusões e tumultos constantes nos estádios onde jogava o SLB, provocados pelos seus "conjuntos organizados de adeptos", e todos os episódios de violência gratuita na última época, na anterior, e nas mais recentes.

   Porque é que esses políticos e esses agentes desportivos nunca pediram a cabeça desses dirigentes, em campanhas desestabilizadoras e persecutórias de calúnia e mal-dizer, horas e horas a fio? Será porque estão enquistados no poder, verdadeiros "excelentíssimos dinossauros"?
« Última modificação: Maio 17, 2018, 04:18 am por HULK VERDE »
Rui Trindade: "Isto aqui não é a operação lava-jacto, isto é mas é a operação lava-porta-aviões"
HULK VERDE: "Isto já não é a operação lava-porta-aviões, mais parece a operação lava-estação-espacial..."
Rui Trindade: "Certo, certo é que a operação planeada por lampiões, croquetes e comunicação social, denominada é-rato de esgoto, conseguiu abafar a operação e-toupeira."
Eles estão num nível champions, com ligações alimentadas durante anos, muitos e muitos favores.

O maior exemplo tem sido a forma branda com que a CS tem reagido às notícias, quase semanais, de corrupção e tentativas de controlar a Justiça.

A não ser, claro está, que essas supostas notícias relacionem o Sporting. Aí já é tudo verdade, capa de jornal e uma vergonha nacional. É somente risível, a maneira como estes gentios tentam fazer de conta que isto lhes vai valer de algo, a longo prazo.

Não ponho as mãos no fogo por ninguém, mas isto de relacionar o Aves (sabido benfica C da primeira liga) tem muito que se lhe diga... então o Sporting ia pagar a jogadores de uma equipa recém subida para ganhar? Então mas isto faz algum tipo de sentido? Esta não tenho dúvidas nenhumas que é encomendada, e os responsáveis terão que ser chamados à justiça. Esperemos que no final se desmascare tudo e se possam apurar os reais factos desta pseudo-situação criada para dar ao benfica C alguma hipótese de ganhar a Taça de Portugal.


Enviado do meu iPhone usando o Tapatalk
Um Leão
Só Baixa A Cabeça
Para Beijar O Símbolo
Que Traz Ao Peito.
           
Esforço, Dedicação,
Devoção e Glória.
Eis o Sporting
Clube de Portugal!
            O SPORTING É NOSSO
Obrigado por teres aberto esta thread. A Resistência começa aqui. A mão de porco rabolha a empurrar a croquettagem é Clara. A disparidade de tratamento existe desde sempre mas e a «coincidência» do jogador mais maltratado ter sido o nosso melhor marcador, pouco antes de uma Final? Espero que as figurinhas só agora palrantes recebam o maior enxovalho das suas carreiras públicas no Jamor, sob forma de coros de insultos, audíveis na transmissão.
VIVA O Sporting. Até ao FIM.
... thoughts strung together, so dreadfully dull and plodding... like some glacially moving freight train of suck! My god. That's what must be like to be like him:

http://www.ionline.pt/conteudo/6071-jose-eduardo-bettencourt---o-catolico-da-alta-financa-que-sonhava-ser-presidente
:clap: :clap: :clap:

Enviado do meu ONEPLUS A3003 através do Tapatalk

«Honra, sua, luta, acredita. Somos o Sporting. O Clube de Portugal!»
Para os rabolhos, pasquineiros, infiltrados e publico em geral que visita este thread:

De peito aberto, desafio-os.

Vá, mandem-nos para a segunda divisao. Atrevam-se.

Vá, demitam o Bruno de Carvalho. Mais carvão nisso.

Vá, manipulem tudo e mais alguma coisa para destruir o Sporting. Tentem-no, seus cobardes sem espinha.

Vamos, cometam a ignóbil tarefa de descer o Sporting e manter o carnide na primeira liga. Força nisso, ratos de esgoto.

Avancem, coloquem-nos toda a lama em cima, mesmo que proveniente dos mais delirantes quadrantes da vossa conspurcada tirania. Tentem por todos os meios arrastar-nos para a fossa séptica onde vivem.

Acusem-nos de todos os crimes possíveis e imaginários, reflectindo em nós a vossa forma conspurcada de estar no desporto e na sociedade.

Vá, policias, juízes, toupeiras e espioes, venham e prendam-nos todos. Sejam subservientes até ao fim aqueles a quem cegamente obedecem.

Vamos jornalistas rascas, comentadeiros e experts da opinião publica. Destilem todo o vosso veneno naquilo que odeiam que é a imagem de um Sporting renascido e vencedor. Repitam a cartilha até 'a exaustao, quais meretrizes intelectuais, masturbando-se despudoradamente perante a opinião publica.

Força tachistas e sanguessugas "sportingadas". Esfreguem as maos, delirem e extasiem-se perante o resultado da vossa cooperação com os nossos detractores. Afiem os dentes, avidos do pensamento mais ou menos longínquo de voltar ao hospedeiro que tanto ambicionam.

Atormentem-nos, aterrorizem-nos, tentei nos derrotar. Prossigam até ao infinito a vossa obsessiva missao de abater o leao.

Castiguem-nos com a descida de divisao, libertem os jogadores todos e mandem a direcção para a rua ou para a prisão.

Coloquem-nos de joelhos...

Façam o que quiserem mas tenham a certeza de algo inevitável...

O Sporting vai-se reerguer

O Sporting vai voltar

O Sporting vai vencer


Where ever you will be, whatever position you will have, whatever place you will be hidding, whatever strenght you think you have, whatever power you may hold...

We will be coming for you...





Minoritariamente...pelo verdadeiro Sporting!

www.facebook.com/The-Hanging-Man-1733378720009340/
O Sporting nunca teve o plantel tão valorizado como hoje. Já vai em mais de 300 milhões
Para os rabolhos, pasquineiros, infiltrados e publico em geral que visita este thread:

De peito aberto, desafio-os.

Vá, mandem-nos para a segunda divisao. Atrevam-se.

Vá, demitam o Bruno de Carvalho. Mais carvão nisso.

Vá, manipulem tudo e mais alguma coisa para destruir o Sporting. Tentem-no, seus cobardes sem espinha.

Vamos, cometam a ignóbil tarefa de descer o Sporting e manter o carnide na primeira liga. Força nisso, ratos de esgoto.

Avancem, coloquem-nos toda a lama em cima, mesmo que proveniente dos mais delirantes quadrantes da vossa conspurcada tirania. Tentem por todos os meios arrastar-nos para a fossa séptica onde vivem.

Acusem-nos de todos os crimes possíveis e imaginários, reflectindo em nós a vossa forma conspurcada de estar no desporto e na sociedade.

Vá, policias, juízes, toupeiras e espioes, venham e prendam-nos todos. Sejam subservientes até ao fim aqueles a quem cegamente obedecem.

Vamos jornalistas rascas, comentadeiros e experts da opinião publica. Destilem todo o vosso veneno naquilo que odeiam que é a imagem de um Sporting renascido e vencedor. Repitam a cartilha até 'a exaustao, quais meretrizes intelectuais, masturbando-se despudoradamente perante a opinião publica.

Força tachistas e sanguessugas "sportingadas". Esfreguem as maos, delirem e extasiem-se perante o resultado da vossa cooperação com os nossos detractores. Afiem os dentes, avidos do pensamento mais ou menos longínquo de voltar ao hospedeiro que tanto ambicionam.

Atormentem-nos, aterrorizem-nos, tentei nos derrotar. Prossigam até ao infinito a vossa obsessiva missao de abater o leao.

Castiguem-nos com a descida de divisao, libertem os jogadores todos e mandem a direcção para a rua ou para a prisão.

Coloquem-nos de joelhos...

Façam o que quiserem mas tenham a certeza de algo inevitável...

O Sporting vai-se reerguer

O Sporting vai voltar

O Sporting vai vencer


Where ever you will be, whatever position you will have, whatever place you will be hidding, whatever strenght you think you have, whatever power you may hold...

We will be coming for you...







 :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap:

Excelente texto.
@Viridis e @SCP Always, mas o que se está a passar não é nada disso. Os jogadores e equipa técnica não vão avançar com essa tese. Eu até, ainda ontem, defendia que deveria logo o Sporting ter sido mais explicito no seu comunicado e colocado a empresa de segurança (de Alvalade e de Alcochete) em cheque, dizendo algo do tipo "procuramos desde já averiguar em que condições foi ultrapassada a segurança na Academia e como entraram esses indivíduos nas instalações".

Mas nem vão entrar por aí (jogadores). A tese é que o Presidente foi o autor moral (ou até o mandante) de tal grupo. E está tudo cozinhado para que essa ideia seja aceite. Não só os jogadores a apresentarão, como têm inúmeras figuras leoninas a apoiar. Ainda hoje o Futre mete uma valente dose de lenha na fogueira com as suas declarações.

Seja verdade ou não e eu não quero acreditar que seja, a ideia de que estes actos foram perpetrados graças ao clima de incitamento, implícito ou explicito, de violência e conflito com os jogadores vai passar. Inclusive, para combater a ideia de que durante 5 anos nada aconteceu, já temos a tese que nos últimos seis meses o homem descompensou. E não sei quantos ex comissão de honra a atestar isso mesmo.

Isto é o que dá ser-se mais corajoso que esperto.
“A lot of football success is in the mind. You must believe you are the best and then make sure that you are.” - Bill Shankly
Por acaso vi o Futre a fazer o papelote de intermediário de Rui Patrício.

Esta gente não tem nem escrúpulos nem limites nem vergonha.
Viridis, este rewind foi fenomenal e só tenho uma palavra: OBRIGADO!  :venia:

Se foste pago para o fazer, garantidamente foi barato, e o outro da insinuação... Até de borla as palavras dele são caras. :cartao: