Cuidado ao comprarem um computador!

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Já todos vocês devem ter ouvido falar numa casa de informática que se chama CHIP7. São conhecidos por venderem computadores com "garantia vitalícia". Esta garantia resume-se a que durante o período de vida do PC vendido pela casa, o cliente não terá de suportar a troca de um qualquer componente que se avarie (disco, memória, processador, etc.), ficando esse encargo por conta da CHIP7. Aparentemente interessante, mas será mesmo assim?

A história que eu tenho para vos contar é extremamente simples:

Eu estou a dar assistência técnica a um familiar meu que tinha um computador comprado nessa loja e que já de há alguns dias a esta parte, vinha mostrando sinais de se encontrar "doente", pois desligava-se ao fim de 10-15 segundos após ter sido ligado. Quando fui ver o que se passava, ao ligar o PC, começam a sair faíscas das traseiras da fonte de alimentação e decidimos logo levá-lo à CHIP7, por causa da tal garantia vitalícia. Entretanto, quis o bom senso que eu colocasse um "post-it" amarelo no PC a explicar o que se tinha passado e a pedir cuidado para não ligarem o cabo de alimentação do PC sem desligarem as várias ligações internas aos componentes, não fossem eles estourarem todos devido à evidência de curto-circuito na fonte de alimentação.

Três dias mais tarde, telefonam-me a informar que a esmagadora maioria dos componentes do PC estavam queimados e que devido a um "pico de corrente", vários componentes tinham sido danificados, logo, a garantia não cobria essa situação.

Para mim, estes indivíduos não são honestos nem utilizam lisura de processo no trato com os clientes, porque afinal chegamos à conclusão que a tal garantia vitalícia não é uma segurança para o cliente, mas sim um chamariz para atraír esses mesmos clientes. Não houve nem nunca poderia haver um pico de corrente da rede, porque como eu tinha deixado bem explícito no "post-it" colado ao PC, a fonte alimentação soltava faíscas quando eu ligava o cabo de corrente. Se houve um "pico de corrente", ele só pode ter sido provocado pelo curto-circuito da fonte. O problema aqui é só um: se a CHIP7 se responsabilizasse pela avaria (curto-circuito) da fonte de alimentação, teria do mesmo modo que se responsabilizar por todos os outros componentes que foram danificados. Ou seja, se houver lugar à substituição de um componentezeco, não há qualquer problema; se for necessário substituir vários, dá-se a desculpa do tal "pico de corrente" e assim evita-se o accionamento da tal... "garantia vitalícia". Para mim, estes indivíduos deixaram de existir.

É assim em Portugal...  :evil:
As mulheres são como as piscinas: o seu custo de manutenção é muito elevado e não é compensado pelo tempo que passamos dentro delas.

Um homem é como um soalho flutuante: se for bem montado, pode ser pisado durante mais de 30 anos.
Realmente é no minímo merdoso o procedimento deles nesse caso.
 Eu pessoalmente não tenho queixa nenhuma deles e já lá comprei muitas coisas,um computador inclusive.
 O unico problema que tive foi com a gráfica que deu o berro.
 Levei lá o pc e como estava na garantia trocaram-me por outra.
Pois eu trabalho numa empresa de Informática "concorrente" da chip7, e isso é normal acontecer!

A Chip7 hoje em dia já não é loja de bairro e como tal as grandes promoções vêm de uma central e cabe a cada loja individual cumprir essas indicações ... o que fica tremendamente dificil de se controlar!

Este tipo de lojas aposta no cliente que não é conhecedor de informática .. tal como os grandes centros: worten / Vobis / Fnac , etc...

é Grande retalho .. ou seja vender até dizer chega .. e depois o resto logo se vê!

Quem conhece e sabe, não se desloca a esse tipo de lojas .. a não ser para comprar produtos tipo impressoras, tec.. que não têm ciência alguma!
Saudações Leoninas
conselho paralelo a esta história:

usar sempre fichas de controle de corrente em tudo o que é electrodomésticos que vos custaram a pagar. Assim por um lado evitam o problema dos "picos" e retiram razão a CHIPS7.
É evidente que foi a fonte de alimentação que derreteu os componentes e não houve cá pico de corrente nenhum. Isso é paleio...

As fontes de alimentação dão o estouro e levam tudo à frente. Isso acontece muito com fontes baratas e sem qualquer tipo de protecção. Se abrirmos essas fontes acabamos por ver 1 ou 2 condensadores completamente desintegrados e o transformador torradinho. Isso deve-se mesmo à má qualidade de alguns dos componentes da fonte. Não há como evitar que aquilo rebente tudo. Pelos vistos no caso presente até podiam ter evitado, mas se calhar o post-it caiu...  :?

Curiosamente isso aconteceu-me com 2 computadores que tinha comprado há coisa de 1 mês. Acabei por levar os dois PC's ao fornecedor que tb veio com a conversa do "pico de corrente". Por mero acaso, quando estava no fornecedor a tratar deste assunto, entrou outro PC com os mesmos sintomas e não pude deixar de reparar que era da mesma série dos meus. Ou seja, uma série de fontes ranhosas que eles aplicaram nos PC's e que estavam a derreter com tudo. Ao contrário desta, não houve faiscas nem outro aviso qualquer. Pura e simplesmente rebentaram com grande estrondo. Ainda perguntaram, em desespero, se os PC's estavam ligados a tomadas com polo de terra... hehehe

Material queimado nos 2 PC's: Motherboard, DIMM's, HDD, Leitor de DVD, Gráfica e Processador. Para além da própria fonte, naturalmente. Salvaram-se as drives de disquetes :)

Depois de 1 semana, fui buscar 2 computadores novinhos em folha, curiosamente montados já com fontes da Codegen. 8) A casa era uma empresa ainda pequena que se dedicava tanto à revenda como à venda directa e que na altura ainda tinham um tratamento muito próximo com os clientes.

Devemos fugir das empresas de vão de escada, mas as lojas de grande consumo tb não são as mais aconselhadas, a não ser que se opte por maquinas de marca, onde a assistência técnica é prestada directamente pelo fabricante. Ainda assim tenho umas histórias menos felizes com algumas marcas conceituadas, mas isso são outros quinhentos... :)
Com o Sporting e sempre pelo Sporting. Sempre !!
Estou surpreendido com esse comportamento da CHIP7.

Sou lá cliente, comprei lá os componentes com que montei o meu PC e no meu trabalho sempre que percisamos de Hardware compramos lá. Normalmente na loja de Benfica e até hoje nunca tive razão de queixa.
Citação de: "Mauras"
conselho paralelo a esta história:

usar sempre fichas de controle de corrente em tudo o que é electrodomésticos que vos custaram a pagar. Assim por um lado evitam o problema dos "picos" e retiram razão a CHIPS7.

O problema não é esse, Mauras. A CHIP7 pura e simplesmente está-se marimbando se usamos tomadas protegidas ou não; o busílis da questão aqui é quando abrem uma máquina e vêem uma série enorme de componentes "nas couves", a causa é sempre "um pico de corrente" pelo simples facto de não se quererem responsabilizar pela substituição de um conjunto de componentes que lhes iria sair bastante caro. Eles nem sequer querem saber se usamos tomadas contra picos de corrente ou não, pois essa justificação para eles é tão válida como o aviso que eu deixei de que a fonte estava a faiscar.

Eu preferia que eles me tivessem dito na cara que sim senhor, que a fonte apresentava indícios de curto-circuito, mas que não se responsabilizavam pela reparação do PC. Fazerem-me passar por parvo é que não.  :x
As mulheres são como as piscinas: o seu custo de manutenção é muito elevado e não é compensado pelo tempo que passamos dentro delas.

Um homem é como um soalho flutuante: se for bem montado, pode ser pisado durante mais de 30 anos.
Citação de: "Nuno Lapa"
Estou surpreendido com esse comportamento da CHIP7.

Sou lá cliente, comprei lá os componentes com que montei o meu PC e no meu trabalho sempre que percisamos de Hardware compramos lá. Normalmente na loja de Benfica e até hoje nunca tive razão de queixa.

Pois isto passou-se precisamente nessa loja.  :?
As mulheres são como as piscinas: o seu custo de manutenção é muito elevado e não é compensado pelo tempo que passamos dentro delas.

Um homem é como um soalho flutuante: se for bem montado, pode ser pisado durante mais de 30 anos.
Citação de: "António Pinto"
Curiosamente isso aconteceu-me com 2 computadores que tinha comprado há coisa de 1 mês. Acabei por levar os dois PC's ao fornecedor que tb veio com a conversa do "pico de corrente". Por mero acaso, quando estava no fornecedor a tratar deste assunto, entrou outro PC com os mesmos sintomas e não pude deixar de reparar que era da mesma série dos meus. Ou seja, uma série de fontes ranhosas que eles aplicaram nos PC's e que estavam a derreter com tudo. Ao contrário desta, não houve faiscas nem outro aviso qualquer. Pura e simplesmente rebentaram com grande estrondo. Ainda perguntaram, em desespero, se os PC's estavam ligados a tomadas com polo de terra... hehehe

Quando o chão lhes começava a faltar e a argumentação era já escassa, chegaram mesmo ao ponto de atribuir-me a responsabilidade de ter induzido o tal pico ao ter ligado o cabo de alimentação sem ter desligado o botão de protecção, ao que eu lhes respondi:

"Ouça: eu não nasci ontem nem ando a comer gelados com a testa. O botão de protecção só existe nas fontes ATX mais recentes e a sua inexistência nunca causou pico de corrente algum. Eu também monto PC's e sei o que estou a dizer. Se quiser, vamos lá dentro onde vocês têm as máquinas a arranjar e eu ligo e desligo o cabo de alimentação de corrente a todos os PC's com o botão de protecção da fonte ligado e as vezes que vocês quiserem e depois comprometo-me a pagar todo o estrago que entretanto tenha feito. Escusado será dizer que para além de não terem aceite, mudaram logo de assunto e de argumentação.

Trabalho para uma empresa que lhes comprou 7 ou 8 PC's, tendo o mais antigo, cerca de 5 anos. Só 2 é que ainda não se avariaram e 1 deles, inclusive, já lá foi a reparar 2 vezes.

São uns vigaristas e para mim acabaram.  :evil:
As mulheres são como as piscinas: o seu custo de manutenção é muito elevado e não é compensado pelo tempo que passamos dentro delas.

Um homem é como um soalho flutuante: se for bem montado, pode ser pisado durante mais de 30 anos.