Campeonato da Europa Feminino - UEFA Women's EURO 2017

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

O jogo pede a entrada da Matilde, seja para a direita ou esquerda. O que é preciso é que a Dolores vá para a posição dela fazer tampão.
A equipa está montada de maneira a ver se não levamos muitos.
Total de utilizadores ignorados: 44
A Central do braguinha enterra pouco.
Total de utilizadores ignorados: 44
f***-** quem é aquela defesa que falha os cabeceamentos todos  :-\ ?
Esta Silvia joga muito .

Saltar é mentira.
Sócio 20.332

Desde 1991

23-03-2013 -> O REERGUER DO SPORTING!
Ver se isto não passa dos 3, mas vai ser difícil.
Outra vez a Silvia. Ficou a marcar fantasmas e deixou duas nas costas.

Enviado do meu PLK-L01 através de Tapatalk

A Silvia é má que doi  :wall:
A Sílvia Rebelo é um passador!
Silvia tem que ficar no braga muitas épocas, Patrícia tirando um ou outro soco mal direcionado está bastante bem.
Derrota justíssima ao intervalo. A superioridade da Espanha não explica tudo... :menos:
Terá de tirar a Susane e entrar a Matilde, seja para a esquerda ou indo a Ana Borges para lá. A Dolores tem de ir para o lado da Tatiana. Ao tirar a Susane, é meter a Norton do lado esquerdo, saindo a Ana Leite. A Diana descaia para a direita e a Vanessa iria para AC.
Qual é a lógica de deixar a Mónica Mendes no banco para jogar a Sílvia Rebelo?
Qual é a lógica de deixar a Mónica Mendes no banco para jogar a Sílvia Rebelo?
Normalmente dupla é esta. Mas se calhar deveria jogar a Monica Mendes.
Agora o meio campo que dá alguma esperança, é Dolores, Claudia, não é Tatiana, Cláudia nem Tatiana, Vanessa. Não cabe na cabeça de ningém que a nossa melhor MD JOGUE A le.
Na minha opinião neste tipo de jogos em que não temos bola a Diana tem de PL lá na frente a explorar as costas. Não faz sentido estar tão atrás, muitas vezes é uma segunda lateral.

PS-Acho que agora finalmente está mais na frente.
As espanholas são mais jeitosas.
Grande exibição da Patrícia.
Resultado natural, atendendo à enorme diferença entre as duas selecções...
Citar
Selecção perde na estreia no Europeu feminino
Equipa portuguesa batida pela Espanha (2-0).

O primeiro jogo da história da selecção portuguesa em fases finais do Campeonato da Europa saldou-se por uma derrota (2-0) perante a Espanha. Foi uma repetição do que já tinha acontecido durante a fase de qualificação para o Euro 2017, em que os dois encontros ibéricos terminaram com triunfo espanhol.

Já se sabia que as dificuldades seriam grandes e, como se esperava, a Espanha dominou a partida praticamente do princípio ao fim. Vicky Losada inaugurou o marcador aos 23’, escapando à vigilância de Sílvia Rebelo para receber o lançamento comprido de Andrea Pereira. Losada dominou a bola com um pé e rematou com o outro, sem dar hipóteses à guarda-redes portuguesa.

O 2-0 para a Espanha surgiu ainda antes do intervalo: Mariona Caldentey fez o cruzamento e Amanda Sampedro, sem oposição, cabeceou entre as centrais portuguesas para o segundo golo.

A equipa orientada por Francisco Neto melhorou ligeiramente na segunda parte e aos 55’ viu-se o primeiro remate português: Cláudia Neto disparou à entrada da área espanhola, mas ao lado da baliza. Carolina Mendes teve nos pés o golo de honra de Portugal, mas em excelente posição não conseguiu fazer o remate (79’), após boa assistência de Diana Silva.

Mesmo a jogar num ritmo mais baixo, a Espanha ainda criou um par de situações de golo, mas que a guarda-redes Patrícia Morais resolveu: opôs-se ao remate de longe de Vicky Losada (73’) e desviou o tiro de María Paz (83’).

Inglaterra e Escócia, as outras equipas do Grupo D, defrontam-se ainda nesta quarta-feira. N segunda jornada da fase de grupos do Euro 2017 a selecção portuguesa defronta as escocesas.

O Público