A Formação do Sporting - Tópico Geral

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

4-3-3 na formação, é esta a matriz.

A equipa B não é formação e não deveria ser encarada como tal. Por isso, e muito bem, há que enquadrá-la com a equipa A. Se a equipa A tem um projecto assente em 4-4-2, pois que se rotine a rapaziada nesse sentido.
Eu vejo a B como equipa de formação, e acho que devia seguir exactamente o mesmo sistema.

E sempre em 4x3x3, claro. Porque é a disposição que cobre mais posições e mais características individuais.
"If God had meant football to be played in the air, he would have put grass in the sky" - Brian Clough

“Quando treinava o Saragoça, um jogador veio ter comigo no início da época e disse-me, todo contente: ‘Mister, estou melhor do que nunca fisicamente.’ Olhei para ele e respondi-lhe: ‘Isso é a pior notícia que me podias dar. Agora vais estar em mais sítios errados mais vezes, c*****.’” - Juan Manuel Lillo
Como já disse no post da planificação da Equipa B, podemos jogar perfeitamente em 4-3-3 e manter ideias gerais e comportamentos da equipa A, tanto com bola como sem ela.
A direcção tinha o objectivo de colocar o mesmo sistema a ser trabalhado dos iniciados até aos seniores. Assim como tinha o objectivo de ter um grupo de trabalho encarregue da questão física dos atletas, uma espécie de centro de alto rendimento, independente da equipa técnica.

Nenhuma dessas ideias avançou até ao dia de hoje.
O Bruno tinha a ideia de contratar um Manager a sério para a formação e Equipa B...

Infelizmente ainda não foi desta devido à escassez de €...
O Bruno tinha a ideia de contratar um Manager a sério para a formação e Equipa B...

Infelizmente ainda não foi desta devido à escassez de €...

Quem gostarias de ver neste papel?
O 433 é o modelo de formação por excelência. É o que permite mais facilmente desdobrar-se em outros esquemas e permite maior aprendizagem para os atletas. Não se vai alterar toda a matriz de um clube por causa de um treinador.

Basta ver Ajax e Barcelona
O 433 é o modelo de formação por excelência. É o que permite mais facilmente desdobrar-se em outros esquemas e permite maior aprendizagem para os atletas. Não se vai alterar toda a matriz de um clube por causa de um treinador.

Basta ver Ajax e Barcelona

 :great: Por acaso n sabia e sendo assim mais vale deixar como está então.
Citar
LEÕES ASSINAM PROTOCOLO COM MUNICÍPIO DE CARTAGENA
Para a formação de jovens entre os 10 e 18 anos

O Sporting assinou no sábado um protocolo com o município de Cartagena, Colômbia, para a formação de jovens entre os 10 e 18 anos pertencendo a todos os estratos sócios económico. O protocolo inclui também a formação de professores de colégios públicos e treinadores de futebol, referenciados pela Alcaldía de Cartagena.

O representante leonino, Bruno Mascarenhas, recebeu as chaves da cidade, tendo ainda dado o pontapé de saída no jogo sub-20 entre o Atlético de Gabilo e o Real Cartagena, no estádio Jaime Móron, com vitória para o Real por 2-0.


Boas. Alguem sabe confirmar (ou desmentir), se o filho mais novo do S. Conceição (Francisco), ainda esta no SCP? Ouvio dizer que o miudo tinha/tem mt mt potencial...
Saudações leoninas
Boas. Alguem sabe confirmar (ou desmentir), se o filho mais novo do S. Conceição (Francisco), ainda esta no SCP? Ouvio dizer que o miudo tinha/tem mt mt potencial...

Está inscrito pelo menos, só se saiu recentemente, ainda não ouvi falar de nada. Quando o vi jogar não o achei um dos melhores da equipa, mesmo na posição dele, mas ele também é o mais novo do escalão e ainda era muito pequeno a comparar com os colegas é difícil julgar. Achei-o parecido com o pai já agora, extremo cheio de raça.

Também podias ter perguntado no tópico adequado, o dos Iniciados.
Boas. Alguem sabe confirmar (ou desmentir), se o filho mais novo do S. Conceição (Francisco), ainda esta no SCP? Ouvio dizer que o miudo tinha/tem mt mt potencial...

Está inscrito pelo menos, só se saiu recentemente, ainda não ouvi falar de nada. Quando o vi jogar não o achei um dos melhores da equipa, mesmo na posição dele, mas ele também é o mais novo do escalão e ainda era muito pequeno a comparar com os colegas é difícil julgar. Achei-o parecido com o pai já agora, extremo cheio de raça.

Também podias ter perguntado no tópico adequado, o dos Iniciados.
O que andas a ver então?
O miúdo ainda é infantil e já joga nos iniciados B... grande raça, técnica e controlo de bola.
Espero sinceramente que nunca saia... tem mt potencial.
Boas. Alguem sabe confirmar (ou desmentir), se o filho mais novo do S. Conceição (Francisco), ainda esta no SCP? Ouvio dizer que o miudo tinha/tem mt mt potencial...

Está inscrito pelo menos, só se saiu recentemente, ainda não ouvi falar de nada. Quando o vi jogar não o achei um dos melhores da equipa, mesmo na posição dele, mas ele também é o mais novo do escalão e ainda era muito pequeno a comparar com os colegas é difícil julgar. Achei-o parecido com o pai já agora, extremo cheio de raça.

Também podias ter perguntado no tópico adequado, o dos Iniciados.
O que andas a ver então?
O miúdo ainda é infantil e já joga nos iniciados B... grande raça, técnica e controlo de bola.
Espero sinceramente que nunca saia... tem mt potencial.

Chiça e tu a dares-lhe com ele ser Infantil. Ele não é Infantil é Iniciado B, nasceu em Dezembro de 2002 portanto ainda é Iniciado B por umas semanas.

E não digo que não gostei do que vi, gostei sim, mas era uma evidência na altura que ainda ficava a dever aos seus colegas de equipa - Alexandre Lami ou Bruno Tavares por exemplo - que já estavam bastante mais desenvolvidos, porque também eram um bocado mais velhos. O Alexandre por exemplo, que nasceu em Janeiro de 2002 é 11 meses mais velho que o Francisco, e nestas idades nota-se a diferença.
Citar
GUILHERME PINHEIRO NA FORMAÇÃO

Rende Virgílio Lopes...
A par dos ajustes no futebol profissional, o Sporting implementou recentemente uma mudança relevante na estrutura da Academia. Guilherme Pinheiro, administrador da SAD e responsável pela área do mercado de transferências até setembro, já está a exercer funções como diretor da formação, substituindo no cargo Virgílio Lopes.
O antigo jogador e capitão dos leões continua a integrar a hierarquia do futebol jovem, até pelo conhecimento adquirido ao longo de três épocas, mas deixa de responder pela chefia do departamento, que assim muda de mãos. Virgílio Lopes esteve para o sector da formação como Augusto Inácio para a equipa principal na candidatura de Bruno de Carvalho, em 2013: ambos deram rosto ao projeto liderado pelo presidente.
A preparação da nova época está entregue a Guilherme Pinheiro.

https://www.facebook.com/groups/SportingComGarra/permalink/365349483589222/

Fonte: Record
Gostaria de ter mais esclarecimentos sobre isso, desde logo a veracidade. Penso que é notório e geral que as coisas na formação não estão perfeitas e que o Virgílio não seria a pessoa adequada para liderar o trabalho na Academia.
"O Sporting é nosso outra vez!"
@Skinner1906 foi desmentido por comunicado pelo Sporting. Isso e tudo dessa notícia.
A continuidade e a sua credibilidade trouxeram-nos a esta triste realidade. Basta!

Apesar de não ser (de modo algum) um especialista em futebol de formação queria deixar aqui uma reflexão sobre as promoções de jogadores para níveis mais avançados. Isto é uma prática muito comum em Portugal e não tanto noutros países. Tenho dúvidas que esta prática funcione com jogadores "normais". Isto é, não tenho dúvidas que um fora de série deve saltar etapas da formação, mas foras de série há poucos, pergunto-me se muitos dos jogadores que saltam o seu escalão em que eram dos melhores para passarem a ser dos piores no escalão acima (sendo frequentemente suplentes) não estão a perder oportunidades de crescerem enquanto jogadores ganhando confiança e desenvolvendo capacidades.
É claro que o nível competitivo dos escalões de formação em Portugal nem sempre é o mais adequado para estimular o desenvolvimento dos jogadores, no entanto parece-me que nas fases finais já não é bem assim. Pergunto-me se os melhores jogadores dos juvenis não cresceriam mais integrados na equipa de juvenis do que a suplentes nos juniores, e a mesma coisa para os juniores que são suplentes na equipa B.
Apesar de não ser (de modo algum) um especialista em futebol de formação queria deixar aqui uma reflexão sobre as promoções de jogadores para níveis mais avançados. Isto é uma prática muito comum em Portugal e não tanto noutros países. Tenho dúvidas que esta prática funcione com jogadores "normais". Isto é, não tenho dúvidas que um fora de série deve saltar etapas da formação, mas foras de série há poucos, pergunto-me se muitos dos jogadores que saltam o seu escalão em que eram dos melhores para passarem a ser dos piores no escalão acima (sendo frequentemente suplentes) não estão a perder oportunidades de crescerem enquanto jogadores ganhando confiança e desenvolvendo capacidades.
É claro que o nível competitivo dos escalões de formação em Portugal nem sempre é o mais adequado para estimular o desenvolvimento dos jogadores, no entanto parece-me que nas fases finais já não é bem assim. Pergunto-me se os melhores jogadores dos juvenis não cresceriam mais integrados na equipa de juvenis do que a suplentes nos juniores, e a mesma coisa para os juniores que são suplentes na equipa B.

Vamos lá ver, os escalões de formação não são compartimentos estanques. Não é por um Juvenil ficar no banco em determinado jogo dos Juniores que na semana seguinte, às vezes no próprio fim de semana, não poderá jogar de volta no seu escalão.

E não é preciso ser nenhum fora de série para a competição no seu próprio escalão ser fraca para alguns jogadores.
O jogador cresce... jogando... pelo menos maioritariamente.

Se cresce a ver os outros jogar, claro que sim... Mas então levávamos os putos a Camp Nou de 2 em 2 semanas..