Tópico dos Documentários

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Desde que vi as torres desabarem daquela forma fiquei logo a pensar como poderia ser possível, mais tarde com as informacoes da queda daquele edifício ao lado que só tinha um pequeno incêndio, fiquei convencido que era inside job. Muito já se falou depois mas os americanos preferem tapar os olhos e seguir com a lavagem cerebral.
Jim Mars,
Robert Groden,
Stew Webb,
David Lifton,
Vince Palamara,
Mark Lane,
peguei 2 minutos par achar esta lista de nomes creditados no filme e posso te dar a garantia que estas pessoas dizem tantas mentiras como a CS tuga com o futebol
« Última modificação: Fevereiro 22, 2016, 20:12 pm por tafish »
Jim Mars,
Robert Groden,
Stew Webb,
David Lifton,
Vince Palamara,
Mark Lane,
peguei 2 minutos par achar esta lista de nomes creditados no filme e posso te dar a garantia que estas pessoas dizem tantas mentiras como a CS tuga com o futebol

Bando de malucos.

O Jim Mars, então, c******...

O que os adeptos das conspirações parecem não entender é que os documentários pró-teorias da conspiração assentam quase todos eles em ad hominem e em asserções e pressupostos que não passam de mentiras que são absolutamente fundamentais para a validação das teses - tipo aquela coisa que o canal História transmite sobre extraterrestres (que o canal História concorde com a gravação de algo repleto de mentiras é deveras preocupante).

A minha tese assenta nos factos A, B, C e D. São factos, digo eu. Na verdade, os tais factos A, B, etc., não são factos, são petas. Todas as teorias da conspiração, mormente as mais badaladas, se servem deste "método".

Sobre o JFK: só posso sorrir à grande daqueles que aparentemente se esquecem da família dele e das inúmeras m***** e fraudes que marcaram, não só o percurso da sua família (começando no do pai Joseph Kennedy), como o percurso do próprio JFK.
A ascensão e a corrupção da família dele - económica, política e moral, pois veja-se o destino a que foram votados, pela família, certos "indesejáveis" da família Kennedy - parecem não incomodar aqueles que divisam todo o tipo de conluios maléficos em tudo e algo mais de relevante que aconteceu.

As teorias da conspiração sobre o JFK santificam um homem que era corrupto até ao tutano.
« Última modificação: Fevereiro 23, 2016, 13:48 pm por Chev Chelios »

Citar
For more than two decades, he was the target of intense scrutiny, with an entire unit at the CIA dedicated to tracking his every move and trying to determine what violence he might perpetrate. When 9/11 confirmed Osama bin Laden’s intentions, these same analysts and operatives were now blamed for failing to prevent it, though they had spent years warning about the possibility of an attack.
« Última modificação: Abril 29, 2016, 23:09 pm por Crazyhead »
Terminei mesmo agora de ver um documentário do canal história sobre um barco chamado RMS Republic, afundado após ter colidido com outro barco (a coisa ainda foi rebocada mas qualquer se partiu no processo, e o barco foi ao fundo).
Alguns factos sobre o barco: foi o titanic da sua época e o objectivo do documentário é mostrar a procura do ouro, avaliado em mil milhões de dólares, que o gajo que está no centro dessa demanda acha que está escondido no navio.
Bem, vi 9 programas, a primeira temporada inteira (fui há instantes à procura de informações, porque estranhei as expressões "final de temporada", e parece que não há qualquer certeza sobre uma possível 2a temporada), e não se viu quase nada de jeito.
Ouro, nem pensar. O passado do gajo, esse, foi bem explicado (sacrificou tudo pelo barco e no meio do projecto inicial acabou preso por balear um gajo que, salvo o erro (estou a fazer outras coisas enquanto vejo qualquer coisa na televisão, pelo que certos detalhes às vezes escapam), estava a comer a mulher do gajo e que ameaçou os filhos dele.
A cena do ouro que está no barco é praticamente uma teoria da conspiração, pois não existe nada de oficial sobre o dito ouro, a não ser uma lista extensa de coincidências e deduções que não sabemos se fazem sentido, porque estes programas são construídos de forma a dar apoio ao objecto do programa - mas elogio o historiador "oficial" que foi lá conversar com o gajo central e que, por não entrever nos dados e infos reunidos nada de relevante, acabou ridicularizado pelo tal homem que acha que o ouro está no barco.
Eu vejo aquilo e parece que tudo não passa da obsessão de um homem.
9 programas e nada de novo foi dado a conhecer sobre o barco em causa, considerando o que já foi apurado desde 1980 e tal, ano em que foi achado o barco.

Manhoso.

Enviado do meu iPad usando o Tapatalk
« Última modificação: Junho 27, 2016, 05:11 am por Chev Chelios »
cena do ouro que está no barco é praticamente uma teoria da conspiração, pois não existe nada de oficial sobre o dito ouro, a não ser uma lista extensa de coincidências e deduções que não sabemos se fazem sentido, porque estes programas são construídos de forma a dar apoio ao objecto do programa - mas elogio o historiador "oficial" que foi lá conversar com o gajo central e que, por não entrever nos dados e infos reunidos nada de relevante, acabou ridicularizado pelo tal homem que acha que o ouro está no barco.
Eu vejo aquilo e parece que tudo não passa da obsessão de um homem.
9 programas e nada de novo foi dado a conhecer sobre o barco em causa, considerando o que já foi apurado desde 1980 e tal, ano em que foi achado o barco.


Esses programas do História têm algum interesse mas acabam por cansar facilmente. A Maldição de Oak Island também tem os mesmos problemas que mencionaste @Chev Chelios
Esse canal devia era mudar de nome
Total de utilizadores ignorados: 29
Citar
Uma série para “não deixar que a PIDE fosse apenas um nome”
JOANA AMARAL CARDOSO 19/08/2016 - 08:50
Entrevista a Jacinto Godinho, jornalista e autor da série documental A PIDE Antes da PIDE, que procura resgatar os rostos dos resistentes e dos agentes que fizeram as polícias políticas entre 1926 e 1945 - as que vieram antes da PIDE.




Um dos documentários sobre a 2ª guerra que mais gostei
Sócio 87.605-0
@Gonçalves  , Oak Island é pena, bom potencial, mas tornaram tudo numa serie, apesar de tudo, sabendo que dava ao Domingo a tarde esta ultima temporada, preferia ver à noite :mrgreen:
Para quem é fã e gosta de acompanhar, tem sido lançado no YouTube, por episódios, o documentário "The evolution of Punk" que acompanha toda a preparação do ex-WWE para o "novo" mundo do MMA (estreia-se no início de Setembro no UFC 203)

Enviado do meu SM-A310F através de Tapatalk

Enquanto estava aqui a estudar uns relatórios e a examinar uns documentos e gráficos, tinha a televisão na TVI 24 (don't ask me why).
Estavam a transmitir um documentário sobre o Rei Juan Carlos (o pai do rei incumbente).
Não estava a prestar atenção... até que ouço duas pessoas a falar português (a 5 mins do fim do programa).
Quem eram? Uma era um jornalista, a outra...o pai de Juan Carlos!!!
Que cena bizarra!! O jornalista perguntava ao pai de JC o que ele achava do facto de JC ter chegado ao trono que o pai tinha cobiçado durante tanto tempo (Franco desterrou-o), e o pai, visivelmente aziado, mostrou-se contra..e falou em português (um bocado riscado, mas pouco).
Das duas, uma: ou a longa estada dele em Portugal aportuguesou a sua fala, ou o gajo provém da Galiza.
Fiquei à toa.
Nice.
« Última modificação: Setembro 02, 2016, 04:15 am por Chev Chelios »


Enquanto estava aqui a estudar uns relatórios e a examinar uns documentos e gráficos, tinha a televisão na TVI 24 (don't ask me why).
Estavam a transmitir um documentário sobre o Rei Juan Carlos (o pai do rei incumbente).
Não estava a prestar atenção... até que ouço duas pessoas a falar português (a 5 mins do fim do programa).
Quem eram? Uma era um jornalista, a outra...o pai de Juan Carlos!!!
Que cena bizarra!! O jornalista perguntava ao pai de JC o que ele achava do facto de JC ter chegado ao trono que o pai tinha cobiçado durante tanto tempo (Franco desterrou-o), e o pai, visivelmente aziado, mostrou-se contra..e falou em português (um bocado riscado, mas pouco).
Das duas, uma: ou a longa estada dele em Portugal aportuguesou a sua fala, ou o gajo provém da Galiza.
Fiquei à toa.
Nice.

Ele viveu grande parte da vida no Estoril e se o jornalista era português deve ter sido apenas para facilitar a entrevista.
Total de utilizadores ignorados: 29
O canal História começou esta semana a transmissão de um documentário sobre os povos bárbaros que abanaram o Império Romano, Barbarians Rising. São 6 episódios, acho eu, um deles sobre Viriato.


Enquanto estava aqui a estudar uns relatórios e a examinar uns documentos e gráficos, tinha a televisão na TVI 24 (don't ask me why).
Estavam a transmitir um documentário sobre o Rei Juan Carlos (o pai do rei incumbente).
Não estava a prestar atenção... até que ouço duas pessoas a falar português (a 5 mins do fim do programa).
Quem eram? Uma era um jornalista, a outra...o pai de Juan Carlos!!!
Que cena bizarra!! O jornalista perguntava ao pai de JC o que ele achava do facto de JC ter chegado ao trono que o pai tinha cobiçado durante tanto tempo (Franco desterrou-o), e o pai, visivelmente aziado, mostrou-se contra..e falou em português (um bocado riscado, mas pouco).
Das duas, uma: ou a longa estada dele em Portugal aportuguesou a sua fala, ou o gajo provém da Galiza.
Fiquei à toa.
Nice.

Ele viveu grande parte da vida no Estoril e se o jornalista era português deve ter sido apenas para facilitar a entrevista.

Pois, e mesmo o Juan Carlos fala português de forma bastante aceitável. Aliás, cheguei a falar com colegas de Madrid (castelhanos, portanto) que diziam que o JC era português, que nós tínhamos tido os Filipes nos séc. XVI e XVII mas que nos tínhamos vingado bem por meter um rei português no trono de Espanha.

Enfim, espanholices.  :mrgreen:
Tá a dar um interessante no national geographic à hora de de almoço, começou na segunda, é uma procura por um jovem que desapareceu na Costa Rica, eu aconselhava a ver, 2 episódios por dia, eu tenho curtido :great:
Na nova série do Discovery Channel as câmaras vão acompanhar o actor e produtor britânico Idris Elba para se tornar num lutador profissional. Para ultrapassar este desafio vai ter que se esforçar bastante tanto a nível físico como psicológico mas no final conseguirá participar num combate de kickboxing. “Idris Elba:Fighterestreia no dia 25 de Fevereiro às 21:00.