Miguel Garcia assina pela Reggina

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Março 20, 2008, 20:52 pm
Tello foi um grande negócio negócio para alguém que estava no Sporting e não para o Sporting! Had é para esquecer!

Miguel Garcia para mim nos moldes em que chegou à equipa principal era mais útil que qualquer um dos outros dois!
Março 20, 2008, 21:12 pm
E que tal esquecer o Tello e o Had e voltar ao tema do tópico?
Março 21, 2008, 02:19 am
E que tal esquecer o Tello e o Had e voltar ao tema do tópico?

Ok,cá por mim tudo bem...só tenho que dizer que o Tello foi um mau negócio para o Sporting,disso ninguém duvida MAs nao foi ele que pediu para que o Sporting pagasse tanto dinheiro pelo seu passe...e desportivamente é bem melhor que o Had.A prova disso era que o Tello era titularissimo e o Had alternava o banco de suplentes com a bancada...Mas de longe...e nao acho que o Miguel Garcia era mais útil que o Tello.Um era suplente nao convocado o o utro era titularissimo,logo nao há duvidas de quem era mais "útil"...
***** Março 21, 2008, 03:19 am
O Tello é dos maiores estropicios de sempre que passou pelo Sporting Clube de Portugal.

Voltando ao tópico, por uma questão de afinidade e de admiração, puramente emocional, também prefiro o Miguel Garcia a qualquer um dos citados, mas como por mim não fica nenhum no SCP (inclusivé o Had, não vou dourar a pilula), quero é que o Miguel seja feliz, seja para onde for que vá.
Para já que recupere da lesão rápidamente, só isso.
* Março 21, 2008, 10:43 am
Como moderador

Como devem calcular e apesar das ligações afectivas do Miguel Garcia para connosco, o mesmo já não faz parte dos quadros do Sporting nem da actualidade no que ao futebol diz respeito. Por isso, agradeço a vossa compreensão, mas vou mover o tópico para o seu local mais indicado, onde aí podem continuar a debitar as vossas ideias. Peço desculpa, mas a secção tem que ser organizada e cabe-nos a nós, moderadores, e a vocês, contribuirem nesse sentido. Grato pela compreensão.
"Somos o que somos, mas somos principalmente o que fazemos, para mudar o que somos!"