Oriol Rosell

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Ainda me lembro quando o William não estava na sua melhor forma e exigiam a sua titularidade....

William a jogar 1/3 do que sabe é claramente superior com todo o respeito pelo atleta
´

  William com as duas pernas partidas enfia o Oriel a um canto. Nada contra o Espanhol. Apenas contra a sua qualidade.
@juziel

O Rosell melhor que o Zapater???

O Zapater era uma cortesã muito cara, mas pareceu-me ter melhores condições.
"Players lose you games, not tactics. There's so much crap talked about tactics by people who barely know how to win at dominoes." - Brian Clough

"He is a perfect illustration of my constant theme about assembling a team of imperfect players who compliment each other perfectly. Unless he is surrounded by team mates who recognise his strenghts and cover for his weaknesses, his special goal scoring ability will go largely untapped. He needs to to be in the right place at the right time!" - Bob Paisley on John Wark
Jogador muito fraco.
Nem contemplaria um empréstimo.
Vendia já, se possível.
Capel e Rosell treinam-se com os «bês»
23:21 - 03-08-2015

Diego Capel e Oriol Rosell, que não entram nas opções de Jorge Jesus para a nova época, começaram esta segunda-feira a treinar-se junto da equipa B dos leões.

Os dois jogadores já não tinham sido apresentados aos adeptos no jogo do Troféu Cinco Violinos, no passado sábado, frente à Roma (vitória por 2-0), percebendo-se que não entravam nas contas para o plantel principal.

Iuri Medeiros também não foi apresentado, mas esta segunda-feira treinou-se com o plantel principal, assim como o francês Michael Ciani (recuperado de gastroenterite) e Palhinha (na fase final da recuperação de luxação no ombro esquerdo).

http://abola.pt/clubes/ver.aspx?t=4&id=563561
Capel e Rosell treinam-se com os «bês»
23:21 - 03-08-2015

Diego Capel e Oriol Rosell, que não entram nas opções de Jorge Jesus para a nova época, começaram esta segunda-feira a treinar-se junto da equipa B dos leões.

Os dois jogadores já não tinham sido apresentados aos adeptos no jogo do Troféu Cinco Violinos, no passado sábado, frente à Roma (vitória por 2-0), percebendo-se que não entravam nas contas para o plantel principal.

Iuri Medeiros também não foi apresentado, mas esta segunda-feira treinou-se com o plantel principal, assim como o francês Michael Ciani (recuperado de gastroenterite) e Palhinha (na fase final da recuperação de luxação no ombro esquerdo).

http://abola.pt/clubes/ver.aspx?t=4&id=563561
Já não basta o invictus a noticia já foi posta na página atrás.
Mas já vi que para vocês não interessa ler.
FORÇA GRANDE BRUNO CARVALHO...
@juziel

O Rosell melhor que o Zapater???

O Zapater era uma cortesã muito cara, mas pareceu-me ter melhores condições.


Facilmente se percebe. Nem Rúben Semedo nem rosell são jogadores para aquela posição... Mas Rúben Semedo faz parte do futuro do Sporting, uri não...
Não sei se fará.

O Semedo está à frente do Rosell pelos cms que tem a mais em altura.

@andredesterro, @Poeira be like: LIDAR  8)



O Rossell não é mau jogador, mas não tem nada que entusiasme. Nem com bola, nem sem ela, nem bolas paradas, nem capacidade física, é mediano a tudo. É um bocadinho melhor que o outro espanhol que cá tínhamos antes dele para a mesma posição (Zapater), mas mesmo assim não chega a ser bom. Um tipo que contra os Aroucas desta vida anda a ser toureado e não se consegue impor não tem hipóteses de ser jogador para o Sporting.

O maior problema do Rossell é ter passado por onde passou e toda a gente está sempre à espera que o salto esteja ao virar da esquina. Se no "BI" dele não viesse lá a dizer que tinha jogado no Barcelona, já estava tudo em fase de "I don't give a fuck" com ele, mas como diz La Masia, toda a gente aguenta a parada mais um pouco, mas a verdade é que não está lá nada, pelo menos para mim, que se veja, que permite aguentar a expectativa.

Nada a dizer do jogador, do homem, do seu profissionalismo. Mas talvez seja melhor para ambos (clube e UR) se cada um seguir caminhos diferentes.
Porra, o Zapater era bem razoável, e foi muito mal aproveitado por cá.

E sim, o facto do Rosell ter La Masia no currículo ajuda sempre. Estamos a falar daquela que, sobretudo na altura em que ele andou por lá, era a melhor formação do mundo. É natural que sejam referências a ter em conta. Mas já o disse aqui: ele desiludiu-me bastante. Esperava bem mais. Esperava melhor.

Para já, o ciclo dele por cá acabou. Veremos se definitivamente, ou apenas de forma temporária.

O Zapater era o Michael Thomas espanhol: uma argola no meio-campo, uma corrente de 5 metros e estava definido o seu raio de acção. Dali não saía, dali ninguém o tirava, a jogar para trás e para o lado ninguém o batia. O tipo até podia fazer 100% de passes acertados num jogo, mas não via quase nada de útil que lhe saísse dos pés. Quase que apetece dizer que assim também eu. Era claramente daqueles tipos que sabia muito bem esconder-se: nunca assumia, nunca arriscava, era literalmente ir ao escritório, picar o cartão e sair sem ninguém dar por ele.

Era tão bom, tão bom, tão bom, que veio de ES para PT e anda a fazer carreira na Europa de Leste. Junto com Maniche, terá feito uma das piores duplas de MC que me lembro de ver na história do Sporting. Duas "máquinas" absolutamente estáticas, zero de criatividade, zero de rotação, zero de intensidade.

O Zapater era estilo a mais para o futebol que jogava. O Rossell, mal por mal, não me mete nojo. Não faz mais porque não sabe, mas também não joga como se fosse uma vedeta.

E só o facto de haver quem gostasse do futebol de Zapater faz-me duvidar seriamente das vossas scouting skills...  :twisted:
- You're a real stone player, aren't you, Ma? You threatened to smother his children.
- What does that mean?
- You know, everyone thought Dad was the ruthless one. But I gotta hand it to you. If you'd been born after those feminists, you woulda been the real gangster.
- I don't know what you're talking about!
Um jogador regular que talvez no passado até fosse útil. Neste momento demos um salto qualitativo e é por demais evidente que não possui qualidade suficiente para ficar no plantel. Boa sorte no seu futuro profissional.
Capel e Rosell treinam-se com os «bês»
23:21 - 03-08-2015

Diego Capel e Oriol Rosell, que não entram nas opções de Jorge Jesus para a nova época, começaram esta segunda-feira a treinar-se junto da equipa B dos leões.

Os dois jogadores já não tinham sido apresentados aos adeptos no jogo do Troféu Cinco Violinos, no passado sábado, frente à Roma (vitória por 2-0), percebendo-se que não entravam nas contas para o plantel principal.

Iuri Medeiros também não foi apresentado, mas esta segunda-feira treinou-se com o plantel principal, assim como o francês Michael Ciani (recuperado de gastroenterite) e Palhinha (na fase final da recuperação de luxação no ombro esquerdo).

http://abola.pt/clubes/ver.aspx?t=4&id=563561
Já não basta o invictus a noticia já foi posta na página atrás.
Mas já vi que para vocês não interessa ler.

@makelele ,

na página atrás esta notícia da Bola não está de certeza, até porque as mensagens dessa página terminaram às 21h33 e a notícia saiu às 23h21... Se calhar és tu que tens de aprender a ler primeiro em vez de vires dizer bacoradas e a disparar para todos os lados... Aconselho-te mas é a aplicar a ti mesmo a tua própria frase... e já agora aproveita e toma um cházinho para ver se relaxas.
@juziel

O Rosell melhor que o Zapater???

O Zapater era uma cortesã muito cara, mas pareceu-me ter melhores condições.


Facilmente se percebe. Nem Rúben Semedo nem rosell são jogadores para aquela posição... Mas Rúben Semedo faz parte do futuro do Sporting, uri não...
Não sei se fará.

O Semedo está à frente do Rosell pelos cms que tem a mais em altura.

@andredesterro, @Poeira be like: LIDAR  8)



O Rossell não é mau jogador, mas não tem nada que entusiasme. Nem com bola, nem sem ela, nem bolas paradas, nem capacidade física, é mediano a tudo. É um bocadinho melhor que o outro espanhol que cá tínhamos antes dele para a mesma posição (Zapater), mas mesmo assim não chega a ser bom. Um tipo que contra os Aroucas desta vida anda a ser toureado e não se consegue impor não tem hipóteses de ser jogador para o Sporting.

O maior problema do Rossell é ter passado por onde passou e toda a gente está sempre à espera que o salto esteja ao virar da esquina. Se no "BI" dele não viesse lá a dizer que tinha jogado no Barcelona, já estava tudo em fase de "I don't give a fuck" com ele, mas como diz La Masia, toda a gente aguenta a parada mais um pouco, mas a verdade é que não está lá nada, pelo menos para mim, que se veja, que permite aguentar a expectativa.

Nada a dizer do jogador, do homem, do seu profissionalismo. Mas talvez seja melhor para ambos (clube e UR) se cada um seguir caminhos diferentes.
Porra, o Zapater era bem razoável, e foi muito mal aproveitado por cá.

E sim, o facto do Rosell ter La Masia no currículo ajuda sempre. Estamos a falar daquela que, sobretudo na altura em que ele andou por lá, era a melhor formação do mundo. É natural que sejam referências a ter em conta. Mas já o disse aqui: ele desiludiu-me bastante. Esperava bem mais. Esperava melhor.

Para já, o ciclo dele por cá acabou. Veremos se definitivamente, ou apenas de forma temporária.

O Zapater era o Michael Thomas espanhol: uma argola no meio-campo, uma corrente de 5 metros e estava definido o seu raio de acção. Dali não saía, dali ninguém o tirava, a jogar para trás e para o lado ninguém o batia. O tipo até podia fazer 100% de passes acertados num jogo, mas não via quase nada de útil que lhe saísse dos pés. Quase que apetece dizer que assim também eu. Era claramente daqueles tipos que sabia muito bem esconder-se: nunca assumia, nunca arriscava, era literalmente ir ao escritório, picar o cartão e sair sem ninguém dar por ele.

Era tão bom, tão bom, tão bom, que veio de ES para PT e anda a fazer carreira na Europa de Leste. Junto com Maniche, terá feito uma das piores duplas de MC que me lembro de ver na história do Sporting. Duas "máquinas" absolutamente estáticas, zero de criatividade, zero de rotação, zero de intensidade.

O Zapater era estilo a mais para o futebol que jogava. O Rossell, mal por mal, não me mete nojo. Não faz mais porque não sabe, mas também não joga como se fosse uma vedeta.

E só o facto de haver quem gostasse do futebol de Zapater faz-me duvidar seriamente das vossas scouting skills...  :twisted:
Não concordo nada, o Zapater a defender era um jogador rijo, que é o que se pede principalmente para um trinco.
Agora o Rossel a defender é muito mansinho...
Capel e Rosell treinam-se com os «bês»
23:21 - 03-08-2015

Diego Capel e Oriol Rosell, que não entram nas opções de Jorge Jesus para a nova época, começaram esta segunda-feira a treinar-se junto da equipa B dos leões.

Os dois jogadores já não tinham sido apresentados aos adeptos no jogo do Troféu Cinco Violinos, no passado sábado, frente à Roma (vitória por 2-0), percebendo-se que não entravam nas contas para o plantel principal.

Iuri Medeiros também não foi apresentado, mas esta segunda-feira treinou-se com o plantel principal, assim como o francês Michael Ciani (recuperado de gastroenterite) e Palhinha (na fase final da recuperação de luxação no ombro esquerdo).

http://abola.pt/clubes/ver.aspx?t=4&id=563561
Já não basta o invictus a noticia já foi posta na página atrás.
Mas já vi que para vocês não interessa ler.

@makelele ,

na página atrás esta notícia da Bola não está de certeza, até porque as mensagens dessa página terminaram às 21h33 e a notícia saiu às 23h21... Se calhar és tu que tens de aprender a ler primeiro em vez de vires dizer bacoradas e a disparar para todos os lados... Aconselho-te mas é a aplicar a ti mesmo a tua própria frase... e já agora aproveita e toma um cházinho para ver se relaxas.
@leaoverdebranco tem do maisfutebol que eu partilhei e diz praticamente a mesma coisa que partilhaste.
É só ler
FORÇA GRANDE BRUNO CARVALHO...
O Zapater era o Michael Thomas espanhol: uma argola no meio-campo, uma corrente de 5 metros e estava definido o seu raio de acção. Dali não saía, dali ninguém o tirava, a jogar para trás e para o lado ninguém o batia. O tipo até podia fazer 100% de passes acertados num jogo, mas não via quase nada de útil que lhe saísse dos pés. Quase que apetece dizer que assim também eu. Era claramente daqueles tipos que sabia muito bem esconder-se: nunca assumia, nunca arriscava, era literalmente ir ao escritório, picar o cartão e sair sem ninguém dar por ele.

Era tão bom, tão bom, tão bom, que veio de ES para PT e anda a fazer carreira na Europa de Leste. Junto com Maniche, terá feito uma das piores duplas de MC que me lembro de ver na história do Sporting. Duas "máquinas" absolutamente estáticas, zero de criatividade, zero de rotação, zero de intensidade.

O Zapater era estilo a mais para o futebol que jogava. O Rossell, mal por mal, não me mete nojo. Não faz mais porque não sabe, mas também não joga como se fosse uma vedeta.

E só o facto de haver quem gostasse do futebol de Zapater faz-me duvidar seriamente das vossas scouting skills...  :twisted:
Eish, grande exagero. O Zapater podia não ter grande intensidade, nem ser um todo-terreno, mas era um médio até com um raio de acção superior ao do Rosell, que tinha qualidade de passe, que não tratava mal a bola e que até tinha uma boa meia distância (embora por cá não a tenha testado muito).

Acho que foi até um jogador mal aproveitado, na altura. Mas verdade seja dita: na altura, toda a gente era mal aproveitada.
"If God had meant football to be played in the air, he would have put grass in the sky"

Brian Clough