Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal

Forum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal


Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.
Outubro 31, 2014, 04:50

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão

Anúncios:

Início Início  Ajuda Ajuda  Regras Regras  Pesquisa Pesquisa  Entrar Entrar  Registe-se Registe-se       Wiki Wiki  Links Links 
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Assuntos Desportivos Assuntos Desportivos Gerais e de Outros Clubes (Moderador: Angel Lion) Tópico:

Entrevista Marinho Neves

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Páginas: [1] 2 seguinte » Ir para o fundo Imprimir
Autor Tópico: Entrevista Marinho Neves (Lida 2819 vezes)

Entrevista Marinho Neves , « em: Fevereiro 24, 2012, 12:03 »



*
Juvenil

Mensagens: 559


Não sabia onde a colocar, por isso optei por criar este topico, se a moderação achar por bem meter noutro sitio ou até apagar, está à vontade:


CdA: O grande sucesso Golpe de Estádio é um romance ou uma comédia? O que pretendia com a publicação desse livro, gozar ou informar?


MN: Naquela altura era necessário dizer a verdade e não havia outra forma de o fazer. Penso que consegui estabelecer um diálogo com o leitor, espevitando-lhes a curiosidade. Mas, não conheço nenhum romance que não seja baseado em histórias reais.

CdA: Muitos dizem que esse livro ditou a sua reforma antecipada dos principais meios de comunicação. Mas custou-lhe algo mais, como perseguições, tentativas de envenenamento ou até mesmo de assassinato. Sabe os nomes e os motivos de quem orquestrou esses actos?

MN: Fui de facto perseguido, muito perseguido, ameaçado e continuo a ser. Mas, não é verdade que tenha sido a minha reforma antecipada. Depois da publicação do livro trabalhei no programa da SIC "Os Donos da Bola" e em vários jornais, não obstante me terem tentado boicotar todos os trabalhos que iam aparecendo. Não o conseguiram porque Portugal não se resume à cidade do Porto, e Lisboa nunca me fechou as portas. Cheguei a estar contratado para o jornal "A Bola" e no dia em que devia entrar inverteram a situação. Foi caso único na capital.

CdA: Qual foi o restaurante onde o drogaram? Para que os nossos leitores saibam antes de lá ir comer.

MN: Foi exactamente no mesmo restaurante onde já foram apanhados alguns árbitros portugueses e estrangeiros que foram cear com dirigentes. Uma vez, vinha a sair desse restaurante em Matosinhos e à saída tinha dois jagunços à minha espera. Só não me aconteceu nada porque ia muito bem acompanhado.

CdA: Na sua intervenção no Prós & Contras sobre corrupção no futebol, pareceu bastante incomodado com a maneira jocosa com que Valentim Loureiro se apresentou. O que lhe passou pela cabeça quando o viu a “berrar” que ia ser absolvido porque nunca fez falcatrua no futebol?

MN: Quando fui a esse programa foi-me prometido que teria linha aberta para dizer o que quisesse. Mas, quando me estava a maquilhar, o Valentim Loureiro estava ao meu lado e mostrou-se incomodado com a minha presença. Quando me sentei, senti de imediato que nunca me dariam a oportunidade de dizer o que sabia, não obstante o presidente do Sporting, Dias da Cunha, ter dito nesse programa que tudo o que aprendeu no futebol foi comigo. Depois… foi uma comédia.

CdA: Você tem alguma coisa a ver com o Polvo dos Papalvos, com o Blog da Bola ou com o Tripulha das escutas?

MN: Com "O polvo dos papalvos e "Tripulha das escutas" não. Nem sequer conheço. Já o Blog da Bola, foi com grande emoção que me vi obrigado a encerrar, tantos eram os processos judiciais, todos arquivados porque apresentei provas do que dizia. Mas não deixei de gastar fortunas em advogados e despesas judiciais. Em toda a minha carreira jornalística tive 35 processos judiciais, todos arquivados antes de julgamento com a excepção de um, em que fui absolvido.

CdA: O que faria se lhe dessem a presidência de um dos clubes mais mediáticos de modo a "limpar" o futebol em Portugal?

MN: Mesmo como presidente de um clube podia fazer muito pouco. Primeiro tinha de conquistar a simpatia e a confiança da maior parte dos clubes e só juntos podíamos normalizar o actual sistema. Pinto da Costa demorou 10 anos a montar a máquina enquanto os clubes da capital se degladiavam.

CdA: Que previsão faz para o Futebol Clube do Porto e para o futebol nacional, quando Pinto da Costa abandonar o cargo no clube?

MN: Esse vai ser o grande problema dos portistas. Quando Pinto da Costa acabar, o clube também acaba.

CdA: É do foro público que o Marinho trabalhou para o Sporting contra o “sistema”. Quem foi a primeira pessoa a iniciar essa luta contra o “sistema” no futebol Português?

MN: Quando Dias da Cunha foi eleito presidente do Sporting, depressa se apercebeu da falcatrua que era o nosso futebol. Não sabia para que lado se havia de virar. Fui então contactado pelo seu assessor, Carlos Severino, para ver que disponibilidade tinha para trabalhar directamente com o presidente com a função de o alertar dos perigos que o clube corria. Inicialmente não me mostrei muito interessado, mas por outro lado pensei que poderia lutar por dentro e combater a corrupção, até porque a Polícia Judiciária já me tinha como consultor e não me pagava nada. Aceitei, mediante um bom vencimento e com a condição, por mim proposta, de que se não gostassem do meu trabalho despedia-me sem qualquer tipo de indemnização. Fiquei por lá seis anos, mas no meu segundo ano fomos campeões nacionais, principalmente porque o Sporting sabia com 15 dias de antecedência as armadilhas que lhes estavam a preparar. Um exemplo: 15 dias antes avisei o presidente que no jogo X que antecipava um jogo com o Porto, o árbitro da partida seria fulano e que Beto e Rui Jorge iriam ser espicaçados por esse árbitro durante o encontro para este encontrar motivos para os expulsar. No dia do jogo confirmou-se a minha informação. Num outro caso, num jogo decisivo para a conquista do campeonato, frente ao Boavista, soube que o árbitro da partida tinha ido almoçar com Valentim Loureiro, que era presidente da Liga. Avisei o presidente e todos ficaram em pânico. Não sabiam o que fazer porque não havia provas. Disse-lhes que a única coisa a fazer era Manolo Vidal, antes do jogo, quando fosse entregar as fichas aos árbitros, deveria dizer: "Então o almoço de terça-feira foi bom?" Mais nada. Quando o árbitro ouviu aquela pergunta associou de imediato a intenção do delegado ao jogo e ficou em pânico, contou-me depois Manolo Vidal. Durante esse jogo o árbitro até beneficiou o Sporting e fomos campeões. O árbitro não sabia que provas tínhamos e como era internacional, não colocou a sua carreira em risco. Mas a conquista do campeonato desencadeou uma série de invejas dentro do próprio clube e quando dei por ela estava a lutar contra gente que estava a ser paga pelo clube, mas que queria que este perdesse para conquistarem o poder e poderem fazer os seus negócios. Cheguei mesmo ao ponto de saber que os meus relatórios semanais eram entregues, por gente do Sporting, aos nosso principais inimigos, Porto e Boavista. Não sou nem nunca fui sportinguista e nunca escondi isso. Era apenas o meu trabalho.

CdA: As acções do Sporting nessa luta contra o “sistema” tinham qual objectivo? E as do Benfica? Os lutos pela arbitragem, levar DVD’s ao ministro ou qualquer outro tipo de protesto surtem mesmo algum efeito? Amedrontam o “sistema”?

MN: A primeira coisa que fiz, foi convencer Dias da Cunha de que devia fazer uma aliança com o Benfica se queriam conquistar o poder. Sempre disse que o inimigo do Sporting não era o Benfica, mas o Porto e o Boavista da altura. Consegui. Dias da Cunha fez uma aliança com Luís Filipe Vieira e foi à televisão dizer que as cabeças do sistema eram Pinto da Costa e Valentim Loureiro. Forneci documentos que provavam isso mesmo. O Porto e o Boavista começaram a sentir-se ameaçados e começaram a minar o Sporting por dentro utilizando alguns elementos que hoje continuam no clube. Dias da Cunha não aguentou a pressão e demitiu-se. Pedi a demissão com ele.

CdA: E crê que Benfica e Sporting alguma vez vão lutar em igualdade de circunstâncias com o Porto nos bastidores do futebol nacional? Essa união entre os dois clubes poderia purificar o nosso futebol ou acha que cada qual, à vez, preferem aproveitar o que podem do velho “sistema” que se encontra ainda, residualmente, instalado para próprio benefício?

MN: Para se ganhar e encontrar defesas para os mais diversos ataques, é necessário ter poder. Disse isso muitas vezes a Dias da Cunha. Primeiro tinham de conquistar poder na AF de Lisboa, como fizeram os Dragões na sua cidade. Depois encontrar aliados nas Associações mais poderosas para se chegar ao poder na FPF, mais propriamente na disciplina e arbitragem. Não para fazer o mesmo, mas para fiscalizar e enfraquecer o poder de manobra do seu mais directo opositor. É necessário que os árbitros sintam que estão sob vigilância permanente. Houve casos em que grandes árbitros eram promovidos e mostravam qualidade, mas se não se adaptavam ao sistema, eram despromovidos. Muitos queriam ser honestos, mas o sistema não lhes permitia tal atitude. Os mais vigaristas eram sempre os primeiros a ser promovidos. Para travar tudo isto era necessário ter poder e Benfica e Sporting não tinham um único dirigente na FPF ou na Liga para fiscalizarem a situação ou impor a sua vontade. Vejam o exemplo desta época: O Porto está zangado com o Sporting e Benfica e a época deles tem sido um desastre, imaginem o que seria se Sporting e Benfica fossem aliados. Tem sido assim ao longos dos 20 anos e os clubes de Lisboa não aprendem. Pinto da Costa é um mestre na acção de dividir para reinar.

CdA: Falou nos árbitros. É possível, a um qualquer árbitro, chegar a internacional sem essa tal “bênção” do “sistema”?

MN: Nem pensar. O próprio Vitor Pereira sabe que só está naquele lugar porque tem uma grande flexibilidade de coluna. Quando não for assim acontece-lhe como aos outros. É despedido ou criam-lhe situações que o obriguem a demitir-se.

CdA: O que aconteceu a quem lutou contra isso? Que outras protagonistas do Futebol, para além do Marinho, foram afastadas da ribalta do futebol?

MN: Infelizmente não há muitos mais. Lembram-se do árbitro José Leirós? Denunciou uma tentativa de corrupção por parte do Braga. Nesse dia era pré-internacional e a quem todos apontavam como internacional, mas no final da época, acabou por ser despromovido para a 2ª categoria e depois desistiu. Mas houve muitos mais, mesmo em termos de comunicação social. No programa "Donos da Bola" da SIC, tínhamos 52% de share, ou seja, o programa mais visto desta estação e de um dia para o outro acabaram com ele. Nós estávamos sempre à frente da polícia. A PJ tinha um plantão a ver o programa e com base nas nossas informações fazia buscas à segunda-feira. Nesse tempo o futebol tremeu, mas quem caiu fomos nós.

CdA: Sabemos que se tem dedicado a outras artes, com bastante sucesso até. Pensa ainda voltar a exercer a sua profissão, após ter sido um dos primeiros jornalistas de investigação desportiva ou será que esta nova geração de directores nas publicações continuam a não ter “tomates” para contrariar o poder?

MN: Para mim o jornalismo acabou, mas acabou porque eu quis. Os novos jornais não querem gente com coragem e integra. Querem moços de recados. Serviçais do poder. É como disse Sócrates: "Não me preocupo com jornalistas. Prefiro controlar os seus patrões." Hoje já não é uma questão de tomates, mas sim de atitude. Se tens tomates não tens onde escrever. Eu mesmo tenho o Golpe de Estádio 2 já escrito há mais de 6 meses e quando se soube disso desapertaram-me as rodas do meu jeep. Também sei que a maior parte das editoras estão controladas, assim como livrarias, vejam o que aconteceu ao livro do Octávio. Alguém falou disso??? Quase passou despercebido. É assim que o poder joga.

CdA: Por fim, gostaria de deixar alguma mensagem aos milhares de leitores "anónimos" que este e outros blogs de futebol congregam que repudiam a maior parte dos jornalistas pela falta de isenção inerente?

MN: Entendam melhor os jornalistas. Conheço muitos que gostariam de mostrar coragem, mas ela morre logo na marcação dos serviços.
Registado


Re: Entrevista Marinho Neves , « Resposta #1 em: Fevereiro 24, 2012, 14:11 »



*
Juvenil

Mensagens: 951
Idade: 34
Localidade: Lusitania
Masculino

WWW
Já conhecia o "trabalho" do Marinho Neves há algum tempo, a entrevista não traz nada de novo mas para quem ainda é novato, é, com certeza, um "abre-olhos" para a realidade do futebol cá do burgo. Aconselho a lerem o livro mencionado na entrevista, onde se relata o nascimento da mafia do norte. Googlem "golpe de estadio pdf".
Registado

Eodem loco pone latronem et piratam, quo regem animum latronis et piratae habentem
Re: Entrevista Marinho Neves , « Resposta #2 em: Fevereiro 24, 2012, 16:15 »

COSA NOSTRA


Ia agora criar mesmo um tópico sobre o mesmo assunto. Entrevista muito interessante. Wink

E a pensar que um desses supostos palhaços que queriam e querem o poder se chama: Filipe Soares Franco; José Eduardo Bettencourt ou Luís Filipe Fernandes David Godinho Lopes. Embarrassed Embarrassed Despercebido Doente Azn Bater Cabeça Bater Cabeça Bater Cabeça
Registado
Re: Entrevista Marinho Neves , « Resposta #3 em: Fevereiro 24, 2012, 19:05 »


Sócio SCP há 40's e tantos.


*
Veterano

Mensagens: 9746
Localidade: Alg Alentejo
Masculino



È de louvar esta entrevista! Muito elucidativa.
Desconhecia o curriculo de Marinho Neves.
Muito mais que estava por detrás da luta de Dias da Cunha.
Fala quem sabe.
É pena que não haja mais como ele e que não se afronte o polvo.
Mas o medo é mais forte.
.
A história do árbitro do Boavista-Sporting é fabulosa.
Registado

QUERO    UM   SPORTING
CREDÍVEL  -  LIMPO  -  AMBICIOSO
Re: Entrevista Marinho Neves , « Resposta #4 em: Fevereiro 24, 2012, 20:25 »



*
Veterano

Mensagens: 8296
Masculino


Neste site têm um link para o pdf do livro dele, do lado esquerdo.
http://anti-corrupcao.150m.com/
Registado

És um verdadeiro Leão na Internet... mas ainda não és sócio? Faz-te sócio e sê uma voz activa/participativa no nosso clube! Precisamos da ajuda de todos os Sportinguistas! -> http://www.sporting.pt/Socios/Inscricao/socios_inscsocio.asp

A verdade sobre o Sporting da "geração" Roquette

Documentário "GOLPE NO SPORTING" - Capítulo 1 - "Os Credíveis"
Documentário "GOLPE NO SPORTING" - Capítulo 2 - "Afinação Eleitoral"
Re: Entrevista Marinho Neves , « Resposta #5 em: Fevereiro 24, 2012, 21:12 »



*
Veterano

Mensagens: 17133
Idade: 22
Localidade: Lisboa
Masculino


"O Porto e o Boavista começaram a sentir-se ameaçados e começaram a minar o Sporting por dentro utilizando alguns elementos que hoje continuam no clube."

Isto não é novidade para ninguém, mas gostava imenso que ele tivesse mencionado nomes.
Registado



"If players are patient enough we can develop the team into one of the biggest in the world." - Jürgen Klopp
Re: Entrevista Marinho Neves , « Resposta #6 em: Fevereiro 24, 2012, 21:23 »



*
Veterano

Mensagens: 8296
Masculino


"O Porto e o Boavista começaram a sentir-se ameaçados e começaram a minar o Sporting por dentro utilizando alguns elementos que hoje continuam no clube."

Isto não é novidade para ninguém, mas gostava imenso que ele tivesse mencionado nomes.

Pois, isso acho que queríamos todos, mas ele também não é maluco, se o fizesse estava tramado, secalhar até lhe "afinavam" a vida.
Registado

És um verdadeiro Leão na Internet... mas ainda não és sócio? Faz-te sócio e sê uma voz activa/participativa no nosso clube! Precisamos da ajuda de todos os Sportinguistas! -> http://www.sporting.pt/Socios/Inscricao/socios_inscsocio.asp

A verdade sobre o Sporting da "geração" Roquette

Documentário "GOLPE NO SPORTING" - Capítulo 1 - "Os Credíveis"
Documentário "GOLPE NO SPORTING" - Capítulo 2 - "Afinação Eleitoral"
Re: Entrevista Marinho Neves , « Resposta #7 em: Fevereiro 24, 2012, 21:23 »



*
Veterano

Condecorações:Melhor Iniciativa 2008


Mensagens: 19738
Idade: 26
Localidade: Funchal
Masculino


Neste site têm um link para o pdf do livro dele, do lado esquerdo.
http://anti-corrupcao.150m.com/

És grande, obrigado pelo link,  já tratei de guardar o PDF (apenas 77 paginas) ... hoje ou amanhã, imprimir pa depois ir lendo porque no pc não dá muito jeito.

 Positivo! Bater Palmas
Registado

Re: Entrevista Marinho Neves , « Resposta #8 em: Fevereiro 24, 2012, 22:15 »



*
Sénior

Mensagens: 4563
Localidade: São João da Madeira
Masculino


Também fiquei curioso com o livro dele. Acho que vou começar a ler.

Houvessem mais senhores como este, e o futebol em Portugal não era tão corrupto, ou, pelo menos iam-se desmascarando certas pessoas. Aliás, eu não duvido que não os hajam, o problema é que dificilmente abrirão a boca para contar as verdades.

É só mais uma prova de como funciona o futebol por terras Lusitanas.
Registado

Re: Entrevista Marinho Neves , « Resposta #9 em: Fevereiro 24, 2012, 22:38 »



*
Veterano

Mensagens: 8296
Masculino


Também fiquei curioso com o livro dele. Acho que vou começar a ler.

Houvessem mais senhores como este, e o futebol em Portugal não era tão corrupto, ou, pelo menos iam-se desmascarando certas pessoas. Aliás, eu não duvido que não os hajam, o problema é que dificilmente abrirão a boca para contar as verdades.

É só mais uma prova de como funciona o futebol por terras Lusitanas.

Mais do que isso... é uma prova do cancro que vive dentro do nosso clube!
Registado

És um verdadeiro Leão na Internet... mas ainda não és sócio? Faz-te sócio e sê uma voz activa/participativa no nosso clube! Precisamos da ajuda de todos os Sportinguistas! -> http://www.sporting.pt/Socios/Inscricao/socios_inscsocio.asp

A verdade sobre o Sporting da "geração" Roquette

Documentário "GOLPE NO SPORTING" - Capítulo 1 - "Os Credíveis"
Documentário "GOLPE NO SPORTING" - Capítulo 2 - "Afinação Eleitoral"
Re: Entrevista Marinho Neves , « Resposta #10 em: Fevereiro 25, 2012, 03:17 »



*
Veterano

Mensagens: 6228
Localidade: Porto
Masculino


Numa coisa o Marinho tem enorme razao, o Inimigo do Sporting é o f.c.porto. O Rival é o benfica. e a passividade, nao so dos dirigentes como de grande parte dos socios e adeptos para com o corruptos aqui do sitio teve e tem, pois esta atitude ainda nao terminou, implicaçoes gravissimas para o nosso Clube.

E Digo sem problema, num primeiro momento, quando o pinto passa do boxe para a presidencia do clube, o Sporting devia ter feito um esforço conjunto com os lampioes para anular os mecanismos que surgiram...tal nao foi feito e quem mais sofreu com isso foi o Sporting, no entanto sera curioso analisar estes dados:

Desde a eleiçao do pinto da costa, em 1982, temos este quadro nas competiçoes internas-

Sporting Clube de Portugal-2 Campeonatos; 4 Taças de Portugal; 6 Supertaças.

lampioes-8 Campeonatos, 7 Taças de Portugal, 3 Supertaças.

corruptos-18 Campeonatos, 12 Taças de Portugal, 12 Supertaças.

é claro por estes numeros quem dominou o futebol portugues, quem controlou os seus sistemas e quem foi o maior prejudicado pelas acçoes do pinto da costa e seus lacaios. o plano do pinto da costa sempre foi afastar o Sporting do topo do futebol portugues, nao duvido que tenha colocado dentro do nosso clube mercenarios, nao duvido que muitos deles continuem dentro do clube, assim como nao duvido que o boavista no passado e o braga no presente foram\sao utilizados pelo corrupto mor para afastar ainda mais o Sporting de uma possivel recuperaçao, e este cenario é bastante assustador quando percebemos que nas ultimas epocas o braga tem superado em resultados desportivos, em determinados aspectos, o Sporting, esta epoca, por agora, estamos a 8 pontos dessa equipa serva dos interessas do porto.

Enquanto muitos Sportinguistas continuavam a sua luta cega conta os lampioes, muitos desejando ate a vitoria dos porcos no campeonato, tudo menos os rivais de lisboa diziam e ainda dizem alguns, com esta atitude servimos os interesses de um clube que era de bairro, antes de ter ocupado, na vertente competitiva, o papel que pertence ao Sporting Clube de Portugal...



Registado

"If man makes himself a worm he must not complain when he is trodden on." - Immanuel Kant
Re: Entrevista Marinho Neves , « Resposta #11 em: Fevereiro 25, 2012, 04:36 »


No avatar!

*
Júnior

Condecorações:Vencedor Torneio Sueca 2012, Fórum SCP


Mensagens: 2455
Idade: 29
Localidade: Felgueiras
Masculino


@ Nuno.N

O Boavista também já foi campeão e servo do Pdc e hoje está onde merece estar por isso dá tempo ao braguinha que vai pelo mesmo caminho.

O Sporting tem de fazer uma limpeza lá dentro da estrutura é um autentico ninho de cobras.

Uma das pessoas que está lá dentro e é portista assumido é o carlinhos freitas e é ele quem decide a equipa do Sporting com as suas contratações.
Registado

Sporting Sempre.
Re: Entrevista Marinho Neves , « Resposta #12 em: Fevereiro 25, 2012, 08:03 »



*
Iniciado

Mensagens: 117


Pessoal, tal como alguns de vocês, também muitos outros não sabem da existência do livro nem da entrevista. Espalhem a mensagem, nunca é dificil dizer a um amigo "olha vê aqui esta entrevista", seguido de um "tinhas razão quando dizias que o teu clube não era o culpado" ou de um "vê bem o lixo que o teu clube é"  Roll Eyes


O nosso Sporting é a principal cobaia destes mafiosos putrefactos. Duvido que haja alguma coisa a fazer, isto já está tão impregnado  que nem os adeptos têm vontade para lutar contra.

O maior problema ainda é o suposto sportinguista que tem voz na comunicação social, ter uma formatação tipo. Com isto quero dizer que todos eles têm que ser vassalos dos porcos. Ainda há pouco tempo ouvi o Sr. Paulo Futre acusar informalmente o GRANDE Bruno de Carvalho, devido à entrevista que se seguiu ao despedimento do Domingos (outro porco que por acaso, mas só por acaso também um porco autista), por se insurgir contra estes vira-casacas que estão a tomar conta do nosso clube. É triste um homem, que tal como muitos outros se diz sportinguista, ser tão cego.

Registado
Re: Entrevista Marinho Neves , « Resposta #13 em: Fevereiro 25, 2012, 20:14 »



*
Veterano

Mensagens: 8296
Masculino


@ Nuno.N

O Boavista também já foi campeão e servo do Pdc e hoje está onde merece estar por isso dá tempo ao braguinha que vai pelo mesmo caminho.

O Sporting tem de fazer uma limpeza lá dentro da estrutura é um autentico ninho de cobras.

Uma das pessoas que está lá dentro e é portista assumido é o carlinhos freitas e é ele quem decide a equipa do Sporting com as suas contratações.

Já que falas nisso, estive a fazer um pouco de pesquisa e encontrei algumas frases "curiosas" que o Marinho Neves foi deixando no seu facebook:

Citar
Os grandes clubes portugueses, nomeadamente os da capital, ainda não perceberam que têm os clubes pejados de espiões. Mails do Benfica caem nas mãos do Porto? Pois é meus amigos: Quando trabalhava no Sporting fazia relatórios semanais para serem entregues ao presidente Dias da Cunha, sobre estratégias de bastidores adoptadas pelos adversários. Quando dei por ela, havia alguém no Sporting que mal recebia os meus relatórios os enviava para Pinto da Costa e Valentim Loureiro. E esse espião está de novo no Sporting. Não aprendem.

Supostamente referindo-se à queixa que o Sporting fez das arbitragens no inicio do campeonato:
Citar
O Sporting tem alguma razão e Godinho Lopes revelou coragem. Mas foi ele que escolheu para director desportivo um Dragão de quatro costados. Um director desportivo que já foi despedido do Sporting 3 vezes. Que no tempo de Dias da Cunha estava aliado com Valentim Loureiro e o presidente do seu clube!

Citar
Tudo isto quer dizer que o Sporting tem sido muito bem gerido nos últimos anos. E para gravar mais a situação, Godinho contratou para director desportivo o homem que levou esses jogadores para Braga e.... também para o porto.....pela porta das traseiras.

Citar
O Sporting faz-me lembrar o povo português: farta-se de ser roubado, mas não aprende


Acho que não é preciso dizer mais nada, está à vista.
Claro que o Marinho Neves não é o "Deus" da informação nem sabe tudo, mas o que ele tem dito está à vista de todos.
Já vi Sportinguistas a chamarem-no de lampião e já vi lampiões a chamarem-no de lagarto... não sei qual é o clube dele, nem isso está aqui em causa, o que sei é que o homem detesta o Corrupto da Costa e toda aquela corrupção do norte... tem boas razões para isso tal como todos nós e o que ele tem dito durante estes anos tem sido confirmado pela realidade.
« Última modificação: Fevereiro 25, 2012, 20:41 por Green_Heart » Registado

És um verdadeiro Leão na Internet... mas ainda não és sócio? Faz-te sócio e sê uma voz activa/participativa no nosso clube! Precisamos da ajuda de todos os Sportinguistas! -> http://www.sporting.pt/Socios/Inscricao/socios_inscsocio.asp

A verdade sobre o Sporting da "geração" Roquette

Documentário "GOLPE NO SPORTING" - Capítulo 1 - "Os Credíveis"
Documentário "GOLPE NO SPORTING" - Capítulo 2 - "Afinação Eleitoral"
Re: Entrevista Marinho Neves , « Resposta #14 em: Fevereiro 27, 2012, 15:05 »


No avatar!

*
Júnior

Condecorações:Vencedor Torneio Sueca 2012, Fórum SCP


Mensagens: 2455
Idade: 29
Localidade: Felgueiras
Masculino


Quanto ao clube do Marinho li em algures que não era do Sporting, ora bem se não é do Sporting não gosta do Porto ou é lamp ou então o 4º clube hehe
Registado

Sporting Sempre.
Re: Entrevista Marinho Neves , « Resposta #15 em: Fevereiro 27, 2012, 15:39 »



*
Veterano

Condecorações:Melhor Avatar 2010Humorista 2009Humorista 2008


Mensagens: 10655
Idade: 37
Localidade: Alfena
Masculino


Possivelmente o Marinho Neves é boavisteiro.
Registado

#&%@-$€!!!
Re: Entrevista Marinho Neves , « Resposta #16 em: Fevereiro 27, 2012, 15:46 »



*
Juvenil

Mensagens: 559


Eu não me lembro de todos, mas no livro, troquem Jose seminário por PdC e Huh? Balboa por Reinaldo Teles
Registado
Re: Entrevista Marinho Neves , « Resposta #17 em: Fevereiro 27, 2012, 18:33 »



*

Mensagens: 7905
Idade: 30
Localidade: Lisboa
Masculino


Possivelmente o Marinho Neves é boavisteiro.

Correctíssimo. Mas é, sobretudo, uma pessoa honesta e um dos poucos jornalistas que ainda se preocupa com a palavra verdade.
Registado

"The one thing that doesn't abide by majority rule is a person's conscience." - Harper Lee
Re: Entrevista Marinho Neves , « Resposta #18 em: Fevereiro 27, 2012, 19:34 »


ex-Conde d'Asseca


*
Sénior

Mensagens: 3697
Localidade: Algarve
Masculino


Muito antes do Pº apito dourado,já tinha lido o seu livro "golpe de estádio" e não é que o homem "adivinhou" tudo....só estou admirado como ainda anda por cá....
Registado

Abaixo a corrupção,tanto no desporto como na politica!!!
Re: Entrevista Marinho Neves , « Resposta #19 em: Fevereiro 06, 2013, 12:12 »



*
Juvenil

Mensagens: 559


Após esta entrevista adicionei o Marinho Neves no Facebook. Tenho lido lá coisas interessantes, mas uma de ontem deixou-me com a pulga atrás da orelha e achei por bem partilhar:

Jorge Schnitzer
há 12 horas
Marinho Neves respondi à tua pergunta sobre quem eram os três donos do Fundo secreto (que tem os passes do Moutinho, e da maioria dos jogadores do Porto, Braga e Sporting) e apagaram-me o post. Eu sou teimoso (eles apagam e eu repito aqui as vezes que for preciso). Os donos são: JORGE MENDES, ALEXANDRE PINTO DA COSTA e ANTONIO SALVADOR. Acertei ?

Marinho Neves na muche. Vou fazer-te uma pergunta mais difícil. Como se chama o fundo e qual é o capital e já agora podes dizer o país onde está sediado.

Jorge Schnitzer irlanda, quality football ireland ltd., bes dubai - banco emissor
Registado
Gosta deste tópico? Partilhe-o:
Páginas: [1] 2 seguinte » Ir para o topo Imprimir
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Assuntos Desportivos Assuntos Desportivos Gerais e de Outros Clubes (Moderador: Angel Lion) Tópico:

Entrevista Marinho Neves

« tópico anterior seguinte »
Ir para:

Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2011, Simple Machines
Tema SMFone modificado por Avantix e Paracelsus.
Optimizado para o Mozilla Firefox na resolução 1024 x 768.
© 2004 - 2010 | Fórum SCP | Alguns Direitos Reservados
Fórum não-oficial do Sporting Clube de Portugal

Ajuda | | Sitemap | Política de Privacidade