Ricardo Tomás - Entrevista a OJogo - Modalidades do Sporting

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

****** Fevereiro 18, 2012, 04:31 am
Citação de: OJogo
"Sporting vai ter 33 modalidades"

Ricardo Tomás tem 34 anos, é sócio numa grande sociedade de advogados, e não se incomoda quando lhe lembram que os responsáveis pelas modalidades nos grandes clubes são em regra vice-presidente. "Aqui somos todos unidos. Os cargos são irrelevantes", atira, ele que é vogal da Direcção. A O JOGO, fez não só uma radiografia daquilo que são as modalidades do Sporting como falou, sobretudo, do futuro.

Já li declarações suas dizendo estar o Sporting aberto a novas modalidades. Porquê?

Houve uma concretização prática disso logo no início do nosso mandato, com a entrada do karting, apoiando um jovem que foi campeão nacional de cadetes. Entrou com um êxito, que esperemos se repita.

Mas isso é apoiar um piloto...

O Sporting não pode ter uma pista de karting! Nos desportos motorizados só podemos estar assim e já tivemos um campeão do mundo de clássicos. Mas também abriu a canoagem, ao entrar o Emanuel Silva. O projecto de expansão das modalidades é para continuar. Está em fase adiantada a preparação do regresso do râguebi, modalidade que por acaso está na origem das camisolas do Sporting. Há mais algumas em projecto. O Sporting vai para 33 modalidades; já temos 31 e somos o clube mais ecléctico do País, além de sermos o clube português com mais títulos na Europa e já no ano passado termos estado perto de ser o clube com mais títulos europeus em modalidades distintas [superando o Barcelona], pois ao êxitos do futebol, andebol, hóquei em patins e atletismo estivemos perto de juntar o futsal.

Mas novas modalidades - e querendo o Sporting mais títulos - não representam mais investimentos?

Perante o cenário económico do País todos os projectos terão pés bem assentes na terra. Qualquer modalidade que entre terá de ser auto-sustentada. O tempo em que se passava um cheque acabou.

O hóquei em patins, se subir à I Divisão, não irá merecer um investimento do clube?

Essa é uma modalidade exemplar. Começou com a formação, foi crescendo e já tem títulos e vai subindo de divisão. A secção de hóquei sabe perfeitamente como tem de funcionar. Os pressupostos vão manter-se: a prioridade é a viabilidade financeira. Se a equipa subir à I Divisão - como acredito vai acontecer -, o restante será depois analisado.


http://www.ojogo.pt/28-49/artigo971098.asp



Citação de: OJogo
Ginástica e natação querem mais espaço

"A ginástica dará 118 mil euros de lucro. Na natação serão 443 mil euros. O futsal está projectado para um resultado positivo de 40 mil euros. O judo também; nos desportos de combate teremos um lucro de 38 mil euros", atira, com uma ponta de orgulho, Ricardo Tomás, reconhecendo que "despesas temos no atletismo e no andebol, mas nada de desmesurado". O orçamento das modalidades leoninas está "próximo dos três milhões de euros e há casos de enorme sucesso, como a ginástica, pois temos mais de mil praticantes e uma tendência para crescer, uma vez que a procura excede os espaços disponíveis, tal como na natação, pois se o estádio fosse uma piscina... estaria cheio". A propósito, o responsável leonino também lembra que "a equipa liderada pelo professor Cruchinho conseguiu o título nacional graças a jovens nascidos e criados cá". Outro motivo de orgulho, não esconde, é o judo: "O Pedro Soares formou a melhor escola do País, chamou grandes atletas para junto de si e agora até vamos à Liga dos Campeões!"

http://www.ojogo.pt/28-49/artigo971099.asp



Citação de: OJogo
Eclécticos e olímpicos

"No triatlo, fizemos agora um protocolo para entregar bicicletas aos atletas, pois temos formação, não ficamos apenas por João Silva, que, por sinal, é o melhor - lidera o ranking mundial! Quem nos procurar pode inscrever-se na nossa escola de triatlo", refere Ricardo Tomás, responsável das modalidades do Sporting, explicando que, na canoagem, o clube só tem um atleta, Emanuel Silva, porque "em Alvalade não podemos fazer uma pista para ele nem, em Lisboa, existem condições para uma escola de canoagem".

A política de contratação de atletas olímpicos, já seguida pelo enfica, é prontamente desmentida. "O Emanuel só participou em dois Jogos Olímpicos. Já o Sporting tem 109 atletas olímpicos e conquistou nove medalhas nos Jogos. Portanto, não vamos fazer comparações sobre quem é o clube mais olímpico. O Emanuel insere-se no programa de expansão das modalidades, e é só. Não necessitamos de 'projectos olímpicos'! O seu eclectismo já deu ao Sporting a maior representatividade nos Jogos, será também o clube a levar mais atletas a Londres, no próximo Verão, e não só: estamos já a preparar os Jogos do Rio'2016, onde aumentaremos o nosso contingente com um atleta português na natação. Pois, porque este ano já teremos um, mas a nadar por Angola! O Sporting não tem necessidade de se afirmar pelo número de atletas olímpicos", terminou Ricardo Tomás.


http://www.ojogo.pt/28-49/artigo971100.asp



Citação de: OJogo
Novo espaço é segredo

O Sporting não tem um grande pavilhão - "O presidente Godinho Lopes foi o primeiro a dizê-lo: deveria ter sido erguido juntamente com o estádio", lembra Ricardo Tomás -, mas tem uma impressionante estrutura para treino chamada Multidesportivo e prepara... uma surpresa. "Falta uma zona onde se juntem as modalidades todas: andebol, futsal, atletismo etc. Uma grande cidade desportiva", diz Ricardo Tomás, sem abrir mais o jogo. "A Direcção está a estudar alternativas que satisfaçam as necessidades das modalidades e consigam reunir todas num mesmo espaço", diz apenas, prometendo um anúncio "para breve". Se o pavilhão em Alvalade está adiado - "A conjuntura económica não é favorável" -, a família leonina vai-se reunindo no Multidesportivo: "Aqui pratica-se desde a natação às modalidades de combate, passando por andebol, ginástica, natação. Num único edifício, está tudo aquilo que é o Sporting e treinam cá seis mil pessoas, a maioria atletas nossos!"

http://www.ojogo.pt/28-49/artigo971101.asp



Citação de: OJogo
As maiores Em análise

> "Andebol tem equipa de futuro"

"No andebol, não somos campeões nacionais, mas já ganhámos a Taça Challenge. Foi o primeiro título internacional de um clube português, e este ano mais uma vez lutamos por ele. Temos uma equipa jovem e dela esperamos um grande futuro. Alguns dos nossos jogadores, sendo jovens, já são certezas, pelo que o Sporting se irá continuar a bater com qualquer adversário. O orçamento foi reduzido da época passada para esta, solução apenas possível devido à forte aposta na formação. O director-geral das modalidades, Mário Patrício, que acompanha bem de perto o andebol, tem garantido essa aposta na formação, que também nos tem dado títulos. Os juniores ainda recentemente bateram o FC Porco. E isto não esquecendo que os seniores ainda têm uma palavra a dizer no campeonato; estão na luta."

> "No atletismo ficámos com atraso"

"Uma das nossas preocupações tem sido o atletismo. Dá-se muito valor ao trabalho feito, mas a modalidade sofre com os custos que tem. Não move multidões para gerar receitas. Por outro lado, e temos consciência disso, no atletismo temos uns anos de atraso no que toca à formação. Já começámos o ano passado a resolver isso e temos 77 jovens na academia que foi criada. O futuro e a sustentabilidade do atletismo passam pela formação. O Sporting tem de criar muitas Naides e Obikwelus. Podemos ainda necessitar de três ou quatro anos para ter frutos, mas é esse o caminho."

> "Futsal é campeão e com lucro"

"Em futsal, o Sporting é bicampeão nacional, ganhou Taça e Supertaça, lidera o ranking da UEFA Futsal Cup e tem um orçamento inferior ao do seu principal adversário. Isto deve-se a um enorme trabalho de toda aquela equipa. Pode perguntar-me se este ano vamos voltar a ganhar tudo que eu, se o nosso orçamento fosse o dos adversários, garantiria que sim. Mas não gastamos o mesmo. Por isso digo apenas que vamos discutir tudo. É expectável que, este ano, o orçamento tenha um resultado positivo, mas ainda dependendo de receitas como as de bilheteira."

http://www.ojogo.pt/28-49/artigo971102.asp
***** Fevereiro 18, 2012, 11:46 am
Bela entrevista, com várias boas coisas ditas. Regresso do Rugby muito importante e bom, assim como deviam inaugurar modalidades como Ténis, Golfe, Vela, que têm tudo a ver com o Sporting e os seus adeptos.

Excelente notícia a do Hóquei, espero que viabilizem o projecto financeiramente caso subam à 1ª divisão. É uma modalidade que está a (re)unir cada vez mais adeptos, dentro do SCP.

Quanto ao pavilhão, é bom saber que a direcção está atenta a isso. Acho que uma boa ideia era juntar pavimentos desportivos das varias modalidades à Academia, tornando a Academia Sporting numa Academia Sporting, e não numa Academia Sporting - Futebol. Juntar uma pista de atletismo, um relvado de atletismo, e um pavilhão do género do multi-desportivo na academia era óptimo, até para as nossas equipas fazerem estágios lá. Depois era necessário um pavilhão para jogos, junto ao estádio.
***** Fevereiro 18, 2012, 11:53 am
Muito boa entrevista.

Citar
Quanto ao pavilhão, é bom saber que a direcção está atenta a isso. Acho que uma boa ideia era juntar pavimentos desportivos das varias modalidades à Academia, tornando a Academia Sporting numa Academia Sporting, e não numa Academia Sporting - Futebol. Juntar uma pista de atletismo, um relvado de atletismo, e um pavilhão do género do multi-desportivo na academia era óptimo, até para as nossas equipas fazerem estágios lá. Depois era necessário um pavilhão para jogos, junto ao estádio.


Isto é uma coisa que já defendi aqui e que continuo a defender.
"É um orgulho estar no Sporting. Quem não conhece o Sporting sabe muito pouco de futebol"  Tales  3-9-2010
***** Fevereiro 18, 2012, 14:11 pm
- Um possível regresso do Rugby é uma boa notícia. A meu ver, é um Modalidade que tem tudo a ver com o Clube e que tem que ter como base a formação.

- Fiquei impressionado com os resultados positivos da Ginástica, Natação e Desportos de Combate. Interessante também a visão para os futuros Jogos Olímpicos.

- O Atletismo é uma preocupação.
***** Fevereiro 18, 2012, 15:02 pm
Tal como o @Frederico Vieira fiquei agradavelmente surpreendido com os projectos futuros da Ginástica, Natação, Desportos de Combate, Hóquei e Atletismo, assim como dos planos para uma verdadeira Academia Sporting.

Excelente entrevista do Ricardo Tomás. Arrisco-me a dizer que esta foi uma das melhores intervenções de algum dirigente nosso, no passado mais recente.
Fevereiro 18, 2012, 20:03 pm
Bela entrevista, com várias boas coisas ditas. Regresso do Rugby muito importante e bom, assim como deviam inaugurar modalidades como Ténis, Golfe, Vela, que têm tudo a ver com o Sporting e os seus adeptos.

Excelente notícia a do Hóquei, espero que viabilizem o projecto financeiramente caso subam à 1ª divisão. É uma modalidade que está a (re)unir cada vez mais adeptos, dentro do SCP.

Quanto ao pavilhão, é bom saber que a direcção está atenta a isso. Acho que uma boa ideia era juntar pavimentos desportivos das varias modalidades à Academia, tornando a Academia Sporting numa Academia Sporting, e não numa Academia Sporting - Futebol. Juntar uma pista de atletismo, um relvado de atletismo, e um pavilhão do género do multi-desportivo na academia era óptimo, até para as nossas equipas fazerem estágios lá. Depois era necessário um pavilhão para jogos, junto ao estádio.

Desculpa lá, mas essa foi mesmo à "Baltarzarzinho". O golfe e a vela relacionam-se com os sportinguistas de que forma? Por serem desportos elitistas, ao alcance de poucos?

Esse Sporting dos elitistas definhou o clube e o rumo agora tem que ser outro, sem esses laivos de supremacia barata.
***** Fevereiro 18, 2012, 21:55 pm
Bela entrevista, com várias boas coisas ditas. Regresso do Rugby muito importante e bom, assim como deviam inaugurar modalidades como Ténis, Golfe, Vela, que têm tudo a ver com o Sporting e os seus adeptos.

Excelente notícia a do Hóquei, espero que viabilizem o projecto financeiramente caso subam à 1ª divisão. É uma modalidade que está a (re)unir cada vez mais adeptos, dentro do SCP.

Quanto ao pavilhão, é bom saber que a direcção está atenta a isso. Acho que uma boa ideia era juntar pavimentos desportivos das varias modalidades à Academia, tornando a Academia Sporting numa Academia Sporting, e não numa Academia Sporting - Futebol. Juntar uma pista de atletismo, um relvado de atletismo, e um pavilhão do género do multi-desportivo na academia era óptimo, até para as nossas equipas fazerem estágios lá. Depois era necessário um pavilhão para jogos, junto ao estádio.

Desculpa lá, mas essa foi mesmo à "Baltarzarzinho". O golfe e a vela relacionam-se com os sportinguistas de que forma? Por serem desportos elitistas, ao alcance de poucos?

Esse Sporting dos elitistas definhou o clube e o rumo agora tem que ser outro, sem esses laivos de supremacia barata.

Por muito que não queiras, a verdade é que há muitas pessoas praticantes dessas modalidades que são Sportinguistas. Muitas mesmo. Eu não estou a dizer que aprovo ou não isto, isso não interessa, o que importa é o facto de grande parte da 'elite' ser Sportinguista. Precisamente por serem desportos elitistas relacionam-se com muitos adeptos do Sporting que também o são.
***** Fevereiro 18, 2012, 22:06 pm
Gostei bastante da entrevista. Havia modalidades que eu não sabia que estavam a ter tanto sucesso. O Sporting é um clube enorme.  :clap:
Fevereiro 18, 2012, 23:01 pm
Bela entrevista, com várias boas coisas ditas. Regresso do Rugby muito importante e bom, assim como deviam inaugurar modalidades como Ténis, Golfe, Vela, que têm tudo a ver com o Sporting e os seus adeptos.

Excelente notícia a do Hóquei, espero que viabilizem o projecto financeiramente caso subam à 1ª divisão. É uma modalidade que está a (re)unir cada vez mais adeptos, dentro do SCP.

Quanto ao pavilhão, é bom saber que a direcção está atenta a isso. Acho que uma boa ideia era juntar pavimentos desportivos das varias modalidades à Academia, tornando a Academia Sporting numa Academia Sporting, e não numa Academia Sporting - Futebol. Juntar uma pista de atletismo, um relvado de atletismo, e um pavilhão do género do multi-desportivo na academia era óptimo, até para as nossas equipas fazerem estágios lá. Depois era necessário um pavilhão para jogos, junto ao estádio.

Desculpa lá, mas essa foi mesmo à "Baltarzarzinho". O golfe e a vela relacionam-se com os sportinguistas de que forma? Por serem desportos elitistas, ao alcance de poucos?

Esse Sporting dos elitistas definhou o clube e o rumo agora tem que ser outro, sem esses laivos de supremacia barata.

Por muito que não queiras, a verdade é que há muitas pessoas praticantes dessas modalidades que são Sportinguistas. Muitas mesmo. Eu não estou a dizer que aprovo ou não isto, isso não interessa, o que importa é o facto de grande parte da 'elite' ser Sportinguista. Precisamente por serem desportos elitistas relacionam-se com muitos adeptos do Sporting que também o são.

Pensa lá na lógica do que escreveste. Se há "muitas pessoas praticantes dessas modalidades que são Sportinguistas", ainda mais são os Sportinguistas que praticam outro tipo de modalidades e essas com um verdadeiro percurso histórico no clube. E posso referir-te algumas: basquetebol, voleibol e ciclismo. Apenas para citar as mais populares. As duas primeiras acredito que mais tarde ou mais cedo regressem, o ciclismo infelizmente tem custos demasiado altos para serem suportados sem uma parceria empresarial forte.

Mas não condeno a tua forma de pensar. É fruto da envolvência social e daquilo que te transmitem.
***** Fevereiro 18, 2012, 23:07 pm
Bela entrevista, com várias boas coisas ditas. Regresso do Rugby muito importante e bom, assim como deviam inaugurar modalidades como Ténis, Golfe, Vela, que têm tudo a ver com o Sporting e os seus adeptos.

Excelente notícia a do Hóquei, espero que viabilizem o projecto financeiramente caso subam à 1ª divisão. É uma modalidade que está a (re)unir cada vez mais adeptos, dentro do SCP.

Quanto ao pavilhão, é bom saber que a direcção está atenta a isso. Acho que uma boa ideia era juntar pavimentos desportivos das varias modalidades à Academia, tornando a Academia Sporting numa Academia Sporting, e não numa Academia Sporting - Futebol. Juntar uma pista de atletismo, um relvado de atletismo, e um pavilhão do género do multi-desportivo na academia era óptimo, até para as nossas equipas fazerem estágios lá. Depois era necessário um pavilhão para jogos, junto ao estádio.

Desculpa lá, mas essa foi mesmo à "Baltarzarzinho". O golfe e a vela relacionam-se com os sportinguistas de que forma? Por serem desportos elitistas, ao alcance de poucos?

Esse Sporting dos elitistas definhou o clube e o rumo agora tem que ser outro, sem esses laivos de supremacia barata.

Por muito que não queiras, a verdade é que há muitas pessoas praticantes dessas modalidades que são Sportinguistas. Muitas mesmo. Eu não estou a dizer que aprovo ou não isto, isso não interessa, o que importa é o facto de grande parte da 'elite' ser Sportinguista. Precisamente por serem desportos elitistas relacionam-se com muitos adeptos do Sporting que também o são.

Pensa lá na lógica do que escreveste. Se há "muitas pessoas praticantes dessas modalidades que são Sportinguistas", ainda mais são os Sportinguistas que praticam outro tipo de modalidades e essas com um verdadeiro percurso histórico no clube. E posso referir-te algumas: basquetebol, voleibol e ciclismo. Apenas para citar as mais populares. As duas primeiras acredito que mais tarde ou mais cedo regressem, o ciclismo infelizmente tem custos demasiado altos para serem suportados sem uma parceria empresarial forte.

Mas não condeno a tua forma de pensar. É fruto da envolvência social e daquilo que te transmitem.

Amigo, obviamente que também gostava, tanto ou mais, que essas modalidades que disseste voltassem ao nosso Grande Clube. São modalidades históricas, que já nos deram muito, e que certamente teriam sucesso. Apenas disse aquelas (Ténis, Vela e Golfe) porque estão 'na mesma linha' que o Rugby, não em termos desportivos, mas a grande maioria das pessoas que as praticam são das consideradas 'elitistas'. Mas obviamente que também gostava que essas voltassem. Não quis com isto dizer que a Vela ou o Golfe deviam de ter prioridade em relação às outras (até porque eu até gosto mais de Basquetebol ou Voleibol do que estas duas) :great:
Fevereiro 18, 2012, 23:19 pm
Bela entrevista, com várias boas coisas ditas. Regresso do Rugby muito importante e bom, assim como deviam inaugurar modalidades como Ténis, Golfe, Vela, que têm tudo a ver com o Sporting e os seus adeptos.

Excelente notícia a do Hóquei, espero que viabilizem o projecto financeiramente caso subam à 1ª divisão. É uma modalidade que está a (re)unir cada vez mais adeptos, dentro do SCP.

Quanto ao pavilhão, é bom saber que a direcção está atenta a isso. Acho que uma boa ideia era juntar pavimentos desportivos das varias modalidades à Academia, tornando a Academia Sporting numa Academia Sporting, e não numa Academia Sporting - Futebol. Juntar uma pista de atletismo, um relvado de atletismo, e um pavilhão do género do multi-desportivo na academia era óptimo, até para as nossas equipas fazerem estágios lá. Depois era necessário um pavilhão para jogos, junto ao estádio.

Desculpa lá, mas essa foi mesmo à "Baltarzarzinho". O golfe e a vela relacionam-se com os sportinguistas de que forma? Por serem desportos elitistas, ao alcance de poucos?

Esse Sporting dos elitistas definhou o clube e o rumo agora tem que ser outro, sem esses laivos de supremacia barata.

Por muito que não queiras, a verdade é que há muitas pessoas praticantes dessas modalidades que são Sportinguistas. Muitas mesmo. Eu não estou a dizer que aprovo ou não isto, isso não interessa, o que importa é o facto de grande parte da 'elite' ser Sportinguista. Precisamente por serem desportos elitistas relacionam-se com muitos adeptos do Sporting que também o são.

Pensa lá na lógica do que escreveste. Se há "muitas pessoas praticantes dessas modalidades que são Sportinguistas", ainda mais são os Sportinguistas que praticam outro tipo de modalidades e essas com um verdadeiro percurso histórico no clube. E posso referir-te algumas: basquetebol, voleibol e ciclismo. Apenas para citar as mais populares. As duas primeiras acredito que mais tarde ou mais cedo regressem, o ciclismo infelizmente tem custos demasiado altos para serem suportados sem uma parceria empresarial forte.

Mas não condeno a tua forma de pensar. É fruto da envolvência social e daquilo que te transmitem.

Amigo, obviamente que também gostava, tanto ou mais, que essas modalidades que disseste voltassem ao nosso Grande Clube. São modalidades históricas, que já nos deram muito, e que certamente teriam sucesso. Apenas disse aquelas (Ténis, Vela e Golfe) porque estão 'na mesma linha' que o Rugby, não em termos desportivos, mas a grande maioria das pessoas que as praticam são das consideradas 'elitistas'. Mas obviamente que também gostava que essas voltassem. Não quis com isto dizer que a Vela ou o Golfe deviam de ter prioridade em relação às outras (até porque eu até gosto mais de Basquetebol ou Voleibol do que estas duas) :great:

Já estou mais satisfeito então  ;)
Mas também refiro, que por exemplo, relativamente ao golfe, não vejo qualquer utilidade em tê-la como modalidade de um clube como o Sporting. O conceito de clube desportivo não se aplica a uma modalidade como o golfe.

E mesmo a vela apenas faria sentido em associação a um clube naval, com o desenvolvimento de escalões de formação, com a meta de "desenvolver" futuros valores capazes de chegar a umas olimpíadas. Fazer o que fizemos na canoagem, contratando um atleta já formado e não tendo nós qualquer estrutura de suporte é simplesmente ridículo e vai na senda do que o carnide faz.
« Última modificação: Fevereiro 18, 2012, 23:44 pm por Illicitus »
***** Fevereiro 18, 2012, 23:29 pm
Bela entrevista, com várias boas coisas ditas. Regresso do Rugby muito importante e bom, assim como deviam inaugurar modalidades como Ténis, Golfe, Vela, que têm tudo a ver com o Sporting e os seus adeptos.

Excelente notícia a do Hóquei, espero que viabilizem o projecto financeiramente caso subam à 1ª divisão. É uma modalidade que está a (re)unir cada vez mais adeptos, dentro do SCP.

Quanto ao pavilhão, é bom saber que a direcção está atenta a isso. Acho que uma boa ideia era juntar pavimentos desportivos das varias modalidades à Academia, tornando a Academia Sporting numa Academia Sporting, e não numa Academia Sporting - Futebol. Juntar uma pista de atletismo, um relvado de atletismo, e um pavilhão do género do multi-desportivo na academia era óptimo, até para as nossas equipas fazerem estágios lá. Depois era necessário um pavilhão para jogos, junto ao estádio.

Desculpa lá, mas essa foi mesmo à "Baltarzarzinho". O golfe e a vela relacionam-se com os sportinguistas de que forma? Por serem desportos elitistas, ao alcance de poucos?

Esse Sporting dos elitistas definhou o clube e o rumo agora tem que ser outro, sem esses laivos de supremacia barata.

Por muito que não queiras, a verdade é que há muitas pessoas praticantes dessas modalidades que são Sportinguistas. Muitas mesmo. Eu não estou a dizer que aprovo ou não isto, isso não interessa, o que importa é o facto de grande parte da 'elite' ser Sportinguista. Precisamente por serem desportos elitistas relacionam-se com muitos adeptos do Sporting que também o são.

Pensa lá na lógica do que escreveste. Se há "muitas pessoas praticantes dessas modalidades que são Sportinguistas", ainda mais são os Sportinguistas que praticam outro tipo de modalidades e essas com um verdadeiro percurso histórico no clube. E posso referir-te algumas: basquetebol, voleibol e ciclismo. Apenas para citar as mais populares. As duas primeiras acredito que mais tarde ou mais cedo regressem, o ciclismo infelizmente tem custos demasiado altos para serem suportados sem uma parceria empresarial forte.

Mas não condeno a tua forma de pensar. É fruto da envolvência social e daquilo que te transmitem.

Amigo, obviamente que também gostava, tanto ou mais, que essas modalidades que disseste voltassem ao nosso Grande Clube. São modalidades históricas, que já nos deram muito, e que certamente teriam sucesso. Apenas disse aquelas (Ténis, Vela e Golfe) porque estão 'na mesma linha' que o Rugby, não em termos desportivos, mas a grande maioria das pessoas que as praticam são das consideradas 'elitistas'. Mas obviamente que também gostava que essas voltassem. Não quis com isto dizer que a Vela ou o Golfe deviam de ter prioridade em relação às outras (até porque eu até gosto mais de Basquetebol ou Voleibol do que estas duas) :great:

Já estou mais satisfeito então  ;)
Mas também refiro, que por exemplo, relativamente ao golfe, não vejo qualquer utilidade em tê-la como modalidade de um clube como o Sporting. O conceito de clube desportivo não se aplica a uma modalidade como o golfe.

E memso a vela apenas faria sentido em associação a um clube naval, com o desenvolvimento de escalões de formação, com a meta de "desenvolver" futuros valores capazes de jogar a umas olimpíadas. Fazer o que fizemos na canoagem, contratando um atleta já formado e não tendo nós qualquer estrutura de suporte é simplesmente ridículo e vai na senda do que o carnide faz.

Quanto ao Golfe, pensando assim, tens razão. Na vela, concordo contigo. Até podemos contratar um ou outro atleta 'já feito' (como fizemos no Judo, por exemplo, e agora no Judo temos uma formação das melhores nacionais), desde que também haja formação
****** Fevereiro 18, 2012, 23:40 pm


Por partes:

Completamente a favor de mais modalidades, sempre.
Para alem do Raguebi espero que regresse tb como se têm falado o Basquete.
Para depois gostava do regresso do Volei.

Excelentes numeros da Ginastica e da Nataçao

Aquela do novo espaço para mim tras agua na boca.....

SL
***** Fevereiro 18, 2012, 23:53 pm


Por partes:

Completamente a favor de mais modalidades, sempre.
Para alem do Raguebi espero que regresse tb como se têm falado o Basquete.
Para depois gostava do regresso do Volei.

Excelentes numeros da Ginastica e da Nataçao

Aquela do novo espaço para mim tras agua na boca.....

SL

Podes crer :drool:
* Fevereiro 19, 2012, 02:55 am
Para os mais distraídos, a "zona onde se juntem as modalidades todas: andebol, futsal, atletismo etc." e a existência de "uma grande cidade desportiva" significam que não vai haver Pavilhão junto a Alvalade para ninguém, daí logo a ressalva que foi feita para "o presidente Godinho Lopes foi o primeiro a dizê-lo: deveria ter sido erguido juntamente com o estádio".
· · · ·
Fevereiro 19, 2012, 03:51 am
Para os mais distraídos, a "zona onde se juntem as modalidades todas: andebol, futsal, atletismo etc." e a existência de "uma grande cidade desportiva" significam que não vai haver Pavilhão junto a Alvalade para ninguém, daí logo a ressalva que foi feita para "o presidente Godinho Lopes foi o primeiro a dizê-lo: deveria ter sido erguido juntamente com o estádio".

   Bem observado. A localização da "cidade desportiiva" dificilmente poderá ser nas imediações do Estádio, a não ser que se estejam a referir à Cidade Universitária e uma possível colaboração (?). O que já seria um distanciamento para lá do "definido" até aqui. Mas a observação parece-se interessante, e parece-me estar mais ou menos ajustada.

   Já se falou em cidade desportiva várias vezes, e normalmente não passou de promessa, ou, quando muito, do papel. E foi assim, com promessas do género, que se acabaram por cometer vários equívocos.
Fevereiro 19, 2012, 10:07 am
Eu nao ficava chocado se erguessemos uma estrutura dessas fora de Alvalade, desde que em Lisboa. Lisboa e' uma cidade pequena...
*** Fevereiro 19, 2012, 17:31 pm
Para os mais distraídos, a "zona onde se juntem as modalidades todas: andebol, futsal, atletismo etc." e a existência de "uma grande cidade desportiva" significam que não vai haver Pavilhão junto a Alvalade para ninguém, daí logo a ressalva que foi feita para "o presidente Godinho Lopes foi o primeiro a dizê-lo: deveria ter sido erguido juntamente com o estádio".

   Bem observado. A localização da "cidade desportiva" dificilmente poderá ser nas imediações do Estádio, a não ser que se estejam a referir à Cidade Universitária e uma possível colaboração (?). O que já seria um distanciamento para lá do "definido" até aqui. Mas a observação parece-se interessante, e parece-me estar mais ou menos ajustada.

   Já se falou em cidade desportiva várias vezes, e normalmente não passou de promessa, ou, quando muito, do papel. E foi assim, com promessas do género, que se acabaram por cometer vários equívocos.

Se não há dinheiro para o 'pavilhãozinho' como lhe chamava o Bettencourt, como vai haver para uma 'cidade desportiva' ?  ::)

A não ser que ela já exista. A Cidade Universitária é impossível, por todas as razões. A não ser que seja partilhado com outras Instituições, mas será sempre na situação de arrendatária.

Perto de Lisboa, só se algum sheik das Arábias fizer uma OPA ao Belenenses e à nossa SAD do futebol e nos ceder as boas instalações que o Belém  possui...
O meu símbolo é o LEÃO não o carneiro.

Dinasta da Dívida : Roquette - 'O Projectista Falhado', Dias da Cunha - 'O Crédulo Impenitente', Soares Franco - 'O Dissimulado compulsivo', Bettencourt - 'O Visigodo Inimputável', Godinho Lopes - 'O ex-Arguido Credível'
Day AfterBruno de Carvalho  - 'O SCP é Nosso, outra vez !!!'
* Fevereiro 19, 2012, 22:38 pm
   Bem observado. A localização da "cidade desportiiva" dificilmente poderá ser nas imediações do Estádio, a não ser que se estejam a referir à Cidade Universitária e uma possível colaboração (?). O que já seria um distanciamento para lá do "definido" até aqui. Mas a observação parece-se interessante, e parece-me estar mais ou menos ajustada.

Não é uma observação, é uma constatação/facto! E até me esqueci de relacionar outro facto: a solução encontrada vai ser apresentada antes da CML discutir sobre os terrenos do Pavilhão. Acho que quer dizer tudo.

Se não há dinheiro para o 'pavilhãozinho' como lhe chamava o Bettencourt, como vai haver para uma 'cidade desportiva' ?  ::) A não ser que ela já exista.

 ;)
· · · ·
****** Fevereiro 19, 2012, 22:56 pm
Entrevista da treta de uma pessoa que caiu de pára-quedas na realidade das modalidades.

O ecletismo nesta altura delicada precisava de alguém relevante na estrutura leonina. Não de yes boys ( que ainda nem chegaram a man )
My name is Ash and I am a slave. As far as I can tell, the year is 1300 A.D and I'm being dragged to my death. It wasn't always like this, I had a normal life, once.....