Centro de Atenas a Arder

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.


...

Eu gostava era de saber que culpa tem as pessoas que se encontram agora no desemprego naquele país.

- 20% da população em geral;
- Metade dos jovens encontram-se desempregados.

Tambem na Espanha isso acontece. Alias pior, o desemprego e mais de 20%.

Tipico de paises com altas percentagens de empregos sesonais derivados do turismo.

O problema na Grecia nao e esse, o problema e o que lhes esta a ser imposto, por quem esta a ser imposto, e o porque de estar a ser imposto. O ultimo bailout, por exemplo, 75% do dinheiro vai direito para os bancos que emprestaram o dinheiro a Grecia. Esses mesmos bancos que teem recebido injeccoes de dinheiro barato pelo ECB. E depois o emprestam a juros faraonicos a Grecia, Portugal, etc.

Agora pensem quem e que esta a ser salvo...

http://www.bbc.co.uk/news/business-16985405


Aqui tens toda a razão, isto é uma crise de dívida por muitos anos de asneiras quer dos estados quer do sistema financeiro (europeu neste caso) e agora a guerra é saber quem é que vai pagar.

Se se deixar cair o sistema financeiro (bancos, instituições de crédito, etc) para salvares as populações aplicas um choque inimaginável a toda a Europa, montes de gente para o desemprego ao mesmo tempo, montes de empresas a fechar em simultâneo, poupanças do pessoal todas para o galheiro. Aqui todos os países europeus sofrem, o mal é distribuído pelas aldeias, e não vamos dizer que seria um passeio porque não é verdade, seria algo capaz de revirar a Europa toda.

Se se deixar que sejam as populações dos países a pagar a dívida para salvar o sistema financeiro (que é o que está a acontecer), então tens uma austeridade completamente absurda e estupidamente gigante para a população de apenas alguns países, nomeadamente os mais endividados, com as contas públicas menos equilibradas e economia menos pujante... e que sofrem por isso maior pressão. Fazes um punhado de populações pagar por todas as asneiras cometidas não apenas pelos próprios como também pelas políticas económicas ridículas e pelos desvarios do crédito e da finança europeias ao longo de anos.

Agora eu acho piada dizerem que a Alemanha é muito mazona e isto e aquilo, mas digam-me lá, tirando Portugal e mais um ou outro país, se fossem governantes dos outros países preferiam arriscar algo que afectasse as vossas populações para serem grandes amigalhaços de Portugal e Grécia ou escolheriam manter os vossos bancos/empresas/empregos a funcionar como habitualmente e os gregos e portugueses que se lixem? Ah pois...
Citar
É tão bonito ver as monocromáticas imagens do que se passou ontem na Grécia nos media nacionais. Nenhuma revela que a polícia atacou o seu povo.

[youtube=650,535]http://www.youtube.com/watch?v=aWEVNGcwInE[/youtube]

É a polícia, em motas, que está a incendiar carros? De facto, é triste que a comunicação social não demonstre essas imagens.

É até um tratamento similar ao que esse blogue faz em relação ao que está a acontecer na Síria.
...
Agora eu acho piada dizerem que a Alemanha é muito mazona e isto e aquilo, mas digam-me lá, tirando Portugal e mais um ou outro país, se fossem governantes dos outros países preferiam arriscar algo que afectasse as vossas populações para serem grandes amigalhaços de Portugal e Grécia ou escolheriam manter os vossos bancos/empresas/empregos a funcionar como habitualmente e os gregos e portugueses que se lixem? Ah pois...

A maior divida (no caso grego) parece pertencer a bancos franceses, e ao comerzbank que esta falido em qualquer caso. Alem do mais a Alemanha esta a comecar a sentir na pele a quebra das exportacoes representada pela medecina que esta a prescrever a grande parte dos seus clientes, e ao arrefecimento do seu maior mercado, a China. Ou achas que a Merkel foi a China pedir investimento na 'Europa' (leia-se Alemanha) porque? Os Alemaes neste momento estao meramente a usar instituicoes nao eleitas, europeias, para servir os seus proprios interesses. E isso e que e perigoso.
No meu mundo imaginário o Sporting contracta o ... blah, nao contracta ninguem porque de certeza um dos juniores da academia e melhor.

...

Eu gostava era de saber que culpa tem as pessoas que se encontram agora no desemprego naquele país.

- 20% da população em geral;
- Metade dos jovens encontram-se desempregados.

Tambem na Espanha isso acontece. Alias pior, o desemprego e mais de 20%.

Tipico de paises com altas percentagens de empregos sesonais derivados do turismo.

O problema na Grecia nao e esse, o problema e o que lhes esta a ser imposto, por quem esta a ser imposto, e o porque de estar a ser imposto. O ultimo bailout, por exemplo, 75% do dinheiro vai direito para os bancos que emprestaram o dinheiro a Grecia. Esses mesmos bancos que teem recebido injeccoes de dinheiro barato pelo ECB. E depois o emprestam a juros faraonicos a Grecia, Portugal, etc.

Agora pensem quem e que esta a ser salvo...

http://www.bbc.co.uk/news/business-16985405


Aqui tens toda a razão, isto é uma crise de dívida por muitos anos de asneiras quer dos estados quer do sistema financeiro (europeu neste caso) e agora a guerra é saber quem é que vai pagar.

Se se deixar cair o sistema financeiro (bancos, instituições de crédito, etc) para salvares as populações aplicas um choque inimaginável a toda a Europa, montes de gente para o desemprego ao mesmo tempo, montes de empresas a fechar em simultâneo, poupanças do pessoal todas para o galheiro. Aqui todos os países europeus sofrem, o mal é distribuído pelas aldeias, e não vamos dizer que seria um passeio porque não é verdade, seria algo capaz de revirar a Europa toda.

Se se deixar que sejam as populações dos países a pagar a dívida para salvar o sistema financeiro (que é o que está a acontecer), então tens uma austeridade completamente absurda e estupidamente gigante para a população de apenas alguns países, nomeadamente os mais endividados, com as contas públicas menos equilibradas e economia menos pujante... e que sofrem por isso maior pressão. Fazes um punhado de populações pagar por todas as asneiras cometidas não apenas pelos próprios como também pelas políticas económicas ridículas e pelos desvarios do crédito e da finança europeias ao longo de anos.

Agora eu acho piada dizerem que a Alemanha é muito mazona e isto e aquilo, mas digam-me lá, tirando Portugal e mais um ou outro país, se fossem governantes dos outros países preferiam arriscar algo que afectasse as vossas populações para serem grandes amigalhaços de Portugal e Grécia ou escolheriam manter os vossos bancos/empresas/empregos a funcionar como habitualmente e os gregos e portugueses que se lixem? Ah pois...

Há um pormenor no teu raciocínio que não consigo compreender, pois eu diria que, tanto a "Europa" a que te referes, como as "populações", são exactamente a mesma coisa.

Nem te pareces aperceber que os alemães, seja lá porque razão interna o façam, não tem o direito de nos governar a nós nem aos Gregos.  Nao te esqueças de que foram os alemães quem mais beneficiou com o euro, aliás neste momento nem sequer há recessão na Alemanha, tal é a quantidade de exportações que fazem, muitas delas para Portugal, Grécia, Espanha etc etc.


Citar
É tão bonito ver as monocromáticas imagens do que se passou ontem na Grécia nos media nacionais. Nenhuma revela que a polícia atacou o seu povo.


É a polícia, em motas, que está a incendiar carros? De facto, é triste que a comunicação social não demonstre essas imagens.

É até um tratamento similar ao que esse blogue faz em relação ao que está a acontecer na Síria.

Para o Daniel, a Crise na Grécia resume-se aos 04:59 minutos desse vídeo...  :whistle:

Também fiquei curioso sobre qual será a interpretação do Daniel acerca do que se passa na Síria.
@1984, nunca pensei que este dia fosse possível, ainda para mais nas "conversas de café" e em temas políticos. Mas nas partes que citei, concordo a 100%. E sim, acho que o Cavaco é o maior culpado da crise portuguêsa!

Nem acredito no que li. Tive que verificar se era mesma a pessoa que eu pensava.

Isto é épico. Bem-vindo à realidade tal como ela é.
É de pensar que o Sporting é muito grande, e que são estas coisas que valem muito para um clube. São estas coisas que trazem sportinguismo ao clube. Isto não é quantificável. Isto não são 6%, 7%... Isto é o Sporting! Isso traz coisas muito importantes ao Sporting. Fervor sportinguista, acima de tudo! - João Benedito, 20-06-2010
O melhor post do 9gag de sempre:

...

Eu gostava era de saber que culpa tem as pessoas que se encontram agora no desemprego naquele país.

- 20% da população em geral;
- Metade dos jovens encontram-se desempregados.

Tambem na Espanha isso acontece. Alias pior, o desemprego e mais de 20%.

Tipico de paises com altas percentagens de empregos sesonais derivados do turismo.

O problema na Grecia nao e esse, o problema e o que lhes esta a ser imposto, por quem esta a ser imposto, e o porque de estar a ser imposto. O ultimo bailout, por exemplo, 75% do dinheiro vai direito para os bancos que emprestaram o dinheiro a Grecia. Esses mesmos bancos que teem recebido injeccoes de dinheiro barato pelo ECB. E depois o emprestam a juros faraonicos a Grecia, Portugal, etc.

Agora pensem quem e que esta a ser salvo...

http://www.bbc.co.uk/news/business-16985405


Aqui tens toda a razão, isto é uma crise de dívida por muitos anos de asneiras quer dos estados quer do sistema financeiro (europeu neste caso) e agora a guerra é saber quem é que vai pagar.

Se se deixar cair o sistema financeiro (bancos, instituições de crédito, etc) para salvares as populações aplicas um choque inimaginável a toda a Europa, montes de gente para o desemprego ao mesmo tempo, montes de empresas a fechar em simultâneo, poupanças do pessoal todas para o galheiro. Aqui todos os países europeus sofrem, o mal é distribuído pelas aldeias, e não vamos dizer que seria um passeio porque não é verdade, seria algo capaz de revirar a Europa toda.

Se se deixar que sejam as populações dos países a pagar a dívida para salvar o sistema financeiro (que é o que está a acontecer), então tens uma austeridade completamente absurda e estupidamente gigante para a população de apenas alguns países, nomeadamente os mais endividados, com as contas públicas menos equilibradas e economia menos pujante... e que sofrem por isso maior pressão. Fazes um punhado de populações pagar por todas as asneiras cometidas não apenas pelos próprios como também pelas políticas económicas ridículas e pelos desvarios do crédito e da finança europeias ao longo de anos.

Agora eu acho piada dizerem que a Alemanha é muito mazona e isto e aquilo, mas digam-me lá, tirando Portugal e mais um ou outro país, se fossem governantes dos outros países preferiam arriscar algo que afectasse as vossas populações para serem grandes amigalhaços de Portugal e Grécia ou escolheriam manter os vossos bancos/empresas/empregos a funcionar como habitualmente e os gregos e portugueses que se lixem? Ah pois...

Há um pormenor no teu raciocínio que não consigo compreender, pois eu diria que, tanto a "Europa" a que te referes, como as "populações", são exactamente a mesma coisa.

Nem te pareces aperceber que os alemães, seja lá porque razão interna o façam, não tem o direito de nos governar a nós nem aos Gregos.  Nao te esqueças de que foram os alemães quem mais beneficiou com o euro, aliás neste momento nem sequer há recessão na Alemanha, tal é a quantidade de exportações que fazem, muitas delas para Portugal, Grécia, Espanha etc etc.




 :question:

Quem está a colocar a questão em Alemanha vs os Outros és tu, eu sou mais adepto de Sistema Financeiro Europeu vs Populações dos Estados Europeus. Os políticos estão claramente apostados em não deixar cair os bancos e outras instituições financeiras e têm na Alemanha a sua ponta-de-lança, mas não duvides que TODOS os governantes europeus com excepção dos países em apuros (e mesmo aqui é duvidoso como se vê pelo Paços Coelho ;D) estão aliados à Alemanha e podes crer que a grande maioria da população desses países também o está, porque entre o belga ou o francês ver as suas finanças/emprego a ir para o galheiro por causa da falência do seu banco/empresa ou deixar essa consequência exclusivamente para o gregos, não tenho dúvidas que dirão: "Os gregos que se lixem!"
Essa imagem do 9gag está excelente.  :clap:
essa imagem do 9gag é propaganda pura... primeiro, que interessa que os PT ou GR trabalhem mais horas, se produzem menos em cada hora? productivity, ou seja GDP/hour, é (USA=100, http://stats.oecd.org/Index.aspx?DatasetCode=PDYGTH)
DE: 90.9
GR: 57

Depois, andaram a pedir empréstimos para fazer a festa das olimpíadas, construir estádios, aeroportos e museus... ou seja, fizeram tudo isso com o dinheiro dos outros, mas tudo isso ficou nos próprios países.

Depois, foram "obrigados" a comprar isto e aquilo ou a pedir emprestado a este e aquele... ora bolas, ou são um país independente ou não são. Se são, ninguém os obrigou a nada.

Depois, são os políticos que são maus.... quem votou neles? E já agora, porquê? Porque o sistema funciona na base das ajudas mútuas, tu dás-me um daqueles empregos que não tenho que fazer nada, e eu voto em ti. Inventaram a democracia, não se queixem dos seus políticos, que não foram os alemães que votaram neles, foram os próprios gregos.

Depois, os impostos... a economia paralela é (http://www.progettoitaliafederale.it/docs/ForthcomingPFPC_final_version_08_07.pdf)
DE 16.8%
GR 28.3%

A Grécia mentiu para entrar no euro. Viveu com o dinheiro dos outros. E agora protesta por os outros dizerem que querem ser pagos. Se a Grécia fosse uma casa, seriam despejados. Não são, a Grécia é um país independente, e farão o que os próprios gregos decidirem! Ninguém os está a obrigar a nada - se querem a ajuda da troika, pedem-na, se não querem, entram em default, ou fazem o que quiserem.

Mas é claro que eu só empresto dinheiro a alguém se eu quiser, ninguém me pode obrigar a emprestar nada. Os gregos parece que querem obrigar os outros a lhes emprestar mais dinheiro.... haja paciência. Assumam responsabilidade pelas próprias acções em vez de se andaram a queixar que os outros são maus e não lhes dão mais dinheiro...

Ainda por cima, os gregos andam a destruir o próprio país, hoje veio a notícia que em Atenas já não há semáforos, foram todos destruídos, o que vai gerar mais caos e menos produtividade. Etc etc. O que vão dizer depois, que a Alemanha tem a obrigação de ir lá arranjar os estragos causados por eles? Haja paciência.

Para acabar, quanto foram os cortes nos salários dos funcionários púbicos gregos? Querem saber? 10%! Em Portugal, em média já vai em cerca de 25%, incluindo os subsídios perdidos.
É como diz o nunoni, isso do trabalharem mais horas acho um bocado propaganda, mas isso é a minha opinião que vivi lá um ano e a primeira coisa que me viria à cabeça não é o facto de trabalharem muito, antes pelo contrário. Mas lá está, não tenho dados nenhuns oficiais para o comprovar que não o que me foi permitido observar.

E quanto à mentalidade Grega, felizmente é muito diferente da nossa. Eu por exemplo conhecia pessoal que era capaz de passar a vida como aluno duma universidade. Porque não?! Têm comida à pala, alojamento, podem lavar a roupa, têm computadores, internet, água, luz, gás, e claro, não pagam propinas! Para quê alguma vez marrar e acabar um curso pa ir trabalhar?! Acho que é impossível comparar situações e mentalidades. Podemos ser parecidos nalgumas, mas somos muito diferentes noutras. Não obstante disso, claro, é uma tragédia a situação que se está a passar, mas tanto o governo como o povo se pôs a jeito...

Algum trivia algo surreal:
Citar
Em 1930, um lago na Grécia secou, mas o Estado Social grego mantem o Instituto para a Proteção do Lago Kopais, que, embora tenha secado em 1930, ainda tem, em 2011, dezenas de funcionários dedicados à sua conservação.

Na Grécia, as filhas solteiras dos funcionários públicos têm direito a uma pensão vitalícia, após a morte da mãe/pai-funcionário público. Recebem 1000 euros mensais - para toda a vida - só pelo facto de serem filhas de funcionários públicos falecidos.
Há 40 mil mulheres neste registo que custam ao erário público 550 milhões de euros por ano.
Depois de um ano de caos, o governo grego ainda não acabou com isto completamente.
O que pretende é dar este subsídio só até fazerem 18 anos...

Num hospital público existe um jardim com quatro (4) arbustos. Ora, para cuidar desses arbustos o hospital contratou quarenta e cinco (45) jardineiros.

Num ato de gestão muito "social" (para com o fornecedor), os hospitais gregos compram pace-makers quatrocentas vezes (400) mais caros do que aqueles que são adquiridos no SNS britânico.

Existem seiscentas (600) profissões que podem pedir a reforma aos 50 anos (mulheres) e aos 55 (homens). Por quê? Porque adquiriram estatuto de profissões de alto desgaste. Dentro deste rol, temos cabeleireiras, apresentadores de TV, músicos de instrumentos de sopro...

Pagava-se 15º mês a toda a classe trabalhadora.

As Pensões de Reforma de 4.500 funcionários, no montante de 16 milhões euros por ano, continuavam a ser depositadas, mesmo depois dos idosos falecerem, porque os familiares não davam baixa e não devia haver meios de se averiguar a inexatidão dessa atribuição.

Chegava-se ao ponto de só se pagarem os prêmios de alguns seguros quando fosse preciso usufruir deles!

A Grécia é o País da União Europeia que mais gasta, em termos militares, em relação ao PIB (dados de 2009). O triplo de Portugal!

Há viaturas oficiais da administração do Estado que têm 50 condutores. Cada novo nomeado para um cargo nomeia três ou quatro condutores da sua confiança, mas como não são permitidos despedimentos na função pública os anteriores vão mantendo o salário.

Nos transportes ferroviários, vários colaboradores recebiam um subsídio para lavarem as mãos. Em 2010, a empresa somava três milhões de prejuízo por dia.

Na companhia de electricidade, o pessoal da manutenção auferia mais por ter carta de condução.

Cerca de sete mil funcionários públicos recebiam um prémio por carregarem envelopes.

Falar uma língua estrangeira, saber usar o computador ou simplesmente chegar a horas ao trabalho também podia ser motivo de regalia.
Santux

Mostra-me uma fonte credível de onde tenhas tirado essa citação.

Falas em propaganda, mas essa citação não é mais que propaganda falsa que foi populada por uma série de blogs coniventes com as agressões que estão a fazer ao povo grego e em comentários por todas as notícias sobre a Grécia que aparecem pelos jornais.

Aliás, se não fosse tão grave a invenção, era um texto hiper-cómico.
ex-dmalmeida
David Almeida - LE S: A27 F: 22 N: 39 Sócio Nº 14864
Σπόρτινγκ - Assim se escreve Sporting em grego. Спортинг - em Russo. Em japonês é スポルティング・リスボン.

Santux

Mostra-me uma fonte credível de onde tenhas tirado essa citação.

Falas em propaganda, mas essa citação não é mais que propaganda falsa que foi populada por uma série de blogs coniventes com as agressões que estão a fazer ao povo grego e em comentários por todas as notícias sobre a Grécia que aparecem pelos jornais.

Aliás, se não fosse tão grave a invenção, era um texto hiper-cómico.

Isso da fonte credível depende se tu achas credível ou não o Económico:
http://economico.sapo.pt/noticias/as-regalias-da-grecia_124529.html
ou o Diário de Notícias
http://www.dn.pt/inicio/economia/interior.aspx?content_id=1893271

Não o tou a dizer que são ou não são, isso já são situações que vão muito para além do aqui discutido, o poder dos media e a influência na sociedade actual etc etc. Tal como a imagem do 9gag se baseia algures em factos, estas também o hão de fazer, quanto à credibilidade de cada uma delas, não posso atestar.
Agora sobre a situação geral e sobre a mentalidade do povo Grego, foi como eu disse, melhor que qualquer jornal, blog ou papaia de quem quer que seja, vivi a situação em primeira mão e tenho cá para mim a minha opinião que não deixa de ser melhor ou pior que a de ninguém.

Santux

Mostra-me uma fonte credível de onde tenhas tirado essa citação.

Falas em propaganda, mas essa citação não é mais que propaganda falsa que foi populada por uma série de blogs coniventes com as agressões que estão a fazer ao povo grego e em comentários por todas as notícias sobre a Grécia que aparecem pelos jornais.

Aliás, se não fosse tão grave a invenção, era um texto hiper-cómico.

Isso da fonte credível depende se tu achas credível ou não o Económico:
http://economico.sapo.pt/noticias/as-regalias-da-grecia_124529.html
ou o Diário de Notícias
http://www.dn.pt/inicio/economia/interior.aspx?content_id=1893271

Não o tou a dizer que são ou não são, isso já são situações que vão muito para além do aqui discutido, o poder dos media e a influência na sociedade actual etc etc. Tal como a imagem do 9gag se baseia algures em factos, estas também o hão de fazer, quanto à credibilidade de cada uma delas, não posso atestar.
Agora sobre a situação geral e sobre a mentalidade do povo Grego, foi como eu disse, melhor que qualquer jornal, blog ou papaia de quem quer que seja, vivi a situação em primeira mão e tenho cá para mim a minha opinião que não deixa de ser melhor ou pior que a de ninguém.
Sim, isso é propaganda, e começa a sê-lo a partir do momento em que se pega em casos isolados e se generaliza. Porque há uns quantos na FP que são preguiçosos, toda a FP é preguiçosa. Porque há uns gregos que não produzem, todos os gregos são calões. A isso chama-se propaganda.

E se queres que te diga, eu tb já trabalhei com alemães, trabalho aliás recorrentemente com eles e posso-te dizer que os acho mais aldrabões do que nós, por exemplo!! Não trabalham mais do que eu, sabem falar mal inglês, e são pouco prestáveis quando lhes pergunto alguma questão técnica mais rebuscada, muitas vezes porque não sabem!! Trabalho com uma empresa de caudalímetros que não tem, nos seus quadros um único especialista em hidráulica, só para dar o exemplo!

Agora vou generalizar? Os alemães são todos uns aldrabões e vendedores de banha da cobra?!

Quanto ao post do Nunononi, não me surpreende nada. É engraçado como existe coerência entre o que se defende para o Sporting e o que se defende para a sociedade em geral! É o mesmo tipo de mentalidade! Devo apenas acrescentar, que tal como o faz quando defende cegamente a direcção do Sporting, ele viu a imagem do 9gag mas não percebeu nada, ou não quis perceber!! Nem vale a pena sequer gastar mais latim!

Santux

Mostra-me uma fonte credível de onde tenhas tirado essa citação.

Falas em propaganda, mas essa citação não é mais que propaganda falsa que foi populada por uma série de blogs coniventes com as agressões que estão a fazer ao povo grego e em comentários por todas as notícias sobre a Grécia que aparecem pelos jornais.

Aliás, se não fosse tão grave a invenção, era um texto hiper-cómico.

Isso da fonte credível depende se tu achas credível ou não o Económico:
http://economico.sapo.pt/noticias/as-regalias-da-grecia_124529.html
ou o Diário de Notícias
http://www.dn.pt/inicio/economia/interior.aspx?content_id=1893271

Não o tou a dizer que são ou não são, isso já são situações que vão muito para além do aqui discutido, o poder dos media e a influência na sociedade actual etc etc. Tal como a imagem do 9gag se baseia algures em factos, estas também o hão de fazer, quanto à credibilidade de cada uma delas, não posso atestar.
Agora sobre a situação geral e sobre a mentalidade do povo Grego, foi como eu disse, melhor que qualquer jornal, blog ou papaia de quem quer que seja, vivi a situação em primeira mão e tenho cá para mim a minha opinião que não deixa de ser melhor ou pior que a de ninguém.
Sem dúvida que o Económico ou o DN são pelo menos um pouco mais credíveis que os blogs (apesar de já termos encontrado várias notícias com pouca credibilidade, sobretudo no DN, mesmo tendo a haver com o Sporting). Shame on me que não encontrei essas fontes  :-[
Tb já vi que ambas beberam essa informação de um artigo único de uma jornalista do El Mundo que esteve como enviada-especial a Atenas. Não conheço a jornalista, mas continuo a achar um artigo propagandístico e cheio de falsidades.

Basta chegar aquela parte do "os hospitais gregos compram pace-makers quatrocentas vezes (400) mais caros do que aqueles que são adquiridos no SNS britânico", para no mínimo duvidar da fiabilidade deste artigo.
Ou seja, eu não faço a mínima ideia qual o preço de um pace-maker. Mas vamos imaginar que custe 1000€ (é mesmo um número mandado ao ar). Vamos acreditar que os britânicos os compravam por 1000€ e os gregos por 400.000€?!?!?!  :rotfl:
Ou seja, estariam coniventes pessoas como todos os directores de todos os hospitais, todas as pessoas responsáveis pelo armazenamento pois o mais certo era tomarem contacto com as facturas, várias pessoas do Ministério da Saúde pelo mesmo motivo e os vários Ministros porque de certeza que iriam estranhar uma conta de 40 Milhões de Euros porque 100 gregos tiveram de meter um pacemaker.
As fontes até podem ser credíveis (onde é que já ouvi isto?) mas o artigo?!?! É pá, sinceramente.  :naughty:
ex-dmalmeida
David Almeida - LE S: A27 F: 22 N: 39 Sócio Nº 14864
Σπόρτινγκ - Assim se escreve Sporting em grego. Спортинг - em Russo. Em japonês é スポルティング・リスボン.

Quanto ao post do Nunononi, não me surpreende nada. É engraçado como existe coerência entre o que se defende para o Sporting e o que se defende para a sociedade em geral! É o mesmo tipo de mentalidade! Devo apenas acrescentar, que tal como o faz quando defende cegamente a direcção do Sporting, ele viu a imagem do 9gag mas não percebeu nada, ou não quis perceber!! Nem vale a pena sequer gastar mais latim!

Eu disse "os gregos são independentes, eles que decidam por si o que querem para si".

Mas isto pelos vistos não concordas... ou se calhar o que não concordas é o corolário inevitável: que se responsabilizem por si mesmos e deixem de se queixar dos outros. Os políticos são eleitos por eles, não se lamuriem. E dos tais cortes brutais, enfim, continuam a ganhar muito mais do que o sportugueses! É um salário mínimo de uns €750, que com o tal corte "brutal" de 20% passa para 600, comparado com os nossos 485... se chegar a ser aplicado o corte, porque ainda não foi.

Contra factos, não tens argumentos. Os gregos querem que os alemães lhes paguem a vidinha. Os alemães fartaram-se. Os gregos partem a Grécia toda. Os alemães riem-se, pois claro. Se não é isto, então, exactamente exactamente, diz lá o que é que os gregos querem? QUe as suas dívidas sejam completamente perdoadas, e depois que lhes emprestem mais dinheiro? É isso? Rica vida...

Quanto a isso que contas da tua experiência com os alemães que falam mal inglês... mostra-me lá os ingleses que falam alemão. Ou achas que o inglês é a língua universal? Na Europa central, a língua franca é o alemão, e se vais para lá, tens que aprender. Quanto a isso de serem pouco prestáveis quando lhes perguntas alguma coisa, pois, vou-te explicar: se lhes perguntas alguma coisa do teu trabalho, do ponto de vista deles não devias ter que perguntar, devias saber. Isto é o que eles ficam a pensar de cada vez que lhes perguntas alguma coisa. São uns chatos, pois são, e nós somsos muito melhores que eles em muita coisa, pois somos - mas naquela lista de produtividade por hora de trabalho em que os alemães são 90.9, os gregos 57, nós estamos em 54.3.
...

Contra factos, não tens argumentos. Os gregos querem que os alemães lhes paguem a vidinha. Os alemães fartaram-se. ...

Nao nao querem. Os Gregos querem poder negociar com os credores privados com o apoio dos outros paises da UE, nao negociar contra credores privados que teem o apoio da UE.

Os Gregos viram que o grupo a que pertencem e querem pertencer (zona Euro) virar-lhes as costas e tomar o partido de instituicoes privadas (leia-se bancos e fundos) e esta a lutar por esses grupos para lhes impor condicoes impossiveis de manter.

E curioso que os Alemaes e os Franceses nao tugiram nem mugiram quando o ministro das financas Grego disse com todas as letras que eles tambem aldrabaram os numeros para cumprirem os criterios de convergencia. E tambem curioso que quando os Alemaes e o FMI foram acusados recentemente pelo governo grego de estar a criar todas as dificuldades possiveis para forcar a Grecia a sair eles nem se deram ao trabalho de negar.
No meu mundo imaginário o Sporting contracta o ... blah, nao contracta ninguem porque de certeza um dos juniores da academia e melhor.

Quanto ao post do Nunononi, não me surpreende nada. É engraçado como existe coerência entre o que se defende para o Sporting e o que se defende para a sociedade em geral! É o mesmo tipo de mentalidade! Devo apenas acrescentar, que tal como o faz quando defende cegamente a direcção do Sporting, ele viu a imagem do 9gag mas não percebeu nada, ou não quis perceber!! Nem vale a pena sequer gastar mais latim!

Eu disse "os gregos são independentes, eles que decidam por si o que querem para si".

Mas isto pelos vistos não concordas... ou se calhar o que não concordas é o corolário inevitável: que se responsabilizem por si mesmos e deixem de se queixar dos outros. Os políticos são eleitos por eles, não se lamuriem. E dos tais cortes brutais, enfim, continuam a ganhar muito mais do que o sportugueses! É um salário mínimo de uns €750, que com o tal corte "brutal" de 20% passa para 600, comparado com os nossos 485... se chegar a ser aplicado o corte, porque ainda não foi.

Contra factos, não tens argumentos. Os gregos querem que os alemães lhes paguem a vidinha. Os alemães fartaram-se. Os gregos partem a Grécia toda. Os alemães riem-se, pois claro. Se não é isto, então, exactamente exactamente, diz lá o que é que os gregos querem? QUe as suas dívidas sejam completamente perdoadas, e depois que lhes emprestem mais dinheiro? É isso? Rica vida...

Quanto a isso que contas da tua experiência com os alemães que falam mal inglês... mostra-me lá os ingleses que falam alemão. Ou achas que o inglês é a língua universal? Na Europa central, a língua franca é o alemão, e se vais para lá, tens que aprender. Quanto a isso de serem pouco prestáveis quando lhes perguntas alguma coisa, pois, vou-te explicar: se lhes perguntas alguma coisa do teu trabalho, do ponto de vista deles não devias ter que perguntar, devias saber. Isto é o que eles ficam a pensar de cada vez que lhes perguntas alguma coisa. São uns chatos, pois são, e nós somsos muito melhores que eles em muita coisa, pois somos - mas naquela lista de produtividade por hora de trabalho em que os alemães são 90.9, os gregos 57, nós estamos em 54.3.

Falta ver o outro lado nunoni. O que é que as economias dos que financiaram a "loucura" despesista dos gregos, entre outros, ganharam. Emprestaram sem querer saber se era possível pagar? Que irresponsabilidade... :whistle:

A continuidade e a sua credibilidade trouxeram-nos a esta triste realidade. Basta!

irresponsável não - arriscado. Neste momento, arriscam-se a não ver o dinheiro de volta. Mas isso serão as consequências das próprias decisões. Ou seja, tudo ok. Má decisão, paga o preço. Os gregos querem não pagar o preço. Isso do "negociar" resume-se mesmo ao que disse acima: não pagar o que pediram emprestado e já consumiram, e receber novos empréstimos para consumir mais, uma vez que não geram o suficiente para manter o seu nível de vida. É isso a tal negociação que os gregos, em termos concretos, querem.

Repito, a redução do salário deles (funcionários públicos) foi 10%, aqui ronda os 25%, e partimos de um nível muito mais baixo.

E estão a rebentar com o próprio país. Coisa que não me aquece nem me arrefece - o país é deles, a responsabilidade também, fazem o que quiserem. Mas parem de chatear e parem de culpar os outros pelo buraco em que se meteram.... ninguém os obrigou a pedir dinheiro emprestado a um ritmo inaudito.

O que realmente me irrita é que nós, os portugueses, também estamos a pagar pelos dislates gregos (e pelos nossos próprios, claro), e vamos pagar ainda mais.