Centro de Atenas a Arder

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Só tenho pena é de os manifestantes fazerem isto no seu próprio país. Não tinha pena nenhuma se levassem estes protestos para a Alemanha, para o parlamento europeu e para as sedes do FMI.
Viva o Sporting
É esta a herança que levamos de uma União Europeia.

Uma união que nos permitiu um modo de vida de forma a cumprir-mos com os seus desejos, que eram aqueles das suas potências, não importando o efeito perjudicial que isso poderia ter na nossa capacidade de geração de riqueza própria ou economia. Uma união que incentivou o tachismo por aqui sem nunca, como qualquer entidade responsável e sensível aos problemas de cada país faria, o questionar  ou pressionar a mudança. Uma união que nos disse que podiamos e íamos aguentar esse modo a qualquer preço. A mesma que hoje nos exige esse dinheiro, não nos dá nada em nome de uma austeridade necessária apenas pela sua incompetência e interesse próprio daqueles que a governam (as mesmas potências que abasteceram irresponsávelmente esse modo de vida). Uma união liderada por indivíduos sem qualquer legitimidade democrática, que se deixa manobrar por uma dupla que outrora tentou dominar o continente em tentativas distintas.

Mas fiquem tranquilos. O Marquês não arde. Nada arde, o pessoal não tem força para isso.
What do you wanna hear first: bad news, or the worst?
Desculpem lá mas não alinho na conversa dos coitadinhos dos gregos. Nem sequer na dos coitadinhos dos portugueses. Acho que, no final, cada povo colhe o que semeou. Acho que as pessoas, na generalidade, são muito mais inteligentes do que, por vezes, se quer fazer querer. Atentemos nos seguintes dados:

- 50% dos portugueses sabe quem ganhou a Casa dos Segredos;

- 0,05% sabe o que mudou no Tratado de Lisboa;

- 90% acha que é mais importante ter informação sobre assuntos como os direitos fundamentais ou a participação dos cidadãos no quadro da União Europeia, do que conhecer o vencedor de um talk-show.

Então como é? Sou eu que não estou a ver bem, ou algo não bate certo?


Não faço ideia se os números que atirei são verdadeiros, mas de certeza que não andarão longe. E isso, meus caros, diz bem da inconsciência das pessoas.

É evidente que pode haver milhares de famílias gregas a receber pensões de familiares já falecidos, enganando o estado em dezenas de milhões. Com certeza que não é só por causa disso que a Grécia chegou onde chegou.

É evidente que os portugueses podem ser recordistas europeus na fuga ao fisco. Com certeza que não é só por causa disso que Portugal chegou onde chegou.

O que é certo é que nos estamos nas tintas. Que diferença é que eu faço num país de milhões? Que diferença é que faz se eu não exigir facturas quando compro seja o que for? O que é que interessa se eu reparto as facturas da farmácia com os tios e os vizinhos? Que diferença? No fundo eu sou só um.

Os políticos são rascas? São, muitas vezes são.

Muitas políticas são injustas e defendem interesses que pouco têm a ver com os do povo? É verdade.

Mas porque é que eu só me preocupo quando me vão ao bolso?
Há anos que eu oiço dizer que Portugal precisa de mudanças estruturais.
Há anos que eu oiço alertas sobre os hábitos de consumo dos portugueses. Quantos foram os que tentaram informar-se A SÉRIO sobre a maneira como as coisas funcionam?
De repente, já toda a gente sabe aquilo que correu mal.
Por mim, já cheguei a um veredicto: em maior ou menor dose, a culpa toca a todos.
Vítimas enganadas? Talvez alguns, sim. Mas, caramba, há aí muito menino que só soube aquilo que lhe deu jeito. Eu incluído.
Desculpem lá mas não alinho na conversa dos coitadinhos dos gregos. Nem sequer na dos coitadinhos dos portugueses. Acho que, no final, cada povo colhe o que semeou. Acho que as pessoas, na generalidade, são muito mais inteligentes do que, por vezes, se quer fazer querer. Atentemos nos seguintes dados:

- 50% dos portugueses sabe quem ganhou a Casa dos Segredos;

- 0,05% sabe o que mudou no Tratado de Lisboa;

- 90% acha que é mais importante ter informação sobre assuntos como os direitos fundamentais ou a participação dos cidadãos no quadro da União Europeia, do que conhecer o vencedor de um talk-show.

Então como é? Sou eu que não estou a ver bem, ou algo não bate certo?


Não faço ideia se os números que atirei são verdadeiros, mas de certeza que não andarão longe. E isso, meus caros, diz bem da inconsciência das pessoas.

É evidente que pode haver milhares de famílias gregas a receber pensões de familiares já falecidos, enganando o estado em dezenas de milhões. Com certeza que não é só por causa disso que a Grécia chegou onde chegou.

É evidente que os portugueses podem ser recordistas europeus na fuga ao fisco. Com certeza que não é só por causa disso que Portugal chegou onde chegou.

O que é certo é que nos estamos nas tintas. Que diferença é que eu faço num país de milhões? Que diferença é que faz se eu não exigir facturas quando compro seja o que for? O que é que interessa se eu reparto as facturas da farmácia com os tios e os vizinhos? Que diferença? No fundo eu sou só um.

Os políticos são rascas? São, muitas vezes são.

Muitas políticas são injustas e defendem interesses que pouco têm a ver com os do povo? É verdade.

Mas porque é que eu só me preocupo quando me vão ao bolso?
Há anos que eu oiço dizer que Portugal precisa de mudanças estruturais.
Há anos que eu oiço alertas sobre os hábitos de consumo dos portugueses. Quantos foram os que tentaram informar-se A SÉRIO sobre a maneira como as coisas funcionam?
De repente, já toda a gente sabe aquilo que correu mal.
Por mim, já cheguei a um veredicto: em maior ou menor dose, a culpa toca a todos.
Vítimas enganadas? Talvez alguns, sim. Mas, caramba, há aí muito menino que só soube aquilo que lhe deu jeito. Eu incluído.


 :arrow: :arrow:
Somos mesmo passivos. Guerras são más, mas se tivéssemos participado nelas (nas recentes, fora a palhaçada das coloniais) tínhamos enfortecido a nação.

 Deitar algo abaixo pode ser muito bom, pois permite reconstruir tudo; não cometendo os mesmos erros. O Sporting parece que vai por esse caminho. Só quando ficarmos num 10º lugar ou assim é que vamos acordar
Coitadinhos da populaçao Grega? Os Gregos são um povo lixado, só para terem uma ideia da estirpe das pessoas na Grécia vou-vos contar uma historia. Ha pouco tempo o Governo Grego implementou um sistema para testar se os impostos pagos por algumas familias eram realistas. Helicopteros circulavam Atenas e tomavam nota das casas com piscina e depois comparavam com o salario declarado pelos donos dessas casas. Obviamente a diferença era obvia. Pessoas com casarões com piscinas declaravam salarios anuais de 20,000€ (fora taxas). Ora o Governo Grego começou a contacar estas pessoas para começarem a pagar mais taxas, e portanto introduziu uma taxa em quem tinha piscina. Como andar com helicopteros pela cidade fora era um caos e uma perca de tempo a analise começou a ser feita via imagens de satelite. Os donos dessas casas em vez de começarem a pagar os impostos decidiram construir coberturas, estilo telhados, por cima das piscinas para enganar as imagens satelite, obras que custavam mais do que os impostos. "Só os estupidos pagam impostos" é a mentalidade na Grecia e portanto o Governo não tem dinheiro e o defice é gigante.
Saudações internacionalistas ao povo grego:

«Quem luta pode perder ou ganhar, quem não luta perde sempre!»
PCP

«Mais vale ser um cão raivoso
do que um carneiro
a dizer que sim ao pastor
o dia inteiro
e a dar-lhe de lã e da carne e da vida
e do traseiro
mais vale ser diferente do carneiro
um cão raivoso que sabe onde ferra
olhos atentos e patas na terra.
»
Sérgio Godinho

The past is now part of my future,the present is well out of hand Ian Curtis, Heart and Soul
já agora:

«Coligação governamental grega expulsa 43 deputados que se opuseram à "troika"»
http://www.jn.pt/PaginaInicial/Mundo/Interior.aspx?content_id=2300880

The past is now part of my future,the present is well out of hand Ian Curtis, Heart and Soul
Coitadinhos da populaçao Grega? Os Gregos são um povo lixado, só para terem uma ideia da estirpe das pessoas na Grécia vou-vos contar uma historia. Ha pouco tempo o Governo Grego implementou um sistema para testar se os impostos pagos por algumas familias eram realistas. Helicopteros circulavam Atenas e tomavam nota das casas com piscina e depois comparavam com o salario declarado pelos donos dessas casas. Obviamente a diferença era obvia. Pessoas com casarões com piscinas declaravam salarios anuais de 20,000€ (fora taxas). Ora o Governo Grego começou a contacar estas pessoas para começarem a pagar mais taxas, e portanto introduziu uma taxa em quem tinha piscina. Como andar com helicopteros pela cidade fora era um caos e uma perca de tempo a analise começou a ser feita via imagens de satelite. Os donos dessas casas em vez de começarem a pagar os impostos decidiram construir coberturas, estilo telhados, por cima das piscinas para enganar as imagens satelite, obras que custavam mais do que os impostos. "Só os estupidos pagam impostos" é a mentalidade na Grecia e portanto o Governo não tem dinheiro e o defice é gigante.

Pegar numa parte da população grega para dar uma opinião geral sobre toda a população grega é desonesto.

Lá como em Portugal, o que referes ocorre.

As pessoas a quem te referes no que escreveste foram aquelas a quem a crise não afectou em nada as vidas delas.

Eu gostava era de saber que culpa tem as pessoas que se encontram agora no desemprego naquele país.

- 20% da população em geral;
- Metade dos jovens encontram-se desempregados.
já agora:

«Coligação governamental grega expulsa 43 deputados que se opuseram à "troika"»
http://www.jn.pt/PaginaInicial/Mundo/Interior.aspx?content_id=2300880

Os Gregos teem a agradecer ao PAME que ha uns meses atras formou o cordao que salvou a assembleia...
No meu mundo imaginário o Sporting contracta o ... blah, nao contracta ninguem porque de certeza um dos juniores da academia e melhor.

...

Eu gostava era de saber que culpa tem as pessoas que se encontram agora no desemprego naquele país.

- 20% da população em geral;
- Metade dos jovens encontram-se desempregados.

Tambem na Espanha isso acontece. Alias pior, o desemprego e mais de 20%.

Tipico de paises com altas percentagens de empregos sesonais derivados do turismo.

O problema na Grecia nao e esse, o problema e o que lhes esta a ser imposto, por quem esta a ser imposto, e o porque de estar a ser imposto. O ultimo bailout, por exemplo, 75% do dinheiro vai direito para os bancos que emprestaram o dinheiro a Grecia. Esses mesmos bancos que teem recebido injeccoes de dinheiro barato pelo ECB. E depois o emprestam a juros faraonicos a Grecia, Portugal, etc.

Agora pensem quem e que esta a ser salvo...

http://www.bbc.co.uk/news/business-16985405
No meu mundo imaginário o Sporting contracta o ... blah, nao contracta ninguem porque de certeza um dos juniores da academia e melhor.
Desculpem lá mas não alinho na conversa dos coitadinhos dos gregos. Nem sequer na dos coitadinhos dos portugueses. Acho que, no final, cada povo colhe o que semeou. Acho que as pessoas, na generalidade, são muito mais inteligentes do que, por vezes, se quer fazer querer. Atentemos nos seguintes dados:

- 50% dos portugueses sabe quem ganhou a Casa dos Segredos;

- 0,05% sabe o que mudou no Tratado de Lisboa;

- 90% acha que é mais importante ter informação sobre assuntos como os direitos fundamentais ou a participação dos cidadãos no quadro da União Europeia, do que conhecer o vencedor de um talk-show.

Então como é? Sou eu que não estou a ver bem, ou algo não bate certo?


Não faço ideia se os números que atirei são verdadeiros, mas de certeza que não andarão longe. E isso, meus caros, diz bem da inconsciência das pessoas.

É evidente que pode haver milhares de famílias gregas a receber pensões de familiares já falecidos, enganando o estado em dezenas de milhões. Com certeza que não é só por causa disso que a Grécia chegou onde chegou.

É evidente que os portugueses podem ser recordistas europeus na fuga ao fisco. Com certeza que não é só por causa disso que Portugal chegou onde chegou.

O que é certo é que nos estamos nas tintas. Que diferença é que eu faço num país de milhões? Que diferença é que faz se eu não exigir facturas quando compro seja o que for? O que é que interessa se eu reparto as facturas da farmácia com os tios e os vizinhos? Que diferença? No fundo eu sou só um.

Os políticos são rascas? São, muitas vezes são.

Muitas políticas são injustas e defendem interesses que pouco têm a ver com os do povo? É verdade.

Mas porque é que eu só me preocupo quando me vão ao bolso?
Há anos que eu oiço dizer que Portugal precisa de mudanças estruturais.
Há anos que eu oiço alertas sobre os hábitos de consumo dos portugueses. Quantos foram os que tentaram informar-se A SÉRIO sobre a maneira como as coisas funcionam?
De repente, já toda a gente sabe aquilo que correu mal.
Por mim, já cheguei a um veredicto: em maior ou menor dose, a culpa toca a todos.
Vítimas enganadas? Talvez alguns, sim. Mas, caramba, há aí muito menino que só soube aquilo que lhe deu jeito. Eu incluído.


 :arrow: :arrow:
 :arrow:
jmlima, sei que o problema não é esse, vem como consequência do que escreveste.  

Só escrevi aquilo porque a imagem que o daniscp fez da população grega é de tal modo desonesto, que parece que todos lá tem uma piscina, que tem todos altos salários e que não fazem nenhum.
jmlima, sei que o problema não é esse, vem como consequência do que escreveste.  

Só escrevi aquilo porque a imagem que o daniscp fez da população grega é de tal modo desonesto, que parece que todos lá tem uma piscina, que tem todos altos salários e que não fazem nenhum.

Ah ok. Concordo.

Alias, e interessante ver o que esta a acontecer a 'milionaria' populacao Grega...

O maior problema dos Gregos e que eles nao querem a medecina dos alemaes, mas tambem nao querem deixar a mama do Euro. Ja deviam ter percebido que o que os espera e mais do mesmo a nao ser que decidam sair do Euro. E interessante ler por exemplo isto, e longo mas vale a pena:

http://bilbo.economicoutlook.net/blog/?p=18172
No meu mundo imaginário o Sporting contracta o ... blah, nao contracta ninguem porque de certeza um dos juniores da academia e melhor.
Coitadinhos da populaçao Grega? Os Gregos são um povo lixado, só para terem uma ideia da estirpe das pessoas na Grécia vou-vos contar uma historia. Ha pouco tempo o Governo Grego implementou um sistema para testar se os impostos pagos por algumas familias eram realistas. Helicopteros circulavam Atenas e tomavam nota das casas com piscina e depois comparavam com o salario declarado pelos donos dessas casas. Obviamente a diferença era obvia. Pessoas com casarões com piscinas declaravam salarios anuais de 20,000€ (fora taxas). Ora o Governo Grego começou a contacar estas pessoas para começarem a pagar mais taxas, e portanto introduziu uma taxa em quem tinha piscina. Como andar com helicopteros pela cidade fora era um caos e uma perca de tempo a analise começou a ser feita via imagens de satelite. Os donos dessas casas em vez de começarem a pagar os impostos decidiram construir coberturas, estilo telhados, por cima das piscinas para enganar as imagens satelite, obras que custavam mais do que os impostos. "Só os estupidos pagam impostos" é a mentalidade na Grecia e portanto o Governo não tem dinheiro e o defice é gigante.
Mas olha que esses não são os que estão nas ruas a protestar. Esses são os que lucram com a crise.
Aliás, vai lá ver quem é que construiu piscinas, comprou ferraris e jipes com subsidios europeus à tripa forra em Portugal?! Achas que foi o trabalhador rural ou o operarário fabril?!

Abram os olhos. O modelo económico proposto aos países periféricos como Portugal e Grécia foi: tomem lá uns quantos subsidios para gastarem como bem entenderem (em Portugal foi em autoestradas inuteis, por exemplo) e em troca destruam lá as vossas pescas, agricultura e industria que assim fazem concorrência à agricultura francesa e industria alemã! Fiquem lá ai quietinhos e sirvam-nos a nós, alemães e holandeses quando formos aos vossos países cheios de sol passar umas férias low cost!! Não contentes, dizem-nos: vejam amigos, temos aqui uma moeda única que é um espectáculo. Só se esqueceram de nos explicar que é incomportável um país como Portugal ou Grécia, com uma economia esventrada e centrada apenas nos serviços, ter uma moeda tão forte como uma pujante Alemanha ou Áustria. Lemabram-se quanto valia o Escudo face ao Marco antes da moeda única?!

Eram tudo rosas, Quadros Comunitários de Apoio que o Cavaco esbanjou em auto-estradas e em abatimento de linha férrea, barcos e campos agricolas, e jipes e ferraris para os grandes agricultores e empresários fabris, etc. Era o tempo do regabofe e do "crescimento" 5% ao ano. Que maravilha, crédito fácil: compravas uma casa, emprestavam-te o dinheiro da casa, para o carro e para a mobilia!!

Em suma, o povinho iliterado financeira e economicamente foi levado ao engano com quimeras. É um facto que temos culpa, especialmente por votarmos na m**** de sempre, mas será que o comum mortal tinha obrigação de saber que entrar no euro seria catastrófico? Que centrar a economia nos serviços, e deixando de lado o sector primário e secundário de lado, ainda para mais nesta UE incapaz de estabelecer os equilibrios economicos próprios de um modelo destes, seria desastroso a médio/longo prazo?!

Eu tenho culpa de que há 20 anos nos tenham prometido tudo, os gurus da politica e economia, e no fim tudo foi um fiasco?! Eles é que são os especialistas não eu! Afinal não é isto a democracia representativa? Confiar nos que os políticos que nos pretendem governar, dizem?!

Então, em que ficamos?

Estou 100% solidário com o povo grego e quem menoriza o sofrimento infligido pela miséria generalizada que querem impor aos gregos, só pode ser totalmente insensível ao mais básico conceito de dignidade e bem estar humano! O que também não me admira numa sociedade cada vez mais "competitiva" e insensível aos valores da solidariedade!
É de pensar que o Sporting é muito grande, e que são estas coisas que valem muito para um clube. São estas coisas que trazem sportinguismo ao clube. Isto não é quantificável. Isto não são 6%, 7%... Isto é o Sporting! Isso traz coisas muito importantes ao Sporting. Fervor sportinguista, acima de tudo! - João Benedito, 20-06-2010

Abram os olhos. O modelo económico proposto aos países periféricos como Portugal e Grécia foi: tomem lá uns quantos subsidios para gastarem como bem entenderem (em Portugal foi em autoestradas inuteis, por exemplo) e em troca destruam lá as vossas pescas, agricultura e industria que assim fazem concorrência à agricultura francesa e industria alemã!

Eram tudo rosas, Quadros Comunitários de Apoio que o Cavaco esbanjou em auto-estradas e em abatimento de linha férrea, barcos e campos agricolas, e jipes e ferraris para os grandes agricultores e empresários fabris, etc. Era o tempo do regabofe e do "crescimento" 5% ao ano. Que maravilha, crédito fácil: compravas uma casa, emprestavam-te o dinheiro da casa, para o carro e para a mobilia!!

Em suma, o povinho iliterado financeira e economicamente foi levado ao engano com quimeras.

@1984, nunca pensei que este dia fosse possível, ainda para mais nas "conversas de café" e em temas políticos. Mas nas partes que citei, concordo a 100%. E sim, acho que o Cavaco é o maior culpado da crise portuguêsa!

Abram os olhos. O modelo económico proposto aos países periféricos como Portugal e Grécia foi: tomem lá uns quantos subsidios para gastarem como bem entenderem (em Portugal foi em autoestradas inuteis, por exemplo) e em troca destruam lá as vossas pescas, agricultura e industria que assim fazem concorrência à agricultura francesa e industria alemã!

Eram tudo rosas, Quadros Comunitários de Apoio que o Cavaco esbanjou em auto-estradas e em abatimento de linha férrea, barcos e campos agricolas, e jipes e ferraris para os grandes agricultores e empresários fabris, etc. Era o tempo do regabofe e do "crescimento" 5% ao ano. Que maravilha, crédito fácil: compravas uma casa, emprestavam-te o dinheiro da casa, para o carro e para a mobilia!!

Em suma, o povinho iliterado financeira e economicamente foi levado ao engano com quimeras.

@1984, nunca pensei que este dia fosse possível, ainda para mais nas "conversas de café" e em temas políticos. Mas nas partes que citei, concordo a 100%. E sim, acho que o Cavaco é o maior culpado da crise portuguêsa!
Levou tempo, mas começas a abrir os olhos! :mrgreen:
Agora só falta com relação ao Godinho Lopes, e à direita em geral! :mrgreen:

Abram os olhos. O modelo económico proposto aos países periféricos como Portugal e Grécia foi: tomem lá uns quantos subsidios para gastarem como bem entenderem (em Portugal foi em autoestradas inuteis, por exemplo) e em troca destruam lá as vossas pescas, agricultura e industria que assim fazem concorrência à agricultura francesa e industria alemã!

Eram tudo rosas, Quadros Comunitários de Apoio que o Cavaco esbanjou em auto-estradas e em abatimento de linha férrea, barcos e campos agricolas, e jipes e ferraris para os grandes agricultores e empresários fabris, etc. Era o tempo do regabofe e do "crescimento" 5% ao ano. Que maravilha, crédito fácil: compravas uma casa, emprestavam-te o dinheiro da casa, para o carro e para a mobilia!!

Em suma, o povinho iliterado financeira e economicamente foi levado ao engano com quimeras.

@1984, nunca pensei que este dia fosse possível, ainda para mais nas "conversas de café" e em temas políticos. Mas nas partes que citei, concordo a 100%. E sim, acho que o Cavaco é o maior culpado da crise portuguêsa!
Levou tempo, mas começas a abrir os olhos! :mrgreen:
Agora só falta com relação ao Godinho Lopes, e à direita em geral! :mrgreen:
O McCandless é uma pessoa que gosta de aprender e apreender. Com o tempo ele vai começando a tirar as suas próprias conclusões.  :great:
ex-dmalmeida
David Almeida - LE S: A27 F: 22 N: 39 Sócio Nº 14864
Σπόρτινγκ - Assim se escreve Sporting em grego. Спортинг - em Russo. Em japonês é スポルティング・リスボン.
Ya é jovem, eu com 21 anos não ligava a politica!!  :beer: