Resposta a Miguel Sousa Tavares

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Escrevo estas linhas para de alguma forma responder a mais uma tentativa do Tavares de insultar o Sporting, ao afirmar que já faz bastante tempo que o Sporting não é um grande. Não sei que argumentos utiliza para basear a sua opinião. Nem sei se os usou, pois não tenho paciência para ler literatura de cordel. Mas discordo profundamente de uma afirmação que carrega em si mesma uma alta dose de frustração e inveja.

Sim, o Tavares inveja o Sporting naquilo que o seu clube do coração jamais conseguira ter: grandeza. O Tavares devia saber que as medidas de grandeza de um clube vão muito mais além do que as vitórias do futebol profissional. Por muitos títulos que o clube do Tavares ganhe, jamais terá a dimensão nacional que o Sporting tem. Frustrante, não é? O que é ainda mais deprimente para o Tavares é que, mesmo sem ganhar com frequência no futebol profissional, o Sportinguismo continua vivo, omnipresente no dia a dia e capaz de vender mais pasquins do que se o clube do coração do Tavares ganhasse a Champions League todos os dias.

Mas mais: as atribulações do nosso clube na ultima década e meia devem-se sobretudo a um projecto de auto destruição da instituição. Não porque haja menos Sportinguismo ou Sportinguistas. No caso do clube do coração do Tavares, a instituição há muito que desapareceu, tendo-se transformado no quintal corrupto de um bando de mafiosos. O Tavares devia-se preocupar mais em analisar o porque de o seu clube e respectivo presidente se terem transformado numa espécie de entidade híbrida, praticamente indivisíveis e aparentemente dependentes um do outro. E que ate os mafiosos são mortais...

Mas há algo de mais profundo que corrói o Tavares: a grandeza, a dimensão do Sporting baseia-se em valores históricos de cariz profundamente digno, de elevado estatuto moral, de honradez inatacável:  "Esforço, Dedicação, Devoção e Glória". Temos um historial que, na sua grande parte, reflecte esses mesmos valores. Já a efémera grandeza do clube do Tavares baseia-se em maços de notas de quinhentos contos que o Reinaldo Teles entregava aos árbitros na tasca do irmão (Joaquim Teles), nos anos oitenta. Oh Tavares, perdoe-me, mas o brilho das vitorias jamais poderá obscurecer o opaco da lama que o pântano da corrupção gera.

Por isso Tavares, fique la com a sua grandeza regional, assente em pilares de prácticas vergonhosas e criminosas. Eu prefiro de longe a grandeza histórica e moral a nível nacional, que o meu clube ostenta. Sim, estamos numa fase complicada, perturbante pelo facto de o Sportinguismo não ter ainda encontrado um rumo certo que lhe garanta um futuro equivalente aos desejos dos seus fundadores. Mas oh Tavares, estamos apenas adormecidos.... e isso, atormenta-o! Não tenha a mínima duvida de que voltaremos 'a senda dos êxitos e nessa altura um pais inteiro vai voltar a explodir de alegria. Ate la, vamos ter de aturar a sua azia, o seu fel semanal, a sua incompreensão pelo facto de, apesar de tudo, o Sporting ser muito maior do que a sua mente tacanha será capaz de entender. Paciência...

@Rasputine 2012
« Última modificação: Fevereiro 09, 2012, 14:38 pm por Winston Smith »
Minoritariamente...pelo verdadeiro Sporting!
Grande post Rasputine  :clap: :clap:
Escrevo estas linhas para de alguma forma responder a mais uma tentativa do Tavares de insultar o Sporting, ao afirmar que ja faz bastante tempo que o Sporting nao e' um grande. Nao sei que argumentos utiliza para basear a sua opiniao. Nem sei se os usou, pois nao tenho paciencia para ler literatura de cordel. Mas discordo profundamente de uma afirmacao que carrega em si mesma uma alta dose de fustracao e inveja.

Sim, o Tavares inveja o Sporting naquilo que o seu clube do coracao jamais conseguira ter: grandeza. O Tavares devia saber que as medidas de grandeza de um clube vao muito mais alem do que as vitorias do futebol profissional. Por muitos titulos que o clube do Tavares ganhe, jamais tera a dimensao nacional que o Sporting tem. Fustrante, nao e'? O que e' ainda mais deprimente para o Tavares e' que, mesmo sem ganhar com frequencia no futebol profissional, o Sportinguismo continua vivo, omnipresente no dia a dia e capaz de vender mais pasquins do que se o clube do coracao do Tavares ganhasse a Champions League todos os dias.

Mas mais: as atribulacoes do nosso clube na ultima decada e meia devem-se sobretudo a um projecto de auto destruicao da instituicao. Nao porque haja menos Sportinguismo ou Sportinguistas. No caso do clube do coracao do Tavares, a instituicao ha muito que desapareceu, tendo-se transformado no quintal corrupto de um bando de mafiosos. O Tavares devia-se preocupar mais em analisar o porque de o seu clube e respectivo presidente se terem transformado numa especie de entidade hibrida, practicamente indivisiveis e aparentemente dependentes um do outro. E que ate os mafiosos sao mortais...

Mas ha algo de mais profundo que corroi o Tavares: a grandeza, a dimensao do Sporting baseia-se em valores historicos de cariz profundamente digno, de elevado estatuto moral, de honradez inatacavel:  "Esforço, Dedicação, Devoção e Glória". Temos um historial que, na sua grande parte, reflecte esses mesmos valores. Ja a efemera grandeza do clube do Tavares baseia-se em macos de notas de quinhentos contos que o Reinaldo Teles entregava aos arbitros na tasca do irmao (Joaquim Teles), nos anos oitenta. Oh Tavares, perdoe-me, mas o brilho das vitorias jamais podera obscurecer o opaco da lama que o pantano da corrupcao gera.

Por isso Tavares, fique la com a sua grandeza regional, assente em pilares de practicas vergonhosas e criminosas. Eu prefiro de longe a grandeza historica e moral a nivel nacional, que o meu clube ostenta. Sim, estamos numa fase complicada, perturbante pelo facto de o Sportinguismo nao ter ainda encontrado um rumo certo que lhe garanta um futuro equivalente aos desejos dos seus fundadores. Mas oh Tavares, estamos apenas adormecidos.... e isso, atormenta-o! Nao tenha a minima duvida de que voltaremos 'a senda dos exitos e nessa altura um pais inteiro vai voltar a explodir de alegria. Ate la, vamos ter de aturar a sua azia, o seu fel semanal, a sua incompreensao pelo facto de, apesar de tudo, o Sporting ser muito maior do que a sua mente tacanha sera capaz de entender. Paciencia...
Gigante  :clap: :clap: :clap: :clap:
Muito boa a achega àquele animal, @Rasputine

O homem anda vidrado com o Sporting. Nem dorme nada de jeito.
Devemos fazer-lhe muitas cócegas a ele mais aos seus ídolos métodos emporcalhados.
QUERO    UM   SPORTING
CREDÍVEL  -  LIMPO  -  AMBICIOSO
Absolutamente fenomenal, Rasputine!  :clap: :great:

Expressaste tudo o que me vem à cabeça também sobre este assunto. Muito bom, era lindo poder ver a reacção do anormal se lesse isto  :lol:
Querem acabar de vez com a nossa paixão!
Não vamos deixar... porque nunca desistimos de ti!
Excelente resposta  :clap:

Já levou kum like no facebook  :mrgreen:
O triste é que o MST tem razão no que diz('futebolisticamente' falando), onde é que uma equipa que fica ano sim, ano sim a 20 e tal pontos da liderança é grande?

Discordo totalmente e custa-me que malta do Sporting enverede nestas lenga-lengas venenosas do MST ou outro qualquer.


Está descansado que a malta do Sporting não envereda.
Excelente resposta  :clap:

Já levou kum like no facebook  :mrgreen:

EU também queria botar um like... Como faço?
Ajuda ou atrapalha... O importante é participar!
Adiciona a pagina do Forum no Facebook  :great:
O texto está lá
SL
Rasputine  :clap: :clap: :clap:

Aqui fica mais uma excelente resposta ao MST, desta feita pelo Núcleo Sportinguista da Carapinheira

Citar
O meu é maior que o teu

No seu habitual artigo de opinião num conhecido diário desportivo, pode ler-se hoje uma afirmação de Miguel Sousa Tavares (MST): "O Sporting perdeu há muito o estatuto de "grande"".
Nem sequer me dou ao trabalho de ler o artigo, primeiro porque como já referi inúmeras vezes, deixei há muito de ler essas publicações e em segundo porque, em termos desportivos, MST destila ódios que não devem ser tidos em consideração.
MST, geralmente, sustenta-se em dados objectivos para tecer considerações, mas a grandeza dos clubes mede-se por parâmetros que simples dados estatísticos ou concretos não comportam.
Mais uma vez digo que não sei em que se baseia para tecer um veredicto tão taxativo mas, convenhamos, essa opinião é partilhada até por adeptos sportinguistas, em momentos de desânimo.
No entanto, o fenómeno que infelizmente atravessamos é não só reincidente como transversal a alguns clubes que, mau grado períodos largos de abstinência, mantiveram a sua aura.
Basta recordar o clube de MST para constatar que, apesar de terem passado 18 anos sem vencer um campeonato ou, se quisermos ser mais concisos, terem vencido 2 campeonatos em 36 anos, reergueram-se da penumbra, quer tenha sido pela graça do espírito santo ou por terem professado outras "religiões".
Isso já passou à história, dirão alguns mas,  o que é a grandeza de um clube senão a sua história? Só me recordo de mais uma coisa. Os seus adeptos! É que apesar de estarmos a perder massa adepta, por força do prolongado jejum, a nossa grandeza é ainda incomparavelmente superior ao Porto.
Como em Portugal só há 3 clubes para podermos comparar os seus períodos áureos ou de menor fulgor, posso socorrer-me de clubes estrangeiros para tentar fazer algum paralelismo, e confirmar que, provavelmente, o prognóstico de MST talvez ainda seja extemporâneo.
Em Espanha, desde inícios dos anos 60 até meados dos anos 70, o Barcelona sobreviveu a 13 anos sem vencer um campeonato ou, sendo ainda mais minucioso, venceu um campeonato em 24 anos.
Em Inglaterra, o Liverpool não vence um campeonato há 21 anos, 22 se contarmos com o actual. Nesse mesmo campeonato, o Manchester United, o colosso por todos reconhecido, só se tornou no actual grande inglês a partir de 1992, pois até essa data só tinha vencido 7 campeonatos. Aliás, teve um jejum de 25 anos, mas penso que tanto Manchester como Liverpool continuam a granjear o estatuto de grandes no país, apesar de alguns períodos de menor fulgor.
Podia também fazer referência ao jejum de 13 anos, ou aos dois títulos do Inter de Milão, em 34 anos, até ao recente ressurgimento da equipa milanesa.
Não pretendo com estes dados fazer qualquer tipo de comparação da nossa realidade com alguns dos clubes referenciados, pois enquanto alguns têm manias de grandeza outros, apesar da grandeza, têm complexo de inferioridade e, além disso, não quero ferir susceptibilidades.
A nossa história, mesmo que doa a alguns, está registada e é incontornável. A nossa massa adepta continua a ser dedicada e única, pois em circunstâncias idênticas, os rivais teriam um muito maior divórcio por parte dos seus apoiantes. A recente euforia de início de época mostrou um Sporting vivo, mas também que o país precisa de um Sporting ao seu melhor nível para dar maior qualidade e credibilidade ao fenómeno desportivo.
Neste momento conturbado é fácil bater no Sporting, na tentativa de o enfraquecer ainda mais. MST e seus mandantes tentarão aproveitar que o nosso clube foi ao tapete, para tentar um knockout e, assim, passar a dividir por dois o que até há algum tempo era a dividir por três. Não é preciso ser muito bom a matemática para ver que as contas são simples e favoráveis aos interessados.
Desconheço se, na referida crónica, MST elevará o Braga ao estatuto de grande para nos menorizar mas, não tardará muito. Apesar do clube bracarense só há 3 anos se intrometer nos lugares cimeiros, parece haver muita gente disposta a elevar-lhe o estatuto. Depois do Boavistão, esperemos para ver se este Braga é mais um fogo-fátuo ou se temos mesmo um projecto e um clube a ganhar o seu espaço no panorama futebolista nacional.

in Núcleo Sportinguista da Carapinheira
''You have forgotten who you are and so have forgotten me. Look inside yourself, Simba. You are more than what you have become. You must take your place in the Circle of Life.'' Mufasa, Lion King, 1994

''These are dark times, there is no denying. Our world has perhaps faced no greater threat than it does today. But I say this to our citizenry: We, ever your servants, will continue to defend your liberty and repel the forces that seek to take it from you!'' Rufus Scrimgeour, Minister for Magic
Escrevo estas linhas para de alguma forma responder a mais uma tentativa do Tavares de insultar o Sporting, ao afirmar que ja faz bastante tempo que o Sporting nao e' um grande. Nao sei que argumentos utiliza para basear a sua opiniao. Nem sei se os usou, pois nao tenho paciencia para ler literatura de cordel. Mas discordo profundamente de uma afirmacao que carrega em si mesma uma alta dose de fustracao e inveja.

Sim, o Tavares inveja o Sporting naquilo que o seu clube do coracao jamais conseguira ter: grandeza. O Tavares devia saber que as medidas de grandeza de um clube vao muito mais alem do que as vitorias do futebol profissional. Por muitos titulos que o clube do Tavares ganhe, jamais tera a dimensao nacional que o Sporting tem. Fustrante, nao e'? O que e' ainda mais deprimente para o Tavares e' que, mesmo sem ganhar com frequencia no futebol profissional, o Sportinguismo continua vivo, omnipresente no dia a dia e capaz de vender mais pasquins do que se o clube do coracao do Tavares ganhasse a Champions League todos os dias.

Mas mais: as atribulacoes do nosso clube na ultima decada e meia devem-se sobretudo a um projecto de auto destruicao da instituicao. Nao porque haja menos Sportinguismo ou Sportinguistas. No caso do clube do coracao do Tavares, a instituicao ha muito que desapareceu, tendo-se transformado no quintal corrupto de um bando de mafiosos. O Tavares devia-se preocupar mais em analisar o porque de o seu clube e respectivo presidente se terem transformado numa especie de entidade hibrida, practicamente indivisiveis e aparentemente dependentes um do outro. E que ate os mafiosos sao mortais...

Mas ha algo de mais profundo que corroi o Tavares: a grandeza, a dimensao do Sporting baseia-se em valores historicos de cariz profundamente digno, de elevado estatuto moral, de honradez inatacavel:  "Esforço, Dedicação, Devoção e Glória". Temos um historial que, na sua grande parte, reflecte esses mesmos valores. Ja a efemera grandeza do clube do Tavares baseia-se em macos de notas de quinhentos contos que o Reinaldo Teles entregava aos arbitros na tasca do irmao (Joaquim Teles), nos anos oitenta. Oh Tavares, perdoe-me, mas o brilho das vitorias jamais podera obscurecer o opaco da lama que o pantano da corrupcao gera.

Por isso Tavares, fique la com a sua grandeza regional, assente em pilares de practicas vergonhosas e criminosas. Eu prefiro de longe a grandeza historica e moral a nivel nacional, que o meu clube ostenta. Sim, estamos numa fase complicada, perturbante pelo facto de o Sportinguismo nao ter ainda encontrado um rumo certo que lhe garanta um futuro equivalente aos desejos dos seus fundadores. Mas oh Tavares, estamos apenas adormecidos.... e isso, atormenta-o! Nao tenha a minima duvida de que voltaremos 'a senda dos exitos e nessa altura um pais inteiro vai voltar a explodir de alegria. Ate la, vamos ter de aturar a sua azia, o seu fel semanal, a sua incompreensao pelo facto de, apesar de tudo, o Sporting ser muito maior do que a sua mente tacanha sera capaz de entender. Paciencia...


Rasputine,

O meu enorme obrigado do fundo do coração, gente reles, suja, repleta de vermes e nojenta a quem o ódio coroe todas as suas entranhas merece essa enorme resposta, muitíssimo obrigado, foste enorme!

Enorme abraço de LEÃO!  :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap:

SL
« Última modificação: Fevereiro 07, 2012, 23:45 pm por ruitrind »
23-03-2013 A noite mais feliz da minha vida como Sportinguista.
A partir de agora mandamos nós e o Sporting terá o seu caminho novamente, quero vos agradecer a todos e dizer claramente para que toda a gente oiça:
Viva o Sporting Clube de Portugal! É nosso outra vez!
Palavras do Presidente do Sporting Clube de Portugal, Bruno de Carvalho. Bem haja Presidente!
Rasputine, vê se apareces mais. É sempre um prazer ler-te. Como o era ver-te nos vídeos que fazias.

Abraço.


"Um Estado que, na época do envenenamento das raças, se dedica a cultivar os seus melhores elementos raciais, tem de um dia se tornar senhor do mundo.
Que os adeptos do nosso movimento nunca se esqueçam disso, mesmo que, pela enormidade do sacrifício, possam vir a recear da possibilidade do sucesso."
- SH - 20/04/89

Fantástico, Rasputine! A verdade pura e dura, foi escrita por ti!   :clap:  :great:
Forever? só o meu amor por ti, SPORTING!!!
grande texto rasputine!
- Do Sporting Clube de Portugal nunca hei de ter vergonha é das coisas que tenho na vida que mais me orgulha. Diferente é dizer que por muitas vezes no passado recente tenho vergonha de ver a equipa profissional do Sporting a jogar. esses sim as vezes fazem qualquer sportinguista courar de vergonha.
- Quando num clube como o Sporting Clube de Portugal muitas adeptos se põem contra a venda da maioria da SAD com vista a persevar os nossos valores e a essência do clube, mesmo sabendo que as probabilidades de sucesso poderiam aumentar com a venda. 300 km mais a norte, encontramos  um clube que mesmo vivendo à base da corrupção e de esquemas obscuros para eles é tudo na boa. Para esse clube a sua essência é ser corrupto,, mas já esta tão entranhada neles e no resto das pessoas já nao estranham e lidam com normalidade. Um clube com estes valores nao é nem nunca vai ser um grande clube. É esta diferença de valores entre um grande clube e um clube regional.
Fantástico Rasputine! :clap: :clap: :clap:
Xbox Live - Luis1906
Rasputine a mostrar como se encava um porco tripeiro LIKE A BOSS! :clap:
Não leio mst por uma questão de sanidade mental, nem as cronicas dele e muito menos os seus livros traduzidos de escritores russos ou bielo russos que constantemente apresenta como sendo seus, mas mais que isso pessoas que só conseguiram ter fama à custa da mamã enfim nem vale a pena perder tempo.
Resposta dada ao nível de um Sportinguista. Bravo.  :clap: