Metropolitanos de Portugal: Informação das Linhas

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Nos últimos 6 anos devo ter andado em média por semana de metro 4 vezes. Já saí em dezenas de estações e nunca me aconteceu nada.

É óbvio que quem sai no Intendente corre mais perigo do que quem sai nas Laranjeiras ou no Campo Grande pois existem zonas tendencialmente mais degradadas que outras.


@FranciscoG: Ainda bem que podemos fazer assim uma espécie de ligação indireta entre este tópico e o metro de Lisboa. Neste momento a parte que mais pode ser melhorada (para além das extensões já planeadas) é o ponto que coloquei a negrito. À noite estas estações (Arroios, Anjos, Intendente, Martim Moniz) deviam ser bem vigiadas por profissionais para que a utilização do metro nesta zona seja segura. :great:


Como sabes o Metropolitano de Lisboa é uma Empresa Pública logo vive do dinheiro do Estado. A empresa tem um prejuízo de cerca de 4 mil milhões de euros. Todo e qualquer gasto da empresa neste momento é controlado ao infimo pormenor. Faço parte dos RH do Metro de Lisboa e assisto diariamente a formações de Vigilantes de empresas especificamente de Segurança e aquilo que eu vejo é que para o que eles são treinados fazem-no com competência. Por volta de uma certa hora todas as estações consideradas problemáticas fecham todos os acessos secundários e apenas os principais ficam abertos.

Agora não podes é esperar que exista um Segurança ou um Polícia por cada metro quadrado, em nenhum lado é assim. Cabe ao bom senso de cada um saber os terrenos que pisa.
« Última modificação: Janeiro 23, 2012, 11:25 am por FranciscoG »
Sempre que andei de metro à noite onde me senti mais "desconfortavel" foi mesmo nesse eixo anjos - martim moniz.
Como uso pouco a amarela e azul não sei dessas!
A cena mais "wtf" que já me aconteceu no metro, foi no Intendente. Nesse dia, um domingo, tive de deslocar-me a uma farmácia de lá, porque era das poucas abertas, ao sair, entrei no Intendente e mal acabo de descer as escadas, começo a ouvir pessoas a gritar.. preferi não arriscar e pus-me logo na alheta. Optei por entrar nos Anjos. :sick:

De resto, naqueles que andei nunca tive qualquer problema. Mesmo num dia em que o Sporting jogava.

__________

Já agora, para vocês que são daí, as siglas "orc" tem algum significado?  :think:
acho que é uma "crew" de graffiti

btw, sobre o metro, realmente a zona que acho mais desconfortável não só por quem anda lá é martim moniz - arroios
« Última modificação: Janeiro 23, 2012, 16:17 pm por CoZMiC_ »
A de Alvalade é seguríssima. Normalmente, vês muitos míudos de uma básica/secundária e idosos por lá. Instalações são as essenciais de uma estação de metro, penso que nesse aspecto não deves encontrar grandes diferenças entre as várias linhas.

Bom tópico.
Já agora, as instalações de Sta. Apolónia são de nível A, ou não fosse uma das mais recentes estações :great:
Com 19 anos apenas chegou a Lisboa a 26 de Junho de 1937 e não assinou logo contrato. Deu apenas a sua palavra de honra em como jogaria no Sporting sem ter sequer discutido questões monetárias. Apesar de abordado por um clube do norte, pensa-se serem os corruptos, e também pelos lampiões, oferecendo-lhe melhores condições, Peyroteo não aceitou pois estava verbalmente comprometido com o Sporting.
Adicionada a Linha A do Metro do Porto.
Adicionada a Linha A do Metro do Porto.

Nessas posso eu contribuir. Até porque utilizo o metro duas a quatro vezes por dia.

Se precisares de alguma informação...  ;)
"Look, we're basically on earth to shit and fuck. So unless your job's to help people shit or fuck, it's not that important, so relax."
Telheiras: Segurança nível 0 e Instalações tipo A. É provavelmente das estações em melhor estado da linha verde.
Edit: Pontos de referência: Telepizza, Praça Central, "Aldeia de Telheiras", Restaurante Chilli's, Taxis.
Escolhe os que achares melhor.
« Última modificação: Janeiro 25, 2012, 18:54 pm por Airstrike »
Chat shit get banged.
Adicionada a Linha A do Metro do Porto.

Nessas posso eu contribuir. Até porque utilizo o metro duas a quatro vezes por dia.

Se precisares de alguma informação...  ;)
A que puderes dar por favor. É que eu só fui ao Porto uma vez e só me lembro de ter usado as da Campanhã, da Casa da Música e do estádio.  :great:

Sou dos Açores, vou a Lisboa 2 ou 3 vezes por ano, e para ir aos sítios mais comuns, como o Colombo ou o Parque das Nações, vou sempre de Metro, e também nunca tive qualquer tipo de problema.

A linha vermelha, para o Parque das Nações, tem duas coisa a que acho "piada":

- há uma estação chamada Bela Vista, que tem uma pequena parte do trajecto ao ar livre, e em que a bela vista são uns cerrados mal amanhados e umas barracas a cair aos pedaços  :mrgreen:

- como é uma linha recente, quase todas as estações são amplas, coloridas, decoradas pelos melhores artistas plásticos; no entanto, há lá uma pelo meio, já não me lembro qual, que é muito pobrezinha, sem decoração praticamente nenhuma, sempre me perguntei porquê...
- há uma estação chamada Bela Vista, que tem uma pequena parte do trajecto ao ar livre, e em que a bela vista são uns cerrados mal amanhados e umas barracas a cair aos pedaços  :mrgreen:

Pode surpreender muita gente, mas ainda há algumas hortas em Lisboa :P
Viva o Sporting
Alvalade: Segurança a nível 0.
Sou dos Açores, vou a Lisboa 2 ou 3 vezes por ano, e para ir aos sítios mais comuns, como o Colombo ou o Parque das Nações, vou sempre de Metro, e também nunca tive qualquer tipo de problema.

A linha vermelha, para o Parque das Nações, tem duas coisa a que acho "piada":

- há uma estação chamada Bela Vista, que tem uma pequena parte do trajecto ao ar livre, e em que a bela vista são uns cerrados mal amanhados e umas barracas a cair aos pedaços  :mrgreen:

- como é uma linha recente, quase todas as estações são amplas, coloridas, decoradas pelos melhores artistas plásticos; no entanto, há lá uma pelo meio, já não me lembro qual, que é muito pobrezinha, sem decoração praticamente nenhuma, sempre me perguntei porquê...

Essa estação pobrezinha deve ser a de Cabo Ruivo, mas não tenho a certeza porque (ainda) não faço a linha vermelha todos os dias. Se for essa a explicação deve ser simples. O tráfego de passageiros na estação é extremamente baixo, já que só há praticamente armazéns e fábricas na zona (muitas delas abandonadas), por isso não devem ter investido muito na inraestrutura.
Essa estação deve ser também a que está mais à superfície de entre as subterrâneas, acho que tem um único lanço de escada, não particularmente comprido, de acesso ao exterior.

- há uma estação chamada Bela Vista, que tem uma pequena parte do trajecto ao ar livre, e em que a bela vista são uns cerrados mal amanhados e umas barracas a cair aos pedaços  :mrgreen:

Pode surpreender muita gente, mas ainda há algumas hortas em Lisboa :P

Algumas?!

Por alguma razão nós somos alfacinhas.
Sou dos Açores, vou a Lisboa 2 ou 3 vezes por ano, e para ir aos sítios mais comuns, como o Colombo ou o Parque das Nações, vou sempre de Metro, e também nunca tive qualquer tipo de problema.

A linha vermelha, para o Parque das Nações, tem duas coisa a que acho "piada":

- há uma estação chamada Bela Vista, que tem uma pequena parte do trajecto ao ar livre, e em que a bela vista são uns cerrados mal amanhados e umas barracas a cair aos pedaços  :mrgreen:

- como é uma linha recente, quase todas as estações são amplas, coloridas, decoradas pelos melhores artistas plásticos; no entanto, há lá uma pelo meio, já não me lembro qual, que é muito pobrezinha, sem decoração praticamente nenhuma, sempre me perguntei porquê...

Eu ando de metro 2 vezes por dia e quase sempre na linha vermelha, por vezes também vagueio pela linha amarela e verde.

Sim a estação sem decoração nenhuma é a de Cabo Ruivo porque a afluência é mesmo perto de zero. Em hora de ponta o máximo de pessoas que saem nessa estação são para ai 5. Mas olha que é preferivel a estação de Cabo Ruivo ser assim do que por exemplo a das Olaias que é a das mais luxuosas do metro de Lisboa e em vez de 5 pessoas em hora de ponta saem 10, mas a estação das Olaias  é maior por exemplo que a dos Olivais (que é a estação que fornece a maior freguesia de Lisboa).

Mas com o tempo percebe-se que no Metro é 8 ou 80. Ou temos grande luxo sem qualquer sentido ou temos tudo a cair de podre e vá temos de admitir também temos algumas estações bem feitas e feitas mesmo à medida certa  :mrgreen:
Sou dos Açores, vou a Lisboa 2 ou 3 vezes por ano, e para ir aos sítios mais comuns, como o Colombo ou o Parque das Nações, vou sempre de Metro, e também nunca tive qualquer tipo de problema.

A linha vermelha, para o Parque das Nações, tem duas coisa a que acho "piada":

- há uma estação chamada Bela Vista, que tem uma pequena parte do trajecto ao ar livre, e em que a bela vista são uns cerrados mal amanhados e umas barracas a cair aos pedaços  :mrgreen:

- como é uma linha recente, quase todas as estações são amplas, coloridas, decoradas pelos melhores artistas plásticos; no entanto, há lá uma pelo meio, já não me lembro qual, que é muito pobrezinha, sem decoração praticamente nenhuma, sempre me perguntei porquê...

Eu ando de metro 2 vezes por dia e quase sempre na linha vermelha, por vezes também vagueio pela linha amarela e verde.

Sim a estação sem decoração nenhuma é a de Cabo Ruivo porque a afluência é mesmo perto de zero. Em hora de ponta o máximo de pessoas que saem nessa estação são para ai 5. Mas olha que é preferivel a estação de Cabo Ruivo ser assim do que por exemplo a das Olaias que é a das mais luxuosas do metro de Lisboa e em vez de 5 pessoas em hora de ponta saem 10, mas a estação das Olaias  é maior por exemplo que a dos Olivais (que é a estação que fornece a maior freguesia de Lisboa).

Mas com o tempo percebe-se que no Metro é 8 ou 80. Ou temos grande luxo sem qualquer sentido ou temos tudo a cair de podre e vá temos de admitir também temos algumas estações bem feitas e feitas mesmo à medida certa  :mrgreen:

Uma pequena correção. A estação dos Olivais Sul não é a única que fornece a mais populosa freguesia de Lisboa (e segunda do país), as estações de Cabo Ruivo e Gare do Oriente (e a partir de Junho também as de Moscavide e Bairro da Encarnação) também servem a freguesia.
É óbvio que quem sai no Intendente corre mais perigo do que quem sai nas Laranjeiras ou no Campo Grande pois existem zonas tendencialmente mais degradadas que outras.

Por acaso acho que as Laranjeiras é perigosa. Aquilo a certas horas é vazio, e isolado atrás de edifícios, e há muito sítio onde um gajo se possa esconder e aparecer de repente. É
Sou dos Açores, vou a Lisboa 2 ou 3 vezes por ano, e para ir aos sítios mais comuns, como o Colombo ou o Parque das Nações, vou sempre de Metro, e também nunca tive qualquer tipo de problema.

A linha vermelha, para o Parque das Nações, tem duas coisa a que acho "piada":

- há uma estação chamada Bela Vista, que tem uma pequena parte do trajecto ao ar livre, e em que a bela vista são uns cerrados mal amanhados e umas barracas a cair aos pedaços  :mrgreen:

- como é uma linha recente, quase todas as estações são amplas, coloridas, decoradas pelos melhores artistas plásticos; no entanto, há lá uma pelo meio, já não me lembro qual, que é muito pobrezinha, sem decoração praticamente nenhuma, sempre me perguntei porquê...

Eu ando de metro 2 vezes por dia e quase sempre na linha vermelha, por vezes também vagueio pela linha amarela e verde.

Sim a estação sem decoração nenhuma é a de Cabo Ruivo porque a afluência é mesmo perto de zero. Em hora de ponta o máximo de pessoas que saem nessa estação são para ai 5. Mas olha que é preferivel a estação de Cabo Ruivo ser assim do que por exemplo a das Olaias que é a das mais luxuosas do metro de Lisboa e em vez de 5 pessoas em hora de ponta saem 10, mas a estação das Olaias  é maior por exemplo que a dos Olivais (que é a estação que fornece a maior freguesia de Lisboa).

Mas com o tempo percebe-se que no Metro é 8 ou 80. Ou temos grande luxo sem qualquer sentido ou temos tudo a cair de podre e vá temos de admitir também temos algumas estações bem feitas e feitas mesmo à medida certa  :mrgreen:

Uma pequena correção. A estação dos Olivais Sul não é a única que fornece a mais populosa freguesia de Lisboa (e segunda do país), as estações de Cabo Ruivo e Gare do Oriente (e a partir de Junho também as de Moscavide e Bairro da Encarnação) também servem a freguesia.

Será que é mesmo em Junho? É a primeira data a ser lançada foi Março de 2010 depois Abril de 2010 depois Novembro depois Janeiro de 2011 e depois desistiram de pôr lá a data porque pronto.

A estação de Moscavide quando tiver terminada apenas serve nos Olivais o Casal dos Machados que é muito muito pouco
Sou dos Açores, vou a Lisboa 2 ou 3 vezes por ano, e para ir aos sítios mais comuns, como o Colombo ou o Parque das Nações, vou sempre de Metro, e também nunca tive qualquer tipo de problema.

A linha vermelha, para o Parque das Nações, tem duas coisa a que acho "piada":

- há uma estação chamada Bela Vista, que tem uma pequena parte do trajecto ao ar livre, e em que a bela vista são uns cerrados mal amanhados e umas barracas a cair aos pedaços  :mrgreen:

- como é uma linha recente, quase todas as estações são amplas, coloridas, decoradas pelos melhores artistas plásticos; no entanto, há lá uma pelo meio, já não me lembro qual, que é muito pobrezinha, sem decoração praticamente nenhuma, sempre me perguntei porquê...

Eu ando de metro 2 vezes por dia e quase sempre na linha vermelha, por vezes também vagueio pela linha amarela e verde.

Sim a estação sem decoração nenhuma é a de Cabo Ruivo porque a afluência é mesmo perto de zero. Em hora de ponta o máximo de pessoas que saem nessa estação são para ai 5. Mas olha que é preferivel a estação de Cabo Ruivo ser assim do que por exemplo a das Olaias que é a das mais luxuosas do metro de Lisboa e em vez de 5 pessoas em hora de ponta saem 10, mas a estação das Olaias  é maior por exemplo que a dos Olivais (que é a estação que fornece a maior freguesia de Lisboa).

Mas com o tempo percebe-se que no Metro é 8 ou 80. Ou temos grande luxo sem qualquer sentido ou temos tudo a cair de podre e vá temos de admitir também temos algumas estações bem feitas e feitas mesmo à medida certa  :mrgreen:

Uma pequena correção. A estação dos Olivais Sul não é a única que fornece a mais populosa freguesia de Lisboa (e segunda do país), as estações de Cabo Ruivo e Gare do Oriente (e a partir de Junho também as de Moscavide e Bairro da Encarnação) também servem a freguesia.

Será que é mesmo em Junho? É a primeira data a ser lançada foi Março de 2010 depois Abril de 2010 depois Novembro depois Janeiro de 2011 e depois desistiram de pôr lá a data porque pronto.

A estação de Moscavide quando tiver terminada apenas serve nos Olivais o Casal dos Machados que é muito muito pouco

Eu espero bem que seja, vai-me dar um jeitão. Junho foi a última data de que se falou, por isso vou esperar que seja mesmo em Junho.
Metropolitano do Porto

Linha A

Senhor de Matosinhos
Segurança: Nível 2
Locais de Referência: Parques de diversões (festas do Senhor de Matosinhos)
Instalações: Nível B

Mercado
Segurança: ?
Locais de Referência: ?

Brito Capelo
Segurança: ?
Locais de Referência: ?

Matosinhos Sul
Segurança: ?
Locais de Referência: ?

Câmara de Matosinhos
Segurança: ?
Locais de Referência: Câmara Municipal de Matosinhos; Zona nocturna - Discotecas

Parque Real
Segurança: ?
Locais de Referência: ?

Pedro Hispano
Segurança: ?
Locais de Referência: ?

Estádio do Mar
Segurança: ?
Locais de Referência: Estádio do Mar

Vasco da Gama
Segurança: ?
Locais de Referência: ?

Senhora da Hora
Correspondência com as Linhas B, C, E e F
Segurança: Nível 0
Locais de Referência: ?

Sete Bicas
Segurança: Nível 0
Locais de Referência: NorteShopping
Instalações: Nível B

Viso
Segurança: ?
Locais de Referência: ?

Ramalde
Segurança: ?
Locais de Referência: ?

Francos
Segurança: Nível 3
Locais de Referência: Bairro de Francos
Instalações: Nível B

Casa da Música
Segurança: Nível 0
Locais de Referência: Casa da Música; Rotunda da Boavista; Avenida da Boavista; Avenida de França
Instalações: Nível A
Plataforma Intermodal: Autocarros

Carolina Michaëlis
Segurança: Nível 1
Locais de Referência: Hospital Maria Pia; ES Carolina Michaëlis; ES Rodrigues de Freitas; Junta de Freguesia de Cedofeita; Conservatório de Música do Porto; Igreja de Cedofeita; UP - Faculdade de Farmácia
Instalações: Nível A

Lapa
Segurança: Nível 2
Locais de Referência: Rua de Cedofeita
Instalações: Nível B

Trindade
Correspondência com a Linha D
Segurança: Nível 0
Locais de Referência: Igreja da Trindade; Câmara Municipal do Porto
Instalações: Nível A

Bolhão
Segurança: Nível 0
Locais de Referência: Mercado do Bolhão; Rua de Santa Catarina; Shopping Via Catarina; Shopping Gran-Plaza
Instalações: Nível A
Plataforma Intermodal: Autocarros

Campo 24 de Agosto
Segurança: Nível 1
Locais de Referência: Junta de Freguesia do Bonfim
Instalações: Nível A
Plataforma Intermodal: Autocarros

Heroísmo
Segurança: ?
Locais de Referência: ?

Campanhã
Segurança: Nível 1
Locais de Referência: Estação de Comboios da Campanhã
Instalações: Nível B
Plataforma Intermodal: Autocarros; Comboios

Estádio do Dragão
Correspondência com a linha F
Segurança: Nível 1
Locais de Referência: Estádio do Dragão; Dolce Vita Porto
Instalações: Nível A



À medida que vais pondo as linhas, eu tento completá-las com aquilo que conheço (foi o que fiz com a Linha A. Só falei daquilo que sei ou que me lembrei).
Também dava jeito vir mais malta do Porto para este tópico para darem as suas opiniões...
"Look, we're basically on earth to shit and fuck. So unless your job's to help people shit or fuck, it's not that important, so relax."
A todos os interessados, hoje a Carris e o Metro de Lisboa estão a deixar carregar os passes ao preço actual até ao mês de Abril. Se quiserem escapar aos aumentos de amanhã aproveitem, eu já tenho o meu passe combinado sub-23 carregado até 11/04.