Os "salvadores" do Sporting

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

* Janeiro 12, 2012, 13:37 pm
Antes de mais, percebo perfeitamente a tua posição; Winston e em alguns pontos revejo-me nela. Como me revejo em outros do jnrodrigues. Vou salientar alguns pontos do teu post ( excelente ), por me serem motivo de preocupação.



Citar

- Sabes se é possível recomprar parte dos passes alienados (como faz o Porto)?


Não sabemos. E se sim, teremos capacidade para tal?

Citar

- Sabes se nos vamos apurar para a Liga dos Campeões?


Não sabemos. Apuramento directo parece-me difícil.

Citar

- Sabes se vamos conseguir vender alguém no fim da próxima época a preços elevados?


Eu acho que vamos, mas aqui encontramos aquilo que é real e que temos conhecimento. A percentagem de passes que temos dos nossos jogadores.

Citar

Não sabes nada do que escrevi em cima. A única coisa a que te acabas por agarrar é ao passado, quando a aposta este ano é completamente diferente dos últimos anos, onde se optou pela redução do investimento no futebol com o agravamento expectável de custos visto não existir sucesso desportivo.


Mas, Winston... a opção de gestão que se fez este ano significa, por si, que o passado não é revisitável? Tendo em conta que temos em posições chave, pessoas que têm trabalho ( mal ) feito no Sporting? Nota que eu penso que não é só a aposta forte na competitividade da nossa equipa que mudou, parece-me que se trabalha mais e melhor e com mais atenção à vontade e desejo dos Sportinguistas, mas ou as pessoas mudaram muito ou estou longe de estar descansado com a competência das pessoas, mesmo que concorde que há coisas que foram bem feitas no ínicio da época desportiva.


Citar
Fazendo contas de merceeiro:

Entrada na Liga dos Campeões = 9 (ou+) milhões de euros.


Entrarão neste exercício?

Citar
Venda de dois jogadores (supondo recompra de parte do passe) = 30 milhões de euros.


Sim... mas e a recompra? E com que dinheiro?

Citar
Aumento dos espectadores em Alvalade = ? (não sei o valor, mas este ano será bem mais elevado)


De memória, o valor mais elevado desde que o estádio foi inaugurado traduziu-se em cerca de mais 5M que no ano passado

Citar

Aqui já tens mais de 40 milhões de euros. No último relatório e contas, 22 milhões foram para contratações e entrou um encaixe de 18 milhões nas vendas. Supondo que vendemos dois jogadores por 30 milhões e na próxima época só gastamos 7/8 milhões em 3 ou 4 jogadores (não é preciso mais) dá uma diferença de 22 milhões positivos (ao contrário deste ano que foram 4 negativos entre vendas e compras).


Contas então:

40 (R&C anterior) - 15 (diferença no montante de contratações) = 25 milhões

25 - 12 (diferença nas vendas) = 13 milhões

13 - 9 (Liga dos Campeões) = 4 milhões (sem contar com o aumento de espectadores).

Ou seja, se entrares na Liga dos Campeões, venderes dois jogadores, controlares um pouco mais a despesa e obtiveres um aumento de espectadores real, é perfeitamente possível passar a ter relatórios positivos. A grande questão aqui é se poderá ser possível recomprar os passes, porque é isso que acaba por prejudicar completamente toda esta estratégia de investimento para obter retorno.

Por isso é que não me faz sentido criticar esta direcção pelo último R&C nem pelo investimento efectuado nesta época, que era absolutamente necessário. Se vão ser capazes de vender os jogadores por preços condizentes com o seu valor? Não sei (nem tu). Vamos à Liga dos Campeões na próxima época com um encaixe substancial de euros? Não sei (nem tu).

Portanto, as tuas críticas não são verdadeiramente sustentadas e baseiam-se em suposições (tal como as minhas contas). A única atitude verdadeiramente honesta (para mim) é esperar para ver o que irá acontecer no final desta época, em termos de vendas e apuramento para a Liga dos Campeões. Tudo o resto é acabar por colocar o sentimento de inimizade em relação ao actual CD à frente de uma capacidade imparcial de análise e isso é algo que não farei, especialmente quando sempre defendi a via do investimento como forma de solucionar os problemas financeiros do Sporting.


Mas o desconhecimento quanto à estrutura de activos é uma interrogação tão grande que, juntando a algo que é objectivo, que são as dificuldades financeiras estruturais do clube e a incapacidade de se recorrer à banca, há suposições com grande grau de probabilidade de serem acertadas. Digo desde já e aqui, que se a tal recompra for possível E por valores aceitáveis E houver capacidade de a concretizar E, por último, se conseguirem mais valias consideráveis em 2, 3 jogadores que sirvam para equilibrar as contas, aliando a isto as bases competitivas para um ano 2012/2013 com condições de realmente lutar, pelo título, tiro o meu chapéu à direcção.

PS

Quanto à influência desta direcção nos últimos resultados anuais e trimestrais, pergunto a mim mesmo:

1- Fez-se o que se podia na menorização dos custos de rescisão com vários dos jogadores do plantel anterior?

2- Fez-se o que se podia  na venda de vários dos jogadores anteriores?

3- Tendo uma opinião positiva, globalmente, relativamente às contratações efectuadas, também me parece que há casos de milhões em custos de aquisição e salários que dão todo o sinal de dinheiro deitado ao lixo.

4- Por último, há quase 20M de custos não recorrentes relativos a operações financeiras, sob a égide de Castro Guedes, que ao contrário do que nos foi prometido, não libertaram o clube de asfixia nenhuma e esvaziaram-no de património. Objectivamente, sim, elementos desta direcção têm influência decisiva nos resultados apresentados. E não me esqueço que dias após a conclusão da última reestruturação financeira, vendemos Liedson para pagar salários.

PS2

Este ponto 4 era escusado, mas está-me atravessado e há muito tempo que não falava dele... :mrgreen:

Em conclusão... 1) a entrada na CL e 2) a recompra dos jogadores e sua venda por valores altos são essenciais para o equilíbrio das contas. Espero que se consiga tal, que não o vejo como tão provável quanto isso... até porque de 2), depende se vendemos 2... 3 jogadores, ou teremos que recorrer ao nosso esvaziamento competitivo.
**** Janeiro 12, 2012, 13:45 pm
Antes de mais, percebo perfeitamente a tua posição; Winston e em alguns pontos revejo-me nela. Como me revejo em outros do jnrodrigues. Vou salientar alguns pontos do teu post ( excelente ), por me serem motivo de preocupação.



Citar

- Sabes se é possível recomprar parte dos passes alienados (como faz o Porto)?


Não sabemos. E se sim, teremos capacidade para tal?

Citar

- Sabes se nos vamos apurar para a Liga dos Campeões?


Não sabemos. Apuramento directo parece-me difícil.

Citar

- Sabes se vamos conseguir vender alguém no fim da próxima época a preços elevados?


Eu acho que vamos, mas aqui encontramos aquilo que é real e que temos conhecimento. A percentagem de passes que temos dos nossos jogadores.

Citar

Não sabes nada do que escrevi em cima. A única coisa a que te acabas por agarrar é ao passado, quando a aposta este ano é completamente diferente dos últimos anos, onde se optou pela redução do investimento no futebol com o agravamento expectável de custos visto não existir sucesso desportivo.


Mas, Winston... a opção de gestão que se fez este ano significa, por si, que o passado não é revisitável? Tendo em conta que temos em posições chave, pessoas que têm trabalho ( mal ) feito no Sporting? Nota que eu penso que não é só a aposta forte na competitividade da nossa equipa que mudou, parece-me que se trabalha mais e melhor e com mais atenção à vontade e desejo dos Sportinguistas, mas ou as pessoas mudaram muito ou estou longe de estar descansado com a competência das pessoas, mesmo que concorde que há coisas que foram bem feitas no ínicio da época desportiva.


Citar
Fazendo contas de merceeiro:

Entrada na Liga dos Campeões = 9 (ou+) milhões de euros.


Entrarão neste exercício?

Citar
Venda de dois jogadores (supondo recompra de parte do passe) = 30 milhões de euros.


Sim... mas e a recompra? E com que dinheiro?

Citar
Aumento dos espectadores em Alvalade = ? (não sei o valor, mas este ano será bem mais elevado)


De memória, o valor mais elevado desde que o estádio foi inaugurado traduziu-se em cerca de mais 5M que no ano passado

Citar

Aqui já tens mais de 40 milhões de euros. No último relatório e contas, 22 milhões foram para contratações e entrou um encaixe de 18 milhões nas vendas. Supondo que vendemos dois jogadores por 30 milhões e na próxima época só gastamos 7/8 milhões em 3 ou 4 jogadores (não é preciso mais) dá uma diferença de 22 milhões positivos (ao contrário deste ano que foram 4 negativos entre vendas e compras).


Contas então:

40 (R&C anterior) - 15 (diferença no montante de contratações) = 25 milhões

25 - 12 (diferença nas vendas) = 13 milhões

13 - 9 (Liga dos Campeões) = 4 milhões (sem contar com o aumento de espectadores).

Ou seja, se entrares na Liga dos Campeões, venderes dois jogadores, controlares um pouco mais a despesa e obtiveres um aumento de espectadores real, é perfeitamente possível passar a ter relatórios positivos. A grande questão aqui é se poderá ser possível recomprar os passes, porque é isso que acaba por prejudicar completamente toda esta estratégia de investimento para obter retorno.

Por isso é que não me faz sentido criticar esta direcção pelo último R&C nem pelo investimento efectuado nesta época, que era absolutamente necessário. Se vão ser capazes de vender os jogadores por preços condizentes com o seu valor? Não sei (nem tu). Vamos à Liga dos Campeões na próxima época com um encaixe substancial de euros? Não sei (nem tu).

Portanto, as tuas críticas não são verdadeiramente sustentadas e baseiam-se em suposições (tal como as minhas contas). A única atitude verdadeiramente honesta (para mim) é esperar para ver o que irá acontecer no final desta época, em termos de vendas e apuramento para a Liga dos Campeões. Tudo o resto é acabar por colocar o sentimento de inimizade em relação ao actual CD à frente de uma capacidade imparcial de análise e isso é algo que não farei, especialmente quando sempre defendi a via do investimento como forma de solucionar os problemas financeiros do Sporting.


Mas o desconhecimento quanto à estrutura de activos é uma interrogação tão grande que, juntando a algo que é objectivo, que são as dificuldades financeiras estruturais do clube e a incapacidade de se recorrer à banca, há suposições com grande grau de probabilidade de serem acertadas. Digo desde já e aqui, que se a tal recompra for possível E por valores aceitáveis E houver capacidade de a concretizar E, por último, se conseguirem mais valias consideráveis em 2, 3 jogadores que sirvam para equilibrar as contas, aliando a isto as bases competitivas para um ano 2012/2013 com condições de realmente lutar, pelo título, tiro o meu chapéu à direcção.

PS

Quanto à influência desta direcção nos últimos resultados anuais e trimestrais, pergunto a mim mesmo:

1- Fez-se o que se podia na menorização dos custos de rescisão com vários dos jogadores do plantel anterior?

2- Fez-se o que se podia  na venda de vários dos jogadores anteriores?

3- Tendo uma opinião positiva, globalmente, relativamente às contratações efectuadas, também me parece que há casos de milhões em custos de aquisição e salários que dão todo o sinal de dinheiro deitado ao lixo.

4- Por último, há quase 20M de custos não recorrentes relativos a operações financeiras, sob a égide de Castro Guedes, que ao contrário do que nos foi prometido, não libertaram o clube de asfixia nenhuma e esvaziaram-no de património. Objectivamente, sim, elementos desta direcção têm influência decisiva nos resultados apresentados. E não me esqueço que dias após a conclusão da última reestruturação financeira, vendemos Liedson para pagar salários.

PS2

Este ponto 4 era escusado, mas está-me atravessado e há muito tempo que não falava dele... :mrgreen:

Em conclusão... 1) a entrada na CL e 2) a recompra dos jogadores e sua venda por valores altos são essenciais para o equilíbrio das contas. Espero que se consiga tal, que não o vejo como tão provável quanto isso... até porque de 2), depende se vendemos 2... 3 jogadores, ou teremos que recorrer ao nosso esvaziamento competitivo.


 :arrow:

E ainda bem que falaste no ponto 4, pois nunca deve ser esquecido.

Mas realmente gostava mesmo que me explicassem o "milagre" da recompra das percentagens, para que já tenham efeito nas vendas do próximo defeso.
A continuidade e a sua credibilidade trouxeram-nos a esta triste realidade. Basta!

* Janeiro 12, 2012, 14:13 pm
Não sei, não sou administrador/gestor/dirigente do Sporting. :inde:

Não sabes/queres é sustentar a tua afirmação. :inde:

Que o caminho encetado por esta Direcção é um dos mais acertados dos últimos anos para garantir a sustentabilidade futura do Sporting enquanto grande potência desportiva e futebolística, tenho quase a certeza absoluta.

Já a sustentei, suspeito é que não gostaste da resposta. Agora o que eu não sei é sobre a pergunta que me fizeste, ie, quais os jogadores ou passes que têm de ser vendidos no final da época para colmatar o défice de 35-40 M€... a resposta é: não sei, não sou administrador/gestor/dirigente do Sporting.
* Janeiro 12, 2012, 14:38 pm
A manter-se as percentagens de passes que a Sporting SAD possui actualmente (e já que não há perspectivas de recompra dos mesmos, até porque agora estão mais valorizados do que quando os venderam e não há euros), a única forma de chegar aos 80M€ em proveitos (e assim colmatar os prejuízos crónicos) é vender metade da actual equipa titular. Para a próxima época desportiva estaríamos novamente a recomeçar da estaca zero e com os mesmíssimos problemas e desculpas que a Sporting SAD tem tido ao longo dos últimos anos.
· · · ·
**** Janeiro 12, 2012, 15:24 pm
A manter-se as percentagens de passes que a Sporting SAD possui actualmente (e já que não há perspectivas de recompra dos mesmos, até porque agora estão mais valorizados do que quando os venderam e não há euros), a única forma de chegar aos 80M€ em proveitos (e assim colmatar os prejuízos crónicos) é vender metade da actual equipa titular. Para a próxima época desportiva estaríamos novamente a recomeçar da estaca zero e com os mesmíssimos problemas e desculpas que a Sporting SAD tem tido ao longo dos últimos anos.

Vocês esquecem-se da bomba e dos baptizados.
**** Janeiro 12, 2012, 21:57 pm
Não sei, não sou administrador/gestor/dirigente do Sporting. :inde:

Não sabes/queres é sustentar a tua afirmação. :inde:

Que o caminho encetado por esta Direcção é um dos mais acertados dos últimos anos para garantir a sustentabilidade futura do Sporting enquanto grande potência desportiva e futebolística, tenho quase a certeza absoluta.

Já a sustentei, suspeito é que não gostaste da resposta. Agora o que eu não sei é sobre a pergunta que me fizeste, ie, quais os jogadores ou passes que têm de ser vendidos no final da época para colmatar o défice de 35-40 M€... a resposta é: não sei, não sou administrador/gestor/dirigente do Sporting.

O Lion73 respondeu por ti pelas 11h18m.
"Reforçamos ainda a solução que temos vindo a defender para a sustentabilidade do Clube:
a)   O afastamento do Clube de todos os dirigentes envolvidos no “Projecto Roquette” e com responsabilidades na gravíssima situação actual, apuradas após a realização de uma verdadeira auditoria de gestão. Pedido de indemnização cível pelos danos causados ao Sporting Clube de Portugal;
b)    A renegociação firme, corajosa e realista da dívida bancária, de forma a reduzir drasticamente os encargos financeiros anuais; 
c)    A redução drástica dos custos com pessoal, como ponto de partida para que se alcance o equilíbrio da exploração operacional. Se analisarmos as últimas épocas, bem como o descalabro no balanço entre contratações e vendas de jogadores, facilmente verificamos duas realidades: (i) maior investimento não tem sido sinónimo de maior rendimento desportivo, (ii) os maiores encaixes financeiros com venda de jogadores foram com jogadores formados no Clube, e não com jogadores adquiridos pelas administrações e gestores de activos profissionais da SAD."
 - Candidatura Independente ao Conselho Fiscal e Disciplinar
**** Janeiro 12, 2012, 22:17 pm
Não sei, não sou administrador/gestor/dirigente do Sporting. :inde:

Não sabes/queres é sustentar a tua afirmação. :inde:

Que o caminho encetado por esta Direcção é um dos mais acertados dos últimos anos para garantir a sustentabilidade futura do Sporting enquanto grande potência desportiva e futebolística, tenho quase a certeza absoluta.

Como se a tua afirmação fosse muito sustentada jnrodrigues.

- Sabes se é possível recomprar parte dos passes alienados (como faz o Porto)?

- Sabes se nos vamos apurar para a Liga dos Campeões?

- Sabes se vamos conseguir vender alguém no fim da próxima época a preços elevados?

Não sabes nada do que escrevi em cima. A única coisa a que te acabas por agarrar é ao passado, quando a aposta este ano é completamente diferente dos últimos anos, onde se optou pela redução do investimento no futebol com o agravamento expectável de custos visto não existir sucesso desportivo.

Fazendo contas de merceeiro:

Entrada na Liga dos Campeões = 9 (ou+) milhões de euros.
Venda de dois jogadores (supondo recompra de parte do passe) = 30 milhões de euros.
Aumento dos espectadores em Alvalade = ? (não sei o valor, mas este ano será bem mais elevado)

Aqui já tens mais de 40 milhões de euros. No último relatório e contas, 22 milhões foram para contratações e entrou um encaixe de 18 milhões nas vendas. Supondo que vendemos dois jogadores por 30 milhões e na próxima época só gastamos 7/8 milhões em 3 ou 4 jogadores (não é preciso mais) dá uma diferença de 22 milhões positivos (ao contrário deste ano que foram 4 negativos entre vendas e compras).

Contas então:

40 (R&C anterior) - 15 (diferença no montante de contratações) = 25 milhões

25 - 12 (diferença nas vendas) = 13 milhões

13 - 9 (Liga dos Campeões) = 4 milhões (sem contar com o aumento de espectadores).

Ou seja, se entrares na Liga dos Campeões, venderes dois jogadores, controlares um pouco mais a despesa e obtiveres um aumento de espectadores real, é perfeitamente possível passar a ter relatórios positivos. A grande questão aqui é se poderá ser possível recomprar os passes, porque é isso que acaba por prejudicar completamente toda esta estratégia de investimento para obter retorno.

Por isso é que não me faz sentido criticar esta direcção pelo último R&C nem pelo investimento efectuado nesta época, que era absolutamente necessário. Se vão ser capazes de vender os jogadores por preços condizentes com o seu valor? Não sei (nem tu). Vamos à Liga dos Campeões na próxima época com um encaixe substancial de euros? Não sei (nem tu).

Portanto, as tuas críticas não são verdadeiramente sustentadas e baseiam-se em suposições (tal como as minhas contas). A única atitude verdadeiramente honesta (para mim) é esperar para ver o que irá acontecer no final desta época, em termos de vendas e apuramento para a Liga dos Campeões. Tudo o resto é acabar por colocar o sentimento de inimizade em relação ao actual CD à frente de uma capacidade imparcial de análise e isso é algo que não farei, especialmente quando sempre defendi a via do investimento como forma de solucionar os problemas financeiros do Sporting.

Na Assembleia Geral da SAD Godinho Lopes afirmou que não havia cláusula de recompra.

http://www.forumscp.com/index.php?topic=40776.0#ixzz1jHlpOtPF

Não sei se nos vamos apurar para a Champions, mas será um valor a ter em conta nas contas. Adicionar o valor que se poderá ganhar na champions, adicionar receitas TV da champions e retirar o que se pagou em prémios, bem como o que se recebeu no último ano na Liga Europa.

Não sei se vamos vender alguém. Daí ter sugerido que se fizesses uma estimativa, que o Lion73 acabou por fazer. Tendo sido bastante positivo na análise.

Agarro-me ao passado para verificar o que tem sido a média de receitas e de despesas da SAD. É legítimo, faz sentido e é um bom ponto de análise para desenvolver um orçamento.

Nos 40 milhões de euro que o Sporting necessita de receitas extra, estou a considerar que não vão haver perdas por imparidade como neste último ano.

A ideia é mesmo fazer as contas de merceeiro, para ver se o Clube consegue ser sustentável e se é este o caminho certo para dar a estabilidade que o Clube precisa.

O valor dos espectadores já se pode vislumbrar no último relatório e contas, devido às vendas da gamebox. Claro que as receitas podem disparar um pouco se o Sporting tiver a lutar pelo título até ao final, pela taça da liga e pela Liga Europa.

O problema da receita está relacionada com a venda dos jogadores, o ano passado conseguiste 18 milhões com a venda de Moutinho e Veloso. No próximo ano para chegarmos ao valor de 18 milhões ou superior teremos que vender muito mais jogadores. Nomeadamente porque temos apenas partes de alguns activos interessantes como o Rinaudo, Carrillo ou Elias. Rui Patrício e João Pereira caso façam um Europeu interessante podem ser bem valorizados...

Com este panorama como é que o Investimento efectuado poderá solucionar os problemas financeiros do Sporting?

Face ao exposto, considero que o Sporting para solucionar os seus problemas financeiros de um ano, teria que vender mais de metade do plantel titular.

Entrar na Champions, vender apenas 2 jogadores como afirmas, não é suficiente.
« Última modificação: Janeiro 12, 2012, 22:34 pm por jnrodrigues »
"Reforçamos ainda a solução que temos vindo a defender para a sustentabilidade do Clube:
a)   O afastamento do Clube de todos os dirigentes envolvidos no “Projecto Roquette” e com responsabilidades na gravíssima situação actual, apuradas após a realização de uma verdadeira auditoria de gestão. Pedido de indemnização cível pelos danos causados ao Sporting Clube de Portugal;
b)    A renegociação firme, corajosa e realista da dívida bancária, de forma a reduzir drasticamente os encargos financeiros anuais; 
c)    A redução drástica dos custos com pessoal, como ponto de partida para que se alcance o equilíbrio da exploração operacional. Se analisarmos as últimas épocas, bem como o descalabro no balanço entre contratações e vendas de jogadores, facilmente verificamos duas realidades: (i) maior investimento não tem sido sinónimo de maior rendimento desportivo, (ii) os maiores encaixes financeiros com venda de jogadores foram com jogadores formados no Clube, e não com jogadores adquiridos pelas administrações e gestores de activos profissionais da SAD."
 - Candidatura Independente ao Conselho Fiscal e Disciplinar
* Janeiro 12, 2012, 22:55 pm
Não sei, não sou administrador/gestor/dirigente do Sporting. :inde:

Não sabes/queres é sustentar a tua afirmação. :inde:

Que o caminho encetado por esta Direcção é um dos mais acertados dos últimos anos para garantir a sustentabilidade futura do Sporting enquanto grande potência desportiva e futebolística, tenho quase a certeza absoluta.

Já a sustentei, suspeito é que não gostaste da resposta. Agora o que eu não sei é sobre a pergunta que me fizeste, ie, quais os jogadores ou passes que têm de ser vendidos no final da época para colmatar o défice de 35-40 M€... a resposta é: não sei, não sou administrador/gestor/dirigente do Sporting.

O Lion73 respondeu por ti pelas 11h18m.

Por mim não foi de certeza. :lol: Acredito isso sim que tenha sido a resposta que querias ouvir, e também não há mal nenhum nisso. ;D
**** Janeiro 12, 2012, 23:01 pm
Não sei, não sou administrador/gestor/dirigente do Sporting. :inde:

Não sabes/queres é sustentar a tua afirmação. :inde:

Que o caminho encetado por esta Direcção é um dos mais acertados dos últimos anos para garantir a sustentabilidade futura do Sporting enquanto grande potência desportiva e futebolística, tenho quase a certeza absoluta.

Já a sustentei, suspeito é que não gostaste da resposta. Agora o que eu não sei é sobre a pergunta que me fizeste, ie, quais os jogadores ou passes que têm de ser vendidos no final da época para colmatar o défice de 35-40 M€... a resposta é: não sei, não sou administrador/gestor/dirigente do Sporting.

O Lion73 respondeu por ti pelas 11h18m.

Por mim não foi de certeza. :lol: Acredito isso sim que tenha sido a resposta que querias ouvir, e também não há mal nenhum nisso. ;D

É melhor que uma não resposta. ;)
"Reforçamos ainda a solução que temos vindo a defender para a sustentabilidade do Clube:
a)   O afastamento do Clube de todos os dirigentes envolvidos no “Projecto Roquette” e com responsabilidades na gravíssima situação actual, apuradas após a realização de uma verdadeira auditoria de gestão. Pedido de indemnização cível pelos danos causados ao Sporting Clube de Portugal;
b)    A renegociação firme, corajosa e realista da dívida bancária, de forma a reduzir drasticamente os encargos financeiros anuais; 
c)    A redução drástica dos custos com pessoal, como ponto de partida para que se alcance o equilíbrio da exploração operacional. Se analisarmos as últimas épocas, bem como o descalabro no balanço entre contratações e vendas de jogadores, facilmente verificamos duas realidades: (i) maior investimento não tem sido sinónimo de maior rendimento desportivo, (ii) os maiores encaixes financeiros com venda de jogadores foram com jogadores formados no Clube, e não com jogadores adquiridos pelas administrações e gestores de activos profissionais da SAD."
 - Candidatura Independente ao Conselho Fiscal e Disciplinar
**** Janeiro 13, 2012, 10:05 am


Na Assembleia Geral da SAD Godinho Lopes afirmou que não havia cláusula de recompra.

http://www.forumscp.com/index.php?topic=40776.0#ixzz1jHlpOtPF

Obrigado @jnrodrigues tinha-me escapado totalmente essa informação. De qualquer forma, não vejo capacidade financeira para, mesmo que exista a possibilidade, recomprar seja o que for que tenha efeito nas vendas do próximo defeso.

A continuidade e a sua credibilidade trouxeram-nos a esta triste realidade. Basta!

* Janeiro 22, 2012, 23:55 pm
 :clap: Se me curvasse cada vez que o forista chirola merece que eu o faça, já nem podia com dores de costas.
Setembro 23, 2012, 15:39 pm
Sera que so eu tenho a sensaçao que eles estão  esperando um sheik que apareça e compre o Sporting invista bastante dinheiro e nos façam novamente uma equipa competitiva e eles saiam espalhando que isso e uma bem feitoria ao Sporting e eles sao os responsaveis por isso
****** Setembro 28, 2012, 21:11 pm
O título deveria ser mudado de os salvadores para os Coveiros.   :menos:
23-03-2013 A noite mais feliz da minha vida como Sportinguista.
A partir de agora mandamos nós e o Sporting terá o seu caminho novamente, quero vos agradecer a todos e dizer claramente para que toda a gente oiça:
Viva o Sporting Clube de Portugal! É nosso outra vez!
Palavras do Presidente do Sporting Clube de Portugal, Bruno de Carvalho. Bem haja Presidente!
Outubro 26, 2012, 11:41 am
Realmente é incrivel mas afinal de contas ou há fraudes eleitorais ou são os sócios que metem lá estes senhores.
Em relação à alegada fraude nas ultimas eleições, como é que ficou esta história? Não se provou nada, não se sabe de nada...
Seria o Bruno Carvalho o verdadeiro salvador? Nunca saberemos.
A paz interior depende de mim.
Novembro 05, 2012, 17:58 pm
Ora aqui está uma verdade.
fall is coming soon, a new year for the moon
* Novembro 11, 2012, 12:55 pm
E passado quase um ano do grande post do Chirola, podemos dizer com orgulho: "estamos quase salvos!"
Esforço, dedicação, devoção e glória!!!