Votação

Melhor em campo

Marcelo Boeck
191 (54.9%)
João Pereira
4 (1.1%)
Oguchi Onyewu
76 (21.8%)
Anderson Polga
1 (0.3%)
Emiliano Insúa
25 (7.2%)
André Santos
1 (0.3%)
Stijn Schaars
0 (0%)
Elias
0 (0%)
Diego Capel
2 (0.6%)
André Carrillo
4 (1.1%)
Ricky van Wolfswinkel
1 (0.3%)
Matías Fernández
10 (2.9%)
Marat Izmailov
2 (0.6%)
André Martins
0 (0%)
Ninguém se destacou
31 (8.9%)

Votos totais: 323

Votação encerrada: Janeiro 05, 2012, 22:29 pm

Taça da Liga 2011-12 [1ªJ] Rio Ave 1 - 1 SPORTING

0 Membros e 2 Visitantes estão a ver este tópico.


Costumo ir sempre aos Arcos quando o Sporting vem a Vila do Conde. Moro a cerca de 5 km, portanto não é difícil lá ir, há uma grande falange de Sportinguistas, embora muitos lampiões também naquela zona, mas quando o Sporting veio cá, o estádio estava muito bem composto.

Este jogo, infelizmente, devo ver no quentinho da lareira. No dia seguinte começo novamente a trabalhar, no dia da passagem de ano vou estar a fazer animação musical num Hotel daqui da Póvoa de Varzim e normalmente, é um dia que me atira para a cama no dia seguinte, muito desgastante. Como sempre, vou estar a vibrar e a torcer pelo nosso clube, apesar de uma certa simpatia que nutro pelo Rio Ave (eu sei, é estranho, é o clube rival da minha cidade, mas admiro a organização que um clube tão pequeno consegue ter).

Estou dividido entre a ideia de dar oportunidades a jovens e 2as opções ou deixar isso para outro jogo, visto que o primeiro jogo da Taça da Liga acaba por decidir muito do que é o resultado final da fase de grupos.

Ainda assim, jogaria dentro deste onze:




Caro Filipe então deixas a banda direita toda entregue a miúdos e colocas a médio defensivo outro miúdo que apenas jogou 15 minutos contra a Lázio, Epá! eu sei que o Rio Ave anda na mó de baixo mas não achas que é um 11 demasiado descontraído? Eu sei que é a Taça da Liga, mas acho que não devíamos facilitar!

Cumps

Herói neoliberal – Entende-se como sendo o individuo que usufruindo dos benefícios do estado social,
opta por esquemas de fraude e evasão fiscal em prejuízo do bem comum.



Algumas notas:

1º - Apesar de ser a competição interna menos importante, é mais um troféu para ganhar! Ganhar este primeiro jogo é fundamental para seguir para as meias-finais. Depois, em casa com Gil e Moreirense, já temos mais margem para rodar a equipa.
Também acho que não deve haver demasiada rotação neste jogo: existe um periodo sem jogos demasiado longo até ao jogo com o porto e é importante que as principais pedras joguem. Exemplo: Elias até ao jogo com o porto ficaria 19 dias sem jogar...é muito tempo.

2º Gostava de ver de novo o André Santos a 6 para que o Domingos ganhe uma boa dor de cabeça para esta posição e de ver o Bojinov jogar 90 minutos inserido na equipa principal. Ele nunca teve essa oportunidade, sempre que joga a titular é em jogos que não contam para nada e com os suplentes. É importante ganhar uma alternativa credivel a Ricky.

3º Jeffrén, Izmailov e Matias seria para entrar durante a 2ª parte para ganharem ritmo de jogo para sábado.

Este jogo é perfeito para servir de tudo de ensaio: para motivar atletas importantes para o plantel que não estão com grandes indices de confiança (André Santos e Bojinov) e da ritmo a outros (Matias, Jeffrén e Izmailov).

Juniores? por amor de deus, esta competição é para ganhar e este ano temos caminho aberto para a final
Dada a pausa de natal e conforme os disponíveis quero a melhor equipa possível para ganharem ritmo para o jogo do porto. Para além disso, ganhar o primeiro jogo desta competição é meio caminho andado para passar À próxima fase.
Finalmente um jogo nosso que dá na TV.

Mas escolher estes comentadores ou os da tvi, enfim..
Podemos ganhar 1-0, desde que marque o meu cadáver... :mrgreen:
Podemos ganhar 1-0, desde que marque o meu cadáver... :mrgreen:

tche que maldoso  :lol:
Podemos ganhar 1-0, desde que marque o meu cadáver... :mrgreen:

  Que estória mais macabra mas o melhor mesmo e nao ligar a gente dessa.
Apesar de ser um jogo para a Taça da Liga e estar á porta o jogo com o Porto temos que ter em conta que esta é uma competiçao que queremos ganhar e  a qual o Rio Ave vai tentar fazer uma especie de escape para uma epoca menos positiva que teve na Taça de Potugal e do que esta a ter na Liga.

Por isso defendo que nao deve alterar muito daquilo que é a base da equipa até porque os principais jogadores tambem veem de férias e precisam de ganhar novamente ritmo para um jogo muito intenso que será disputado passados poucosdias em Alvalade.
Portanto eu colocaria a seguinte equipa: Marcelo; Joao pereira; Onyewu; Polga; Evaldo; Carriço; Schaars;André Martins; Carillo; Capel e Rubio.

Creio que Domingos tem a noçao que uma vitória fora frente a este Rio Ave arante praticamente a qualificaçao porque depois temos 2 jogos em Alvalade para fechar a mesma enquanto que um resultado menos positivo, nomeadamente a derrota se realizar muitas alteraçoes pois quer queiramos quer nao a dinamica da equipa nao é a mesma irá ter efeitos negativos naqueles que sao os objectivos neste trofeu.

Costumo ir sempre aos Arcos quando o Sporting vem a Vila do Conde. Moro a cerca de 5 km, portanto não é difícil lá ir, há uma grande falange de Sportinguistas, embora muitos lampiões também naquela zona, mas quando o Sporting veio cá, o estádio estava muito bem composto.

Este jogo, infelizmente, devo ver no quentinho da lareira. No dia seguinte começo novamente a trabalhar, no dia da passagem de ano vou estar a fazer animação musical num Hotel daqui da Póvoa de Varzim e normalmente, é um dia que me atira para a cama no dia seguinte, muito desgastante. Como sempre, vou estar a vibrar e a torcer pelo nosso clube, apesar de uma certa simpatia que nutro pelo Rio Ave (eu sei, é estranho, é o clube rival da minha cidade, mas admiro a organização que um clube tão pequeno consegue ter).

Estou dividido entre a ideia de dar oportunidades a jovens e 2as opções ou deixar isso para outro jogo, visto que o primeiro jogo da Taça da Liga acaba por decidir muito do que é o resultado final da fase de grupos.

Ainda assim, jogaria dentro deste onze:




Caro Filipe então deixas a banda direita toda entregue a miúdos e colocas a médio defensivo outro miúdo que apenas jogou 15 minutos contra a Lázio, Epá! eu sei que o Rio Ave anda na mó de baixo mas não achas que é um 11 demasiado descontraído? Eu sei que é a Taça da Liga, mas acho que não devíamos facilitar!

Cumps



A idade não é sinónimo de qualidade nem de falta dela. Por isso, tenho apreciado bastante a entrega e qualidade de Carrillo, a raça de Arias e penso que, mesmo com uma direita pouco rotinada como essa, teríamos bons resultados. Quanto ao João Mário, admito que seja cedo colocá-lo assim, mas foi uma forma mais de expressar a minha vontade em ver o rapaz jogar mais do que esses 15 minutos que referiste, que foram  15 minutos de bom futebol.
«O importante é ganhar. Quer se goste mais de umas coisas e menos de outras, quer se tenha uma opinião mais para a esquerda ou mais para a direita, o que realmente importa é que cada um de nós ponha sempre os interesses do Sporting Clube de Portugal acima de qualquer gosto particular, de qualquer ataque dos nossos adversários, e tão alto que nada nem ninguém nos impeça de sermos cada vez mais fortes, ganhadores e campeões».
Alguém aqui acredita sinceramente que o Carriço ou o André Santos rendem mais a trinco que o João Mário? Este último pode não ter experiência, mas os dois primeiros pura e simplesmente não rendem a trinco. O Carriço a trinco é um remendo e o André Santos rende mais um pouco mais à frente.

A Taça da Liga não tem valor nenhum, infelizmente. É uma Taça totalmente ridicularizada ano após ano. Desde a palhaçada da final com o Benfica que parei de dar qualquer importância a esta competição. Claro que gostaria de ganhá-la, como qualquer um nós de nós, sobretudo derrotando outro grande na final. Mas preferia não arriscar lesões para o jogo com o FC Porto.

Por mim, o 11 seria:

Marcelo
Arias
Polga
Carriço
Evaldo
João Mário
André Santos
André Martins
Bojinov
Rubio
Carrillo (durante 45-60 minutos)

Banco: Tiago, Oguchi, Insua, Elias, Izmailov, Jeffren, Ricky (ou algo do género)
A meia hora do fim, entrariam Izmailov e Jeffren.

Em alternativa, podia jogar o Jeffren a titular e sair ao intervalo para a entrada do Izmailov (ou vice-versa).
Percebo quem defende a rotatividade neste jogo mas ganhar ritmo (depois de alguns dias sem treinar e a comer bem) parece-me mais importante. Os jogos são espaçados e permite uma total recuperação.

Apostaria no seguinte 11:

Marcelo Boeck; J.Pereira, Onyewu, Polga, Insúa; André Santos, Elias, Schaars; Carrillo Dias, Van Wolfswinkel, Capel.

Não sei se Izmailov e Jeffrén estarão ou não disponíveis. Pessoalmente não os utilizaria nos primeiros jogos do ano (este e com o Porto) permitindo o ganho de ritmo através do treino diário ao longo das 2/3 semanas. Começaria a dar-lhes ritmo nas meias-finais da taça (11 de Janeiro).

Matías é diferente porque não é uma situação crónica. Assim, caso o jogo se resolva rapidamente:

Schaars por Matias aos 60 minutos.
J.Pereira por Arías aos 60 minutos.
Capel por Rubio aos 70 minutos.

Apercebi-me agora que o jogo da Taça da Liga é já no dia 2 de Janeiro (sinceramente, pensava que era a meio da semana, não tinha olhado para a data e que o jogo do campeonato é na sexta-feira 7 de Janeiro.

Alguém sabe o porquê do jogo com o porto ser numa sexta-feira? Penso que não temos jogos europeus nem da Taça de Portugal na semana seguinte.

São 5 dias entre os dois jogos, o que significa que talvez não seja necessário poupar os titulares todos. Mas pelo menos o Capel, Oguchi e Ricky não deveriam jogar, na minha opinião. Esses 3 são insubstituíveis no momento actual.
Apercebi-me agora que o jogo da Taça da Liga é já no dia 2 de Janeiro (sinceramente, pensava que era a meio da semana, não tinha olhado para a data e que o jogo do campeonato é na sexta-feira 7 de Janeiro.

Alguém sabe o porquê do jogo com o porto ser numa sexta-feira? Penso que não temos jogos europeus nem da Taça de Portugal na semana seguinte.

São 5 dias entre os dois jogos, o que significa que talvez não seja necessário poupar os titulares todos. Mas pelo menos o Capel, Oguchi e Ricky não deveriam jogar, na minha opinião. Esses 3 são insubstituíveis no momento actual.

Dia 7 de janeiro calha num sábado.

"EU AMO O SPORTING!"
"Somos guerreiros e jamais viramos a cara à luta. Morremos pelo Sporting!"
Apercebi-me agora que o jogo da Taça da Liga é já no dia 2 de Janeiro (sinceramente, pensava que era a meio da semana, não tinha olhado para a data e que o jogo do campeonato é na sexta-feira 7 de Janeiro.

Alguém sabe o porquê do jogo com o porto ser numa sexta-feira? Penso que não temos jogos europeus nem da Taça de Portugal na semana seguinte.

São 5 dias entre os dois jogos, o que significa que talvez não seja necessário poupar os titulares todos. Mas pelo menos o Capel, Oguchi e Ricky não deveriam jogar, na minha opinião. Esses 3 são insubstituíveis no momento actual.

O jogo com o porco é Sábado, este com o Rio Ave é segunda-feira.
Ainda não há preços?
Querem acabar de vez com a nossa paixão!
Não vamos deixar... porque nunca desistimos de ti!
Esta taça da vergonha nao me interessa rigorosamente nada... Nunca me esquecerei daquela final vergonhosa... Por mim o Sporting nesta taça apenas apresentaria equipas secundarias independentemente da fase em que nos encontrassemos! E se por acaso fosse conquistada, nem sequer a colocava no museu!

Nao sei os regulamentos, e acho q nao e possivel, mas se fosse jogaria assim:

Tiago
Polga
Ilori
Arias
Evaldo
ASantos
JMario
Chaby
Pereirinha
Bojinov
Rubio

MBoeck, Insua, Carriço?, Izmailov?, Matias?, Jeffren?, Wolfswinkel

SL

Sempre juntos, em todos os momentos.


Poupar titulares e dar hipóteses aos menos utilizados.

Não me interessa propriamente esta taça e, consequentemente, também acho que não se deve arriscar jogadores importantes.

Relembro que a seguir vem o jogo com os porcos pelo que este jogo com o Rio Ave torna-se muito perigoso em vários aspectos (lesões, vermelhos,...).

Não obstante, mesmo não me interessando muito por esta taça e ser da opinião que se deve jogar com reservas, quem quer que entre que ganhe o jogo e, principalmente, que dignifique a camisola.

Nao sei se estou enganado, mas penso que os vermelhos nesta competição não revertem para o campeonato.

Dar descanso aos titulares do quê? Tiveram um natal onde provavelmente nao se exercitaram tanto nem comeram tão bem quanto deviam, tem é que jogar a melhor equipa para recuperar o ritmo e preparar o jogo do Porto. Haverão mais 2 jogos para a taça da liga onde se pode rodar jogadores e, caso ganhemos este, é bem mais provável a nossa passagem à próxima fase, portanto é encarar este jogo como sendo IMPORTANTE a todos os aspectos.
Isto como temos um calendário apertado em Janeiro era meter os suplentes/reservas e júniores a jogar.
"Doubt is only removed by action. If you're not working then that's where doubt comes in"
Jogo para ir na máxima força. Paragem prolongada e em vespera de recebermos os tripeiros é uma boa oportunidade de dar ritmo aos titulares. Ganhar em Vila do Conde permite-nos poupar jogadores nos outros dois jogos.

Patricio
João Pereira- Onyewu - Polga - Insua
André Santos - Schaars - Elias
Carrillo - Wolswinkel - Capel

Se Jeffren e Matias já estiverem em condições 15 a 20 minutinhos a cada um.
Só uma coisa: a competição chama-se bwin Cup e não Taça da Liga.

Quanto ao jogo, é para ganhar obviamente, mas tambem para testar "alternativismos".