Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal

Forum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal


Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.
Agosto 20, 2014, 21:57

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão

Anúncios:

Início Início  Ajuda Ajuda  Regras Regras  Pesquisa Pesquisa  Entrar Entrar  Registe-se Registe-se       Wiki Wiki  Links Links 
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Universo Sporting Clube de Portugal Direcção, SAD e Orgãos Sociais (Moderadores: wild_oscar, Stunner, Leão88, sotnas) Tópico:

Relatório e Contas trimestral 2011/2012 da Sporting SAD

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Páginas: « anterior 1 ... 4 5 [6] 7 seguinte » Ir para o fundo Imprimir
Autor Tópico: Relatório e Contas trimestral 2011/2012 da Sporting SAD (Lida 9887 vezes)

Re: Relatório e Contas trimestral 2011/2012 da Sporting SAD , « Resposta #100 em: Dezembro 01, 2011, 14:24 »


Ex-FranciscoBarão


*
Júnior

Mensagens: 2427
Masculino


Temos também aumento de 20 M€ numa rubrica chamada "Factoring". Como desconheço o termo não vou analisar. Indeciso

Fica a nota: Factoring é quando uma sociedade financeira pode assegurar a cobrança das facturas da empresa, assumir o risco de crédito de uma determinada factura ou disponibilizar antecipadamente os fundos que a empresa apenas receberia no vencimento da mesma.

No fundo é mais uma fonte de financiamento, geralmente o que costumam fazer é antecipar cerca de 80% do valor de uma factura e depois disponibilizam os restantes 20% deduzidos claro de comissões e juros quando essa mesma factura for paga.
_____________________________

Quanto a este relatório e contas trimestral, nada de novo e para alguns isto tudo até é muito normal. Ou melhor até é normal, de facto, se pegarmos no que foram os últimos anos de gestão danosa e alienação ao desbarato de todo o património do Clube.

Fica claro que num prazo de ano/ano e meio lá se vai o Estádio, quando for mais oportuno assim no meio de uma pré-época de trutas mascaradas ou à sombra de uma conquista de trazer por casa suportados por apelos cínicos e histéricos de falsa união.

Mas para quê a preocupação? Já vi por aqui alguns a dizerem que se for tudo abaixo qual é o problema? Recomeça-se de novo e fica tudo resolvido...  Rir Muito Alto
Registado

Sporting Clube de Portugal, somos diferentes, somos melhores.


Re: Relatório e Contas trimestral 2011/2012 da Sporting SAD , « Resposta #101 em: Dezembro 02, 2011, 15:32 »



*
Sénior

Mensagens: 3638
Idade: 38
Localidade: Edimburgo
Masculino


...
Mas para quê a preocupação? Já vi por aqui alguns a dizerem que se for tudo abaixo qual é o problema? Recomeça-se de novo e fica tudo resolvido...  Rir Muito Alto

Alguem mais sabio que nos (e agora reconheco profundo conhecedor do adepto medio do SCP) disse-o melhor que nos alguma vez o diriamos 'eles nao querem ser macados com detalhes'.

Como alguem disse ai acima, eles querem e discutir as mamas da gaja do bojinov, ou se foram queimadas 10 ou 11 cadeiras.

Deixo uma sugestao, peguem numa foto da gaja do bojinov e ponham as paginas do relatorio em cima das mamas dela, talvez assim eles olhem para o relatorio...

E agora volto para a caverna.  Seta
Registado

No meu mundo imaginário o Sporting contracta o ... blah, nao contracta ninguem porque de certeza um dos juniores da academia e melhor.
Re: Relatório e Contas trimestral 2011/2012 da Sporting SAD , « Resposta #102 em: Dezembro 02, 2011, 16:00 »


Sporting Sempre!


*

Mensagens: 16439
Idade: 37
Localidade: Viana do Castelo
Masculino

WWW
Acho muito estranho o tipo de argumento "eles não querem saber", obviamente que não querem, para muitas pessoas a gestão de um Clube é chinês, como para outras é um mistério a cozinha ou a eng. civil, eu admito que haja muito boa gente que pura e simplesmente não quer saber dos números dos relatórios, gosta é de futebol e não quer saber disto, mais há quem até entenda do assunto mas também não quer saber, mais ainda há quem pura e simplesmente não entenda do assunto, olhe para o relatório como eu olho para um documento em russo ou chinês, gente que vem aqui precisamente para "beber" a opinião de quem se diz entendido na matéria, ou então para ler aqueles que tem em consideração e acha que fazem uma análise fria e desprendida, etc, convencionar que temos todos que saber de números e relatórios de actividade, esquecendo que há muitos que não entendem do assunto e tem outras prioridades na vida, é a maneira mais fácil para não deixar a nossa opinião e de caminho criticar quem gosta das mamas da namorada do Bojinov e prefere falar delas (gente de bom gosto!) em vez de relatórios e números.

É um assunto importante, sem dúvida, mas não temos todos que saber interpretar um relatório e não somos obrigados a tecer comentários ou efectuar análises detalhadas sobre o mesmo, provavelmente este tópico teria posts mais interessantes se o "pessoal das cavernas, grutas e clausuras" deixasse aqui a sua opinião, pelo menos para ser discutida! Ideia
Registado

Hoje como sempre, tenho o FórumSCP na mente e o Sporting Clube de Portugal no coração!
Re: Relatório e Contas trimestral 2011/2012 da Sporting SAD , « Resposta #103 em: Dezembro 02, 2011, 16:10 »


On a steel horse I ride


*

Condecorações:Membro do Ano 2012Membro do ano 2011


Mensagens: 23734
Localidade: VILA NOVA GAIA
Masculino


Citar
E agora volto para a caverna.  Seta

Isto é que eu não compreendo, porque é algo que eu tenho como demasiado recorrente. Que não se veja isto como uma crítica, porque as opções de cada um são da responsabilidade... de cada um e portanto legítimas. Mas quando leio este tipo de comentários após queixas sobre a falta de informação e interesse dos adeptos do clube sobre algumas matérias, por parte de pessoas registadas num espaço importante para a divulgação, partilha e debate sobre questões relevantes sobre o Sporting, desligando-se daquilo que considero ser uma responsabilidade de todos os nós, que nos preocupamos em discutir o clube... não deixo de ficar triste. É um baixar de braços que não nos faz bem.
Registado

Re: Relatório e Contas trimestral 2011/2012 da Sporting SAD , « Resposta #104 em: Dezembro 02, 2011, 18:33 »


Sporting CP Forever


*

Mensagens: 6437
Idade: 26
Masculino


É um assunto importante, sem dúvida, mas não temos todos que saber interpretar um relatório e não somos obrigados a tecer comentários ou efectuar análises detalhadas sobre o mesmo, provavelmente este tópico teria posts mais interessantes se o "pessoal das cavernas, grutas e clausuras" deixasse aqui a sua opinião, pelo menos para ser discutida! Ideia

@Rui Sampaio,

Eu também não percebo nada de balanços, balancetes e balancinhos, mas sei interpretar Português, fazer correlações e tirar algumas conclusões/dúvidas. E é isso que basta fazer...

Por exemplo, o aspecto que assinalei de que fizemos recentemente (mais) um Project Finance para retirar a SAD da falência técnica mas continuamos na mesma (só que com menos património). Não é necessário ser gestor ou advogado para perceber, basta estar atento e ler.

O problema é, como referes, o facto de não quererem saber: não por não saberem, mas sim porque não se importam com o futuro. É como o retrato de Portugal: gastar, gastar, gastar recorrendo ao crédito, vivendo o presente e esquecendo o futuro.
Registado

· · · ·
Re: Relatório e Contas trimestral 2011/2012 da Sporting SAD , « Resposta #105 em: Dezembro 02, 2011, 19:53 »


Sporting Sempre!


*

Mensagens: 16439
Idade: 37
Localidade: Viana do Castelo
Masculino

WWW
É um assunto importante, sem dúvida, mas não temos todos que saber interpretar um relatório e não somos obrigados a tecer comentários ou efectuar análises detalhadas sobre o mesmo, provavelmente este tópico teria posts mais interessantes se o "pessoal das cavernas, grutas e clausuras" deixasse aqui a sua opinião, pelo menos para ser discutida! Ideia

@Rui Sampaio,

Eu também não percebo nada de balanços, balancetes e balancinhos, mas sei interpretar Português, fazer correlações e tirar algumas conclusões/dúvidas. E é isso que basta fazer...

Por exemplo, o aspecto que assinalei de que fizemos recentemente (mais) um Project Finance para retirar a SAD da falência técnica mas continuamos na mesma (só que com menos património). Não é necessário ser gestor ou advogado para perceber, basta estar atento e ler.

O problema é, como referes, o facto de não quererem saber: não por não saberem, mas sim porque não se importam com o futuro. É como o retrato de Portugal: gastar, gastar, gastar recorrendo ao crédito, vivendo o presente e esquecendo o futuro.

Muito sinceramente tenho que dizer que não sei se é bem assim, aliás, tenho muitas dúvidas que assim seja, basta ver o número deste tópico ou de outros, o desinteresse não justifica a diferença, há algo mais a ajudar e para mim é desconhecimento puro e duro sobre o que se discute, daí a importância do que se discute.
Registado

Hoje como sempre, tenho o FórumSCP na mente e o Sporting Clube de Portugal no coração!
Re: Relatório e Contas trimestral 2011/2012 da Sporting SAD , « Resposta #106 em: Dezembro 03, 2011, 22:53 »

Goncalojbcorreia

Em Novembro de 2009, na Revista Portuguesa de Ciências do Desporto, saiu um estudo muito interessante sobre o (des)equilíbrio financeiro da Sporting, Sociedade Desportiva de Futebol, SAD, na sua primeira década de existência. O link é o seguinte: http://www.scielo.oces.mctes.pt/scielo.p...;pid=S1645-05232009000200015&lang=pt

Retiro uma parte, nas conclusões, que me parece muito importante:

Citar
A existência de estabilidade financeira tem de se constituir, definitivamente, como um vector indispensável para a prossecução dos objectivos ligados à competitividade desportiva numa organização como a Sporting, SAD, pelo que, torna-se fundamental garantir aturadamente o equilíbrio financeiro de organizações desta natureza.

Os resultados apurados evidenciam o desequilíbrio financeiro em que a Sporting, SAD viveu ao longo da primeira década da sua existência, só ultrapassado nas últimas três épocas, em muito propulsionado pelas decisões de engenharia financeira tomadas durante a época de 2004/05. Não podemos deixar de sublinhar que tais medidas podem acarretar graves riscos de encobrir a realidade muito negativa dos resultados correntes da organização, os quais, não tendo em consideração os proveitos decorrentes das mais-valias de transferência de jogadores, atingiram o somatório exorbitante de quase 200 milhões de euros de prejuízo ao longo dos primeiros dez anos que analisámos.   

Esperamos, com o nosso trabalho, ter estimulado a atenção do adepto apaixonado para uma das áreas mais importantes da gestão do desporto, a área financeira. Desprezar esta área é um erro que pode trazer, num prazo mais ou menos lato, consequências irreversíveis para o futuro dos clubes de futebol.

Desculpem ser ligeiramente off-topic (porque é uma análise aos resultados dos primeiros 10 anos da SAD). Mas como me parece bastante actual, e muito interessante... cá fica.
Registado
Re: Relatório e Contas trimestral 2011/2012 da Sporting SAD , « Resposta #107 em: Dezembro 05, 2011, 11:19 »



*
Veterano

Mensagens: 5263
Localidade: LAV


@Rui Sampaio,

Quando se começar a falar do Sporting CP acabar, veremos se não se preocupam.

A verdade é que o nosso clube e adeptos é como Portugal e os portugueses. Enquanto apenas houver indícios (défice todos os anos), mas nada de sacrifícios, ninguém reclama. Quando se fala em falência e começam as medidas, é tudo a reclamar das políticas que tanto convieram nos últimos anos.

No Sporting, o filme é o mesmo. Ninguém quer saber quem tem os direitos sobre a Academia, receitas de bilheteiras, etc, desde que a equipa jogue...Quando começarem a falar de o Sporting CP acabar, vais ver se não vão acampar centenas ou milhares em Alvalade em protesto sobre a gestão miserável dos últimos 20 anos.

Eu estou de consciência tranquila. Além de ter noção do estado miserável em que o clube está, tento alertar sportinguistas como nós, para o mesmo.
Registado

Re: Relatório e Contas trimestral 2011/2012 da Sporting SAD , « Resposta #108 em: Dezembro 05, 2011, 12:04 »


Sporting Sempre!


*

Mensagens: 16439
Idade: 37
Localidade: Viana do Castelo
Masculino

WWW
@Rui Sampaio,

Quando se começar a falar do Sporting CP acabar, veremos se não se preocupam.

A verdade é que o nosso clube e adeptos é como Portugal e os portugueses. Enquanto apenas houver indícios (défice todos os anos), mas nada de sacrifícios, ninguém reclama. Quando se fala em falência e começam as medidas, é tudo a reclamar das políticas que tanto convieram nos últimos anos.

No Sporting, o filme é o mesmo. Ninguém quer saber quem tem os direitos sobre a Academia, receitas de bilheteiras, etc, desde que a equipa jogue...Quando começarem a falar de o Sporting CP acabar, vais ver se não vão acampar centenas ou milhares em Alvalade em protesto sobre a gestão miserável dos últimos 20 anos.

Eu estou de consciência tranquila. Além de ter noção do estado miserável em que o clube está, tento alertar sportinguistas como nós, para o mesmo.

Acredito que sim, quando os problemas passam do cenário virtual para o real, além de passarem a afectar-nos directamente, ganham logo outra dimensão, proporcional ao nosso interesse, espero nunca chegar a este ponto e continuo a achar que o Sporting ainda é um Clube viável e "salvável", acredito na política actual, sei que envolve um risco muito grande, mas não vejo outra forma de resolver o problema, mas estou aberto a sugestões! Wink
Registado

Hoje como sempre, tenho o FórumSCP na mente e o Sporting Clube de Portugal no coração!
Re: Relatório e Contas trimestral 2011/2012 da Sporting SAD , « Resposta #109 em: Dezembro 05, 2011, 12:40 »


ex-PedroBatista_MGVB


*
Juvenil

Mensagens: 819
Masculino


Apos uma breve analise ao RC, faço varias perguntas a mim mesmo! Em termos desportivos (resultados) até agora nao tenho nada a apontar, mas em termos financeiros tenho muito.

Toda a gente sabe que estamos perante uma falencia tecnica, e mesmo assim depois da venda das % dos jogadores que já aqui foi discutido, a diferença entre o Activo e Passivo continua igual!
Vamos a FSE, na rubrica organização de jogos acompanhada pela nota em anexo, deparamo-nos com uma diferença abismal em relação ao ano passado, principalmente devido ao jogo com o Valencia para apresentação aos sócios. Pergunto-me, não teriamos arranjado um adversário tão acessivel como este e por muito menos "cachet"?

Outra duvida é que apos analise do ponto 7 - Outros Custos Operacionais, concluimos que o ano passado não houve prospecção de mercado, ou se ouve não se gastou dinheiro. Este ano até 30 Set. já se gastaram 297 mil euros?

Quanto á DR apresentada no ponto 10, não há muito a apontar, grande disparidade de gastos em relação aos rendimentos devido principalmente ao Emprestimo Obrigacionista. Veremos se valeu a pena!

A compra de acções por parte da direcção tambem é uma anedota, o unico que tem grande quantidade de acções é Dr. Riccardi, que por coincidencia ou não faz parte do BES, Enquanto que o nosso Presidente adquiriu apenas 322, já para não falar que membros do conselho fiscal nem acções compraram. Devem estar á espera que para os lados de carnide se faça um EO com uma taxa de juro superior á nossa!

Ponto 22 - Fornecedores, veremos no final do ano o Balanço anual como está, se não acordam passar as contas de Curto Prazo para Medio Longo Prazo.

Concluindo, ainda não se começou a fazer o pavilhão tão falado, o fecho do fosso e tudo mais um pouco que nos endividará ainda mais. Aonde vamos parar? Contratamos bons jogadores? Penso que sim e q isso nos trará alguns titulos (espero eu) e dai a entrada de dinheiro (Champions). Agora pergunto, nos pontos acima que referi e alguns que me escaparam, não era possivel minimizar um pouco os gastos? Mas como disse, até hoje nada a apontar, investiu-se para trazer resultados, no final da epoca estarei aqui para bater palmas ou para criticar a gestão!
Registado

Tudo o que peço todos os dias é que VENÇAM POR NÓS! Sporting Sempre
Re: Relatório e Contas trimestral 2011/2012 da Sporting SAD , « Resposta #110 em: Dezembro 05, 2011, 13:40 »


On a steel horse I ride


*

Condecorações:Membro do Ano 2012Membro do ano 2011


Mensagens: 23734
Localidade: VILA NOVA GAIA
Masculino


Caminhamos para o 3º ano com prejuízos astronómicos, depois de uma década em que tal foi recorrente, exceptuando um pequeno período de corte orçamental e no investimento e onde a venda de activos da formação foi fundamental para equilibrar as contas. Infelizmente a contenção de custos verificada foi ( também, longe de ser a única ) causa de um vazio competitivo da equipa principal de futebol, da desvalorização de activos e a dicotomia custo/investimento no reforço do plantel profissional  também só foi visível na primeira parcela: houve custos mas não retorno, nem desportivo, nem financeiro. 

Se isto não se relacionasse com algo que me diz muito, o meu Sporting, diria que teríamos e até ao final do ano, um “filme” curioso e interessante e daquele que exige pipocas e um sofá confortável… após vinte e muitos milhões de prejuízo + 40 e muitos milhões de prejuízo + 7 e tais milhões de prejuízo no primeiro trimestre e de uma estrutura fixa de receitas/custos em que sensivelmente recebemos 1 para cada 2 unidades que gastamos, como pagar? É muito mais difícil, actualmente,  varrer os deficits anuais por baixo de 1. manobras contabilísticas, de operações harmónio, de reestruturações financeiras, 2. da alienação de património do clube , 3. colocar a SAD ( potencialmente )nas mãos de terceiros… porque:  1. as soluções vindas da banca estarão muito perto do fim, que está a afundar nos seus próprios problemas de liquidez, incapacidade de conceder ou receber crédito e que começou na generalidade, a dar prejuízos, 2. porque é praticamente inexistente, 3. porque ( potencialmente ) já está. 

Sabendo que o clube estava a viver de receitas antecipadas e com recurso a crédito bancário de curto prazo, através de autorizações de descoberto, contas correntes e outros produtos similares, é para mim um mistério como ainda se pagam salários e se cumpre ( se se cumpre ) o serviço de dívida monstro que temos. Ainda não vi o R&C com olhos de ver, suponho que se tenha trocado alguma  dívida de curto prazo por longo, libertando também algumas receitas… e que novamente as tenham antecipado e que tenham conseguido, junto da banca, manter os limites de descoberto activos… se é isto, era uma solução, que não é durante muito mais tempo repetível. 

É impossível equilibrar as contas através das receitas ordinárias, para este presente exercício será fundamental a venda de jogadores. Para um montante total entre os 25 e os 35M. Pelo menos. Tendo nós apenas pequenas partes dos passes de muitos dos jogadores, aceitam-se apostas para quantos sairão e quem sairá e isto partindo do principio e no qual acredito que teremos jogadores que chegarão ao final da época bastante valorizados. Para 2013 repetir-se-à a necessidade, atenuada pelo que espero uma boa campanha na CL. 

Penso que este plantel, mais caro, dá-nos bastante vantagem relativamente a anos anteriores, é composto por activos na verdadeira acepção da palavra, que efectivamente nos podem dar retorno desportivo e financeiro… veremos até que ponto.
Registado

Re: Relatório e Contas trimestral 2011/2012 da Sporting SAD , « Resposta #111 em: Dezembro 05, 2011, 17:14 »


CdS - Amado Amoroso


*

Mensagens: 3640
Idade: 19
Localidade: viseu
Masculino


Alguem me sabe dizer a diferença de passivo corrente e de não corrente?
Registado

«O Sporting não é um meio para chegar a outro lado, nunca quis sair.É altura de ensinar os jovens da academia que o Sporting é o topo»
Rui Pedro dos Santos Patrício
Re: Relatório e Contas trimestral 2011/2012 da Sporting SAD , « Resposta #112 em: Dezembro 05, 2011, 17:29 »


SPORTING SEMPRE


*
Júnior

Mensagens: 2745
Idade: 31
Localidade: Odivelas
Masculino


Alguem me sabe dizer a diferença de passivo corrente e de não corrente?

A distinção entre activo/passivo corrente e não corrente está relacionado com o prazo de exigibilidade do mesmo. Normalmente assume-se um ano para distinguir entre um item corrente e não corrente

Dívida a forneceder que vence no espaço de 3 meses após a data de referência do relatório - Passivo Corrente
Empréstimo bancário com maturidade de 3 anos após a data de referência do relatório - Passivo não corrente
Registado

Este forista recusa aplicar nos seus posts o novo Acordo Ortográfico
Re: Relatório e Contas trimestral 2011/2012 da Sporting SAD , « Resposta #113 em: Dezembro 05, 2011, 17:33 »


CdS - Amado Amoroso


*

Mensagens: 3640
Idade: 19
Localidade: viseu
Masculino


Alguem me sabe dizer a diferença de passivo corrente e de não corrente?

A distinção entre activo/passivo corrente e não corrente está relacionado com o prazo de exigibilidade do mesmo. Normalmente assume-se um ano para distinguir entre um item corrente e não corrente

Dívida a forneceder que vence no espaço de 3 meses após a data de referência do relatório - Passivo Corrente
Empréstimo bancário com maturidade de 3 anos após a data de referência do relatório - Passivo não corrente

Obrigado  Positivo!
Registado

«O Sporting não é um meio para chegar a outro lado, nunca quis sair.É altura de ensinar os jovens da academia que o Sporting é o topo»
Rui Pedro dos Santos Patrício
Re: Relatório e Contas trimestral 2011/2012 da Sporting SAD , « Resposta #114 em: Dezembro 12, 2011, 10:40 »


On a steel horse I ride


*

Condecorações:Membro do Ano 2012Membro do ano 2011


Mensagens: 23734
Localidade: VILA NOVA GAIA
Masculino


Citar
As dificuldades de financiamento que estão a afectar a economia portuguesa já chegaram ao futebol. Os bancos estão a apertar o acesso ao crédito, o que obrigou as Sociedades Anónimas Desportivas dos três maiores clubes nacionais a pagar, na última época e só em juros, 23 milhões de euros (ME). Se, a somar a estas despesas, se adicionarem os custos financeiros cobrados com comissões (de gestão da dívida, renegociação de créditos ou fixação de taxas mais favoráveis) tem-se um valor de 33,6 ME pagos por Benfica, Porto e Sporting aos seus principais financiadores: BES, Millennium bcp, CGD e BPI. 
 

in Correio da Manhã  

Ao contrário do que é normal neste pasquim, hoje há um artigo que interessa ler, sobre a subida drástica dos custos financeiros das sociedades desportivas.  

Dívida financeira das SAD no fecho do primeiro trimestre do actual exercício: 

porto:  87M 
benfica: 247M 
Sporting: 105M  

Custos Financeiros 2010/2011 

benfica:  18M 
porto:      7.4M 
Sporting:  7.7M  

Custos Financeiros 1º trimestre 2011/2012 

benfica:   5M 
porto:       2.8M 
Sporting:  1.6M  

 Estes dados referem-se APENAS às SAD.  Quem quiser ler o artigo, atente nas variações tremendas  entre o fecho de 2009/2010 e 2010/2011. 
Registado

Re: Relatório e Contas trimestral 2011/2012 da Sporting SAD , « Resposta #115 em: Dezembro 13, 2011, 17:55 »



*
Júnior

Condecorações:Vencedor Torneio Sueca 2012, Fórum SCP


Mensagens: 2409
Idade: 28
Localidade: Felgueiras
Masculino


Eu só não sei é como uma equipa como o porco que vende jogadores tão caros ganhou uma champions 2 uefas e continua endividada tanto ou mais que nós.
Registado

Sporting Sempre.
Re: Relatório e Contas trimestral 2011/2012 da Sporting SAD , « Resposta #116 em: Dezembro 29, 2011, 21:49 »



*

Condecorações:Artigo do Ano 2013Talibã 2013Artigo do Ano 2012Artigo do Ano 2011Artigo do Ano 2010Talibã 2012Talibã 2011Talibã 2010Talibã 2009Talibã 2008


Mensagens: 1769
Idade: 55
Masculino


Gostaria de partilhar convosco este documento que circula pela internet em sites e blogs alusivos ao Sporting e que também está a ser enviado por e-mail a muitos Sportinguistas.

Nele vem referido, a propósito do último Relatório e Contas, o estado caótico a que o Sporting chegou e demonstra de forma cabal a gestão ruinosa dos vendedores de fumo e de banha-da-cobra que desgraçadamente têm governado o nosso Clube.

Tal como se previa, os resultados não são mais do que o prenúncio do fim e nunca esteve tão perto a Refundação.




Tudo o que tem de saber sobre o Relatório e Contas do Primeiro Trimestre da época 2011/2012 (Julho, Agosto e Setembro 2011) - Sporting Clube De Portugal - Futebol, SAD



1) O Sporting apresenta sempre resultados negativos nos seus relatórios?

Não. Em igual período na época passada a Sporting SAD, beneficiando dos proveitos da venda de jogadores, registou um lucro de 10,57 milhões de euros.




2) Desde o início da época a divida, em especial aos bancos, aumentou de forma grave?

Sim. Neste relatório, a Sporting SAD subiu o seu passivo em mais de 30 milhões de euros no espaço de 3 meses, com um resultado líquido negativo de quase 8 milhões de euros, uma subida de mais de 36% entre salários de jogadores, custos colaboradores e de órgãos sociais.
A divida financeira duplicou de 30 Junho de 2011 para Setembro de 2011 passando de € 42.289.000 para € 81.187.000 (conforme página 39 do relatório). A divida ao Factoring passou de € 5.290.000 para € 25.825.000 no período de 30 Junho de 2011 para Setembro de 2011 e os juros dos empréstimos bancários, obrigacionistas e respectivas comissões duplicaram.




3) As vendas de jogadores no início da época foram de € 7.500.000 conforme anunciado na Comunicação Social?

Não. Na temporada em curso a venda de jogadores apenas totalizou € 1.751.000 resultantes sobretudo das cedências de Djalo, Postiga e Vuckcevic. Na altura das referidas vendas, foram veiculadas pela Comunicação Social e nunca desmentidas pelo Sporting as vendas destes 3 atletas pelos montantes de € 4.500.000, € 1.000.000 e € 2.000.000, respectivamente, o que totalizaria € 7.500.000, que conforme se pode ver neste relatório não se verificou.
Alertamos que o relatório refere a venda de Djalo ao Nice, pelo que os valores apresentados não foram afectados pelo resultado da eventual não venda de Djalo a esse clube francês, não servindo o mesmo de desculpa para perceber que se a venda de Postiga (conforme comunicado a CMVM) foi de € 1.000.000, todos os restantes totalizaram apenas € 751.000 e não os valores que nos fizeram acreditar.





4) Conforme prometido o Sporting deixou de depender de receitas antecipadas na sua gestão financeira?

Não. O Sporting já recebeu mais de 13 milhões de euros de possíveis receitas de futuras  vendas de jogadores (não é venda de passes, mas sim receitas futuras de vendas das percentagens de passes que ainda são do Sporting) (pagina 40 do relatório).
O Sporting já recebeu mais de 2,6ME de receitas de bilhetes de época 2012/13. O Sporting já recebeu mais de 22 milhões de euros de facturas antecipadas referentes a prestações de serviços e proveitos com cedência de direitos económicos de jogadores (pagina 42 do relatório).




5) O Sporting, Benfica e Porto estão iguais em termos financeiros?

Não. Se verificarmos as regras do Fair Play Financeiro imposto pela UEFA, que vai ser aplicado no início da época 2013-14, o Sporting seria das 3 equipas a única a sofrer uma penalização pela UEFA.
O quadro de sanções ainda não está definido mas poderá vir a ser de multas a exclusão. O conceito principal do Fair Play Financeiro é a obrigação de os clubes não poderem ter despesas superiores às receitas no conjunto das três últimas épocas, ou seja, que os clubes gastem apenas o que têm ou podem vir a ter.
Actualmente se os critérios do Fair Play Financeiro já estivessem em vigor, o FC Porto, que apresentou lucros nos últimos 5 anos cumpriria os critérios. O Benfica que teve prejuízos superiores a 28 milhões de euros estaria sob vigilância, e o Sporting, que acumulou prejuízos de 72 milhões de euros nas duas temporadas passadas, estaria sujeito às punições.




6) O investimento realizado em jogadores esta época é a principal causa do prejuízo verificado neste trimestre e da preocupação que os Sportinguistas têm que ter no futuro do Clube?

O investimento realizado em jogadores esta época ascendeu a € 34.781.000 com cerca de € 11.000.000 (dados constantes nas páginas 40 e 41 do relatório) a serem respeitantes a comissões (cerca de 70%) e prémios de assinatura (cerca de 30%).
É lógico que este investimento tem peso no prejuízo apresentado no trimestre.
Mas a grande preocupação é que não só não conseguimos providenciar receitas correntes para fazer face ao investimento ou pelo menos a parte dele, como apesar de já termos vendido a maioria das percentagens de passes de quase todos os jogadores, ainda se deve a 30 Setembro de 2011, € 34.440.000 desse investimento realizado (ver mapa em anexo).
Assim percebemos que a alienação de percentagens maioritárias dos passes (que irão continuar a suceder conforme afirmado no relatório na página 31) apenas serviu para pagamento de salários e despesas bancárias, sendo que qualquer empresa que vive de receitas antecipadas e da venda do seu activo para financiar despesas correntes está a um passo muito curto de passar de falência técnica para falência.




7) As percentagens dos passes que têm sido vendidas ao fundo do BES (Sporting Portugal Fund/Fundo ESAF) e ao fundo do Peter Kenyon/Jorge Mendes (Quality Footballlreland limitted) têm dado dinheiro a ganhar ao Sporting?

Não. As percentagens dos passes estão a ser vendidas ao preço de compra ou abaixo, como no caso do Elias.
Assim, o Sporting está a ficar com percentagens muito pequenas desses passes. Quem vai ganhar dinheiro é o BES e os empresários e corremos o risco na altura real da venda, que a parte que fica para o Sporting não vá cobrir o investimento realizado em termos de compra/salários/prémios/comissões e juros bancários.




Cool O Sporting vai conseguir continuar a pagar os salários dos seus jogadores, órgãos sociais e colaboradores?

Ao ritmo a que o Sporting está a vender as percentagens detidas dos passes, não terá dinheiro para pagar salários até ao fim da época e não tem outras receitas para fazer face aos mesmos.




9) Vamos continuar a fazer reestruturações financeiras que retirem cada vez mais o papel dos sócios no Clube e o último  património do Sporting Clube de Portugal?

Infelizmente, tudo parece levar a crer, pois este cenário de falência técnica associado ao crescente aumento do passivo nesta época desportiva, levou ao anúncio nos media, por parte de Nobre Guedes (Diário Económico) de existir vontade de fazer uma nova reestruturação financeira e de capital no primeiro trimestre de 2012.
A última realizada foi entre Dezembro de 2010 e Janeiro de 2011 que se consubstanciou numa redução de capital social seguida de um aumento onde o Sporting CP + Sporting SGPS (detida a 100% pelo Sporting Clube de Portugal) ficaram detentores de cerca de 89% das acções da Sporting SAD.
Mas a esta operação seguiu-se a emissão de € 55.000.000 de Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis em acções da sociedade (VMOC) com prazo máximo de 5 anos, mas podendo ser convertida ao fim de 2 anos, ou seja 2013.
Desta subscrição apenas 0,3% foi subscrito pelo público em geral ficando os bancos que acompanharam esta operação com os restantes 99,7% repartidas 50% BES e 50% Millenium BCP.
No final da operação quando existir a reversão, o Sporting CP + Sporting SGPS passarão a deter apenas 37% de acções da Sporting SAD, caso não efectue, na altura, um aumento de capital ou exerça o seu direito de compra, o que se verifica muito difícil perante o agravamento continuo da divida.
Assim, se a estratégia que é previsível se mantiver e ocorrer um aumento de capital, não se prevendo a capacidade financeira de o Sporting o subscrever, o que vai acontecer é que os 89% que detemos actualmente na SAD vão diminuir. Isto significará que após a reversão das VMOCs, o Sporting além de perder a maioria da SAD, ficará com menos do que os 37% que já derivavam dessa operação.
Mais ainda. Parece que o Estádio, direito de superfície do Estádio e o naming do Estádio também estarão a ser preparados para deixar de estar sob o controlo do Sporting Clube de Portugal, mas de servirem de moeda de troca para tentar, durante apenas um curto período de tempo, resolver pontualmente esta politica financeira que tem sido levada a cabo esta época e que levou o Sporting de uma situação de falência técnica para uma situação eminente de falência.











« Última modificação: Dezembro 29, 2011, 22:41 por chirola » Registado

Re: Relatório e Contas trimestral 2011/2012 da Sporting SAD , « Resposta #117 em: Dezembro 29, 2011, 21:56 »


On a steel horse I ride


*

Condecorações:Membro do Ano 2012Membro do ano 2011


Mensagens: 23734
Localidade: VILA NOVA GAIA
Masculino


Nem vou comentar... já o fiz diversas vezes, principalmente no tópico do último exercício anual mas também no do fundo do BES. E cansei. Um tipo fica zonzo.
Registado

Re: Relatório e Contas trimestral 2011/2012 da Sporting SAD , « Resposta #118 em: Dezembro 29, 2011, 22:04 »



*
Veterano

Mensagens: 10553
Idade: 18
Localidade: Lisboa
Masculino


Obrigado Chirola.
Estamos f*didos.
Registado
Re: Relatório e Contas trimestral 2011/2012 da Sporting SAD , « Resposta #119 em: Dezembro 29, 2011, 22:19 »



*
Veterano

Mensagens: 5887
Localidade: Porto
Masculino


Nem vou comentar... já o fiz diversas vezes, principalmente no tópico do último exercício anual mas também no do fundo do BES. E cansei. Um tipo fica zonzo.

Completamente zonzo.
Registado

"If man makes himself a worm he must not complain when he is trodden on." - Immanuel Kant
Gosta deste tópico? Partilhe-o:
Páginas: « anterior 1 ... 4 5 [6] 7 seguinte » Ir para o topo Imprimir
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Universo Sporting Clube de Portugal Direcção, SAD e Orgãos Sociais (Moderadores: wild_oscar, Stunner, Leão88, sotnas) Tópico:

Relatório e Contas trimestral 2011/2012 da Sporting SAD

« tópico anterior seguinte »
Ir para:

Powered by SMF 1.1.19 | SMF © 2011, Simple Machines
Tema SMFone modificado por Avantix e Paracelsus.
Optimizado para o Mozilla Firefox na resolução 1024 x 768.
© 2004 - 2010 | Fórum SCP | Alguns Direitos Reservados
Fórum não-oficial do Sporting Clube de Portugal

Ajuda | | Sitemap | Política de Privacidade