Relatório e Contas trimestral 2011/2012 da Sporting SAD

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.



Foi hoje publicado o Relatório e Contas do primeiro trimestre da época 2011/2012 da Sporting SAD. Aqui fica a análise do Jornal PÚBLICO:

Sporting com prejuízos de 7,8 milhões de euros no primeiro trimestre
29.11.2011 - 18:23 Hugo Daniel Sousa

As receitas aumentaram, mas as despesas também. A Sociedade Anónima Desportiva (SAD) do Sporting perdeu 7,8 milhões de euros no primeiro trimestre da temporada 2011-12, mostra o relatório enviado nesta terça-feira à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Os proveitos operacionais da SAD “leonina” subiram de 9,9 milhões de euros (ME) para 11 ME em comparação com o mesmo período da época passada, mas em contrapartida os custos também aumentaram de 11,7ME para 14,9ME.

A massa salarial foi a grande responsável pelo aumento dos custos, tendo passado de 6,7 ME para 9 ME.

Os resultados operacionais apresentam um resultado negativo de 6,8ME, montante que sobe para 7,8ME negativos no resultado líquido deste exercício.

A SAD do Sporting mantém-se com capitais próprios negativos (falência técnica), apresentando um activo (160 ME) inferior ao passivo (197 ME).

Do lado das receitas, o Sporting melhorou quase todas as rubricas, desde os direitos televisivos, à bilheteira, passando pela quotização.

O relatório e contas especifica ainda as percentagens dos passes dos jogadores que pertencem actualmente ao Sporting, depois de terem sido cedidos os direitos económicos de alguns atletas ao fundo do clube e a um fundo irlandês, gerido por Peter Kenyon.

O Sporting detém, por exemplo, apenas 35% por cento do passe de Ricky van Wolfswinkel e 30% do de Carrillo.

Nome do Jogador /Fim contrato /% Passe Detida
Alberto Rodríguez /2015 / 70%
Anderson Polga/ 2012 /100%
André Carrilho /2016 /30%
André Martins /2014 /40%
André Santos /2014 /30%
Bruno Pereirinha /2013 /100%
Daniel Carriço /2013 /100%
Diego Capel /2016 /80%
Diego Rubio /2016 /65%
Elias Trindade /2016 /50%
Emiliano Insua /2016 /85%
Evaldo Fabiano /2014 /90%
Fabian Rinaudo /2015 /35%
Jeffren Suarez /2016 /75%
João Pereira /2014 /80%
Marat Ismailov /2015 /100%
Marcelo Boeck /2016 /65%
Matias Fernandez /2013 /75%
Oguchi Onyew /2014 /80%
Ricky Wolfswinkel /2016 /35%
Rui Patrício /2013 /80%
Santiago Arias /2016 /100%
Stjn Schaars /2014 /100%
Tiago Ferreira /2012 /100%
Valeri Bojinov /2016 /100%
Negócio desastroso o do Carrilo... :'(
Quando tiver tempo analisarei o relatório. Caminhamos para o prejuízo estimado há uns meses atrás, neste quadro. Insustentável.
Negócio desastroso o do Carrilo... :'(

De facto, 30%? E querem fazer bom dinheiro com jogadores como? ::)
Curioso, os bons jogadores, fora um ou outro, temos menos de 50% do passe, a sucata temos a totalidade ou quase do passe :inde:

Negócio desastroso o do Carrilo... :'(

De facto, 30%? E querem fazer bom dinheiro com jogadores como? ::)

Só Carrillo, olha bem para o Rinaudo e Ricky
Já escreviam o nome do Carrillo correcto...  :inde:

É uma vergonha termos essas percentagens desses jogadores(embora compreenda) e, no entanto, ter 100% de outros que não valem um chavo ..  :whistle:
A do Carrillo, já por diversas vezes tinha alertado cá no fórum ... o Sporting só comprou 50% do passe dele, e vendeu já 20% ficando assim detentor de apenas 30%.


Já a do Ricky (35%) :xock: , surpreende-me ... que eu saiba, compramos 100% e vendemos apenas 50% (que é o que foi comunicado) ... desapareceram 15% não sei bem como visto que nunca foram comunicados (que me lembre).  :o
« Última modificação: Novembro 29, 2011, 19:56 pm por EM1N3M »
....começo a pensar que nao ha hipotese nenhuma de construir e dar continuidade a este plantel de um ano para o outro.....
 
Engº. Luis Filipe Fernandes David Godinho Lopes 322
Dr. Luis José Vieira Duque 100
Engº. José Filipe Melo e Castro Guedes -

O Duque lá teve que comprar as 100 acções. Já o mentor do plano que vai fazer com que o Sporting seja um excelente negócio no futuro deve estar à espera de melhores dias para investir.
É demasiado preocupante este R&C, não sabia ao certo a percentagem dos passes de alguns atletas que foram vendidos ao fundo.

Deveria ter sido cedida a informação do valor de venda das percentagens dos passes.

E ainda estou á espera dessa auditoria... externa obviamente.

LAMPIÃO, SE VIRES 8 GAJOS DE GORRO VERDE A CORRER PRA TI NÃO TE ASSUSTES ... SÃO FORCADOS!!!
....começo a pensar que nao ha hipotese nenhuma de construir e dar continuidade a este plantel de um ano para o outro.....

:arrow:
Se verificarem até 20% do passe do patrício foi alienado. Do Wilson Eduardo só possuímos 35%, do Salomão 20%. :menos:
Há uma coisa que ainda não percebi :inde: Podemos voltar a comprar parte dos passes?
Ora bem temos 30% do passe do Carrillo, 35% do Ricky e do Rinaudo..   :lol: :lol: :lol: um gajo tem que se rir para não chorar..

nem vou dizer mais nada, se não os users do costume caiem logo em cima como é velho hábito.. :-"Terrorista", "o Sporting está de volta" (seja lá o que isto quer dizer  :inde:) ", "Deixem-os trabalhar!"

é exactamente o que vou fazer, deixá-los "trabalhar", já me chateei demasiado no passado com assuntos deste tipo..
« Última modificação: Novembro 29, 2011, 20:42 pm por chuck_Norris »
a pergunta é, teríamos tido capacidade para ter mais que isso? OU terá sido a única maneira de contar com os serviços desportivos dos jogadores?
a pergunta é, teríamos tido capacidade para ter mais que isso? OU terá sido a única maneira de contar com os serviços desportivos dos jogadores?
a pergunta é, este modelo é comportável, sustentável a médio prazo e vencedor?
a pergunta é, teríamos tido capacidade para ter mais que isso? OU terá sido a única maneira de contar com os serviços desportivos dos jogadores?
a pergunta é, este modelo é comportável, sustentável a médio prazo e vencedor?

ou este, ou afundar ainda mais na mediocridade dos últimos anos. Sustentável e vencedor, veremos. Espero que sim, mas certezas não tenho.
a pergunta é, teríamos tido capacidade para ter mais que isso? OU terá sido a única maneira de contar com os serviços desportivos dos jogadores?

tu por acaso sabes quanto custou, o Rinaudo e o Carrillo?  :think:   :hand:
eram jogadores para se fazer bastante dinheiro com uma margem de lucro enorme aos cofres do Sporting.. mas anda-se é a encher os bolsos de alguém com este tipo de gestão..

uma coisa é vender 50% do passe do Elias e Ricky (já agora para onde foram os outros 15%?  :whistle: ), jogadores que muito provavelmente não chegavam a Alvalade sem o Sporting ter parceiros financeiros, agora o outro negócio que referi a cima, é baseado puramente em conflitos de interesses!
« Última modificação: Novembro 29, 2011, 21:04 pm por chuck_Norris »
a pergunta é, teríamos tido capacidade para ter mais que isso? OU terá sido a única maneira de contar com os serviços desportivos dos jogadores?
a pergunta é, este modelo é comportável, sustentável a médio prazo e vencedor?

ou este, ou afundar ainda mais na mediocridade dos últimos anos. Sustentável e vencedor, veremos. Espero que sim, mas certezas não tenho.
Quer dizer, ou este, ou outro, que não afundar na mesma mediocridade dos últimos anos. Não acredito que houvesse apenas um caminho e todos os outros levassem ao abismo. Este é um deles, e vamos lá ver onde leva.
E na boa temos 100% do passe do Boji9 , ja nao vamos a falencia tao ali 30 milhoes certinhos -_-