Domingos, o Timoneiro do nosso sonho

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

***** Novembro 27, 2011, 05:46 am
Caro Domingos,

A probabilidade de leres isto é infima. São 5.25, mas mesmo assim não resisto. Escrevo-te porque tu mais do que ninguém, mereces o nosso apoio. Mesmo que este texto careça de clarividência e eloquência, certamente será rico em sentimento. A minha reacção ao jogo passará apenas por este tópico. Sinceramente, na minha opinião, erraste ao colocar Carriço a trinco. Não que André Santos fosse fazer uma grande diferença, mas sempre é alguém mais rotinado no posto. Mas não é disso que eu venho falar.

Ontem pela primeira em muitos anos, vi um Sporting descomplexado e dominador no campo do seu arqui-rival. A última exibição deste género na Luz, foi em 2005/2006, quando ganhamos 1-3. Nesse jogo eles até estiveram a ganhar, mas depois demos a volta ao jogo, numa partida que poderia perfeitamente ter ficado 1-4 ou 1-5. Mas voltemos à partida de ontem.

Domingos, eu não vou estar com meias palavras. Desde 2001/2002 que não me sentia tão entusiasmado com uma equipa do Sporting. Confesso que sou daqueles que defendo que este é o ano zero para esta equipa, e que só na próxima época estaremos em posição de atacar o título. Mas a exibição e, mais importante ainda, o carácter que a equipa hoje demonstrou deixou-me orgulhoso. Acredites ou não, enquanto escrevo isto estou com pele de galinha e com os olhos humedecidos. Não pela derrota, longe disso, apenas por sentir que o Sporting está realmente de volta. E eu não sou o único a sentir isso. Os adeptos estão do teu lado. Há muito tempo eu não via um treinador ser tão apoiado em Alvalade. Nem Boloni, quando foi campeão era tão unânime.

Ir à Luz e ter 5 ou 6 oportunidades claras de golo, demonstra claramente que a equipa está no trilho certo. Eu sei que tens tido muitas limitações. Jogadores como Rinaudo, Izmailov e Jeffren fazem muita falta. Ontem mais ainda. Mas eu sei que tu meu caro Domingos, és capaz de espremer uma equipa ao máximo. Já o provaste em Braga, com aquele brilhante 2º lugar, que em muitos campeonatos anteriores daria o campeonato. Para nem falar da epopeia europeia da época passada.

O nosso início do ano foi titubeante. Domar um leão jovem e ansioso por correr pelos campos não se adivinhou uma tarefa nada fácil. Aquela vitória do Esforço, Dedicação, Devoção e Glória em Paços de Ferreira foi o turning point para esta equipa. Os triunfos contra Guimarães e Lazio, em inferioridade numérica, cimentaram a união entre adeptos e equipa. Somos um só desde aí.

Domingos, tu não queres pôr pressão na equipa. Eu entendo e respeito. A forma como serpenteias a comunicação social, quando te perguntam se nós somos candidatos ao título, faz-me lembrar a maneira como o Capel e o Carrillo passam pelas defesas adversárias. Como já referi em cima, continuo a entender que este é o ano zero, para um clube que sofreu profundas remodelações em todas as suas áreas. Mas tenho de confessar uma coisa: depois do jogo de hoje, acredito que em Maio estaremos no Marquês de Pombal e em todos os cantos do Mundo onde se fala português, porque nós vamos ser CAMPEÕES. E tu Domingos, que aceitaste este desafio espinhoso que poucos treinadores de topo teriam a coragem de assumir, vais-me ter sempre a teu lado. Porque estar ao teu lado, é estar ao lado Sporting Clube de Portugal e dos seus adeptos.

VIVA O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!


© Junky 2011
« Última modificação: Novembro 27, 2011, 22:27 pm por Paracelsus »
****** Novembro 27, 2011, 06:15 am
Caro Domingos,

A probabilidade de leres isto é infima. São 5.25, mas mesmo assim não resisto. Escrevo-te porque tu mais do que ninguém, mereces o nosso apoio. Mesmo que este texto careça de clarividência e eloquência, certamente será rico em sentimento. A minha reacção ao jogo passará apenas por este tópico. Sinceramente, na minha opinião, erraste ao colocar Carriço a trinco. Não que André Santos fosse fazer uma grande diferença, mas sempre é alguém mais rotinado no posto. Mas não é disso que eu venho falar.

Ontem pela primeira em muitos anos, vi um Sporting descomplexado e dominador no campo do seu arqui-rival. A última exibição deste género na Luz, foi em 2005/2006, quando ganhamos 1-3. Nesse jogo eles até estiveram a ganhar, mas depois demos a volta ao jogo, numa partida que poderia perfeitamente ter ficado 1-4 ou 1-5. Mas voltemos à partida de ontem.

Domingos, eu não vou estar com meias palavras. Desde 2001/2002 que não me sentia tão entusiasmado com uma equipa do Sporting. Confesso que sou daqueles que defendo que este é o ano zero para esta equipa, e que só na próxima época estaremos em posição de atacar o título. Mas a exibição e, mais importante ainda, o carácter que a equipa hoje demonstrou deixou-me orgulhoso. Acredites ou não, enquanto escrevo isto estou com pele de galinha e com os olhos humedecidos. Não pela derrota, longe disso, apenas por sentir que o Sporting está realmente de volta. E eu não sou o único a sentir isso. Os adeptos estão do teu lado. Há muito tempo eu não via um treinador ser tão apoiado em Alvalade. Nem Boloni, quando foi campeão era tão unânime.

Ir à Luz e ter 5 ou 6 oportunidades claras de golo, demonstra claramente que a equipa está no trilho certo. Eu sei que tens tido muitas limitações. Jogadores como Rinaudo, Izmailov e Jeffren fazem muita falta. Ontem mais ainda. Mas eu sei que tu meu caro Domingos, és capaz de espremer uma equipa ao máximo. Já o provaste em Braga, com aquele brilhante 2º lugar, que em muitos campeonatos anteriores daria o campeonato. Para nem falar da epopeia europeia da época passada.

O nosso início do ano foi titubeante. Domar um leão jovem e ansioso por correr pelos campos não se adivinhou uma tarefa nada fácil. Aquela vitória do Esforço, Dedicação, Devoção e Glória em Paços de Ferreira foi o turning point para esta equipa. Os triunfos contra Guimarães e Lazio, em inferioridade numérica, cimentaram a união entre adeptos e equipa. Somos um só desde aí.

Domingos, tu não queres pôr pressão na equipa. Eu entendo e respeito. A forma como serpenteias a comunicação social, quando te perguntam se nós somos candidatos ao título, faz-me lembrar a maneira como o Capel e o Carrillo passam pelas defesas adversárias. Como já referi em cima, continuo a entender que este é o ano zero, para um clube que sofreu profundas remodelações em todas as áreas do clube. Mas tenho de confessar uma coisa: depois do jogo de hoje, acredito que em Maio estaremos no Marquês de Pombal e em todos os cantos do Mundo onde se fala português, porque nós vamos ser CAMPEÕES. E tu Domingos, que aceitaste este desafio espinhoso que poucos treinadores de topo teriam a coragem de assumir, vais-me ter sempre a teu lado. Porque estar ao teu lado, é estar ao lado Sporting Clube de Portugal e dos seus adeptos.

VIVA O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!


Hah valente!   :clap: :clap: :clap:

Não lê o Domigos, mas lemos nós!

Força Treinador!
****** Novembro 27, 2011, 11:23 am
Caro Domingos,

A probabilidade de leres isto é infima. São 5.25, mas mesmo assim não resisto. Escrevo-te porque tu mais do que ninguém, mereces o nosso apoio. Mesmo que este texto careça de clarividência e eloquência, certamente será rico em sentimento. A minha reacção ao jogo passará apenas por este tópico. Sinceramente, na minha opinião, erraste ao colocar Carriço a trinco. Não que André Santos fosse fazer uma grande diferença, mas sempre é alguém mais rotinado no posto. Mas não é disso que eu venho falar.

Ontem pela primeira em muitos anos, vi um Sporting descomplexado e dominador no campo do seu arqui-rival. A última exibição deste género na Luz, foi em 2005/2006, quando ganhamos 1-3. Nesse jogo eles até estiveram a ganhar, mas depois demos a volta ao jogo, numa partida que poderia perfeitamente ter ficado 1-4 ou 1-5. Mas voltemos à partida de ontem.

Domingos, eu não vou estar com meias palavras. Desde 2001/2002 que não me sentia tão entusiasmado com uma equipa do Sporting. Confesso que sou daqueles que defendo que este é o ano zero para esta equipa, e que só na próxima época estaremos em posição de atacar o título. Mas a exibição e, mais importante ainda, o carácter que a equipa hoje demonstrou deixou-me orgulhoso. Acredites ou não, enquanto escrevo isto estou com pele de galinha e com os olhos humedecidos. Não pela derrota, longe disso, apenas por sentir que o Sporting está realmente de volta. E eu não sou o único a sentir isso. Os adeptos estão do teu lado. Há muito tempo eu não via um treinador ser tão apoiado em Alvalade. Nem Boloni, quando foi campeão era tão unânime.

Ir à Luz e ter 5 ou 6 oportunidades claras de golo, demonstra claramente que a equipa está no trilho certo. Eu sei que tens tido muitas limitações. Jogadores como Rinaudo, Izmailov e Jeffren fazem muita falta. Ontem mais ainda. Mas eu sei que tu meu caro Domingos, és capaz de espremer uma equipa ao máximo. Já o provaste em Braga, com aquele brilhante 2º lugar, que em muitos campeonatos anteriores daria o campeonato. Para nem falar da epopeia europeia da época passada.

O nosso início do ano foi titubeante. Domar um leão jovem e ansioso por correr pelos campos não se adivinhou uma tarefa nada fácil. Aquela vitória do Esforço, Dedicação, Devoção e Glória em Paços de Ferreira foi o turning point para esta equipa. Os triunfos contra Guimarães e Lazio, em inferioridade numérica, cimentaram a união entre adeptos e equipa. Somos um só desde aí.

Domingos, tu não queres pôr pressão na equipa. Eu entendo e respeito. A forma como serpenteias a comunicação social, quando te perguntam se nós somos candidatos ao título, faz-me lembrar a maneira como o Capel e o Carrillo passam pelas defesas adversárias. Como já referi em cima, continuo a entender que este é o ano zero, para um clube que sofreu profundas remodelações em todas as áreas do clube. Mas tenho de confessar uma coisa: depois do jogo de hoje, acredito que em Maio estaremos no Marquês de Pombal e em todos os cantos do Mundo onde se fala português, porque nós vamos ser CAMPEÕES. E tu Domingos, que aceitaste este desafio espinhoso que poucos treinadores de topo teriam a coragem de assumir, vais-me ter sempre a teu lado. Porque estar ao teu lado, é estar ao lado Sporting Clube de Portugal e dos seus adeptos.

VIVA O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!


Simplesmente fantástico! Afinal quem somos! Nós somos Sporting Clube de Portugal, não desistimos ao mais pequeno percalço, era o que mais faltava, depois da reles JAULA dizer agora que tudo estava mal, não senhor tal como referes o Sporting está bem e recomenda-se. Também acredito que vamos ser CAMPEÕES.

Força Sporting Clube de Portugal!

Força treinador Domingos!

Muito obrigado, pelo teu fabuloso texto!


:clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap:

23-03-2013 A noite mais feliz da minha vida como Sportinguista.
A partir de agora mandamos nós e o Sporting terá o seu caminho novamente, quero vos agradecer a todos e dizer claramente para que toda a gente oiça:
Viva o Sporting Clube de Portugal! É nosso outra vez!
Palavras do Presidente do Sporting Clube de Portugal, Bruno de Carvalho. Bem haja Presidente!
*** Novembro 27, 2011, 12:02 pm
Caro Domingos,

A probabilidade de leres isto é infima. São 5.25, mas mesmo assim não resisto. Escrevo-te porque tu mais do que ninguém, mereces o nosso apoio. Mesmo que este texto careça de clarividência e eloquência, certamente será rico em sentimento. A minha reacção ao jogo passará apenas por este tópico. Sinceramente, na minha opinião, erraste ao colocar Carriço a trinco. Não que André Santos fosse fazer uma grande diferença, mas sempre é alguém mais rotinado no posto. Mas não é disso que eu venho falar.

Ontem pela primeira em muitos anos, vi um Sporting descomplexado e dominador no campo do seu arqui-rival. A última exibição deste género na Luz, foi em 2005/2006, quando ganhamos 1-3. Nesse jogo eles até estiveram a ganhar, mas depois demos a volta ao jogo, numa partida que poderia perfeitamente ter ficado 1-4 ou 1-5. Mas voltemos à partida de ontem.

Domingos, eu não vou estar com meias palavras. Desde 2001/2002 que não me sentia tão entusiasmado com uma equipa do Sporting. Confesso que sou daqueles que defendo que este é o ano zero para esta equipa, e que só na próxima época estaremos em posição de atacar o título. Mas a exibição e, mais importante ainda, o carácter que a equipa hoje demonstrou deixou-me orgulhoso. Acredites ou não, enquanto escrevo isto estou com pele de galinha e com os olhos humedecidos. Não pela derrota, longe disso, apenas por sentir que o Sporting está realmente de volta. E eu não sou o único a sentir isso. Os adeptos estão do teu lado. Há muito tempo eu não via um treinador ser tão apoiado em Alvalade. Nem Boloni, quando foi campeão era tão unânime.

Ir à Luz e ter 5 ou 6 oportunidades claras de golo, demonstra claramente que a equipa está no trilho certo. Eu sei que tens tido muitas limitações. Jogadores como Rinaudo, Izmailov e Jeffren fazem muita falta. Ontem mais ainda. Mas eu sei que tu meu caro Domingos, és capaz de espremer uma equipa ao máximo. Já o provaste em Braga, com aquele brilhante 2º lugar, que em muitos campeonatos anteriores daria o campeonato. Para nem falar da epopeia europeia da época passada.

O nosso início do ano foi titubeante. Domar um leão jovem e ansioso por correr pelos campos não se adivinhou uma tarefa nada fácil. Aquela vitória do Esforço, Dedicação, Devoção e Glória em Paços de Ferreira foi o turning point para esta equipa. Os triunfos contra Guimarães e Lazio, em inferioridade numérica, cimentaram a união entre adeptos e equipa. Somos um só desde aí.

Domingos, tu não queres pôr pressão na equipa. Eu entendo e respeito. A forma como serpenteias a comunicação social, quando te perguntam se nós somos candidatos ao título, faz-me lembrar a maneira como o Capel e o Carrillo passam pelas defesas adversárias. Como já referi em cima, continuo a entender que este é o ano zero, para um clube que sofreu profundas remodelações em todas as áreas do clube. Mas tenho de confessar uma coisa: depois do jogo de hoje, acredito que em Maio estaremos no Marquês de Pombal e em todos os cantos do Mundo onde se fala português, porque nós vamos ser CAMPEÕES. E tu Domingos, que aceitaste este desafio espinhoso que poucos treinadores de topo teriam a coragem de assumir, vais-me ter sempre a teu lado. Porque estar ao teu lado, é estar ao lado Sporting Clube de Portugal e dos seus adeptos.

VIVA O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!


 :clap: :great:
Por cada LUCÍLIO que cai ... outro na CAPELA se levantara!
*** Novembro 27, 2011, 13:29 pm
Caro Domingos,

A probabilidade de leres isto é infima. São 5.25, mas mesmo assim não resisto. Escrevo-te porque tu mais do que ninguém, mereces o nosso apoio. Mesmo que este texto careça de clarividência e eloquência, certamente será rico em sentimento. A minha reacção ao jogo passará apenas por este tópico. Sinceramente, na minha opinião, erraste ao colocar Carriço a trinco. Não que André Santos fosse fazer uma grande diferença, mas sempre é alguém mais rotinado no posto. Mas não é disso que eu venho falar.

Ontem pela primeira em muitos anos, vi um Sporting descomplexado e dominador no campo do seu arqui-rival. A última exibição deste género na Luz, foi em 2005/2006, quando ganhamos 1-3. Nesse jogo eles até estiveram a ganhar, mas depois demos a volta ao jogo, numa partida que poderia perfeitamente ter ficado 1-4 ou 1-5. Mas voltemos à partida de ontem.

Domingos, eu não vou estar com meias palavras. Desde 2001/2002 que não me sentia tão entusiasmado com uma equipa do Sporting. Confesso que sou daqueles que defendo que este é o ano zero para esta equipa, e que só na próxima época estaremos em posição de atacar o título. Mas a exibição e, mais importante ainda, o carácter que a equipa hoje demonstrou deixou-me orgulhoso. Acredites ou não, enquanto escrevo isto estou com pele de galinha e com os olhos humedecidos. Não pela derrota, longe disso, apenas por sentir que o Sporting está realmente de volta. E eu não sou o único a sentir isso. Os adeptos estão do teu lado. Há muito tempo eu não via um treinador ser tão apoiado em Alvalade. Nem Boloni, quando foi campeão era tão unânime.

Ir à Luz e ter 5 ou 6 oportunidades claras de golo, demonstra claramente que a equipa está no trilho certo. Eu sei que tens tido muitas limitações. Jogadores como Rinaudo, Izmailov e Jeffren fazem muita falta. Ontem mais ainda. Mas eu sei que tu meu caro Domingos, és capaz de espremer uma equipa ao máximo. Já o provaste em Braga, com aquele brilhante 2º lugar, que em muitos campeonatos anteriores daria o campeonato. Para nem falar da epopeia europeia da época passada.

O nosso início do ano foi titubeante. Domar um leão jovem e ansioso por correr pelos campos não se adivinhou uma tarefa nada fácil. Aquela vitória do Esforço, Dedicação, Devoção e Glória em Paços de Ferreira foi o turning point para esta equipa. Os triunfos contra Guimarães e Lazio, em inferioridade numérica, cimentaram a união entre adeptos e equipa. Somos um só desde aí.

Domingos, tu não queres pôr pressão na equipa. Eu entendo e respeito. A forma como serpenteias a comunicação social, quando te perguntam se nós somos candidatos ao título, faz-me lembrar a maneira como o Capel e o Carrillo passam pelas defesas adversárias. Como já referi em cima, continuo a entender que este é o ano zero, para um clube que sofreu profundas remodelações em todas as áreas do clube. Mas tenho de confessar uma coisa: depois do jogo de hoje, acredito que em Maio estaremos no Marquês de Pombal e em todos os cantos do Mundo onde se fala português, porque nós vamos ser CAMPEÕES. E tu Domingos, que aceitaste este desafio espinhoso que poucos treinadores de topo teriam a coragem de assumir, vais-me ter sempre a teu lado. Porque estar ao teu lado, é estar ao lado Sporting Clube de Portugal e dos seus adeptos.

VIVA O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!


F*dasse, estou arrepiado com este teu texto. Concordo com tudo  :great:
O Mundo sabe que, Pelo o teu amor, eu sou doente
Farei o meu melhor, Para te ver, sempre na frente
Irei, onde o coração, me levar E sem receio...
Farei...o que puder Pelo meu Sporting ..... OH OH OH ...
* Novembro 27, 2011, 14:27 pm
Caro Domingos,

(...)

VIVA O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!


eu estou com uma tristeza do caraças pela derrota de ontem, este teu texto (completo) foi o que me conseguiu animar um bocado, obrigado!

E VIVA O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!
***** Novembro 27, 2011, 14:44 pm
Caro Domingos,

A probabilidade de leres isto é infima. São 5.25, mas mesmo assim não resisto. Escrevo-te porque tu mais do que ninguém, mereces o nosso apoio. Mesmo que este texto careça de clarividência e eloquência, certamente será rico em sentimento. A minha reacção ao jogo passará apenas por este tópico. Sinceramente, na minha opinião, erraste ao colocar Carriço a trinco. Não que André Santos fosse fazer uma grande diferença, mas sempre é alguém mais rotinado no posto. Mas não é disso que eu venho falar.

Ontem pela primeira em muitos anos, vi um Sporting descomplexado e dominador no campo do seu arqui-rival. A última exibição deste género na Luz, foi em 2005/2006, quando ganhamos 1-3. Nesse jogo eles até estiveram a ganhar, mas depois demos a volta ao jogo, numa partida que poderia perfeitamente ter ficado 1-4 ou 1-5. Mas voltemos à partida de ontem.

Domingos, eu não vou estar com meias palavras. Desde 2001/2002 que não me sentia tão entusiasmado com uma equipa do Sporting. Confesso que sou daqueles que defendo que este é o ano zero para esta equipa, e que só na próxima época estaremos em posição de atacar o título. Mas a exibição e, mais importante ainda, o carácter que a equipa hoje demonstrou deixou-me orgulhoso. Acredites ou não, enquanto escrevo isto estou com pele de galinha e com os olhos humedecidos. Não pela derrota, longe disso, apenas por sentir que o Sporting está realmente de volta. E eu não sou o único a sentir isso. Os adeptos estão do teu lado. Há muito tempo eu não via um treinador ser tão apoiado em Alvalade. Nem Boloni, quando foi campeão era tão unânime.

Ir à Luz e ter 5 ou 6 oportunidades claras de golo, demonstra claramente que a equipa está no trilho certo. Eu sei que tens tido muitas limitações. Jogadores como Rinaudo, Izmailov e Jeffren fazem muita falta. Ontem mais ainda. Mas eu sei que tu meu caro Domingos, és capaz de espremer uma equipa ao máximo. Já o provaste em Braga, com aquele brilhante 2º lugar, que em muitos campeonatos anteriores daria o campeonato. Para nem falar da epopeia europeia da época passada.

O nosso início do ano foi titubeante. Domar um leão jovem e ansioso por correr pelos campos não se adivinhou uma tarefa nada fácil. Aquela vitória do Esforço, Dedicação, Devoção e Glória em Paços de Ferreira foi o turning point para esta equipa. Os triunfos contra Guimarães e Lazio, em inferioridade numérica, cimentaram a união entre adeptos e equipa. Somos um só desde aí.

Domingos, tu não queres pôr pressão na equipa. Eu entendo e respeito. A forma como serpenteias a comunicação social, quando te perguntam se nós somos candidatos ao título, faz-me lembrar a maneira como o Capel e o Carrillo passam pelas defesas adversárias. Como já referi em cima, continuo a entender que este é o ano zero, para um clube que sofreu profundas remodelações em todas as suas áreas. Mas tenho de confessar uma coisa: depois do jogo de hoje, acredito que em Maio estaremos no Marquês de Pombal e em todos os cantos do Mundo onde se fala português, porque nós vamos ser CAMPEÕES. E tu Domingos, que aceitaste este desafio espinhoso que poucos treinadores de topo teriam a coragem de assumir, vais-me ter sempre a teu lado. Porque estar ao teu lado, é estar ao lado Sporting Clube de Portugal e dos seus adeptos.

VIVA O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!


Enorme!  :clap:
*** Novembro 27, 2011, 17:07 pm
Caro Domingos,

A probabilidade de leres isto é infima. São 5.25, mas mesmo assim não resisto. Escrevo-te porque tu mais do que ninguém, mereces o nosso apoio. Mesmo que este texto careça de clarividência e eloquência, certamente será rico em sentimento. A minha reacção ao jogo passará apenas por este tópico. Sinceramente, na minha opinião, erraste ao colocar Carriço a trinco. Não que André Santos fosse fazer uma grande diferença, mas sempre é alguém mais rotinado no posto. Mas não é disso que eu venho falar.

Ontem pela primeira em muitos anos, vi um Sporting descomplexado e dominador no campo do seu arqui-rival. A última exibição deste género na Luz, foi em 2005/2006, quando ganhamos 1-3. Nesse jogo eles até estiveram a ganhar, mas depois demos a volta ao jogo, numa partida que poderia perfeitamente ter ficado 1-4 ou 1-5. Mas voltemos à partida de ontem.

Domingos, eu não vou estar com meias palavras. Desde 2001/2002 que não me sentia tão entusiasmado com uma equipa do Sporting. Confesso que sou daqueles que defendo que este é o ano zero para esta equipa, e que só na próxima época estaremos em posição de atacar o título. Mas a exibição e, mais importante ainda, o carácter que a equipa hoje demonstrou deixou-me orgulhoso. Acredites ou não, enquanto escrevo isto estou com pele de galinha e com os olhos humedecidos. Não pela derrota, longe disso, apenas por sentir que o Sporting está realmente de volta. E eu não sou o único a sentir isso. Os adeptos estão do teu lado. Há muito tempo eu não via um treinador ser tão apoiado em Alvalade. Nem Boloni, quando foi campeão era tão unânime.

Ir à Luz e ter 5 ou 6 oportunidades claras de golo, demonstra claramente que a equipa está no trilho certo. Eu sei que tens tido muitas limitações. Jogadores como Rinaudo, Izmailov e Jeffren fazem muita falta. Ontem mais ainda. Mas eu sei que tu meu caro Domingos, és capaz de espremer uma equipa ao máximo. Já o provaste em Braga, com aquele brilhante 2º lugar, que em muitos campeonatos anteriores daria o campeonato. Para nem falar da epopeia europeia da época passada.

O nosso início do ano foi titubeante. Domar um leão jovem e ansioso por correr pelos campos não se adivinhou uma tarefa nada fácil. Aquela vitória do Esforço, Dedicação, Devoção e Glória em Paços de Ferreira foi o turning point para esta equipa. Os triunfos contra Guimarães e Lazio, em inferioridade numérica, cimentaram a união entre adeptos e equipa. Somos um só desde aí.

Domingos, tu não queres pôr pressão na equipa. Eu entendo e respeito. A forma como serpenteias a comunicação social, quando te perguntam se nós somos candidatos ao título, faz-me lembrar a maneira como o Capel e o Carrillo passam pelas defesas adversárias. Como já referi em cima, continuo a entender que este é o ano zero, para um clube que sofreu profundas remodelações em todas as suas áreas. Mas tenho de confessar uma coisa: depois do jogo de hoje, acredito que em Maio estaremos no Marquês de Pombal e em todos os cantos do Mundo onde se fala português, porque nós vamos ser CAMPEÕES. E tu Domingos, que aceitaste este desafio espinhoso que poucos treinadores de topo teriam a coragem de assumir, vais-me ter sempre a teu lado. Porque estar ao teu lado, é estar ao lado Sporting Clube de Portugal e dos seus adeptos.

VIVA O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!


 :clap: :clap: :clap:

Excelente texto!

Era tudo o que eu queria escrever.

Vamos embora LEÕES!!!
"4.º Nunca digas mal do que não possas fazer melhor; a crítica é fácil, mas prejudica quando imerecida e perdes o direito moral de falar se não puderes realizar aquilo que amesquinhas.
8.º Quando o Sporting disputa em campo a vitória, o teu silêncio é um crime; nunca insultes o adversário, mas incita os teus fazendo-lhes sentir o apoio moral da tua presença." - Os dez mandamentos do Sportinguista (Salazar Correia)
* Novembro 27, 2011, 18:50 pm
Caro Domingos,

(...)

VIVA O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!


eu estou com uma tristeza do caraças pela derrota de ontem, este teu texto (completo) foi o que me conseguiu animar um bocado, obrigado!

E VIVA O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!

Aliás, o texto do Junky devia ir para o "Redacção Porta 10-A" intitulado "Carta Aberta a Domingos Paciência" ou coisa que o valha!
***** Novembro 27, 2011, 20:29 pm
Caro Domingos,

(...)

VIVA O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!


eu estou com uma tristeza do caraças pela derrota de ontem, este teu texto (completo) foi o que me conseguiu animar um bocado, obrigado!

E VIVA O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!

Aliás, o texto do Junky devia ir para o "Redacção Porta 10-A" intitulado "Carta Aberta a Domingos Paciência" ou coisa que o valha!

Sintam-se à vontade para o colocar lá. Honestamente não sei qual é o critério para um texto ir para a "Redacção Porta 10-A" (se é que o há!) ou se basta simplesmente que eu abra o tópico.

Como referi no próprio texto, dado o adiantado da hora, a eloquência do texto não é a melhor (e nem faz sentido mudá-lo agora), mas o sentimento está lá.  

 :great:
* Novembro 27, 2011, 23:02 pm
Eu acho que o Domingos DEVIA ler este texto! Acho urgente que ele sinta que estamos todos com ele e com a equipa!

Parabéns Junky! Grande post!
****** Novembro 27, 2011, 23:29 pm
Junky, eu vou mais longe: ninguém acredita em mim e vão-me chamar burro, mas eu acredito que entramos em 2012 já em primeiro lugar...

Grande texto!
''You have forgotten who you are and so have forgotten me. Look inside yourself, Simba. You are more than what you have become. You must take your place in the Circle of Life.'' Mufasa, Lion King, 1994

''These are dark times, there is no denying. Our world has perhaps faced no greater threat than it does today. But I say this to our citizenry: We, ever your servants, will continue to defend your liberty and repel the forces that seek to take it from you!'' Rufus Scrimgeour, Minister for Magic
* Novembro 28, 2011, 00:45 am
Uma boa leitura. :great:

Eu já carreguei no botão "Gosto" (no final do texto inicial)... e vocês? ;)
***** Novembro 28, 2011, 00:52 am
Concordo em absoluto com a tua análise Junky. Não via um Sporting assim à muitos anos!!

O Sporting está de volta.
*** Novembro 28, 2011, 01:39 am

O SPORTING e os sportinguistas são únicos, inigualáveis!

E se, em anos maus, defendem e acreditam no seu clube, o que dizer numa época como esta em que, é mais do que evidente, que temos pessoas com vontade e capacidade, para envergar a nossa camisola.

Parabéns, Junky! Força, Leões! Vivemos uma hora de desalento, a sorte não nos acompanhou, mas, com raça leonina, o futuro será radioso, a curto prazo!

Todos unidos, seremos imparáveis!
Forever? só o meu amor por ti, SPORTING!!!
*** Novembro 28, 2011, 08:25 am
 È de facto importante mostrar a Domingos assim com a toda a equipa que  " nòs " os socios e adeptos em geral do SPORTING CLUBE de PORTUGAL  estamos com eles , isto se eles continuarem a mostrar raça e ambiçao ; apoiar indo ao estàdio em grande numero jà no proximo jogo està entre as melhores  formas de  demonstrar !     
Ter garra para escrever o futuro !
***** Novembro 28, 2011, 08:53 am
Se alguem quiser puder/quiser/conseguir levar o texto ao Domingos não se iniba. Por mim, não há problema. Penso que é um estado de espírito partilhado pela grande maioria dos adeptos, perceptível aliás não só no fórum, mas por toda a blogosfera.
* Novembro 28, 2011, 09:37 am

Muito bom @Junky. :great: :great:
Parabéns.
Perfilho todo o teor e sentir do mesmo! :clap: :clap: :clap:
QUERO    UM   SPORTING
CREDÍVEL  -  LIMPO  -  AMBICIOSO
***** Novembro 28, 2011, 10:35 am
Uma boa leitura. :great:

Eu já carreguei no botão "Gosto" (no final do texto inicial)... e vocês? ;)

 :great:
A continuidade e a sua credibilidade trouxeram-nos a esta triste realidade. Basta!