Complexo Alvalade XXI - Estádio José Alvalade

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.


@Alex Nogueira, essa foto foi tirada de pé.

Sentado, tal como temos o estádio, já ficas com as linhas laterais obstruídas pelos gradeamentos, porque não quiseram ultrapassar a inclinação de 35º.

Isso obrigaria a corrimãos de segurança nas bancadas estilo Bessa, Mestalla, etc. e eles não quiseram.

Yep. Só serve para mostrar que a diferença real, pela perspectiva, é mínima.

Mas a solução que defendo (semelhante à do Arena de Amsterdam - estrutura metálica, complementada por elementos de betão pré-moldado ou lajes colaborantes) tem custos semelhantes e vantagens bem maiores.

O que eu quero é ver aquele buraco nojento tapado de uma vez por todas e uma ligação franca entre as bancadas e o relvado!  :great:
Não percebo muito bem o que se está a passar neste tópico nem percebo bem o problema que se está a criar.

Vou-me explicar:
1. O fosso é horrível, é perigoso e diminui o impacto do estádio.
2. A solução do problema fosso não é neste momento uma prioridade.
3. Se alguma vez essa oportunidade existir existem diferentes hipóteses, as mais faladas: 1. simplesmente o cobrir e aumentar a zona funcional; 2. colocar lugares com ou se rebaixamento do relvado.
4. Colocar lugares é a minha favorita, mesmo sabendo que os lugares têm péssima visibilidade e não ficam cobertos.
5. Justifico a minha opção por achar que mesmo sendo maus lugares, se o clube tiver sucesso desportivo e ao preço certo esses lugares serão razoavelmente ocupados. Se o clube assim o entender, esses lugares até podem ser oferecidos a n instituições de n tipos.

É a minha escolha pessoal, na damais. de tudo o que li no tópico e das vezes que fui ao estádio, não me parece uma hipótese assim tão complicada mesmo sabendo que os lugares são maus. Por isso seriam baratos.
Não percebo muito bem o que se está a passar neste tópico nem percebo bem o problema que se está a criar.

Vou-me explicar:
1. O fosso é horrível, é perigoso e diminui o impacto do estádio.
2. A solução do problema fosso não é neste momento uma prioridade.
3. Se alguma vez essa oportunidade existir existem diferentes hipóteses, as mais faladas: 1. simplesmente o cobrir e aumentar a zona funcional; 2. colocar lugares com ou se rebaixamento do relvado.
4. Colocar lugares é a minha favorita, mesmo sabendo que os lugares têm péssima visibilidade e não ficam cobertos.
5. Justifico a minha opção por achar que mesmo sendo maus lugares, se o clube tiver sucesso desportivo e ao preço certo esses lugares serão razoavelmente ocupados. Se o clube assim o entender, esses lugares até podem ser oferecidos a n instituições de n tipos.

É a minha escolha pessoal, na damais. de tudo o que li no tópico e das vezes que fui ao estádio, não me parece uma hipótese assim tão complicada mesmo sabendo que os lugares são maus. Por isso seriam baratos.

Ou seja... percebeste tudo o que interessa!  :great:  :beer:
Se fecharem, duvido que seja em metal / betão.

Ficava muito pesado e duvido que a estrutura do que está por baixo (e dos lados!) aguente. Isso normalmente não é projectado para aguentar mais do que o necessário + segurança, e se fosse assim tão fácil já tinha sido feito. Teriam de ir reforçar fundações e placas e isso não é impossível, mas €€€€€€€€(€).

E fazer em metal / betão depois não se pode usar o fosso para nada. Neste momento, até é usado para várias coisas. Teria de ser uma estrutura bem mais leve e que fosse "retirada" facilmente e isso também é €€€€. Mas sem dúvida uma solução melhor.

Na melhor das hipóteses, uma solução mista. Partes em metal / betão (se aguentar) e partes em estrutura metálica. Isto assim pelo que vejo, até sei algumas coisas do assunto mas não sou engenheiro civil para saber realmente.

Não vejo a meterem mais cadeiras ou a rebaixar o relvado. Pelo que vi e pelo que me disseram, traz zero benesses.
Tretas. O fosso surgiu do grande complexo que os 'Nobres' tinham em lidar com o 'Povo'. Em quantos estádios do Mundo há concertos e quantos deles têm fosso?

Isso é fácil: de raiz, a Arena de Amesterdão.

Que é um projecto irmão do do nosso. Ambos da Ballast Nedam, ambos com a mesma configuração e ambos com os mesmos problemas, nomeadamente a existência de fosso e o relvado escondido entre as bancadas criando-lhe problemas.

Não h
Se fecharem, duvido que seja em metal / betão.

Ficava muito pesado e duvido que a estrutura do que está por baixo (e dos lados!) aguente. Isso normalmente não é projectado para aguentar mais do que o necessário + segurança, e se fosse assim tão fácil já tinha sido feito. Teriam de ir reforçar fundações e placas e isso não é impossível, mas €€€€€€€€(€).


Não há nada debaixo do fosso, é chão e esta é a solução:




As estruturas deste tipo são leves, e exercem pouca carga nas bases. Têm altíssima resistência e permitem grandes vãos livres e modelação com poucos transtornos e custos reduzidos. Respondem tão bem ou melhor que a estrutura existente a impactos, torsões, vibrações, sismos.

Só falta o fundamental:

1 ou 2 milhões de euros. E nem precisas de esperar por nenhuma paragem porque o fosso já é uma zona praticamente sem uso.

Es gibt nichts schlimmeres als die fleißigen Dummen!
O multidesportivo já está em remodelação, ou essa mesma remodelação só acontecerá depois do Pavilhão estar pronto ?

Quanto à remodelação do estádio, nomeadamente em termos de fosso, cadeiras, relvado, até o próprio exterior do estádio, só irá avançar, depois do terminar as obras do pavilhão + multidesportivo, a não se que entretanto avance a venda do "naming", algo que poderia acelerar o processo.

Uma remodelação de fundo, poderia custar outro pavilhão João Rocha, mas visto o estádio ( infelizmente ) ser propriedade da SAD ( penso estar correcto ), será mais fácil avançar com o dinheiro.

Já foram por aqui faladas muitas soluções, o próprio Bruno Carvalho, certamente estará ao corrente de todas as opções e dos custos a elas associados, e deve desejar tanto quanto nós que essa tão desejada remodelação aconteça.

O fosso é uma aberração. Nem que se tape de maneira simples, como o Viridis avançou, com relva artificial por cima, para que permita no minimo os jogadores festejarem com os adeptos nos golos, fim dos jogos, etc.

O Relvado será o principal problema e o de mais complicada resolução. Não sei se tem ou não solução. Não sei se são precisos €uros para investir num bom relvado, mas penso que seja a principal prioridade no fim da época.
A prioridade é o relvado e as cadeiras, o fosso era bom que não existisse mas também se o problema é a distância para o relvado no antigo havia uma pista de atletismo e a distância ainda era maior. Na bancada B nem se fala, há lá partes que nem vale a pena descrever, nomeadamente ditas escadas. Os acabamentos em camarotes e onde os serviços do Clube funcionam são pobres e feios. A própria decisão, como revelou a auditoria, de construir o Estádio num sítio diferente do antigo custou milhões ao Clube, deu toda a vantagem à CML nas negociações e saímos prejudicados. O acesso dos autocarros e alguma da decoração exterior, no words. Enfim... obrigado Roquette, Dias da Cunha e Godinho. :wall:

Salva-se o desenho do Estádio que, para mim, acaba por ser dos mais bonitos em Portugal.
eu tive a oportunidade de ficar na fila 1 quando fui ver o jogo para a taça contra o venfique e digo já que não gostei do angulo de visão, demasiado em baixo.

se for para realmente tapar o fosso, tem de se baixar o campo obrigatoriamente. ou então não estou a ver como é possível.

e concordo que antes disso, é mais importante o relvado e as cadeiras...(cadeiras azuis?  :inde:)
eu tive a oportunidade de ficar na fila 1 quando fui ver o jogo para a taça contra o venfique e digo já que não gostei do angulo de visão, demasiado em baixo.

se for para realmente tapar o fosso, tem de se baixar o campo obrigatoriamente. ou então não estou a ver como é possível.

e concordo que antes disso, é mais importante o relvado e as cadeiras...(cadeiras azuis?  :inde:)
Basta umas placas, nem tens de mexer no relvado.
Para por bancada, já tinha de se mexer.
eu tive a oportunidade de ficar na fila 1 quando fui ver o jogo para a taça contra o venfique e digo já que não gostei do angulo de visão, demasiado em baixo.

se for para realmente tapar o fosso, tem de se baixar o campo obrigatoriamente. ou então não estou a ver como é possível.

e concordo que antes disso, é mais importante o relvado e as cadeiras...(cadeiras azuis?  :inde:)
Basta umas placas, nem tens de mexer no relvado.
Para por bancada, já tinha de se mexer.
acho que não me fiz entender ou então percebi-te mal xD

o que quis dizer é que na primeira fila já se está demasiado em baixo, não gostei nada e não recomendo a fila 1.

ao colocares mais bancadas, baixas ainda mais a visão certo?

solução parece-me baixar o relvado.
Nos jogos normais esses lugares não são necessarios, as pessoas sobem na bancada para os lugares disponiveis.

Nos jogos grandes e que tenham interesse, nem que as cadeiras fossem dentro do fosso iam esgotar. Imaginem o Sporting-boifica a decidir o campeonato?! Até em cima da pala iam haver pessoas!!!

O estádio tem de ser composto, ponto! Aceito, compreendo e concordo, que com a urgencia de dinheiro que tinhamos, a necessidade de canalizar os nossos humildes recurosos para questões de sobrevivencia do Clube, esta não seja uma prioridade.

Mas depois de sanear as contas, depois do sucesso desportivo (que sei que vai chegar com esta direcao), não espero nada menos do que uma CASA digna, que nos orgulhe, que nos encha a alma. Com o tempo iremos ter tudo que merecemos!
Alguém com os desenhos técnicos do estádio? Em particular uma secção que mostre o fosso, um perfil com a relação entre as bancadas e o campo?
"Ser bom não é ser bombom"
Já agora, Há um conceito técnico que tem que ser repetido em todas as páginas:
O RELVADO NUNCA SERÁ REBAIXADO porque a sua visibilidade a partir de todo o anel de bancadas B ficaria ainda mais comprometida do que já está:
É incontornável. Não pode nem nunca será rebaixado. Totalmente fora de questão.
Há realmente por aqui muitos conceitos. São é, na sua grande maioria, pseudo-técnicos. O que é lamentável, porque induzem em erro quem não sabe. E muitos deles foram introduzidos por alguém que se sente "muito técnico", apesar de graves e patentes falhas de abordagem... técnica.
Exemplifico com uma imagem que mostra a amarelo as "4 linhas" do campo actual e a branco as linhas do campo rebaixado 90cm, a partir de uma perspectiva na zona mais desfavorável da Bancada B.

Ou seja, o "incontornável" talvez não seja assim tão... incontornável!
Mas vou mais longe: por um custo similar, nem isso teria que ser feito, podendo optar-se pela solução que o Arena de Amsterdam optou, por enfermar do mesmo mal (introduzido não pelo Taveira, mas sim pela Ballast Neddam ainda em estudo prévio).
É uma solução "barata", que não rebaixa o campo, que recorre a um sistema estrutural misto (aço / betão pré-moldado), que resolve acessos, circulações inferiores, tipo de ocupação, obstáculos visuais, etc, etc.
(...)
Infelizmente como o @one_o_six acabou de explicar, rebaixar relvado, acrescentar filas onde está o fosso são ideias giras mas impossíveis de concretizar, face à realidade estrutural do estádio.
(...)
Não explicou nada e muito menos em relação a "realidade estrutural" nenhuma!
O @one_o_six , como faz há meses, apenas se limitou a debitar mais uma generalidade opinativa. Um registo avinagrado não basta para alterar a qualidade do conteúdo!
Desde que Bruno de Carvalho disse na AG que este assunto não era prioritário (algo que a generalidade compreendeu e aceitou), incluiu-o na sua espécie de Index Prohibitorum de assuntos e, qual Inquisição, não sai de cima, tipo troll, mesmo que para isso tenha que recorrer ao mesmo tipo de birras infantis que depois tenta imputar aos outros!
Obviamente, isso é problema entre ele (e, eventualmente, a moderação). Para os demais, a unica coisa saudável a fazer é borrifarmo-nos, com "c"... e de alto!
Não é um crime de lesa-pátria, não é incómodo ou perturbador para o clube, não é sequer descabido (bem pelo contrário!) e muito menos ilegítimo.
É muito preocupante para demasiada gente (quer os "palhaços" a que ele se refere, quer os outros - quem sabe... "palhaços" também) pela aberração que é, em todos os aspectos, mas também por aquilo que representa, tem solução (!!!) pelo que, evidentemente vai continuar a ser discutido.
E, um dia destes, quando a direcção achar que já tem condições para o fazer, irá fazê-lo.
Tal como, apesar das restrições financeiras, afectou quase meio milhão de euros para uma intervenção de adaptação e remodelação noutra peça do património que lhe cabe gerir: o Multidesportivo.
Na altura certa, pelo preço de meio Slavchev, também o Estádio receberá a sua intervenção de adaptação!
Até lá, grande parte dos sportinguistas não irá deixar de se indignar cada vez que tem que olhar para aquele nojo de "buraco" nem deixar, por isso, de insistir no seu fecho.
Bruno de Carvalho, também não gosta. Quando puder, irá fechá-lo!
Também gostava de saber o futuro com essa certeza, incluindo a chave do Euromilhões...

Ora bem, voltamos à argumentação tipo «porque sim».
«Quero aquilo assim, por isso tem que ser viável».
Nada como um detentor da verdade para colocar ordem na discussão!

Alguns comentários:
Quanto às tais linhas, eu não vejo a mais próxima de mim. Pode ser que alguém mais alto (ou com uma bilha maior, que o faça ficar sentado mais alto) a veja, mas eu não vejo. Seja a amarela ou a outra, eu não vejo. Essa foto foi tirada com o fotógrafo em pé, isso é pura demagogia.
Lembro-me, por exemplo, dos jogos Portugal-Holanda e Portugal-Espanha, em que, quando havia um pontapé de canto na linha de fundo a Sul, toda a gente se levantava, para poder ver o lance. Até os holandeses, que eram em media bastante altos!
(mas não não, eu é que não percebo nada)

Quanto à impossibilidade de rebaixar o relvado por questões de visibilidade, além dos vários croquis aqui afixados mais lá para o início do tópico, existem também as palavras, nesse sentido, do presidente em AG; ou seja, pelos vistos não sou só eu quem o afirma...

Essa teoria da conspiração dentro da teoria da conspiração, segundo a qual eu não quero fechar o fosso, é, no mínimo infantil. Não conseguindo rebater os argumentos, ataca-se o argumentador.

Não sei mesmo porque carga de água é que há iluminados que pensam que mais ninguém antes deles estudou o assunto. E, a partir daí, concluem que é tudo uma questão de falta de vontade.
Nada mais errado... Ninguém gosta daquilo assim, mas a realidade é-o, realidade.
 
No início deste tópico foram apresentadas várias soluções. Mas quem acha que sabe tudo não quer saber delas, pois, como sabe tudo, o que provém doutros não interessa.
Mas o «porque sim» não prova que tenham razão.
 
O fosso existe porque não é possível fechá-lo de qualquer maneira, sem mais nem menos. Se fosse já o teriam feito.
Porque pensam que as inscrições que P. P. Cristóvão abriu, para hipotéticos lugares sentados no fosso, ficaram a zero?

Colocar lugares sentados no fosso não faz sentido, pois não terão visibilidade. Não sou o único que foi às primeiras filas constatar isso (ao contrário de quem diz que é viável).
Rebaixar o relvado comprometeria a visibilidade nas bancadas B. OK, o pessoal com mais de 1,85 acha que não, mas isso nem merece comentários.
 
Mas eu é que não tenho razão, «porque sim».
«Opiniões divergentes não significam ataques pessoais»
Que é um projecto irmão do do nosso. Ambos da Ballast Nedam, ambos com a mesma configuração e ambos com os mesmos problemas, nomeadamente a existência de fosso e o relvado escondido entre as bancadas criando-lhe problemas.



@joaommx, não é um projecto irmão. É um projecto "pai" ou percursor do nosso. Com problemas bem identificados, embora também com vantagens bem identificadas. Foi alvo de ligeiras modificações, foi depois alvo de outras alterações (graças a mudanças na lei), houve características importantes que ficaram de fora (tecto), mas o nosso foi inspirado.

Aliás, a empresa continua bastante orgulhosa dos seus feitos, tanto que na apresentação do novo projecto, quanbdo querem demonstrar a sua experiência e conhecimento, nem é a ArenA que aparece, embora continue a ser a menina dos olhos da empresa (quer dizer, aparecer, aparece, mas não é a imagem de capa): http://www.plugandplaycoremagazine.com/m/magstream/ballastnedam/site/?utm_referrer=https%3A%2F%2Fwww.google.pt%2F#!6-Use

Se procurarem por outros projectos da empresa, até mais recentes, a filosofia pouco se altera. E nem vai muito além da filosofia dos estádios modernos, quase todos com problemas a nível de relvado.



Edit: aliás, não sei se já viste alguns dos projectos e projectos de projectos de novos estádios italianos (discussão já com alguns anos e apenas a Juventus avançou), mas olhando a alguma ideias... Não estou a ver os projectos da Roma (muito bom) ou da Lázio terem menores dificuldades com a circulação de ar. E apesar de gostar muito daquela ideia da ARUP para o novo estádio do Milan, apesar de eles terem tido esse cuidado no "Ninho de pássaro" (onde a circulação de ar e exposição solar foram pensadas), não estou bem a ver como terá maior arejamento do relvado. Ou exposição solar (embora até pareça que eles não se esqueceram disso).

http://www.architectsjournal.co.uk/news/arup-reveals-plans-for-ac-milan-stadium/8678194.article
« Última modificação: Janeiro 05, 2016, 10:15 am por Ravanelli »
“A lot of football success is in the mind. You must believe you are the best and then make sure that you are.” - Bill Shankly
A mim não me admira nada que se agarrem a esse modelo de estádio. É sem dúvida um dos mais belos modelos de estádio que já vi. Só tem um defeito, o tal fosso. No caso do nosso, a selecção das cores tem tanta polémica porque o pessoal queria mais verde e menos tudo o resto, não porque é feio.

Lembro-me da primeira e última vez que fui à luz porque um amigo lampião me deu bilhetes para ir com ele ver um jogo qualquer, e assim a meio perguntou-me o que eu achava e eu disse-lhe que parecia um imponente berço. Não gostou. O do Porto não vi durante um jogo, mas vi-o por fora e por dentro vazio e não tem identidade nenhuma.
Começaram as obras no multidesportivo. Pinturas das paredes nas escadas de acesso.
Aliás, a empresa continua bastante orgulhosa dos seus feitos, tanto que na apresentação do novo projecto, quanbdo querem demonstrar a sua experiência e conhecimento, nem é a ArenA que aparece, embora continue a ser a menina dos olhos da empresa (quer dizer, aparecer, aparece, mas não é a imagem de capa): http://www.plugandplaycoremagazine.com/m/magstream/ballastnedam/site/?utm_referrer=https%3A%2F%2Fwww.google.pt%2F#!6-Use

Se procurarem por outros projectos da empresa, até mais recentes, a filosofia pouco se altera. E nem vai muito além da filosofia dos estádios modernos, quase todos com problemas a nível de relvado.

A União Soviética também achava que tinha construido sociedades perfeitas e continuou a vender o modelo até ao fim. :mrgreen:

É uma grande empresa, mas do ponto de vista do espectáculo de futebol a arena de Amsterdão é uma das referências internacionais do que não se pode repetir. Um desastre absoluto e não sou só eu que o digo.

Es gibt nichts schlimmeres als die fleißigen Dummen!
Começaram as obras no multidesportivo. Pinturas das paredes nas escadas de acesso.

Quem passar por lá tire umas fotografias e partilhe connosco. :great: