Fórum SCP

Rui Jordão

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Procurei e não encontrei o tópico "Rui Jordão"!





No Sporting Clube de Portugal de 1977 a 1986

2 Campeonatos Nacionais (1979/80 e 1981/82)
2 Taças de Portugal (1977/78 e 1981/82)
1 Supertaça (1981/82)
1 Bota de Prata (1979/80)


279 jogos / 187 golos no Sporting Clube de Portugal.

Internacionalizações: 43 jogos / 15 golos



Já escrevi esta historia por uma vez aqui no fórum... :

A memoria deve ter falhas, mas devia ser um dos primeiros jogos da época 86/87,  estádio José Alvalade, superior sul, eu com os meus tenros 9 anos, pergunto ao meu padrinho de baptismo, de sócio, de tudo..., "O Jordão não joga?!" ; ele responde, "O Jordão já não joga no Sporting..." .
Como me lembro da historia chorei o jogo todo...





[youtube=650,535]http://www.youtube.com/watch?v=m2fFkxhg1W8&feature=related[/youtube]




« Última modificação: Novembro 20, 2011, 19:41 pm por CrashVegas »

Muito gostava eu de o ver jogar.
O FELINO Jordas.
E fazer parelha com o seu compadre( e meu grande ídolo ) MANEL.
QUERO    UM   SPORTING
CREDÍVEL  -  LIMPO  -  AMBICIOSO
Tive ocasião de conviver (pouco) com ele há uns 8 anos quando o filho dele, o Diogo, e a minha filha andaram na mesma turma (1º ano).

A simplicidade em pessoa.

Que grande jogador que ele era. Nunca mais me esqueço do último jogo do campeonato de 1971/1982, em que jogámos contra a União de Leiria no velhinho Estádio José Alvalade, e em que o Rui Jordão se sagrou o melhor marcador do campeonato.

Bons tempos, bons tempos.
Gêbêeme, suponho que queiras dizer 1979/1980. Aí o jogo do titulo foi com o União de Leiria e ganhámos 3-0
Em 81/82 o jogo do título foi com o Rio Ave e ficou 7-1

Jordão foi um dos meus primeiros ídolos de futebol. Até tentava imitá-lo a festejar os golos, levantando os braços alternadamente até ficar estático junto à rede com o direito no ar e o indicador destacado.
Finíssimo, esguio e letal em frente às redes. Quando soube que passara pelos lamps, fiquei triste com essa mancha no cv, mas o sentido tinha sido o correcto. Com o Manuel Fernandes formava uma dupla terrível. Marcava de pé, cabeça e batia penaltys de forma muito inteligente, com o redes para um lado e a bola para o outro.

No Europeu de 84 foi ofuscado pela imprensa lampiónica, para quem Chalana e o 6 dedos eram os deuses, únicos (ou quase) que, com Jordão, não provinham dos corruptos. O jogo das meias com a terrível e caseira França foi fabuloso. A equipa dos monstros Platini, Giresse e, o meu preferido, Jean Tigana tremeu, e de que forma, com os excelentes golos do Jordão, cuja execução ainda tenho na memória. Muito mais do que em 2000 ou 2006, tivemos em 84 o pássaro na mão, graças à classe de um grande finalizador. E estávamos em 84, não havia cá Figos, nem Cristianos, nem portugueses a brilhar nas grandes ligas europeias. E eu nunca tinha visto Portugal numa fase final de uma competição e ainda tive de esperar uns 10 anos para começar a ver com regularidade.

A última vez que vi o Jordão foi no jogo antes nas eleições de SAM/FSF. Estava na porta 4 a distribuir folhetos. Temi parecer muito infantil estar a pedir-lhe um autógrafo...
Gêbêeme, suponho que queiras dizer 1979/1980. Aí o jogo do titulo foi com o União de Leiria e ganhámos 3-0
Em 81/82 o jogo do título foi com o Rio Ave e ficou 7-1
Jordão foi um dos meus primeiros ídolos de futebol. Até tentava imitá-lo a festejar os golos, levantando os braços alternadamente até ficar estático junto à rede com o direito no ar e o indicador destacado.
Finíssimo, esguio e letal em frente às redes. Quando soube que passara pelos lamps, fiquei triste com essa mancha no cv, mas o sentido tinha sido o correcto. Com o Manuel Fernandes formava uma dupla terrível. Marcava de pé, cabeça e batia penaltys de forma muito inteligente, com o redes para um lado e a bola para o outro.

No Europeu de 84 foi ofuscado pela imprensa lampiónica, para quem Chalana e o 6 dedos eram os deuses, únicos (ou quase) que, com Jordão, não provinham dos corruptos. O jogo das meias com a terrível e caseira França foi fabuloso. A equipa dos monstros Platini, Giresse e, o meu preferido, Jean Tigana tremeu, e de que forma, com os excelentes golos do Jordão, cuja execução ainda tenho na memória. Muito mais do que em 2000 ou 2006, tivemos em 84 o pássaro na mão, graças à classe de um grande finalizador. E estávamos em 84, não havia cá Figos, nem Cristianos, nem portugueses a brilhar nas grandes ligas europeias. E eu nunca tinha visto Portugal numa fase final de uma competição e ainda tive de esperar uns 10 anos para começar a ver com regularidade.

A última vez que vi o Jordão foi no jogo antes nas eleições de SAM/FSF. Estava na porta 4 a distribuir folhetos. Temi parecer muito infantil estar a pedir-lhe um autógrafo...

 :-[ :-[ :-[ :-[

Claro que foi o jogo do campeonato de 1979/1980...  ^-^ ^-^ ^-^

Na União de Leiria jogava na baliza o Padrão, que foi das nossas escolas. Nesse jogo, jogou todo equipado de vermelho, o sacana, mas não deixou de levar com 3 batatas lá dentro.

Sabes o que é? Isto de estar no emprego a "postar" comentários...

Obrigado pela correcção, @ farinha.  :great:

Quanto à meia-final do Euro 1984, ainda me lembro daquele golo do Jordão num remate meio enrolado com o Joel Bats a ver a bola a entrar ao ângulo sem poder fazer nada.

Quando o Jordão fez o 2-1, dei um grito tão grande e um salto tão grande em cima do sofá da sala que bati com a cabeça no tecto. A minha mãe até pensou que eu estava maluco. Ainda por cima, iamos ganhar com os golos dum jogador do Sporting Clube de Portugal...

Como é que é possível estarmos a ganhar tendo marcado no prolongamento e deixarmos que um desconhecido dum Domergue desta vida, que nunca mais ouvimos falar dele, marcasse dois golos?
« Última modificação: Setembro 23, 2011, 08:58 am por Gêbêeme »
Jordão, que trocou a bola pelo pincel, é um dos maiores. Jogou no outro lado da estrada, é verdade, mas a sua casa é verde-e-branca.

Jordão e Manuel Fernandes, dupla temível.
Boa Tarde,
È com enorme prazer que vou acrescentar algo mais a este tópico, ainda por cima tratando-se de Rui Manuel Trindade Jordão, um jogador com uma classe fina, pés de lá.
Lembro-me de um jogo em Alvalade com o Feynord da Holanda, cruzamento da direita e sem a bola tocar no chão á meia volta estoura para um golo soberbo, belissimo e claro está aqueles dois golos aos franceses.
São estes jogadores que o Clube necessita acarinhar, manter perto das estruturas, exemplos para os mais novos do que é o Sportinguismo na sua virtude.
Saudações Leoninas,
Paulo Fontes :victory:
Uma camisola dele do fim dos anos 70:



Hoje em dia, é pintor! Este link é para algumas obras dele:

http://www.9arte.com/cache/Artist_%7BAB848EF8-5675-49AE-B5B7-D3C2B25244CC%7D_Artwork_p0.html


Desculpa,  mas usada pelo próprio Rui Jordão?!

Se sim a minha inveja  :-[
Se não, mas original a data, os meus parabéns  :great:
sim  :great:

vai ver o meu site (na minha assinatura), ou se quiseres ver só as camisolas de jogo identificadas, vai logo a secção dedicada aos jogadores do Sporting
Gêbêeme, suponho que queiras dizer 1979/1980. Aí o jogo do titulo foi com o União de Leiria e ganhámos 3-0
Em 81/82 o jogo do título foi com o Rio Ave e ficou 7-1
Jordão foi um dos meus primeiros ídolos de futebol. Até tentava imitá-lo a festejar os golos, levantando os braços alternadamente até ficar estático junto à rede com o direito no ar e o indicador destacado.
Finíssimo, esguio e letal em frente às redes. Quando soube que passara pelos lamps, fiquei triste com essa mancha no cv, mas o sentido tinha sido o correcto. Com o Manuel Fernandes formava uma dupla terrível. Marcava de pé, cabeça e batia penaltys de forma muito inteligente, com o redes para um lado e a bola para o outro.

No Europeu de 84 foi ofuscado pela imprensa lampiónica, para quem Chalana e o 6 dedos eram os deuses, únicos (ou quase) que, com Jordão, não provinham dos corruptos. O jogo das meias com a terrível e caseira França foi fabuloso. A equipa dos monstros Platini, Giresse e, o meu preferido, Jean Tigana tremeu, e de que forma, com os excelentes golos do Jordão, cuja execução ainda tenho na memória. Muito mais do que em 2000 ou 2006, tivemos em 84 o pássaro na mão, graças à classe de um grande finalizador. E estávamos em 84, não havia cá Figos, nem Cristianos, nem portugueses a brilhar nas grandes ligas europeias. E eu nunca tinha visto Portugal numa fase final de uma competição e ainda tive de esperar uns 10 anos para começar a ver com regularidade.

A última vez que vi o Jordão foi no jogo antes nas eleições de SAM/FSF. Estava na porta 4 a distribuir folhetos. Temi parecer muito infantil estar a pedir-lhe um autógrafo...



Um vídeo desse dia  :dance:

[youtube=650,535]http://www.youtube.com/watch?v=pZ0DhPWNI6Y&feature=related[/youtube]
Já tinha comentado que este tópico fazia muita falta. Obrigado por o terem aberto! :clap:

Dos melhores avançados que vi jogar no Sporting, e o meu maior ídolo de infância no futebol do Clube. Pena em muitas das épocas em que jogou no clube a equipa globalmente não estar à altura da sua qualidade. Tivessem as equipas em todas as épocas jogadores como Mészáros (melhor guarda-redes que vi jogar no Sporting, superior a Damas e a Schmeichel) ou Keita, e muito mais títulos teriam sido festejados. Infelizmente os registos vídeos das suas actuações, sobretudo pelo Clube, são algo raros, mas a simples menção do seu nome desperta em mim sentimentos de nostalgia, não só da minha infância / adolescência, mas também de uma época em que todos os sonhos pareciam possíveis, mesmo que a realidade acabasse muitas vezes por se revelar pouco luminosa. Obrigado, Rui Manuel Trindade Jordão! :great:
Saudades do futuro.
Parabéns Grande Jordão!
Em frente SPORTING!
Parabens,para o Jordão.   :beer:
Abaixo a corrupção,tanto no desporto como na politica!!!
O Sporting Clube de Portugal não se resume a uma paixão por um símbolo desenhado numa camisola. É uma religião, uma ideologia, uma forma de vida!
Parabéns ao Jordão   :clap:

SL
"Estamos sempre contigo, a ganhar ou perder SPORTING até morrer."


Manuel Fernandes,Oliveira e Jordao era algo que me encantava, fosse ao vivo ou na telefonia

Mais que merecido estar no OL

SL
 Muitos parabéns ao grande Rui JORDÃO!  :beer: :clap: :clap: :clap: :great:
QUERO    UM   SPORTING
CREDÍVEL  -  LIMPO  -  AMBICIOSO
CrashVegas, os meus mais sinceros parabéns pela abertura deste tópico, pois com este até me fizeste vir as lágrimas aos olhos, Jordão sim, ele Manuel Fernandes e António Oliveira foram os meus grandes ídolos de criança, foi com eles e através do meu falecido pai e avô que aprendi a amar o Sporting Clube de Portugal.

O dia em que ele marcou o penalti à Rússia com a camisola de Portugal que deu o acesso se não estou em erro a irmos ao Mundial de 1982 chorei muito agarrado ao meu falecido pai deveria ter 16 anos passaram-se 30, mas lembro-me sempre desse dia por Jordão porque era do Sporting Clube de Portugal e porque o meu pai ao ver-me chorar chorou também de alegria e nem gosto de falar sobre ele ou escrever pois as lágrimas caem-me pela cara abaixo.

Eu jogava hóquei em patins na educação física do norte e futebol de onze no Senhora da Hora e sempre usava a camisola do Jordão com o número 11, passaram-se muitos anos, mas Jordão é inesquecível.

Rui Manuel Trindade Jordão, foi de facto um enorme atleta do Sporting Clube de Portugal e merece estar aqui.

Parabéns Jordão!  :clap:

Obrigado CrashVegas.  :clap: :clap: :clap:

23-03-2013 A noite mais feliz da minha vida como Sportinguista.
A partir de agora mandamos nós e o Sporting terá o seu caminho novamente, quero vos agradecer a todos e dizer claramente para que toda a gente oiça:
Viva o Sporting Clube de Portugal! É nosso outra vez!
Palavras do Presidente do Sporting Clube de Portugal, Bruno de Carvalho. Bem haja Presidente!