Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal

Forum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal


Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.
Dezembro 23, 2014, 00:54

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão

Anúncios:

Início Início  Ajuda Ajuda  Regras Regras  Pesquisa Pesquisa  Entrar Entrar  Registe-se Registe-se       Wiki Wiki  Links Links 
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Assuntos Desportivos Futebol de Outras Equipas e Selecções (Moderadores: Angel Lion, Stunner) Tópico:

Questões sobre o futebol na Madeira

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Páginas: « anterior 1 [2] Ir para o fundo Imprimir
Autor Tópico: Questões sobre o futebol na Madeira (Lida 3701 vezes)

Re: Questões sobre o futebol na Madeira , « Resposta #20 em: Setembro 22, 2011, 01:24 »



*

Mensagens: 13651
Idade: 26
Localidade: Na Ilha, às vezes com possibilidade de regressar, longe mas atento, longe mas voluntário, longe mas espevitado
Masculino

WWW
eu sinceramente respeito e compreendo a decisão dos madeirenses não quererem a fusão dos clubes. se amanhã nos viessem propor a fusão com os lamps para nos tornarmos um colosso mundial aceitavam?  Maldoso

Mas o Sporting não vive à custa do contribuinte - o Benfica, por outro lado, contou com uma talvez muito singular ajuda por parte da CML em relação ao ainda não concluído estádio da Luz. Se na Madeira pretendem fundar clubes até o dia do Julgamento Final, tudo bem, apenas não necessitem de dinheiro público para o fazer, que é o que acontece por lá e, dizem, nos Açores.

Fruto da sua limitada população, o Marítimo e o Nacional serão sempre clubes em regime de subvenção, ou então condenados apenas a objectivar a manutenção. Desde quando é que um clube limitado pela região em que está sediado, aliado a um poder de compra inferior à média nacional, pode apresentar orçamentos que o colocam como candidato às competições europeias?

Aliás, o caso de dinheiros públicos em clubes de futebol não se limita à doentia situação da Madeira, com milhões de euros a serem entregues ao Marítimo e ao Nacional, mas a muitos outros clubes, como o Rio Ave (a famosa taxa que é imposta às mais importantes empresas da região sob pena de penalizações de índole burocrática), etc., e para lembrar o caso Felgueiras.

Capital público deve limitar-se apenas à promoção da formação, porque colocar miúdos a jogar à bola afasta-os da má vida e de companhias negativas, não a financiar plantéis, estádios, etc.
« Última modificação: Setembro 22, 2011, 01:27 por danielw » Registado



Re: Questões sobre o futebol na Madeira , « Resposta #21 em: Setembro 22, 2011, 01:27 »



*
Veterano

Condecorações:Melhor Iniciativa 2008


Mensagens: 20297
Idade: 26
Localidade: Funchal
Masculino


ohh mike ... o meu post ficou na página anterior, se quiseres responder ...
Registado

Re: Questões sobre o futebol na Madeira , « Resposta #22 em: Setembro 22, 2011, 01:27 »



*

Mensagens: 13651
Idade: 26
Localidade: Na Ilha, às vezes com possibilidade de regressar, longe mas atento, longe mas voluntário, longe mas espevitado
Masculino

WWW
ohh mike ... o meu post ficou na página anterior, se quiseres responder ...

Pois, reparei nisso agora. É daquelas cenas bem irritantes.
Registado

Re: Questões sobre o futebol na Madeira , « Resposta #23 em: Setembro 22, 2011, 01:38 »


Ex-mike31scp


*
Júnior

Mensagens: 3944
Idade: 23
Localidade: margem sul
Masculino


respondo aos dois  Positivo!

claro que se não aumentarmos a escala não tem comparação. mas da mesma maneira que nós não aceitaríamos à muita gente que fez e faz, e ama aqueles clubes que também não aceitaria...até porque não acho que isso seria solução nem garantia de mais competitividade, basta olhar para os clubes do continente, não são todos de grandes cidades  Wink   
Registado

NA VANGUARDA DE UMA TRADIÇÃO, PELO SPORTING SEMPRE!
Re: Questões sobre o futebol na Madeira , « Resposta #24 em: Setembro 22, 2011, 02:18 »



*
Veterano

Condecorações:Melhor Iniciativa 2008


Mensagens: 20297
Idade: 26
Localidade: Funchal
Masculino


respondo aos dois  Positivo!

claro que se não aumentarmos a escala não tem comparação. mas da mesma maneira que nós não aceitaríamos à muita gente que fez e faz, e ama aqueles clubes que também não aceitaria...até porque não acho que isso seria solução nem garantia de mais competitividade, basta olhar para os clubes do continente, não são todos de grandes cidades  Wink   

Mas a escala tem que ser aumentada ... não há comparação possível entre Sporting e lamps, com Nacional, Maritimo e União ...

Quanto ao bold, é muito subjectivo ... como disse atrás, prai 99% (talvez seja uma percentagem algo exagerada mas enfim, não deve andar longe) dos adeptos de Nacional, Martimo e União não têm esses mesmos clubes como 1º ("só" mesmo pessoal mais velhinho e tal é que talvez seja adepto de apenas um desses clubes).

É "tudo" de Sporting, lamps ou corruptos e depois então, apoiam o clube da sua terra e porquê ? porque são esses (Sporting, lamps, corruptos) que lutam pelos titulos e trazem orgulho ... os outros, a pessoa sente um carinho porque é da terra e tal, não lutam por nada a não ser manterem-se nas divisões onde tão inseridos, e eventualmente por um lugar europeu que caía do céu ... tipo eu, SOU DO SPORTING ATÉ À MORTE !!, e apoio o Nacional e o União mas preocupo-me muito pouco com estes dois ... e isto acontece em quase todos os ditos adeptos de Nacional, Maritimo e União, não me venham com tretas.



Com uma eventual fusão, só vejo benefícios ... dinheiro de patrocinios todo junto num clube (e por exemplo Nacional e Maritimo têm muitos patrocinadores em comum tip, Coral, Banif, BetClic, etc) ... estádio único que potenciaria melhores receitas para um só clube visto que os adeptos do clube seriam os adeptos dos 3 clubes (Nacional, Maritimo, União)  etc etc etc etc, tudo o que recebem e tal, só da pa cada um fazer pouco, mas tudo junto num, dá pa fazer muito .

Não tenho grandes dúvidas que se isto tivesse avançado, neste momento o "clube único" andava a lutar entre os 3 grandes (à imagem do que vai fazendo o braguinha nos tempos recentes) e não a lutar pa se manterem na 1ª ou ficarem a meio da tabela, e possivelmente, com as novas gerações, seria possível daqui a uns tempos dizer: é pá eu sou do Funchal Futebol clube (pa , nome inventado à pistola) até à morte.


No caso da Madeira e destes 3 clubes em concreto, trata-se apenas dos grandes egos de alguns adeptos e principalmente dos presidentes de cada um dos clubes, não mais que isso ... é por estas e por outras que um deles tem as obras do estádio paradas há mesessss, outro vai jogando em casa emprestada, etc .

Mas ei, é apenas a minha opinião ...
« Última modificação: Setembro 22, 2011, 02:40 por EM1N3M » Registado

Re: Questões sobre o futebol na Madeira , « Resposta #25 em: Setembro 23, 2011, 09:57 »



*
Sénior

Mensagens: 5992
Idade: 28
Localidade: Paris
Masculino


Nós, os que pagam impostos em Portugal continental, ou melhor, "Lisboa", somos todos accionistas informais do Marítimo, do Nacional, do Santa Clara. É uma espécie de, permitam-me, SAD do Povo.

Sobre a ideia de consolidar os clubes da ilha da Madeira, tenho a mesma opinião mas relativamente aos clubes de Sintra. Penso inclusive que a ideia já foi uma vez transmitida aos sócios dos ditos clubes, mas a defesa de identidade deitou tudo por terra Assobiar Assobiar. Aspectos secundários, nada mais. Imaginem o Real Massamá, o Sintrense, o Mem Martins, o Cacém, etc., fundidos numa só entidade desportiva.

"I have a dream." E como o primeiro-ministro é de Massamá, podemos adicionar mais 3 ou 4 milhões de euros de subsídios adicionais.

Potencial? Nada como a Linha de Sintra, onde habitam quase 500.000 pessoas. Um clube novo seria apenas uma medida racional e inteligente.


tal como sao 90% dos clubes em portugal que sem o apoio das autarquias estavam fechados, falidos ja estao.
a diferença é que aqui é uma entidade do governo (IDRAM) que paga directamente aos clubes e no continente sao as autarquias por isso nao me venham com as tretas que sao os clubes da madeira e dos açores a sad do povo
Registado
Re: Questões sobre o futebol na Madeira , « Resposta #26 em: Setembro 23, 2011, 11:33 »


Verde (ê) (latim Viridis, -e)


*
Sénior

Mensagens: 7832
Masculino


Nós, os que pagam impostos em Portugal continental, ou melhor, "Lisboa", somos todos accionistas informais do Marítimo, do Nacional, do Santa Clara. É uma espécie de, permitam-me, SAD do Povo.

Sobre a ideia de consolidar os clubes da ilha da Madeira, tenho a mesma opinião mas relativamente aos clubes de Sintra. Penso inclusive que a ideia já foi uma vez transmitida aos sócios dos ditos clubes, mas a defesa de identidade deitou tudo por terra Assobiar Assobiar. Aspectos secundários, nada mais. Imaginem o Real Massamá, o Sintrense, o Mem Martins, o Cacém, etc., fundidos numa só entidade desportiva.

"I have a dream." E como o primeiro-ministro é de Massamá, podemos adicionar mais 3 ou 4 milhões de euros de subsídios adicionais.

Potencial? Nada como a Linha de Sintra, onde habitam quase 500.000 pessoas. Um clube novo seria apenas uma medida racional e inteligente.

Tentaram unir o Barreirense com o Fabril. Os velhos não deixaram.
Tentaram unir o Lusitano com o Juventude. Mesma coisa.
Portalegrense com Estrela de Portalegre: não só não deixaram como ainda fundaram um terceiro.

O problema destes clubes é que os seus sócios põem os ódios familiares de estimação à frente do amor pelas suas terras.

Na realidade, o sócio do Lusitano não se importa de ter estado 15 anos nas primeira divisão e agora andar na distrital, porque o que para ele é fundamental é o Sporting ou o Benfica. Se os habitantes de Inglaterra fossem portugueses, o Newcastle simplesmente não teria condições para existir.
Registado

Re: Questões sobre o futebol na Madeira , « Resposta #27 em: Setembro 23, 2011, 13:24 »



*
Veterano

Condecorações:Humorista Ano 2013Humorista Ano 2012Humorista Ano 2011Humorista 2010


Mensagens: 14323
Idade: 36
Localidade: Ponta Delgada
Masculino

WWW
Já nos Açores é tudo muito claro em termos de apoios oficiais: milhões para o clube do regime (Santa Clara), tostões prós restantes!  Evil

Nos Açores os apoios são dados consoante a divisão em que se está inserido, a modalidade e o sexo.

Se houvesse outro clube açoriano na mesma divisão que o Santa Clara, recebiam os dois a mesma coisa.

O Santa Clara não é nem nunca foi o clube do regime.

A sorte do Santa Clara foi nos últimos 20 anos ter passado de clube de bairro para o máximo representante futebolístico da Região.

Antes havia muitos mais clubes maiores em adeptos, Micaelense, União Micaelense, Sporting Ideal em S. Miguel tinham muitos mais adeptos.

O Lusitânia da Terceira era o maior clube da região, tanto em adeptos como em historial.

A diferença é que nos últimos anos o Santa Clara foi quem melhor aproveitou os apoios do governo, subindo de divisão consecutivamente da 3ª até à 1ª. Daí que criou-se um fosso entre o Santa e o outros, porque o Santa estando em divisões superiores ganhava mais.

O futebol é quem recebe mais e os restantes desportos colectivos recebem todos por igual.

No futebol, o Santa Clara(LO), com 1,87 milhões de euros, é o clube que recebe o maior apoio, seguindo-se o Angrense, o Operário e o Madalena(2ªB), cada um com 136 mil euros.

O Lusitânia(L), com 178.500 euros, e o Boa Viagem(1ªF), com 51 mil euros, são os clubes apoiados no basquetebol, enquanto no voleibol o Fonte do Bastardo(1ª), que se sagrou recentemente campeão nacional, vai receber 178.500 euros, e o Ribeirense(1ªF) recebe 51 mil euros.

O Sporting Clube da Horta(L), no andebol, e o Candelária(1ª), presente na final a oito da Liga Europeia de hóquei em patins, são apoiados com 178.500 euros cada, enquanto no fustal o Operário(1ª) vai receber 85 mil euros.

No ténis de mesa, o grupo desportivo dos Toledos(1ª) vai receber dois apoios, no total de 6.332 euros, enquanto o campeão açoriano de ralis receberá 85 mil euros.
 
Registado

“no small number of these whaling seamen belong to the Azores, where the outward bound Nantucket whalers frequently touch to augment their crews from the hardy peasants of those rocky shores.”
Herman Melville - Moby Dick
Re: Questões sobre o futebol na Madeira , « Resposta #28 em: Setembro 23, 2011, 15:11 »


No avatar!


Registado

Mensagens: 396
Idade: 27
Localidade: Coimbra
Masculino


Conheço alguns madeirenses e todos eles apoiam o Nacional pois consideram o Marítimo como clube do regime do Alberto João Jardim. Se isto corresponde à maioria não sei...

Quanto à discussão de fundir clubes, será sempre muito difícil chegar a uma conclusão. A verdade é que há muita resistência por parte dos sócios e adeptos de cada clube com medo que o seu clube seja engolido pela outra parte. Pensemos no caso do Benfica em que o Sport Lisboa acabou por ficar em segundo plano... Isso e o facto de a maior parte dos sócios dos clubes pequenos serem velhos que nunca gostam da mudança, mas sim de manter as coisas como sempre foram. Mas não muda o facto de existir muito clube nas divisões inferiores que beneficiaria com estas fusões...
Registado
Re: Questões sobre o futebol na Madeira , « Resposta #29 em: Setembro 23, 2011, 19:24 »



*
Júnior

Mensagens: 3847
Idade: 35
Localidade: Funchal
Masculino


Abri este tópico porque tenho alguma curiosidade em perceber a relação dos clubes com as populações, neste caso a realidade madeirense.

Vou tentar ajudar. Wink

Diz-se que o Marítimo é tradicionalmente o clube das classes baixas e o Nacional o clubes das classes altas, chegando a traçar-se um paralelismo entre o rancho de Carnide e o Sporting, mas não gosto de pensar no Sporting nesses termos até porque os acho uma lenda.

Isso é mito. O Marítimo é o maior clube em todas as classes sociais da Madeira.

Curiosamente o Marítimo até foi a filial n°1 do Benfica (...)

Isso não é verdade.
A fundação do Marítimo e outros foi uma reacção aos ingleses que jogavam sozinhos na ilha. Foi em Setembro de 1910 mas consta que "os maritimos" já era conhecidos antes disso pelo menos desde 1908 ano da fundação certa dos lamps.
Duvido que nessa época sequer pensassem em filiais e nem nas cores, símbolos, nomes, não há nada que indique a relação.

Até porque o Nacional parece estar mais ligado ao Porto.

Ao nível dos clubes em si é algo complexo. As aproximações ou distanciamentos pouco têm a ver com razões históricas. A ligação do nacional ao porto não é umbilical e nada garante que no futuro com outras direcções não andem "à pancadaria".
Lembro-me de, no tempo do Rui Fontes e Sousa Sintra, o Marítimo e Sporting estarem de relações cortadas não me recordo porquê. Mais tarde o mesmo Rui Fontes, devido ao caso Paulo Alves, cortou com os lamps do Manuel Damásio. Hoje em dia, apesar de não oficialmente, as relações com o porto estão muito más que começou com a venda do Tonel ao Sporting. E o Marítimo já recebeu jogadores emprestados de todos os 3. Ou seja, tempos de excelentes relações e más relações com todos os grandes.

No entanto alguma coisa certamente divide as pessoas na Madeira de modo a que há alguns anos atrás tenham rejeitado uma fusão dos três principiais clubes do Funchal.

O projecto de aborto que ficou conhecido como clube único foi decidido por uma pessoa contra os adeptos dos clubes por razões políticas e economicistas.
O União e Nacional estavam fragilizados e aceitaram por imposição. No Marítimo depois de uns vai não vai, os sócios acabaram com a palhaçada à força em pleno Estádio dos Barreiros e o AJJ só não foi parar ao hospital nesse dia porque tinha a polícia a protege-lo.

Curiosamente quem é favor normalmente não é sócio, não põe os pés no estádio.
Claro que podem falar enquanto contribuintes mas não me venham com a conversa que iria mais gente ver os jogos. Pelo contrário iam matar a paixão de quem vai ver quer ganhe, quer perca, estejam em que divisão estejam, quer pratiquem bom ou mau futebol.

Finalmente não se percebe qual o papel do terceiro clube. Se no Porto o Salgueiros foi sempre residual e em Lisboa o espaço para o Belenenses é cada vez menor, como é que o União da Madeira sobrevive entre o Marítimo e o Nacional?

Isso tem a ver com história. Se calhar muito vão ficar admirados mas nos tempos em que os clubes das ilhas estavam proibidos pelo regime de participar em competições nacionais, até ao inicio dos anos 70, o grande rival do Marítimo era o União que tinha um palmarés superior ao Nacional.

E mesmo no inicio do futebol na Madeira há 100 anos atrás, o grande rival do Marítimo era o Club Sports Madeira. Aqui sim, poderia-se fazer algum paralelo com a situação Sporting-benfica, uma vez que o Marítimo era do povo e o Madeira era de classes mais abastadas.
Mas mais que isso, o Marítimo vestia de verde e vermelho e o Madeira de azul e branco. 1910. A rivalidade a sério era entre republicanos e monárquicos. O nacional também nasceu no mesmo período mas não tinha um grande papel. O União apareceu uns 3 ou 4 anos mais tarde e são dissidentes do Marítimo.
O Club Sports Madeira ainda hoje em dia existe mas não tem futebol. É especialista em andebol feminino, volei e o organizador do Rali Vinho Madeira. Não confundir com o Madeira SAD.
Registado

John Lennon tinha um problema. Ele pensava que era Deus.
Noel Gallagher tem um problema. Ele pensa que é o John Lennon.
O meu problema? Penso que sou o Noel Gallagher.
Re: Questões sobre o futebol na Madeira , « Resposta #30 em: Setembro 23, 2011, 19:39 »



*
Júnior

Mensagens: 3847
Idade: 35
Localidade: Funchal
Masculino


O 500 tem essa alcunha porque, quando estava na assembleia, o pessoal pedia-lhe favores e ele dizia:" São 500 contos.". Há uma história que diz que um dia, um pai foi pedir ao 500 para lhe ajudar a fazer o quarto do menino. E o 500 disse:"São 500 contos, sff".

Vereador na Câmara Municipal do Funchal. Wink
Já nos Açores é tudo muito claro em termos de apoios oficiais: milhões para o clube do regime (Santa Clara), tostões prós restantes!  Evil

Nos Açores os apoios são dados consoante a divisão em que se está inserido, a modalidade e o sexo.

Igual à Madeira. Aliás, nos Açores copiaram o projecto da Madeira.

Já agora, como estão distribuídos os adeptos nos Açores? Há clubes regionais que têm adeptos em todas as ilhas?

__________________________________________________

O envelhecimento dos adeptos do Marítimo é mais um sinal dos tempos e que dava uma grande discussão.
Eu sei que podem dar exemplos de um ou outro clube que ainda consegue suportar a pressão mas vejam as notícias com que somos bombardeados diariamente. Quase só se ouve os nomes de 3 clubes.
Registado

John Lennon tinha um problema. Ele pensava que era Deus.
Noel Gallagher tem um problema. Ele pensa que é o John Lennon.
O meu problema? Penso que sou o Noel Gallagher.
Re: Questões sobre o futebol na Madeira , « Resposta #31 em: Setembro 23, 2011, 23:08 »


Verde (ê) (latim Viridis, -e)


*
Sénior

Mensagens: 7832
Masculino


Abri este tópico porque tenho alguma curiosidade em perceber a relação dos clubes com as populações, neste caso a realidade madeirense.

Vou tentar ajudar. Wink

Diz-se que o Marítimo é tradicionalmente o clube das classes baixas e o Nacional o clubes das classes altas, chegando a traçar-se um paralelismo entre o rancho de Carnide e o Sporting, mas não gosto de pensar no Sporting nesses termos até porque os acho uma lenda.

Isso é mito. O Marítimo é o maior clube em todas as classes sociais da Madeira.

Curiosamente o Marítimo até foi a filial n°1 do Benfica (...)

Isso não é verdade.
A fundação do Marítimo e outros foi uma reacção aos ingleses que jogavam sozinhos na ilha. Foi em Setembro de 1910 mas consta que "os maritimos" já era conhecidos antes disso pelo menos desde 1908 ano da fundação certa dos lamps.
Duvido que nessa época sequer pensassem em filiais e nem nas cores, símbolos, nomes, não há nada que indique a relação.

Até porque o Nacional parece estar mais ligado ao Porto.

Ao nível dos clubes em si é algo complexo. As aproximações ou distanciamentos pouco têm a ver com razões históricas. A ligação do nacional ao porto não é umbilical e nada garante que no futuro com outras direcções não andem "à pancadaria".
Lembro-me de, no tempo do Rui Fontes e Sousa Sintra, o Marítimo e Sporting estarem de relações cortadas não me recordo porquê. Mais tarde o mesmo Rui Fontes, devido ao caso Paulo Alves, cortou com os lamps do Manuel Damásio. Hoje em dia, apesar de não oficialmente, as relações com o porto estão muito más que começou com a venda do Tonel ao Sporting. E o Marítimo já recebeu jogadores emprestados de todos os 3. Ou seja, tempos de excelentes relações e más relações com todos os grandes.

No entanto alguma coisa certamente divide as pessoas na Madeira de modo a que há alguns anos atrás tenham rejeitado uma fusão dos três principiais clubes do Funchal.

O projecto de aborto que ficou conhecido como clube único foi decidido por uma pessoa contra os adeptos dos clubes por razões políticas e economicistas.
O União e Nacional estavam fragilizados e aceitaram por imposição. No Marítimo depois de uns vai não vai, os sócios acabaram com a palhaçada à força em pleno Estádio dos Barreiros e o AJJ só não foi parar ao hospital nesse dia porque tinha a polícia a protege-lo.

Curiosamente quem é favor normalmente não é sócio, não põe os pés no estádio.
Claro que podem falar enquanto contribuintes mas não me venham com a conversa que iria mais gente ver os jogos. Pelo contrário iam matar a paixão de quem vai ver quer ganhe, quer perca, estejam em que divisão estejam, quer pratiquem bom ou mau futebol.

Finalmente não se percebe qual o papel do terceiro clube. Se no Porto o Salgueiros foi sempre residual e em Lisboa o espaço para o Belenenses é cada vez menor, como é que o União da Madeira sobrevive entre o Marítimo e o Nacional?

Isso tem a ver com história. Se calhar muito vão ficar admirados mas nos tempos em que os clubes das ilhas estavam proibidos pelo regime de participar em competições nacionais, até ao inicio dos anos 70, o grande rival do Marítimo era o União que tinha um palmarés superior ao Nacional.

E mesmo no inicio do futebol na Madeira há 100 anos atrás, o grande rival do Marítimo era o Club Sports Madeira. Aqui sim, poderia-se fazer algum paralelo com a situação Sporting-benfica, uma vez que o Marítimo era do povo e o Madeira era de classes mais abastadas.
Mas mais que isso, o Marítimo vestia de verde e vermelho e o Madeira de azul e branco. 1910. A rivalidade a sério era entre republicanos e monárquicos. O nacional também nasceu no mesmo período mas não tinha um grande papel. O União apareceu uns 3 ou 4 anos mais tarde e são dissidentes do Marítimo.
O Club Sports Madeira ainda hoje em dia existe mas não tem futebol. É especialista em andebol feminino, volei e o organizador do Rali Vinho Madeira. Não confundir com o Madeira SAD.

Algumas coisas eu já sabia, como o facto do primeiro grande rival ter sido o CS Madeira. Também tinha conhecimento da origem do União, mas a tua resenha histórica está impecável Bater Palmas

Quero no entanto falar da "proibição". Eu acho que era mais uma "limitação" que no fundo tinha a ver com a contenção de custos (sabias que Salazar ele próprio impediu que Portugal participasse no Mundial de Futebol de 1950 no Brasil? Fomos convidados para ocupar o lugar da Turquia).

Imagina a situação: estamos em 1947/48 quando a pirâmide dos campeonatos em formato liga começa a funcionar a 100% e é aberta a todas as associações. Os Açores e a Madeira eram considerados, pela distância à "metrópole", províncias ultramarinas. Ou seja, era expectável que pelo menos Angola e Moçambique também quisessem participar, algo que seria irrealizável.

Numa situação de guerra mundial, ter 2, 4 ou mais voos semanais entre o continente e cidades a milhares de quilómetros seria impraticável. Especialmente porque as associações mais pequenas tinham de começar na 3ª divisão.

Façamos a reconstrução: estamos em 1947 e mesmo que se arranjasse maneira de distinguir os campeões dos Açores e Madeira das restantes províncias, temos como campeões locais: AF Angra (Lusitânia), AF Madeira (Marítimo) e AF Ponta Delgada (Santa Clara). A AF Horta nesse ano nem conseguiu organizar o campeonato, pronto, então temos 3 equipas que iriam começar nos campeonatos da 3ª divisão, vá lá, na 2ª divisão, como veio a acontecer em 1972/73..

Partindo já do princípio que estas 3 equipas ficariam na série mais próxima do único aeroporto minimamente funcional (Portela), será que um país tão miserável conseguiria suportar 3 deslocações semanais do Lusitânia, Marítimo e Santa Clara a estes terrenos?...:

  2ª divisão – zona C – 1946/47

  Casa Pia
  CF Benfica
  Operário de Santa Engrácia
  Oriental
  Barreirense
  CUF
  Luso
  Onze Unidos

...e vice versa?

Imaginando que subiam à 1ª divisão, o cenário ainda seria pior: Só para ir jogar a Vila Real de Santo António ou Guimarães seriam 2 horas de avião até às Lajes, mais 10 horas até ao continente, mais 8 horas de comboio, fora o tempo de desarticulação entre transportes (não havia qualquer ligação entre o aeroporto e Santa Apolónia, por exemplo).

Nessa época o país passava fome, estava metido no plano Marshall... como é que se arranjava sustentabilidade para um campeonato ultramarino envolvendo clubes tão pequenos e pobres? a própria AF Horta nem conseguiu realizar o campeonato local. Equipas do continente como o Operário ou o Oriental viviam igualmente de quermesses e bailaricos. Nem sequer os jogadores dos clubes grandes eram profissionais a tempo inteiro. O grande Peyroteo desistiu do futebol por ter de arranjar um trabalho a sério.

PS: e falta ainda falar de um outro clube, o Sporting Clube da Madeira. Positivo!
« Última modificação: Setembro 24, 2011, 11:24 por Viridis » Registado

Re: Questões sobre o futebol na Madeira , « Resposta #32 em: Setembro 24, 2011, 10:45 »



*
Sénior

Condecorações:Vencedor do 1º Torneiro de Poker do ForumSCP


Mensagens: 6114
Idade: 40
Masculino




Já agora, como estão distribuídos os adeptos nos Açores? Há clubes regionais que têm adeptos em todas as ilhas?


Não, os clubes nos Açores só têm adeptos nas suas ilhas. Não há ninguém do Santa Clara que não tenha origem micaelense, por exemplo.

O único clube que conseguiu furar isso, foi o Lusitânia nos seus tempos áureos (anos 60 a 80), que conquistou alguns adeptos nas outras ilhas do grupo central, além da Terceira, de onde é, mas mesmo assim em número reduzido e já praticamente inexistente.

Quanto à distribuição de adeptos só posso falar na Terceira que é a que conheço. Aqui também há os 3 "grandes" clubes   :
- o Lusitânia (delegação nº 14 do SCP), de longe o clube com mais adeptos - fala-se em 60% da ilha;
- o Angrense (filial do SLB) também com um número importante de apoiantes, principalmente em Angra do Heroísmo;
- o Praiense, que tem a sua base de adeptos na outra cidade da ilha, a Praia da Vitória.

Depois há os pequenos clubes de freguesia, que por serem, em regra, muito mais recentes, são muitas vezes os segundos clubes das suas populações, em desfavor de um dos maiores.

Registado

Re: Questões sobre o futebol na Madeira , « Resposta #33 em: Setembro 24, 2011, 13:04 »



*

Mensagens: 13651
Idade: 26
Localidade: Na Ilha, às vezes com possibilidade de regressar, longe mas atento, longe mas voluntário, longe mas espevitado
Masculino

WWW
Desconhecia a proveniência, a que acima confirmam, da alcunha "500", pensava que era o número de prostitutas com quem o "500" se envolveu.

Há com cada uma!
Registado

Re: Questões sobre o futebol na Madeira , « Resposta #34 em: Setembro 24, 2011, 17:06 »


Ex-mike31scp


*
Júnior

Mensagens: 3944
Idade: 23
Localidade: margem sul
Masculino


Desconhecia a proveniência, a que acima confirmam, da alcunha "500", pensava que era o número de prostitutas com quem o "500" se envolveu.

Há com cada uma!
Rir Muito Alto
Registado

NA VANGUARDA DE UMA TRADIÇÃO, PELO SPORTING SEMPRE!
Re: Questões sobre o futebol na Madeira , « Resposta #35 em: Setembro 26, 2011, 22:50 »



*
Júnior

Mensagens: 3847
Idade: 35
Localidade: Funchal
Masculino


Quero no entanto falar da "proibição". Eu acho que era mais uma "limitação" que no fundo tinha a ver com a contenção de custos (sabias que Salazar ele próprio impediu que Portugal participasse no Mundial de Futebol de 1950 no Brasil? Fomos convidados para ocupar o lugar da Turquia).

Imagina a situação: estamos em 1947/48 quando a pirâmide dos campeonatos em formato liga começa a funcionar a 100% e é aberta a todas as associações. Os Açores e a Madeira eram considerados, pela distância à "metrópole", províncias ultramarinas. Ou seja, era expectável que pelo menos Angola e Moçambique também quisessem participar, algo que seria irrealizável.

Numa situação de guerra mundial, ter 2, 4 ou mais voos semanais entre o continente e cidades a milhares de quilómetros seria impraticável. Especialmente porque as associações mais pequenas tinham de começar na 3ª divisão.

Façamos a reconstrução: estamos em 1947 e mesmo que se arranjasse maneira de distinguir os campeões dos Açores e Madeira das restantes províncias, temos como campeões locais: AF Angra (Lusitânia), AF Madeira (Marítimo) e AF Ponta Delgada (Santa Clara). A AF Horta nesse ano nem conseguiu organizar o campeonato, pronto, então temos 3 equipas que iriam começar nos campeonatos da 3ª divisão, vá lá, na 2ª divisão, como veio a acontecer em 1972/73..

Partindo já do princípio que estas 3 equipas ficariam na série mais próxima do único aeroporto minimamente funcional (Portela), será que um país tão miserável conseguiria suportar 3 deslocações semanais do Lusitânia, Marítimo e Santa Clara a estes terrenos?...:

  2ª divisão – zona C – 1946/47

  Casa Pia
  CF Benfica
  Operário de Santa Engrácia
  Oriental
  Barreirense
  CUF
  Luso
  Onze Unidos

...e vice versa?

Imaginando que subiam à 1ª divisão, o cenário ainda seria pior: Só para ir jogar a Vila Real de Santo António ou Guimarães seriam 2 horas de avião até às Lajes, mais 10 horas até ao continente, mais 8 horas de comboio, fora o tempo de desarticulação entre transportes (não havia qualquer ligação entre o aeroporto e Santa Apolónia, por exemplo).

Nessa época o país passava fome, estava metido no plano Marshall... como é que se arranjava sustentabilidade para um campeonato ultramarino envolvendo clubes tão pequenos e pobres? a própria AF Horta nem conseguiu realizar o campeonato local. Equipas do continente como o Operário ou o Oriental viviam igualmente de quermesses e bailaricos. Nem sequer os jogadores dos clubes grandes eram profissionais a tempo inteiro. O grande Peyroteo desistiu do futebol por ter de arranjar um trabalho a sério.

Sim claro, proibição foi uma maneira de dizer. Era muito complicado mesmo para a Madeira e Açores fazerem deslocações semanais.

Já agora, quando recomeçaram as participações das ilhas nos campeonatos nacionais, os clubes é que tinham que pagar as deslocações e despesas. As suas e as dos clubes do Continente.

PS: e falta ainda falar de um outro clube, o Sporting Clube da Madeira. Positivo!

Onde jogou o meu pai. Cheesy


Já agora, como estão distribuídos os adeptos nos Açores? Há clubes regionais que têm adeptos em todas as ilhas?


Não, os clubes nos Açores só têm adeptos nas suas ilhas. Não há ninguém do Santa Clara que não tenha origem micaelense, por exemplo.

O único clube que conseguiu furar isso, foi o Lusitânia nos seus tempos áureos (anos 60 a 80), que conquistou alguns adeptos nas outras ilhas do grupo central, além da Terceira, de onde é, mas mesmo assim em número reduzido e já praticamente inexistente.

Quanto à distribuição de adeptos só posso falar na Terceira que é a que conheço. Aqui também há os 3 "grandes" clubes  :
- o Lusitânia (delegação nº 14 do SCP), de longe o clube com mais adeptos - fala-se em 60% da ilha;
- o Angrense (filial do SLB) também com um número importante de apoiantes, principalmente em Angra do Heroísmo;
- o Praiense, que tem a sua base de adeptos na outra cidade da ilha, a Praia da Vitória.

Depois há os pequenos clubes de freguesia, que por serem, em regra, muito mais recentes, são muitas vezes os segundos clubes das suas populações, em desfavor de um dos maiores.



Obrigado  Wink
Registado

John Lennon tinha um problema. Ele pensava que era Deus.
Noel Gallagher tem um problema. Ele pensa que é o John Lennon.
O meu problema? Penso que sou o Noel Gallagher.
Re: Questões sobre o futebol na Madeira , « Resposta #36 em: Setembro 27, 2011, 19:51 »



*
Sénior

Mensagens: 5992
Idade: 28
Localidade: Paris
Masculino


Desconhecia a proveniência, a que acima confirmam, da alcunha "500", pensava que era o número de prostitutas com quem o "500" se envolveu.

Há com cada uma!

ele é casado com uma delas...é um canhao!!!!
Registado
Re: Questões sobre o futebol na Madeira , « Resposta #37 em: Fevereiro 07, 2012, 00:38 »

COSA NOSTRA

Clubes de futebol sem dinheiro para viagens ao Continente

Citar
Os clubes da Madeira podem começar a faltar aos jogos dos campeonatos nacionais de futebol. Numa reunião marcada para logo à tarde, os clubes madeirenses podem decidir cortar as viagens para o Continente. Em causa, estão as dívidas do Governo Regional que se acumulam desde Outubro do ano passado.

Em declarações à TSF-Madeira o presidente da Associação de Futebol, Rui Marote, avisa que o assunto deve ser rapidamente resolvido, uma vez que os clubes estão a chegar ao ponto de ruptura. Rui Marote diz que há dirigentes desportivos que estão a se sacrificar para manter a participação das equipas nas competições oficiais.

O presidente da Associação de Futebol da Madeira sublinha o risco de começarem a ser aplicadas penalizações desportivas e pecuniárias no caso dos clubes serem obrigados a suspender as viagens para o Continente e, por isso, averbarem faltas de comparência. Uma situação que, explica, ninguém quer, mas pode vir a ser incontornável.

Rui Marote refere que a Associação de Futebol da Madeira se reuniu, em Dezembro, com o Governo Regional, a quem explicou a situação. O dirigente desportivo reconhece que, na altura, ainda não podiam ser tomadas decisões. Mas avisa que já é tempo da situação ser resolvida.

A reunião com os clubes, está marcada para hoje, ao final da tarde, na sede da AFM, no Funchal.
Registado
Gosta deste tópico? Partilhe-o:
Páginas: « anterior 1 [2] Ir para o topo Imprimir
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Assuntos Desportivos Futebol de Outras Equipas e Selecções (Moderadores: Angel Lion, Stunner) Tópico:

Questões sobre o futebol na Madeira

« tópico anterior seguinte »
Ir para:

Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2011, Simple Machines
Tema SMFone modificado por Avantix e Paracelsus.
Optimizado para o Mozilla Firefox na resolução 1024 x 768.
© 2004 - 2010 | Fórum SCP | Alguns Direitos Reservados
Fórum não-oficial do Sporting Clube de Portugal

Ajuda | | Sitemap | Política de Privacidade