Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal

Forum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal


Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.
Outubro 01, 2014, 21:38

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão

Anúncios:

Início Início  Ajuda Ajuda  Regras Regras  Pesquisa Pesquisa  Entrar Entrar  Registe-se Registe-se       Wiki Wiki  Links Links 
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Assuntos Desportivos Futebol de Outras Equipas e Selecções (Moderadores: Angel Lion, Stunner) Tópico:

Treinadores [Discussão]

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Páginas: « anterior 1 ... 7 8 [9] Ir para o fundo Imprimir
Autor Tópico: Treinadores [Discussão] (Lida 7009 vezes)

Re: Treinadores [Discussão] , « Resposta #160 em: Agosto 08, 2014, 19:23 »


No avatar!

*
Veterano

Mensagens: 9690


Citar
Infelizmente aposta-se nos estatutos, nos que já passaram por grandes, etc, e esquece-se o importante. As ideias. E as do Fernando são melhores do que as da esmagadora maioria dos treinadores da liga.

Não posso esconder que, tirando nos dois jogos em que enfrentarem o Sporting B, e em outro qualquer com o Sporting, vou torcer pelo Aves. Porque simbolizam, na pessoa do seu treinador, o que devia ser a matriz de uma equipa "pequena". Uma equipa que não se esconda no seu menor estatuto para jogar um futebol cobarde, uma equipa que, não obstante estar entre equipas que jogam esse futebol, tem a coragem de ser diferente. E a palavra chave é mesmo essa. Coragem. Por muito boas ideias que se tenha, por muito bom que se seja na sua operacionalizção, quando as coisas apertam, quando os resultados não aparecem, é que se vê quem tem a coragem de, ainda assim, não traír as ideias nas quais sempre acreditou.

Ler mais: http://www.forumscp.com/index.php?topic=49643.140#ixzz39nT8OZYk


Não concordo,pelo menos a 100%.

Tu referes que se aposta nos estatutos e isso aí não consigo concordar,o Penafiel apostou num treinador(com valor parece-me) que ficou a meio da tabela com o Académico de Viseu,qual era o estatuto que ele tinha?
O Moreirense apostou num treinador que subiu com o Penafiel mas que antes não tinha estado em grandes clubes,no fundo qual era o estatuto dele?
O Boavista apostou no Petit que já era o treinador deles o ano passado.

O Belenenses logicamente apostou no treinador que os salvou o ano passado da descida,um treinador bastante competente e que sabe o que faz.

Mas basicamente aquilo que te questiono é quais os clubes que deviam ter apostado no Fernando Valente?

É que sinceramente do que vejo este ano grande maioria dos clubes da 1ª Liga apostou em treinadores que são apostas relativamente seguras e tal como te disse anteriormente isso do estatuto não faz grande sentido...E com isto não quero desvalorizar o trabalho do Fernando Valente,somente não concordo com o 1º paragrafo.

Eu falei de uma forma geral. Mas sim, há clubes que não critico, o Belenenses, por exemplo(por o Lito ter feito um ótimo trabalho lá). De resto, se eu fosse dirigente de qualquer clube da nossa liga, exceptuando os três grandes e o Belém(pelo que o Lito lá fez, merecia continuar), apostava nele. Dou de barato sem problema o Paços(o meu problema com o PF é mesmo estar a voltar a um sítio onde teve um sucesso estrondoso, se ele fosse para qualquer um dos outros juntava-o ao Belém e aos 3 grandes), o Rio Ave(que apostou num bom treinador). Os outros é como dizes, são apostas "relativamente seguras", porque mostraram trabalho na 1ª liga. Ora, eu não concordo totalmente com este critério. O que, na minha opinião, se deve avaliar aquando da contratação de um treinador, são as suas ideias e a capacidade de as operacionalizar. Não acho que o Couceiro e o Conceição, por exemplo, sejam mais fortes que o Fernando nestes critérios, por muito que tenham tido algum sucesso na 1ª liga. São escolhas mais seguras, é certo, mas acho que se deve ter coragem na hora de apostar. Os 3 grandes têm uma maior margem de manobra, e podem, por isso, ser mais seletivos, mas os outros, na minha opinião, devem ser inteligentes e apostar nas ideias e na capacidade de as operacionalizar. O Aves fá-lo, e tem tido sucesso, apesar de ainda não ter conseguido a subida.

E depois há aquelas ridículas, como a do Marítimo. Leonel Pontes, really? Bater Cabeça Nem sei se o homem já treinou alguém, mas tendo a possibilidade de ir buscar o Valente...

Não faço ideia se ele tem ou não melhores ideias que o Couceiro ou que o Conceição,o que sei é que ambos são mais novos,ambos tem muito mais experiência e acima de tudo ambos têm melhores resultados.
O que dizes faz sentido na teoria mas não na prática.

Falando no caso do Estoril, que é o que conheço melhor o que te posso dizer é que a SAD nunca iria arriscar num nome como o Fernando Valente nesta fase.
É preciso relembrar que o Estoril está há 2 anos na 1ª Liga depois de várias épocas extremamente dificeis na 2ª Liga e como tal o objectivo da sociedade anónima desportiva passa por estabilizar o clube na 1ª Liga sem correr grandes riscos e para isso o melhor é recorrer a apostas seguras,treinadores experientes e que obtenham resultados e aí o nome do Couceiro faz muito sentido(aliás não foi por acaso que ele foi sempre a 1ª opção da SAD).
O Estoril mais uma vez voltou a perder jogadores influentes no onze inicial,mais uma vez vai voltar a participar na Liga Europa e mais uma vez vai querer valorizar os seus jogadores e logicamente por tudo o que eu disse antes não quer correr riscos e como tal optou por alguem que dá o minimo de garantias.É uma decisão legitima e que eu concordo a 100%.
O Fernando Valente até pode ser muito bom treinador(não faço ideia se é ou não) mas será que um clube que procura a estabilidade  faria sentido apostar nele? Qual o treinador que dá mais garantias será o Valente ou o Couceiro?

É que imagina que corre mal(claro que também pode correr mal com o Couceiro...) põe-se um projecto todo em causa e isso pode ser extremamente negativo para toda a actividade do clube.É facil falar para quem está do lado de fora mas quem está lá dentro,quem investe prefere claramente apostar pelo seguro.

É irreal comparar o Aves com o Estoril,o Aves não tem nada a perder enquanto que o Estoril tem mais a perder do que a ganhar se apostasse num treinador com esse perfil.Ter boas ideias numa 2ª Liga é positivo claro mas nem sequer há garantias de sucesso na 1ª Liga...E é por isso que há certos clubes que não arriscam em treinadores com esse perfil.


Quanto ao Maritimo assumo que também não conheço o trabalho do Leonel Pontes mas o @Chown já referiu que há 2 aspectos(e que fazem sentido) que podem ter sido decisivos para esta contratação:

1)O facto de apostar em jovens,algo absolutamente fundamental no Maritimo.E que tem sido extremamente bem feito nos ultimos anos,tanto pelo Van der Gaag como depois pelo Pedro Martins.
E ainda para mais sabendo que há pouco dinheiro ainda mais fundamental se torna essa aposta.


2)O facto de ser madeirense e como tal conhecer relativamente bem a realidade do clube;


Mas neste caso especifico não te sei dizer se a escolha do Leonel Pontes foi mais arriscada que ter escolhido o Fernando Valente...Não conheço o trabalho do Leonel Pontes para poder concluir algo com maior exactidão.

Eu percebo o que dizes no caso do Estoril. Tomaram a decisão mais cautelosa, ou seja, a que não traz tantos riscos. Mas também não trará uma "recompensa" tão grande, porque os resultados vão, provavelmente, piorar(comparar o Couceiro ao MS é impossível, diferença enorme). E o único que via com ideias boas o suficiente para manter a toada do trabalho do Marco é, exatamente, o Valente. Embora, como dizes, fosse um risco maior. Se eu fosse dirigente, corria-o sem problemas, mas percebo que haja quem não o corra.

Quanto ao Marítimo, a questão da aposta em jovens não faz sentido. Nenhum. O Aves reduziu bastante o orçamento na época passada, vivendo bastante de alguns jovens. E ele potenciou-os de forma fantástica, basta ver o Fábio Martins, por exemplo.

E é só ver o ReportTv dele que se percebe que se há coisa que lhe agrada é apostar em jovens.

Ah, e a situação dele é muito comparável à do PF. Ambos ficaram a um lugar da subida direta, fazendo épocas muito boas e mostrando bom futebol, se bem que o PF tinha melhor plantel. O Paços apostou nele. Viu-se o resultado, embora depois tenha fracassado num grande.

Logicamente que os resultados do Estoril irão piorar,o que o Marco fez no clube foi unico,nunca ninguém tinha feito algo semelhante,o Estoril nunca tinha ido a uma competição Europeia e agora vai em 2 anos seguidos,algo absolutamente inimaginável há uns anos.O Marco Silva foi o melhor treinador de sempre da história do Estoril logo é impossivel alguém fazer melhor ou igual.

Mas todos têm noção disso e como tal mais uma vez o objectivo do clube passa por atingir a manutenção o mais cedo possivel para depois,se possível claro,atingir outros objectivos.O objectivo do clube é estabilizar-se na 1ª Liga e para tal a solução mais óbvia e porventura a melhor era mesmo o Couceiro.
Foram cometidos alguns erros de gestão quando o clube estava na 2ª Liga,no momento em que a Traffic entrou e ao longo dos anos foi-se aprendendo o que era a realidade do clube e a realidade Portuguesa portanto nunca se iria fazer uma aposta dentro desse estilo que tu indicas.

Se o Estoril fizer uma temporada tranquila já será uma boa temporada,ninguém pede mais que isso.Se conseguir valorizar activos(como fez e bem no Setubal) ainda melhor.
O Estoril não está numa altura de correr riscos,ainda por cima numa altura onde o clube está a ter resultados positivos a nivel financeiro,algo que não aconteceu na 2ª Liga como te disse antes.

Quanto ao Aves não estou minimamente dentro da realidade do clube,não fazia ideia que apostava nos jovens(do Aves só conheço o Quim,o Pedro Pereira e Jorge Ribeiro-que não são propriamente jovens  ).

Mas é como te disse antes não sei se seria mais arriscado escolher o Pontes ou o Valente,não estou por dentro do trabalho de ambos e como tal não os consigo comparar  Positivo!
Registado


Re: Treinadores [Discussão] , « Resposta #161 em: Agosto 21, 2014, 15:41 »



*
Veterano

Mensagens: 8347
Idade: 94
Localidade: if you want to know where god is, ask a drunk


Así es el Bayern 2.0

Seguramente ocurrió en algún momento durante el transcurso del Bayern – Real Madrid de semifinales de la pasada Champions League. Es probable que fuera entonces cuando la mente de Guardiola, durante el continuo y frenético análisis en el que vive durante los encuentros, se diera cuenta de que hacía falta un cambio estructural.  Tras la contundente derrota, el entrenador catalán salió a rueda de prensa y confesó con sinceridad que tenía que “consultar si tenemos los jugadores adecuados para esta forma de jugar.”

El mensaje era claro, transparente, nada ambiguo ni interpretable. En el fabuloso equipo que creó Pep durante su primer año en Múnich, algunas de las principales estrellas bávaras no florecían, por mucho que el de Santpedor pusiera todo su esfuerzo y pasión por integrarlas. Javi Martínez, un activo competitivo de primerísimo nivel propiedad de un Bayern que había hecho una inversión sin precedentes por él y que había sido importantísimo en el triplete de Jupp, era suplente ese día en el Allianz, al igual que un Mario Götze que durante su primera temporada de rojo había pasado francamente desapercibido.

Thomas Müller, el hombre de los momentos trascendentes, tampoco salió de inicio en el Bernabéu y amenazó poco después con dejar el club si en el futuro tenía una participación similar a la que había tenido la temporada anterior. Además, todo apuntaba a que Toni Kroos, quizá la pieza que más marcaba el contexto de ese Bayern, se iba a ir ese verano y llegaba Robert Lewandowski, que se había desatado como un crack mundial en un fútbol radicalmente distinto. El pincel único de Guardiola había conseguido crear un Bayern por momentos muy bello, creativo, competitivo y ganador, que se paseó por la Bundesliga y dejó algunas exhibiciones para el recuerdo (el partido del Etihad, los frecuentemente olvidados primeros 20′ en el Bernabéu), pero ese equipo murió aquella noche.

La Champions League le reveló que si quería batir a los gigantes de Europa necesitaba exprimir a sus jugadores más decisivos y para ello hacía falta dar una vuelta de tuerca a su idea inicial. Pep, que será mil cosas pero jamás un inmovilista, tomó nota y pocos días después en Berlín, en la final de la DFB Pokal ante el BVB, ya vimos el primer boceto de lo que sería su nuevo proyecto en la capital de Baviera. Su Bayern 2.0.

Había que subir el ritmo del juego. Claro que Guardiola jamás renunciará a su esencia: a querer el protagonismo, a llevar la iniciativa, a tratar de jugar cerca del área rival. Pero esto no tiene por qué ser a través de posesiones lentas, de ataques posicionales prolongados, de secuencias de  50 pases.
De hecho, sin Kroos hay una realidad que es poco menos que objetiva: el Bayern no tiene grandes pasadores, centrocampistas capaces de comandar, llevar el ritmo de un partido y mover al equipo. Tampoco es estrictamente necesaria esa paciencia para intentar ser protagonista: se puede atacar mucho y rápido, en vez de lento y seguro. El Real Madrid de Mourinho fue capaz de crear un riquísimo ataque posicional que le llevó a ganar la liga con brillantez y contundencia y alcanzar las semifinales de Copa de Europa con Xabi Alonso como único gran pasador.

Thomas Müller gritó al mundo durante el pasado Mundial que es uno de los jugadores más determinantes del mundo cuando puede correr, transitar, asociarse a alta velocidad y atacar espacios. Así gana partidos, eliminatorias y competiciones. Mario Götze y Robert Lewandowski, madurados en la factoría Jürgen Klopp, proyectaron internacionalmente sus cualidades en el vertiginoso contraataque made in Westfalia. Javi Martínez se luce como un bastión defensivo de primer orden cuando tiene espacio por delante en el que mostrar su exuberancia física y su poderío. Arjen Robben perforó a la selección española en Brasil jugando de delantero centro en un equipo de transiciones como lo fue la Holanda de Van Gaal. Neuer protegiendo la espalda de centrales valientes ya sabemos lo que es… Y por último, Thiago, el niño protegido del de Santpedor: ¿mejor en un equipo en el que si juega precise de gestión, responsabilidad y presencia o en uno en el que el fallo no esté tan castigado, pueda buscar la acción definitiva, el gesto técnico, la jugada de gol sin más preocupaciones? Pep tuvo todo el verano para idear un sistema que mezcle sus principios irrenunciables con la idiosincrasia de sus jugadores.

Su primer intento fue este.



Es temporada de Mundial, el Bayern ha aportado más jugadores que ningún otro al campeón del Mundo y para más inri Ribéry, Rafinha, Schweinsteiger o Thiago han estado lesionados, así que todo lo que ha hecho Guardiola hasta ahora hay que ponerlo en cuarentena.

Lo que más ha llamado la atención de toda la pretemporada, amén del cambio de sistema, ha sido la inédita posición de David Alaba. De central zurdo en una línea de 3, Pep se aprovechaba de su descomunal capacidad física para pedirle que cuando su equipo tenga el balón, suba hasta tres cuartos casi hasta la mediapunta, mientras que cuando lo pierda vuelva a su posición como un zaguero más. Se entiende que no fue algo circunstancial, ya que el fichaje de Bernat nos revela que el club quería un lateral izquierdo de primer nivel para dar protagonismo al austriaco en otras posiciones. ¿Qué podemos intuir que buscaba Pep con este movimiento? Crear una ventaja muy pronto para que los de arriba la aprovechen. Los adversarios no lo esperan y apareciendo por sorpresa puede crear un desequilibrio mediante un hombre libre que sorprenda al equipo rival, le obligue a abandonar marcas y aparezcan espacios para los atacantes bávaros. O sea, que Lewandowski, Müller y cía puedan recibir en ventaja y transitar y moverse con libertad: aquello en lo que son canela fina.

¿Por qué 3-4-3?

El 3-4-3 tiene el propósito de que los delanteros bávaros puedan moverse con libertad arriba, permutar y generarse ocasiones. Pep Guardiola utiliza 3 centrales con la intención de crear una ventaja directamente en la salida de balón, frenetizar el ataque desde su nacimiento y que los de arriba puedan aprovecharlo para ganar partidos.

Ó sea, creo la superioridad pronto, obligo al rival a desordenarse para intentar contrarrestarla y Müller, Lewa y cía reinan en ese desorden. Si el rival presiona con dos puntas y yo tengo 3 centrales, siempre habrá uno libre para salir tranquilo y empezar desde ahí con facilidades. Sin embargo, Jürgen Klopp lo previno en la Supercopa de Europa y presionó arriba con 3 hombres, por lo que al Bayern le costó horrores empezar el juego y cada pérdida era castigada. Otro argumento a favor de esta idea es mejorar tu transición defensiva: uno puede salir a anticipar(este rol era ideal para Javi) y frenar la contra sin miedo a dejar una autopista a su espalda. Sin Javi, si el Bayern quiere seguir apostando por esta idea precisa de un central que sea capaz de jugar fuera de su área y que además sea ágil con el balón en los pies. Si Pep se ve obligado a apostar por Dante, sus defectos pueden quedar muy expuestos.

Otro aspecto central de la idea de Pep es que los carrileros sean largos y tengan capacidad física para ser profundos y permitir que los teóricos extremos tengan libertad para irse hacia el centro y permutar. Bernat es el hombre ideal para este rol en la izquierda: resistencia pulmonar sobresaliente, incisivo, solvente defensivamente y además con una capacidad de asociación notable. Un movimiento que hemos visto mucho en pretemporada: Bernat gana línea de fondo y el extremo zurdo lo aprovecha para irse hacia al centro, recibir de cara y dársela alguien que rompa al espacio. Sin embargo, en la Supercopa se notó que en la derecha Hojbjerg quizá no es el apropiado para ese rol. El danés, que es un jugador con un porvenir prodigioso, es quizá algo pesado y robusto para correr su banda y pisar la cal. En Münster fue Shaqiri quién ejerció ese rol.

Veremos.

El primer gol del Borussia Dortmund en la Supercopa nace de un error de David Alaba en la marca. No es el primero: durante toda la pretemporada ha cometido varios fallos resaltables a la hora de defender su área. Es lógico: él no es central y en un mes no va a aprender a serlo.

Por otro lado, Pep apenas ha podido trabajar su nuevo sistema con la columna vertebral de su equipo, porque muchos vinieron tarde de vacaciones o estaban lesionados.  La gravísima lesión de Javi Martínez, de baja 6 meses, es otro imprevisto a sumar. La competición ya está aquí y, como se vio en Dortmund, el equipo no está aún nada familiarizado con la idea de juego de su entrenador. Veremos si el conjunto bávaro es capaz de seguir evolucionando y a la vez ganar: el año pasado, durante los primeros partidos de la temporada, el factor suerte intervino de forma decisiva para que el Bayern no se dejara puntos hasta asimilar la idea de Pep.  El ruido que provocarían en Alemania un par de malos resultados podría generar que la minirevolución de Guardiola fuera muy mal vista públicamente  y eso no es fácil de gestionar en un entorno tan tumultuoso como el del Bayern. Que se lo digan a Van Gaal.


Green y Gaudino

Gianluca Gaudino es la gran aparición de este 14/15 en el Bayern de Múnich. Con tan solo 17 años no sólo ha sido titular en todos los partidos de pretemporada del equipo muniqués, sino que jugó 90 minutos en la Supercopa de Alemania. El hijo de Maurizio Gaudino es un mediocentro liviano, muy presente, con una diestra muy fina y con bastante técnica para orientarse. Defensivamente es una debilidad (su cuerpo es el de adolescente que acaba de pegar el estirón y está aún por desarrollarse)  y si tiene que recibir de espaldas tiene problemas, pero a Pep le encanta porque “piensa más rápido que la mayoría de jugadores.” Jugando de cara, con un rol de distribuidor, tiene mucha agilidad para mover al equipo y encontrar a compañeros lejanos. Con la salida de Kroos, la lesión de Thiago y los interminables problemas de Basti, es un nombre a apuntar en el centro del campo bávaro.
El otro es Julian Green. El americano, que tuvo una fugaz pero intensa participación en el Mundial de Brasil, a priori se adapta a la perfección a lo que se vislumbra que va a ser el nuevo Bayern. Sus movimientos frenéticos, su velocidad, su hiperactividad sin el balón pueden ser muy útiles en este fútbol más vertical. Tiene una competencia brutal en los puestos de ataque, pero la temporada es muy larga y seguro que encontrará su momento. Puede sorprender.


http://www.marcadorint.com/bundesliga/asi-es-el-bayern-2-0/

Registado

Re: Treinadores [Discussão] , « Resposta #162 em: Agosto 21, 2014, 16:07 »



*
Veterano

Mensagens: 13056
Idade: 32
Localidade: Funchal
Masculino


 Pep keep it simple..
Registado

ESFORÇO. DEDICAÇÃO. DEVOÇÃO. GLÓRIA. :::::::: Quem é do SPORTING desde SEMPRE, é do SPORTING para SEMPRE.
Re: Treinadores [Discussão] , « Resposta #163 em: Agosto 31, 2014, 13:56 »



*
Veterano

Mensagens: 8347
Idade: 94
Localidade: if you want to know where god is, ask a drunk


por acaso o livro do sir alex nunca me atraiu muito. vou dar-lhe então uma oportunidade.  Positivo!

Vale a pena amigo!

Então eu como adepto do United, adorei mesmo o livro!

já li.
muito interessante.  Positivo! 
Registado

Re: Treinadores [Discussão] , « Resposta #164 em: Setembro 04, 2014, 10:17 »



*

Condecorações:Revelação do Ano 2012


Mensagens: 5249
Idade: 30
Localidade: Lisboa/Leiria
Masculino


Nuno Espirito Santo é um dos 18 presentes no Forum de Treinadores de Elite da UEFA.

Ele e mais 3 Portugueses. Mourinho, JJ e AVB.


O que não vale a NES ter um Padrinho como Jorge Mendes...  XIU Nunca treinou ninguém de jeito. Nunca ganhou nada. Nunca disputou um jogo das Competições Europeias, foi para um Valência fora da Europa este ano com a Benção de JM, mas aí está ele no Forum de Elite de Treinadores da UEFA.

Vale a pena ter bons Padrinhos  Grin
Registado

Esforço, Dedicação e Devoção servem de pouco se não houver Competência e Rigor.

Acrescente-se definitivamente estes 2 pilares ao ADN do Sporting, para atingirmos a Gloria.
Re: Treinadores [Discussão] , « Resposta #165 em: Setembro 04, 2014, 10:55 »



*
Juvenil

Mensagens: 773


Nuno Espirito Santo é um dos 18 presentes no Forum de Treinadores de Elite da UEFA.

Ele e mais 3 Portugueses. Mourinho, JJ e AVB.


O que não vale a NES ter um Padrinho como Jorge Mendes...  XIU Nunca treinou ninguém de jeito. Nunca ganhou nada. Nunca disputou um jogo das Competições Europeias, foi para um Valência fora da Europa este ano com a Benção de JM, mas aí está ele no Forum de Elite de Treinadores da UEFA.

Vale a pena ter bons Padrinhos  Grin

O NS é um bom treinador, mania esta de desvalorizarmos tudo o que é nosso e que os outros lá de fora são melhores, nunca percebi esta mentalidade, é verdade, que sem JM não teria a carreira que possivelmente teria agora, mas ele também o fez por mereçer, o JM fez a parte dele e ele fez a outra.

O Valência vai ficar nos 4,5 primeiros.

Registado

Quando é que o simoes é advertido?
Re: Treinadores [Discussão] , « Resposta #166 em: Setembro 04, 2014, 11:03 »



*

Condecorações:Revelação do Ano 2012


Mensagens: 5249
Idade: 30
Localidade: Lisboa/Leiria
Masculino


O NS é um bom treinador, mania esta de desvalorizarmos tudo o que é nosso e que os outros lá de fora são melhores, nunca percebi esta mentalidade, é verdade, que sem JM não teria a carreira que possivelmente teria agora, mas ele também o fez por mereçer, o JM fez a parte dele e ele fez a outra.

O Valência vai ficar nos 4,5 primeiros.



"Desvalorizar"?  Eh!

LOL

Ninguém aqui desvalorizou o valor de NES.

Apenas comentei o facto de NES estar presente no Forum de Treinadores de Elite da UEFA... Um grupo super restrito de 18 treinadores.

Está presente pelo mérito desportivo?... Concerteza que não...
Pela experiencia Europeia?.... Ainda menos...
Por marcar presença regular nas Competições Europeias?.... Zero.


Como é obvio, este "convite" foi feito á pala da Influencia de JM.
Registado

Esforço, Dedicação e Devoção servem de pouco se não houver Competência e Rigor.

Acrescente-se definitivamente estes 2 pilares ao ADN do Sporting, para atingirmos a Gloria.
Re: Treinadores [Discussão] , « Resposta #167 em: Setembro 04, 2014, 11:19 »



*

Mensagens: 3863
Masculino


Nuno Espirito Santo é um dos 18 presentes no Forum de Treinadores de Elite da UEFA.

Ele e mais 3 Portugueses. Mourinho, JJ e AVB.


O que não vale a NES ter um Padrinho como Jorge Mendes...  XIU Nunca treinou ninguém de jeito. Nunca ganhou nada. Nunca disputou um jogo das Competições Europeias, foi para um Valência fora da Europa este ano com a Benção de JM, mas aí está ele no Forum de Elite de Treinadores da UEFA.

Vale a pena ter bons Padrinhos  Grin

Há merdas que eu não consigo perceber. Ou melhor consigo...

Tinha a ideia que no passado os treinadores dos clubes que participavam na Champions é que eram chamados a participar nesse fórum. Até julgo que no inicio, iam só os treinadores das 16 equipas que passaram a fase de grupos e que depois se aumentou a participação para os treinadores ou de todos os clubes participantes ou os representados nos 3 primeiros potes. Já não me recordo bem.

leao94,

Não se trata de desvalorizar ninguém. O NES foi um jogador medíocre e para já tem uma carreira que para além de curta tem muito a provar. É a mesma coisa que um recém-licenciado em Economia sair da Faculdade diretamente para a Administração do Banco Central Europeu. Não tem sentido absolutamente nenhum.

Citar
Arsène Wenger (Arsenal FC)
Luis Enrique (FC Barcelona)
Josep Guardiola (FC Bayern München)
José Mourinho (Chelsea FC)
Jürgen Klopp (Borussia Dortmund)
Roger Schmidt (Bayer 04 Leverkusen)
Manuel Pellegrini (Manchester City FC)
Filippo Inzaghi (AC Milan)
Míchel (Olympiacos FC)
Carlo Ancelotti (Real Madrid CF)
Laurent Blanc (Paris Saint-Germain)
Jens Keller (FC Schalke 04)
André Villas-Boas (FC Zenit)
Jorge Jesus (SL Benfica)
Massimiliano Allegri (Juventus)
Mircea Lucescu (FC Shakhtar Donetsk)
Unai Emery (Sevilla FC)
Nuno Espírito Santo (Valencia CF)
Rafael Benítez (SSC Napoli).

Na lista de treinadores apenas existem 3 treinadores que não estão na Liga dos Campeões.

Unai Emery (Sevilla FC) - Vencedor da Liga Europa

Rafael Benítez (SSC Napoli) - Vencedor de uma Champions, Campeonato Mundo Clubes e Liga Europa. Julgo que seja dos unicos treinadores em atividade o único a ter ganho uma Champions dos que não está em equipas da Champions.

Filippo Inzaghi (AC Milan) - Treinador de um clube que tem 7 Champions.

O NES tem dois anos de carreira e nunca fez sequer um único jogo nas competições europeias. O Valencia nem sequer está nas competições Europeias e é um clube com historial absolutamente banal. Posto isto, nem a qualidade do treinador nem a do clube justificam a sua "convocatória".

Quando ficam de fora treinadores como Leonardo Jardim, Paulo Sousa ou Marco Silva, todos eles com muito mais experiência e curriculum fica tudo dito. E isto só para citar alguns nomes portugueses.
Registado

Re: Treinadores [Discussão] , « Resposta #168 em: Setembro 04, 2014, 11:24 »



*

Mensagens: 3863
Masculino


Só para meter mais um bocado de "nojo". O Simeone, um dos técnicos do ano que "só" limpou a Liga aos colossos Real e Barça e esteve a 1min de ganhar a Champions...
Registado

Re: Treinadores [Discussão] , « Resposta #169 em: Setembro 04, 2014, 11:26 »



*
Sénior

Mensagens: 3711
Localidade: Vila Franca de Xira
Masculino


O NES nem um bom trabalho fez no Rio Ave, porque tinha equipa para  ficar melhor posicionado no campeonato. Foi à final de 2 taças porque nunca jogou com um grande até lá, e deveria ter ganho aquela final da taça de Portugal ao benfica, porque eles estavam de rastos.
Sem o Jorge Mendes, nunca iria passar de um Rio Ave. Incrível a influência do Jorge Mendes. Os clubes na miséria e o Jorge Mendes/jogadores cheios de dinheiro. Não sei como deixaram chegar o futebol a este ponto.
Registado
Re: Treinadores [Discussão] , « Resposta #170 em: Setembro 04, 2014, 11:37 »



*

Mensagens: 3863
Masculino


Nuno Espirito Santo é um dos 18 presentes no Forum de Treinadores de Elite da UEFA.

Ele e mais 3 Portugueses. Mourinho, JJ e AVB.


O que não vale a NES ter um Padrinho como Jorge Mendes...  XIU Nunca treinou ninguém de jeito. Nunca ganhou nada. Nunca disputou um jogo das Competições Europeias, foi para um Valência fora da Europa este ano com a Benção de JM, mas aí está ele no Forum de Elite de Treinadores da UEFA.

Vale a pena ter bons Padrinhos  Grin

O NS é um bom treinador, mania esta de desvalorizarmos tudo o que é nosso e que os outros lá de fora são melhores, nunca percebi esta mentalidade, é verdade, que sem JM não teria a carreira que possivelmente teria agora, mas ele também o fez por mereçer, o JM fez a parte dele e ele fez a outra.

O Valência vai ficar nos 4,5 primeiros.



O Jorge Mendes até nem teve um Verão muito famoso... Assobiar

James Rodriguez 85M
Di Maria 75M
Diego Costa 40M
Mangala 40M
Falcão ?
Adrian Lopez 11M

Só em peixe graúdo deve andar perto dos 300M...
Registado

Re: Treinadores [Discussão] , « Resposta #171 em: Setembro 04, 2014, 11:48 »



*
Veterano

Mensagens: 13056
Idade: 32
Localidade: Funchal
Masculino


 O caso do Filippo Inzaghi que está a ter a 1ª experiência como treinador principal e já está no Fórum de Treinadores, é bem pior que o NES. Também deve ter um bom padrinho.  Roll Eyes
 
  Diego Simeone, por exemplo, não tem direito a estar, depois das excelentes temporadas que tem feito com o Atlético. Não sei que critérios é que utilizam para fazer estas escolhas, mas são um pouco ridículos e difíceis de compreender.
Registado

ESFORÇO. DEDICAÇÃO. DEVOÇÃO. GLÓRIA. :::::::: Quem é do SPORTING desde SEMPRE, é do SPORTING para SEMPRE.
Re: Treinadores [Discussão] , « Resposta #172 em: Setembro 04, 2014, 12:22 »



*

Mensagens: 3863
Masculino


O caso do Filippo Inzaghi que está a ter a 1ª experiência como treinador principal e já está no Fórum de Treinadores, é bem pior que o NES. Também deve ter um bom padrinho.  Roll Eyes
 
  Diego Simeone, por exemplo, não tem direito a estar, depois das excelentes temporadas que tem feito com o Atlético. Não sei que critérios é que utilizam para fazer estas escolhas, mas são um pouco ridículos e difíceis de compreender.

O Inzaghi representa um clube que "só" tem 7 Champions. Para além disso foi um jogador de classe Mundial, campeão Mundial pela sua Seleção, vencedor de duas Champions etc...

Não é que esteja a defender a sua participação, mas justifica-se mais facilmente pela grandeza do clube que representa. Tens que concordar comigo que é muito mais rebuscado ir buscar o Nuno Espirito Santo, que "ninguém" conhece, do que uma figura de renome Mundial como Inzaghi.

Tudo o que for colocar em critérios pessoais estas "convocatórias" leva sempre a uma discussão. A única maneira de acabar com isto é criar um critério simples e claro. Seria importante também recolher sensibilidades de treinadores de Ligas mais fracas. Porque não os treinadores dos clubes campeões nos respctivos países mais os vencedores das competiçºoes europeias.?
Registado

Re: Treinadores [Discussão] , « Resposta #173 em: Setembro 04, 2014, 13:25 »



*

Condecorações:Revelação do Ano 2012


Mensagens: 5249
Idade: 30
Localidade: Lisboa/Leiria
Masculino



Citar
Arsène Wenger (Arsenal FC)
Luis Enrique (FC Barcelona)
Josep Guardiola (FC Bayern München)
José Mourinho (Chelsea FC)
Jürgen Klopp (Borussia Dortmund)
Roger Schmidt (Bayer 04 Leverkusen)
Manuel Pellegrini (Manchester City FC)
Filippo Inzaghi (AC Milan)
Míchel (Olympiacos FC)
Carlo Ancelotti (Real Madrid CF)
Laurent Blanc (Paris Saint-Germain)
Jens Keller (FC Schalke 04)
André Villas-Boas (FC Zenit)
Jorge Jesus (SL Benfica)
Massimiliano Allegri (Juventus)
Mircea Lucescu (FC Shakhtar Donetsk)
Unai Emery (Sevilla FC)
Nuno Espírito Santo (Valencia CF)
Rafael Benítez (SSC Napoli).


Espero que Diego Simeone tenha tido mais que fazer para não estar aí presente... Era escandaloso Simeone não ter sido convidado para este Forum de Treinadores de Elite.

Ele, e também Van Gall... As principais ausencias deste Forum.
Registado

Esforço, Dedicação e Devoção servem de pouco se não houver Competência e Rigor.

Acrescente-se definitivamente estes 2 pilares ao ADN do Sporting, para atingirmos a Gloria.
Re: Treinadores [Discussão] , « Resposta #174 em: Setembro 04, 2014, 13:43 »



*
Juvenil

Mensagens: 1324



Citar
Arsène Wenger (Arsenal FC)
Luis Enrique (FC Barcelona)
Josep Guardiola (FC Bayern München)
José Mourinho (Chelsea FC)
Jürgen Klopp (Borussia Dortmund)
Roger Schmidt (Bayer 04 Leverkusen)
Manuel Pellegrini (Manchester City FC)
Filippo Inzaghi (AC Milan)
Míchel (Olympiacos FC)
Carlo Ancelotti (Real Madrid CF)
Laurent Blanc (Paris Saint-Germain)
Jens Keller (FC Schalke 04)
André Villas-Boas (FC Zenit)
Jorge Jesus (SL Benfica)
Massimiliano Allegri (Juventus)
Mircea Lucescu (FC Shakhtar Donetsk)
Unai Emery (Sevilla FC)
Nuno Espírito Santo (Valencia CF)
Rafael Benítez (SSC Napoli).


Espero que Diego Simeone tenha tido mais que fazer para não estar aí presente... Era escandaloso Simeone não ter sido convidado para este Forum de Treinadores de Elite.

Ele, e também Van Gall... As principais ausencias deste Forum.

Acrescentaria tambem Brendan Rodgers - excelente trabalho que tem feito no Liverpool.
Registado
Re: Treinadores [Discussão] , « Resposta #175 em: Setembro 04, 2014, 14:20 »



*
Veterano

Mensagens: 13056
Idade: 32
Localidade: Funchal
Masculino


O Inzaghi representa um clube que "só" tem 7 Champions. Para além disso foi um jogador de classe Mundial, campeão Mundial pela sua Seleção, vencedor de duas Champions etc...

Não é que esteja a defender a sua participação, mas justifica-se mais facilmente pela grandeza do clube que representa. Tens que concordar comigo que é muito mais rebuscado ir buscar o Nuno Espirito Santo, que "ninguém" conhece, do que uma figura de renome Mundial como Inzaghi.

Tudo o que for colocar em critérios pessoais estas "convocatórias" leva sempre a uma discussão. A única maneira de acabar com isto é criar um critério simples e claro. Seria importante também recolher sensibilidades de treinadores de Ligas mais fracas. Porque não os treinadores dos clubes campeões nos respctivos países mais os vencedores das competiçºoes europeias.?

 Ter sido um jogador de classe mundial não o torna um treinador de elite. Nem tão pouco o facto de treinador o AC Milan. O "problema" aqui são os critérios que utilizam para escolher os treinadores para um Forum de elite. Para mim, é rebuscado levar o Nuno Espírito Santo, como também é levar o Filippo Inzaghi, mesmo que o segundo tenho currículo como jogador e o primeiro não. Mas dado que se trata de um Forum de treinadores, digamos que NES tem mais experiência (2 anos) a treinar um clube profissional.

 O critérios dos treinadores que ganharam os respectivos campeonatos é um bom critério. Juntando a estes o treinador vencedor da Liga dos Campeões e da Liga Europa, caso já não esteja presente no Forum. A pontuação dos clubes a nível da prestação nas provas europeias poderá ser outro bom indicador. Aliás, acho que este é um dos indicadores possíveis.

 Também desconheço até que ponto são levados a sérios nestes fóruns de debates. É bom que a UEFA leva estas opiniões em boa linha de conta, para que o futebol possa continuar a evoluir num bom caminho e não o "matar", mas tenho dúvidas em relação a isso.
Registado

ESFORÇO. DEDICAÇÃO. DEVOÇÃO. GLÓRIA. :::::::: Quem é do SPORTING desde SEMPRE, é do SPORTING para SEMPRE.
Re: Treinadores [Discussão] , « Resposta #176 em: Setembro 04, 2014, 15:23 »


No avatar!

*
Juvenil

Mensagens: 860
Idade: 22
Masculino


"Vai ser um dia bonito para o Sporting" - José Mourinho

http://rr.sapo.pt/bolabranca_detalhe.aspx?fid=4&did=161064
Registado
Gosta deste tópico? Partilhe-o:
Páginas: « anterior 1 ... 7 8 [9] Ir para o topo Imprimir
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Assuntos Desportivos Futebol de Outras Equipas e Selecções (Moderadores: Angel Lion, Stunner) Tópico:

Treinadores [Discussão]

« tópico anterior seguinte »
Ir para:

Powered by SMF 1.1.19 | SMF © 2011, Simple Machines
Tema SMFone modificado por Avantix e Paracelsus.
Optimizado para o Mozilla Firefox na resolução 1024 x 768.
© 2004 - 2010 | Fórum SCP | Alguns Direitos Reservados
Fórum não-oficial do Sporting Clube de Portugal

Ajuda | | Sitemap | Política de Privacidade