Futebol do Resto do Mundo

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Ao Diego só lhe faltava ter mais cabeça, porque talento tem muito...
Isso é muito discutível. Eu acho que o Diego, depois do Porto, atinou e foi sempre profissional. Não voltou foi a ter a "grande oportunidade" para brilhar nos principais clubes. Ainda assim, há duas épocas, foi bastante útil no Atlético do Simeone que chegou à final da Champions.

Esta época vou acompanhar mais a Liga Turca, sem sombra de dúvidas. Senão, reparem nestes plantéis:

Fenerbahçe
Spoiler: mostrar


Galatasaray
Spoiler: mostrar


E ainda há o Quaresma no Besiktas, e mais um sem número de excelentes jogadores espalhados pelas várias equipas da Liga.
"If God had meant football to be played in the air, he would have put grass in the sky"

Brian Clough
O plantel do Fener é brutal. Duvido muito que percam o campeonato este ano.
Isso é muito discutível. Eu acho que o Diego, depois do Porto, atinou e foi sempre profissional. Não voltou foi a ter a "grande oportunidade" para brilhar nos principais clubes. Ainda assim, há duas épocas, foi bastante útil no Atlético do Simeone que chegou à final da Champions.


O Diego nunca conseguiu dar o passo seguinte e não foi por acaso...

Eu sempre achei um jogador com um talento imenso e com capacidade para fazer diferença em qualquer equipa, mas nunca conseguiu atingir aquele patamar de top mundial...

E eu só vejo uma razão, mentalidade, mais em termos de capacidade de trabalho do que ser um jogador burro atenção, além que também exagerava muito (melhorou) em jogadas individuais.
O Diego nunca conseguiu dar o passo seguinte e não foi por acaso...

Eu sempre achei um jogador com um talento imenso e com capacidade para fazer diferença em qualquer equipa, mas nunca conseguiu atingir aquele patamar de top mundial...

E eu só vejo uma razão, mentalidade, mais em termos de capacidade de trabalho do que ser um jogador burro atenção, além que também exagerava muito (melhorou) em jogadas individuais.
Nunca o atingiu porque não chegou a ter a oportunidade para o atingir, entre os melhores, nos melhores clubes. É aí que se atinge esse nível. Noutros clubes, dá sinais disso. Mas não pode atingir um nível de top mundial, se não defronta os melhores do mundo.

Há jogadores que pura e simplesmente não têm essa oportunidade. Acontece. E nem tem de ser por culpa deste ou daquele aspecto.
"If God had meant football to be played in the air, he would have put grass in the sky"

Brian Clough
O Diego nunca conseguiu dar o passo seguinte e não foi por acaso...

Eu sempre achei um jogador com um talento imenso e com capacidade para fazer diferença em qualquer equipa, mas nunca conseguiu atingir aquele patamar de top mundial...

E eu só vejo uma razão, mentalidade, mais em termos de capacidade de trabalho do que ser um jogador burro atenção, além que também exagerava muito (melhorou) em jogadas individuais.
Nunca o atingiu porque não chegou a ter a oportunidade para o atingir, entre os melhores, nos melhores clubes. É aí que se atinge esse nível. Noutros clubes, dá sinais disso. Mas não pode atingir um nível de top mundial, se não defronta os melhores do mundo.

Há jogadores que pura e simplesmente não têm essa oportunidade. Acontece. E nem tem de ser por culpa deste ou daquele aspecto.


Mas o Diego não teve uma oportunidade no Atlético de Madrid?

Sempre gostei muito do jogador, qualidade técnica soberba...mas quando a competição era a rasgar desaparecia.

A verdade é que o Diego esteve na liga alemã e na espanhola, jogou com bons jogadores e defrontou os melhores só mundo nas suas posições. Caso se destacasse assim não vejo porque motivo não teria condições para dar o Salto, não estamos a falar de um jogador que passou a carreira pelas Chinas ou Ucrânias
1. o Diego não foi top Mundial porque não tinha valias para o ser. :think: :menos:

Dá-me ideia que esta (nova) corrente romancista - e eu até (me) considero romântico! - exagera nos predicados atribuídos aos atletas.

Diego (?) é um excelente atleta, foi determinante em diversos clubes durante a sua carreira - no Brasil, em Portugal, na Alemanha - o seu toque de bola era magistral, possuiu uma boa visão de jogo, um drible curto digno de registo e as internacionalizações ao serviço da Canarinha (?) demonstram o quão se estimou o seu valor. :clap: :mais: Fez uma carreira extremamente respeitável, conquistou um porradão de títulos em diversos clubes e esteve nas maiores montras desportivas por diversas vezes. Era (ainda) melhor? Tinha (ainda) mais para dar? É duvidoso, estamos a falar do mesmo atleta que por várias vezes descurava a vertente defensiva, que não transmitia a intensidade que (se) pretende - cada vez mais! - em clubes de topo e que não explodiu quando teve as suas oportunidades na Juventus e|ou Atlético de Madrid (2x).

Foi sua a decisão - creio! - de rumar à Juventus após aquelas temporadas excelentes no Wolfsburg e hoje talvez (se) possa arrepender de não ter escolhido outro colosso que estimasse de forma mais apropriada o seu futebol mas se formos por aí então dava para discutirmos, durante horas, a quantidade de atletas que podiam ter tido uma carreira mais apetrechada. Há tantos atletas que podiam estar tão melhor noutros clubes: Toni Kroos, Gonzalo Higuain, Zlatan Ibrahimovic, Arturo Vidal (Bayern), Neymar, Luis Suarez, Aaron Ramsey. :twisted:
Este auto-golo do Internacional...nem o Gignac finalizaria melhor  :rotfl:

PS: Não existe tópico para a Libertadores?  :eh:
Este auto-golo do Internacional...nem o Gignac finalizaria melhor  :rotfl:

PS: Não existe tópico para a Libertadores?  :eh:

http://www.forumscp.com/index.php?topic=40010.460

Bom jogo do Tigres até ao momento,acredito que passa à final.Têm uma excelente equipa.
Mas o Diego não teve uma oportunidade no Atlético de Madrid?

Sempre gostei muito do jogador, qualidade técnica soberba...mas quando a competição era a rasgar desaparecia.

A verdade é que o Diego esteve na liga alemã e na espanhola, jogou com bons jogadores e defrontou os melhores só mundo nas suas posições. Caso se destacasse assim não vejo porque motivo não teria condições para dar o Salto, não estamos a falar de um jogador que passou a carreira pelas Chinas ou Ucrânias
E aproveitou-a, dentro do possível, porque não era visto como peça importante para a equipa nem encaixava bem no modelo de jogo do Simeone, mas ainda acabou por ter bastante utilidade. Mas por esta altura já não ia a tempo. A oportunidade séria do Diego apareceu quando ele estava no Wolfsburgo. Era aí que devia ter dado o salto para os melhores clubes. Em vez disso, foi parar a uma Juventus que ainda estava a reconstruir-se e a recuperar prestígio em Itália e na Europa. Perdeu a oportunidade.

Teve uma boa carreira. Podia ter sido bem melhor. Não geriu talvez da melhor forma a sua carreira. Mas o talento e a qualidade para jogar entre os melhores esteve sempre lá, e continua a estar.
"If God had meant football to be played in the air, he would have put grass in the sky"

Brian Clough
Por acaso não acompanhei muito a carreira do Diego. O que tenho visto dele dos jogos de preparação do Fenerbahce é de um jogador muito mas mesmo muito acima da média.

É possível que num modelo com menos posse de bola, que o obrigue mais a outro tipo de trabalho, não tenha tido grande predisposição ou vontade de render (o que se pode ter traduzido no seu rendimento em campo).

O que sei é que encaixa na perfeição no modelo de jogo do Vítor Pereira e, dentro desse modelo, só o Nani se lhe pode comparar. Em minha opinião, claro.
1. o Diego não foi top Mundial porque não tinha valias para o ser. :think: :menos:

Dá-me ideia que esta (nova) corrente romancista - e eu até (me) considero romântico! - exagera nos predicados atribuídos aos atletas.

Diego (?) é um excelente atleta, foi determinante em diversos clubes durante a sua carreira - no Brasil, em Portugal, na Alemanha - o seu toque de bola era magistral, possuiu uma boa visão de jogo, um drible curto digno de registo e as internacionalizações ao serviço da Canarinha (?) demonstram o quão se estimou o seu valor. :clap: :mais: Fez uma carreira extremamente respeitável, conquistou um porradão de títulos em diversos clubes e esteve nas maiores montras desportivas por diversas vezes. Era (ainda) melhor? Tinha (ainda) mais para dar? É duvidoso, estamos a falar do mesmo atleta que por várias vezes descurava a vertente defensiva, que não transmitia a intensidade que (se) pretende - cada vez mais! - em clubes de topo e que não explodiu quando teve as suas oportunidades na Juventus e|ou Atlético de Madrid (2x).

Foi sua a decisão - creio! - de rumar à Juventus após aquelas temporadas excelentes no Wolfsburg[/u] e hoje talvez (se) possa arrepender de não ter escolhido outro colosso que estimasse de forma mais apropriada o seu futebol mas se formos por aí então dava para discutirmos, durante horas, a quantidade de atletas que podiam ter tido uma carreira mais apetrechada. Há tantos atletas que podiam estar tão melhor noutros clubes: Toni Kroos, Gonzalo Higuain, Zlatan Ibrahimovic, Arturo Vidal (Bayern), Neymar, Luis Suarez, Aaron Ramsey. :twisted:

Mas o Diego não teve uma oportunidade no Atlético de Madrid?

Sempre gostei muito do jogador, qualidade técnica soberba...mas quando a competição era a rasgar desaparecia.

A verdade é que o Diego esteve na liga alemã e na espanhola, jogou com bons jogadores e defrontou os melhores só mundo nas suas posições. Caso se destacasse assim não vejo porque motivo não teria condições para dar o Salto, não estamos a falar de um jogador que passou a carreira pelas Chinas ou Ucrânias
E aproveitou-a, dentro do possível, porque não era visto como peça importante para a equipa nem encaixava bem no modelo de jogo do Simeone, mas ainda acabou por ter bastante utilidade. Mas por esta altura já não ia a tempo. A oportunidade séria do Diego apareceu quando ele estava no Wolfsburgo. Era aí que devia ter dado o salto para os melhores clubes. Em vez disso, foi parar a uma Juventus que ainda estava a reconstruir-se e a recuperar prestígio em Itália e na Europa. Perdeu a oportunidade.

Teve uma boa carreira. Podia ter sido bem melhor. Não geriu talvez da melhor forma a sua carreira. Mas o talento e a qualidade para jogar entre os melhores esteve sempre lá, e continua a estar.

No Wolfsburgo? NO WOLFSBURGO??? You shall all burn in hell!! >:D :mrgreen:

Foi no Bremen que ele se destacou e foi vendido à Juventus(por mais de 25M, salvo erro). Era a estrela da equipa que foi à final da Taça Uefa, e era aí que devia ter escolhido um clube com outro perfil. O Bremen sempre foi um clube onde os criativos se deram bem, por ter um treinador que, com os seus defeitos, percebia a sua importância(Schaaf). Se o Diego tem, em 2009, ido parar a um Barcelona, não tenho dúvidas que hoje era tido como um jogador de top. É um jogador de características muito próprias, que precisa de jogar numa equipa em que as suas qualidades sejam estimadas e valorizadas(o Atlético de Madrid é o antónimo disso :lol:). Se o tem feito(numa equipa de top mundial, digo), teria tido uma carreira magistral. Não deixa, no entanto, de ser verdade o que o @barbosa diz, há muito mais casos assim. Mas o Diego foi o craque da equipa que me fez gostar do Bremen(a da final da Uefa), pelo que é normal que eu o valorize mais :mrgreen:
« Última modificação: Julho 23, 2015, 12:32 pm por andredesterro »
“When you score a goal and have a disastrous game people say you have been great, but you have to keep your priorities right: defend well and attack well, and give balls to other players.

In the heart of the game that’s what it’s about. It’s not about goalscoring. Goalscoring is a consequence of playing well, so first play well.

Arsene Wenger
A última memória é sempre a mais fresca @andredesterro:lol:



E de facto tanto o Spik da tru como o Gala têm excelentes planteis. Pelo menos vou tentar ver os derbies desta temporada.
Eu juro que queria dizer Bremen :mrgreen:
"If God had meant football to be played in the air, he would have put grass in the sky"

Brian Clough