Wiki Sporting, a enciclopédia do Sporting Clube de Portugal

Forum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal


Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.
Novembro 24, 2014, 16:21

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão

Anúncios:

Início Início  Ajuda Ajuda  Regras Regras  Pesquisa Pesquisa  Entrar Entrar  Registe-se Registe-se       Wiki Wiki  Links Links 
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Assuntos Desportivos Futebol de Outras Equipas e Selecções (Moderadores: Angel Lion, Stunner) Tópico:

Afinal as equipas nunca chegam a estar em forma?

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Páginas: [1] Ir para o fundo Imprimir
Autor Tópico: Afinal as equipas nunca chegam a estar em forma? (Lida 946 vezes)

Afinal as equipas nunca chegam a estar em forma? , « em: Agosto 09, 2014, 22:02 »


Verde (ê) (latim Viridis, -e)


*
Veterano

Mensagens: 7490
Masculino


Pelo que tenho percebido ao longo dos anos segundo os comentários dos especialistas, esta é a história de uma época de futebol profissional em qualquer clube:

Julho: os jogadores estão de férias ou a começar a trabalhar
Agosto: estão em pré-época, longe de estar preparadas, muitos kg por perder
Setembro: são ainda as primeiras jornadas e as equipas ainda andam longe da melhor forma
Outubro: as equipas estão agora a entrosar-se embora não estejam no pico da forma, muitos jogadores ainda não aguentam 90 minutos
Novembro: as equipas já aparentam algum desgaste e o acumular de jogos faz com que necessitem de pausas para as taças ou selecções
Dezembro: as equipas estão agora bastante cansadas e a precisar de férias
Janeiro: as equipas regressaram das férias, estão agora abaixo de forma e a precisar de rotinas
Fevereiro: as equipas têm o calendário muito sobrecarregado e os jogadores ressentem-se
Março: a fase decisiva das competições está aí e as equipas precisam de gerir o plantel porque o desgaste começa a ser grande
Abril: as equipas estão muito cansadas e já começam a ansiar pelo fim do campeonato
Maio: os campeonatos chegam ao fim e muitos jogadores já não aguentam
Junho: chegam as fases finais das competições de selecções para uns e as férias para os demais, os jogadores estão muito desgastados

Portanto, só existem 2 breves momentos em que alguns jogadores estão razoáveis, 2 momentos separados por 6 meses, que é no fim de Outubro e no fim de Fevereiro?
Registado



Re: Afinal as equipas nunca chegam a estar em forma? , « Resposta #1 em: Agosto 09, 2014, 22:19 »



*
Veterano

Mensagens: 16687
Idade: 26
Localidade: Coimbra
Masculino


Por acaso já tinha dado por mim a pensar nisso.

Outra coisa que me irrita é:

Cavendish cai, parte um braço, termina a etapa e só umas horas depois é anunciado que desistiu do Tour.
Froome tem uma fracutra, vai para a etapa seguinte, faz outra fractura e desiste.
Contador cai, parte a tíbia, ligam-lhe aquela porra, ele monta na bicicleta e só desiste depois de 20 Kms a acompanhar os melhores numa etapa duríssima.
Divanei, na época passada, foi até Dezembro a jogar cheio de dores. Não podia sequer assentar o pé no chão sem que lhe doesse. Presenciei isso no jantar depois da Supertaça em que ele foi até ao restaurante a mancar e a queixar-se. Mas jogou sempre.

Um jogador de futebol de 11 tem um hematoma, uma mialgia, ou os célebres 'problemas físicos', e está uma semana ou duas no estaleiro, de baixa ou a fazer 'trabalho de recuperação' no ginásio.

 Indeciso
Registado

''You have forgotten who you are and so have forgotten me. Look inside yourself, Simba. You are more than what you have become. You must take your place in the Circle of Life.'' Mufasa, Lion King, 1994

''These are dark times, there is no denying. Our world has perhaps faced no greater threat than it does today. But I say this to our citizenry: We, ever your servants, will continue to defend your liberty and repel the forces that seek to take it from you!'' Rufus Scrimgeour, Minister for Magic
Re: Afinal as equipas nunca chegam a estar em forma? , « Resposta #2 em: Agosto 09, 2014, 22:24 »


Verde (ê) (latim Viridis, -e)


*
Veterano

Mensagens: 7490
Masculino


Um jogador de futebol de 11 tem um hematoma, uma mialgia, ou os célebres 'problemas físicos', e está uma semana ou duas no estaleiro, de baixa ou a fazer 'trabalho de recuperação' no ginásio.

E além de ser muito melindroso estar eternamente cansado e em baixa forma física, ainda ganha mais que qualquer outro atleta.
Registado

Re: Afinal as equipas nunca chegam a estar em forma? , « Resposta #3 em: Agosto 09, 2014, 22:32 »



*

Mensagens: 7225
Idade: 41
Localidade: Lisboa
Masculino


Por acaso já tinha dado por mim a pensar nisso.

Outra coisa que me irrita é:

Cavendish cai, parte um braço, termina a etapa e só umas horas depois é anunciado que desistiu do Tour.
Froome tem uma fracutra, vai para a etapa seguinte, faz outra fractura e desiste.
Contador cai, parte a tíbia, ligam-lhe aquela porra, ele monta na bicicleta e só desiste depois de 20 Kms a acompanhar os melhores numa etapa duríssima.
Divanei, na época passada, foi até Dezembro a jogar cheio de dores. Não podia sequer assentar o pé no chão sem que lhe doesse. Presenciei isso no jantar depois da Supertaça em que ele foi até ao restaurante a mancar e a queixar-se. Mas jogou sempre.

Um jogador de futebol de 11 tem um hematoma, uma mialgia, ou os célebres 'problemas físicos', e está uma semana ou duas no estaleiro, de baixa ou a fazer 'trabalho de recuperação' no ginásio.

 Indeciso

Sigurd, Isso é uma generalização gratuita. Também já vi muito ciclistas caírem, e já nem voltarem a por-se em cima da bicicleta indo directamente para o carro vassoura. Assim como existem dezenas de jogadores a que já jogaram lesionados, infiltrados, etc.. O ultimo caso mais popular foi o do CR7.

Em relação ao que escreveu o Viridis, as coisas não se passam assim. Aliás hoje em dia os treinadores já não falam em picos de forma, mas em micro-ciclos, com o objectivo de terem os atletas numa forma constante ao longo da época. Obviamente que em Julho e Agosto nenhum jogador está a 100%, da mesma forma que em Abril e dependendo do desgaste da época e das mazelas os jogadores são tratados com pinças e as vezes fazem mais trabalho de ginásio e de recuperação que treino com bola.
Registado

Re: Afinal as equipas nunca chegam a estar em forma? , « Resposta #4 em: Agosto 09, 2014, 23:21 »



*
Veterano

Mensagens: 14064
Idade: 32
Localidade: Funchal
Masculino


 Não faz sentido estar a comparar desportos porque cada um é distinto do outro e tem abordagens diferentes. Ciclistas preparam-se durante meses para uma / duas grandes competições de três semanas, futebolistas preparam-se para nova a dez meses de competição. São preparações e esforços diferentes. O mesmo se aplica às lesões, que no caso do futebol pode originar problemas mais graves, fruto essa lesão.

 O Van Persie no Mundial reconheceu que joga com dores há nove anos. Temos o exemplo do Cristiano. Há outros exemplos, o Salvio jogou ainda com o braço partido, o Ribéry com uma lesão nas costas até que disse que chega.

 Como o Nuno Lapa disse, as épocas de futebol são preparadas por micro-ciclos. Nesta fase temos volumes altos de treino, tanto físico, como o técnico, com as intensidades também elas a subir. Isto para preparar o atleta para a desgastante época que terá pela frente. Depois obviamente que se diminui o volume, passando a trabalhar com a intensidade, consoante o número de jogos nesse mês, como a distância de jogo para jogo. Se há jogo de três em três dias, não dá para ter intensidade alta, tem que gerir com percentagens de 60% a 70% do esforço máximo, quando há um jogo por semana, faz-se dois dias de fraca intensidade (recuperação), deixando o pico para quase o fim da semana (fase mais activa), preparando assim o jogo. Os treinadores aproveitam para trabalhar os jogos com o treino físico, um 2 em 1, e colocam a intensidade nesses treinos. A tal periodização que tanto se fala, aqui aplica-se a nível do treino físico.

 Depois, cada jogador pode ter a sua própria abordagem. Há jogadores que respondem bem a volumes altos de treino com boas intensidades, outros respondem melhor a menos volume, mas com intensidade alta. Dentro desta preparação individual, agenda-se o trabalho semanal, sempre com o colectivo em primeiro lugar. Por isso há jogadores que começam a semana no ginásio, até mesmo durante a semana ficam por lá, tem haver exactamente com isto. Atletas que recuperam bem, outros não conseguem recuperar tão rápido.

 Não há verdadeiramente um pico de forma nas equipas de futebol. Obviamente que no início e meio os jogadores estão mais frescos, mental e fisicamente, mas vemos equipas que acabam a época com jogos intensos e a responder bem às exigências físicas. Isto porque a época foi bem planeada, os treinos foram bem estruturados e as lesões foram alvo de boas recuperações e o trabalho de prevenção bem feito. Em Abril, Maio, tenta-se quase apenas trabalhar na recuperação e trabalho táctico, é a fase mais importante da época, o desgaste está alto e não faz sentido treinar com intensidades altas porque isso só vai aumentar o desgaste. É treinar apenas para manter o ritmo e recuperar, nada de especial. O trabalho muscular aqui é essencial, os jogadores adquirem desequilíbrios musculares, consequência da época, e precisam de corrigir essas falhas para não provocar lesões.

 Início de época, começa tudo desde quase o zero. Hoje, temos atletas que voltam aos clubes já em boa forma, aproveitam as férias para recuperar das lesões e colocam treinos físicos ligeiros, principalmente de correcção muscular, para chegarem à pré-época em boa forma. As primeiras semanas são importantes porque é preciso corrigir falhas musculares consequentes da prática de futebol e reforçar outras zonas. Há também a capacidade aerobica para preparar toda uma época, colocar os jogadores com ritmo alto e regular.

 É difícil então falar em picos de forma em determinado mês. Depende imenso da calendarização de jogos, em que competições estão as equipas, o plantel se tem boas alternativas ou não, tudo isto conta e por isso, cada caso é um caso. A época passada tivemos um Liverpool, por exemplo, sempre fresco, com o Chelsea a apresentar cansaço acumulado, em virtude do grande acumulado de jogos e as poucas alternativas. O Liverpool acabou a época com frescura física, o Chelsea nem por isso. Isto para mostrar que cada caso é um caso. Por isso, não faz muito sentido em falar em picos de forma calendarizados. Vimos que um mês de paragem na Alemanha fez maravilhas físicas ao Bayern, mas a nível de intensidade de jogo e a nível mental, não tiveram nada bem e a equipa ressentiu-se; mesmo com jogos amigáveis, a nível mental e intensidade vão ser sempre diferentes da competição. Isto provocou uma baixa de forma porque não se conseguiu manter a equipa com os índices físicos e mentais no pico. Isto para dar outro exemplo, agora distinto do de Liverpool.
Registado

ESFORÇO. DEDICAÇÃO. DEVOÇÃO. GLÓRIA. :::::::: Quem é do SPORTING desde SEMPRE, é do SPORTING para SEMPRE.
Re: Afinal as equipas nunca chegam a estar em forma? , « Resposta #5 em: Agosto 11, 2014, 21:20 »



*
Veterano

Mensagens: 14064
Idade: 32
Localidade: Funchal
Masculino


(...)

 Início de época, começa tudo desde quase o zero. Hoje, temos atletas que voltam aos clubes já em boa forma, aproveitam as férias para recuperar das lesões e colocam treinos físicos ligeiros, principalmente de correcção muscular, para chegarem à pré-época em boa forma. As primeiras semanas são importantes porque é preciso corrigir falhas musculares consequentes da prática de futebol e reforçar outras zonas. Há também a capacidade aerobica para preparar toda uma época, colocar os jogadores com ritmo alto e regular.

(...)

 Comprovando um pouco do que eu escrevi em cima,

 
Citar
A forma de Gareth Bale tem dado que falar na pré-temporada do Real Madrid. O internacional galês apresentou-se, depois das férias, com os músculos bem mais tonificados do que no final da última época, mas garante que, tirando trabalho de ginásio, não fez nada de especial.

«Não fiz nada de especial, trabalhei no ginásio. Treinei nas férias, mas nada de especial, cuidei do físico e pronto. Trabalhei foi muito na pré-temporada, isso sim, estou em boa forma e isso ajuda», comentou no decorrer da conferência de antevisão do jogo da Supertaça Europeia frente ao Sevilha.
Registado

ESFORÇO. DEDICAÇÃO. DEVOÇÃO. GLÓRIA. :::::::: Quem é do SPORTING desde SEMPRE, é do SPORTING para SEMPRE.
Gosta deste tópico? Partilhe-o:
Páginas: [1] Ir para o topo Imprimir
Fórum SCP - A Comunidade do Sporting Clube de Portugal Assuntos Desportivos Futebol de Outras Equipas e Selecções (Moderadores: Angel Lion, Stunner) Tópico:

Afinal as equipas nunca chegam a estar em forma?

« tópico anterior seguinte »
Ir para:

Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2011, Simple Machines
Tema SMFone modificado por Avantix e Paracelsus.
Optimizado para o Mozilla Firefox na resolução 1024 x 768.
© 2004 - 2010 | Fórum SCP | Alguns Direitos Reservados
Fórum não-oficial do Sporting Clube de Portugal

Ajuda | | Sitemap | Política de Privacidade