Steve Jobs demitiu-se de CEO da apple

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.


provavelmente a terrível doença que o atingiu está a vencer a guerra.  :(

não sou grande apologista da sua visão para o software, mas admiro tudo o que fez pela industria das tecnologias. é o fim duma era, vamos lá ver com a máquina da maça se vai movimentar nos próximos anos.

Citar
Steve Jobs has just announced he is stepping down from the CEO position of Apple. He will be succeeded by Apple's chief operating officer, Tim Cook. Steve Jobs will remain at Apple as chairman of the board and director. This is... Strange.

Steve Jobs' announcement is sparse with words, as always.


"I have always said if there ever came a day when I could no longer meet my duties and expectations as Apple’s CEO, I would be the first to let you know. Unfortunately, that day has come.

I hereby resign as CEO of Apple. I would like to serve, if the Board sees fit, as Chairman of the Board, director and Apple employee.

As far as my successor goes, I strongly recommend that we execute our succession plan and name Tim Cook as CEO of Apple.

I believe Apple’s brightest and most innovative days are ahead of it. And I look forward to watching and contributing to its success in a new role.

I have made some of the best friends of my life at Apple, and I thank you all for the many years of being able to work alongside you."

Even though Jobs will still play a vital role at Apple, it's obvious this is the end of an era - and what an era. Apple was pretty much dead when Jobs took over, but under his leadership, the company grew from Silicon Valley's laughing stock to the world's largest technology company. The iPod, iPhone, iPad - all major success stories that turned the company into the behemoth it is today.

It will be interesting to see what happens to Apple next. The company has always been more or less equated to Steve Jobs, and with him stepping down from the prime spot, many have predicted the company will have a far harder time than it had under his leadership. While the world obviously won't come crashing down just because he stepped down from the CEO position, long-term effects might still be negative.

We'll see.

http://www.osnews.com/story/25100/Steve_Jobs_Resigns_as_CEO_of_Apple
Everyone is king when there’s no one left to pawn
"Here is a man who had a dream, built it, and now he's strong enough to keep it alive while himself fades away" someone @ twitter.

Antes de mais, a questão pessoal, porque nem todo o dinheiro do mundo consegue adiar o inevitável, nem uma fortuna pessoal na ordem dos 8.3 biliões de USD consegue comprar saúde. Desejo por isso que a doença lhe permita viver com dignidade.

Depois, com esta mudança, aguardo por uma nova política que há muito urge na Apple e na própria indústria, apesar de falarmos do único rosto capaz de figurar como concorrência de Bill Gates.
Steve Jobs sugeriu Tim Cook como sucessor, que aliás tem sido na prática o CEO da Apple desde o início deste ano. Mais do mesmo?! Veremos...

Uma coisa é certa. Goste-se ou não, Steve Jobs figurará nos compêndios como um dos mais brilhantes impulsionadores da Era digital, associado a marcas que fizeram História, como Mac, iPad, iPod, iPhone, iCloud, iTunes, Quicktime, Safari, Final Cut, Pixar, Disney, entre outras. E o mundo não seria o mesmo sem o seu contributo.
Impressionante a imagem:



 :(
Apple = Steve Jobs

O CEO permaneceu tanto tempo no cargo apenas para moldar a empresa para o futuro. O CEO indigitado para o substituir vai apenas cumprir o plano de negócios formulado por Jobs.
Antes de mais, a questão pessoal, porque nem todo o dinheiro do mundo consegue adiar o inevitável, nem uma fortuna pessoal na ordem dos 8.3 biliões de USD consegue comprar saúde. Desejo por isso que a doença lhe permita viver com dignidade.

Um aparte: sem querer ser simplista, talvez fosse a sua maior obra canalizar uma parte muito significativa da sua fortuna pessoal para a investigação e tratamento do cancro. Já vai sendo tempo de começar a vencer esta doença infernal.
Antes de mais, a questão pessoal, porque nem todo o dinheiro do mundo consegue adiar o inevitável, nem uma fortuna pessoal na ordem dos 8.3 biliões de USD consegue comprar saúde. Desejo por isso que a doença lhe permita viver com dignidade.

Um aparte: sem querer ser simplista, talvez fosse a sua maior obra canalizar uma parte muito significativa da sua fortuna pessoal para a investigação e tratamento do cancro. Já vai sendo tempo de começar a vencer esta doença infernal.

Isso é um bocado contra aquilo que Mr. Jobs defende e é público esse seu desprezo por obras de caridade, mas se fizesse algo como o Bill Gates que vai doar 99% da fortuna para caridade e deixa os filhos com alguns milhões para viverem seria certamente benéfico para os milhares(ou milhões) de pessoas que são assoladas por essa doença.
[youtube=650,535]http://www.youtube.com/watch?v=JdmJEwO5qiE[/youtube]